Domingo, 16 de Dezembro de 2018
casa facil prefeitura urucuca prefeitura ubaitaba
bebeto galvao faculdade madre thais cenoe

GUIA DO ESTUDANTE DESTACA CURSOS DA UESC

Uma pesquisa nacional do Guia do Estudante (GE) para a edição de 2019 classificou vários cursos de graduação da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) neste ano.  O GE é uma publicação da Editora Abril, voltada para estudantes e profissionais da educação. A edição com os dados sobre a UESC já está nas bancas e disponível também no site da revista.

O Curso de Bacharelado em Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais Lea-In, da UESC, implantado através de uma parceria com a Universidade de La Rochelle, na França, completa 15 anos de atuação e recebeu as quatro estrelas do Guia do Estudante.  O curso de Biomedicina, que teve nota 5 no Enade manteve as suas 4 estrelas no Guia. O curso de Enfermagem também foi estrelado na avaliação de cursos superiores realizada pelo Guia do Estudante.

Por sua vez o curso de Comunicação Social – Rádio e TV (Rádio, TV e Internet), que teve elevadas de três para quatro estrelas, reflete os esforços de estudantes, professores, técnicos e gestores de projetos de pesquisa, ensino e extensão para oferecer uma formação de qualidade, afinada com as necessidades acadêmicas e de mercado, bem como comprometida com a construção de um sujeito integral, consciente de seus direitos e deveres como cidadão e como profissional ético.

A avaliação é feita por mais de três mil professores de todo o Brasil, mediante preenchimento de questionários respondidos pelos coordenadores dos cursos, de forma prévia e voluntária. É possível analisar no máximo 35 cursos da região, em que o profissional reside, desde que não tenha vínculo com a instituição.

COMUNIDADE E GRUPO DE ESTUDOS CONSTROEM FOSSA SUSTENTÁVEL

Foto enviada pelo Professora Simoni Gehlen.

No feriado de 15 de novembro foi realizada a construção de uma fossa séptica sustentável na Escola Padre Giuseppe Bonomi, localizada na Associação de Moradores Novo Céu, no bairro Iguape de Ilhéus. 

Em conjunto com o Grupo de Estudos sobre Abordagem Temática no Ensino de Ciências (GEATEC), vinculado à UESC, a escola tem realizado ao longo dos últimos meses um levantamento das principais necessidades da comunidade local. A partir de conversas com os moradores, identificou-se que um dos problemas está associado à falta de saneamento básico no bairro, pois os dejetos da maioria das casas e também da escola são despejados diretamente no mangue, sem qualquer tipo de tratamento.

A coordenadora pedagógica da escola, professora Letícia dos Santos Barbosa, integrante do GEATEC, aponta que essas demandas da comunidade foram incorporadas no Projeto Político Pedagógico, construído para a implementação dos anos iniciais do ensino fundamental, tendo como ponto de partida a realidade social da comunidade escolar. 

O professor Miguel Archanjo Júnior, também integrante do GEATEC, foi o responsável pela organização da construção da fossa séptica sustentável, que somente foi possível com a participação e colaboração de moradores locais, funcionários e professores da escola e pesquisadores da UESC.

A construção da fossa séptica na Escola Padre Giuseppe Bonomi foi realizada a partir de materiais de baixo custo, como tambores de plástico, canos PVC e pedaços de bambu, a qual servirá para reduzir significativamente a poluição do mangue, além de conscientizar a comunidade sobre a importância de construir um ambiente sustentável.

Foto enviada pelo Professora Simoni Gehlen.

De acordo com a coordenadora do GEATEC/UESC, Profa. Dra. Simoni T. Gehlen, “o projeto visa implementar uma tecnologia social com o objetivo de desenvolver a autonomia da comunidade na identificação e resolução de problemas locais, bem como estimular a troca de conhecimentos entre a comunidade, a escola e a universidade”.

Desde 2012, que o GEATEC vem desenvolvendo trabalhos de formação de professores de ciências em várias escolas públicas da nossa região cacaueira, com o objetivo de contribuir para a efetivação de uma educação que tenha como ponto de partida as necessidades reais dos educandos, proporcionando a transformação dos sujeitos que dela fazem parte, inclusive a comunidade local. Mais informações das atividades do grupo podem ser obtidas na página https://www.facebook.com/uesc.geatec.

Texto da Professora Simoni Gehlen, da UESC.

SOANE NAZARÉ, RENÉE ALBAGLI E JOAQUIM BASTOS SERÃO PROFESSORES EMÉRITOS DA UESC

Soane Nazaré, Renée Albagli e Joaquim Bastos.

Da Ascom/UESC.

Soane Nazaré de Andrade, Renée Albagli Nogueira e Antonio Joaquim Bastos da Silva, são os três docentes e reitores da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) que se preparam para integrar o grupo restrito dos Professores Eméritos, título destinado aos professores que se destacaram pelos relevantes serviços à Universidade e que, por isso mesmo, continuarão a colaborar com a Instituição.

Soane Nazaré

Nascido no povoado ilheense de Água Preta, hoje município de Uruçuca, aos cinco dias de agosto de1933, o Professor Soane Nazaré de Andrade é bacharel em Direito, pela Faculdade de Direito da Bahia turma de 1953.

Em 1969 iniciou sua luta para ampliar o ensino superior no Sul da Bahia com investimentos e articulações para a união da Faculdade de Direito de Ilhéus e das Faculdades de Filosofia e de Ciências Econômicas de Itabuna, posteriormente unidas e transformadas (1973) na Federação das Escolas Superiores de Ilhéus e Itabuna – FESPI (hoje UESC), da qual foi eleito seu primeiro Diretor-Geral, exercendo o cargo de 1973 a 1985. Sua participação no processo de estadualização da UESC é caracterizada como uma luta de muitos desafios e enfrentamentos. No momento mais agudo da crise financeira da instituição, em 1882, enfrentou o Conselho Diretor e assegurou a manutenção da mensalidade.

(mais…)

ENGENHARIA CIVIL E GEOGRAFIA DA UESC ALCANÇAM OS MELHORES INDICADORES DO ENADE

UESC,

Os cursos de Engenharia Civil (bacharelado) e Geografia (licenciatura) da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) atingiram o conceito 5, nota máxima na escala de avaliação do Enade, que vai de 1 a 5, e se destacaram entre similares na Região Nordeste.

Os resultados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2017 foram apresentados pelo Ministério da Educação e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em coletiva de imprensa, terça-feira, 9 de outubro, em Brasília (DF), juntamente com um perfil dos participantes da edição.

Na UESC, além dos destaques de Engenharia Civil e Geografia outros cursos também alcançaram boa avaliação, a exemplo de Física, Ciência da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Química, (bacharelados) e Química, Pedagogia, Educação Física, Ciências Sociais (licenciaturas) ficaram com o conceito 4. Ciências Biológicas (bacharelado e licenciatura), juntamente com História (licenciatura), Geografia, Engenharia Mecânica e Engenharia da Produção (bacharelados) obtiveram conceito 3. Com o conceito 2 estão os cursos de Filosofia, Física, (licenciatura) e Química (bacharelado). Matemática (bacharelado) obteve conceito 1.

(mais…)

EVENTO DA UESC AUXILIA ESTUDANTE DO ENSINO MÉDIO A ESCOLHER PROFISSÃO

Foto: Ascom UESC.

A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) convida os alunos do 3º ano do Ensino Médio das escolas públicas e particulares para participarem da VI Feira das Profissões. O evento será realizado no campus Prof. Soane Nazaré de Andrade, no bairro Salobrinho, em Ilhéus, nos dias 19 e 20 de outubro.

O objetivo da Feira das Profissões é auxiliar o estudante a descobrir o seu futuro profissional e uma oportunidade para que os jovens obtenham informações sobre o ingresso num dos 33 cursos de graduação oferecidos pela UESC, bem como programas de apoio à permanência estudantil (moradia, alimentação, etc.) oferecidos pela universidade. Na edição deste ano, a VI Feira das Profissões terá um formato de Universidade Aberta. O visitante conhecerá os colegiados dos cursos de graduação.

Com o tema “Aproximando a universidade das escolas” serão descritos os perfis dos profissionais formados pela UESC e a atuação desses egressos no mercado de trabalho, informações expostas em toldos montados em pontos estratégicos do campus. Não será necessária inscrição e a participação está aberta a toda a sociedade, que também, terá a oportunidade de conhecer a estrutura da Universidade. Os estudantes do ensino médio vão poder tirar dúvidas, com os alunos universitários veteranos.

O evento coordenado pela Pró-Reitoria de Graduação, Gerência Acadêmica de Graduação e Coordenação Geral de Estágios reúne unidades de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade. Alunos e professores atuam como monitores e esclarecem as dúvidas dos visitantes sobre os cursos de graduação oferecidos, carreiras, profissões, mercado de trabalho, formação acadêmica, grade de disciplinas, conteúdos programáticos e especializações.

MITOLOGIA INDÍGENA É TEMA DE CURSO LIVRE NA UESC

Curso vai abordar o imaginário de etnias indígenas na perspectiva da Pedagogia Waldorf.

Nos próximos dias 28 e 29, uma sexta-feira e um sábado, o Projeto de Extensão Brincando e Aprendendo na Educação Infantil vai promover um curso livre sobre a mitologia indígena na perspectiva da Pedagogia Waldorf. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e a Escola Dendê da Serra.

A atividade vai acontecer no auditório do Juizado Modelo (primeiro andar do pavilhão do curso de direito), na UESC, a partir das 8 horas. O curso é voltado para estudantes de graduação e pós-graduação, professores da rede pública, de iniciativas Waldorf e demais interessados. As pessoas interessadas devem se inscrever na página do evento entre os dias 19 e 22 de setembro.

Para maiores informações, consulte o edital.

UESC DEBATE DIREITOS DA NATUREZA E DOS ANIMAIS

Imagem: genjuridico.com.br .

Na próxima sexta-feira, 24, às 19 horas, será realizada no Auditório de Direito da UESC a roda de conversa “Direitos da Natureza e dos Animais”, promovida pelo Curso de Direito através do projeto de extensão “Vivências Interdisciplinares em Direitos Socioambientais” (VIDA). Os expositores serão a Dra. Vanessa Hasson (SP) e o Dr. Tagore Trajano (BA), ambos referências nos assuntos.

As discussões sobre direitos da natureza e dos animais têm ganhado bastante repercussão nacional e internacional, principalmente após seu reconhecimento na Constituição do Equador em 2007 e no Brasil ganhou repercussão por causa de uma ação movida Pela Associação Pachamama como representante processual do Rio Doce, buscando a reparação pelos danos causados pelo desastre de Mariana.

Os chamados Direitos da Mãe Terra pressupõem que ela e todos os seres que a compõe são titulares de direitos sem nenhum tipo de distinção, como pode ser entre seres orgânicos e inorgânicos, espécies, origem, usos para os seres humanos, ou qualquer outro status e, assim como os seres humanos possuem os seus direitos, todos os demais seres da Mãe Terra também possuem direitos específicos da sua condição e apropriados para o seu papel e função dentro das comunidades em nas quais existem, como preconiza a Declaração Universal dos Direitos da Mãe Terra, aprovada em Cochabamba, Bolivia, em 2017.

O movimento tem ganhado força após o reconhecimento, pelas Nações Unidas, de que a Terra é “nosso lar” e deve ser protegida pela sociedade e pelos governos, e a proclamação, pela Assembleia das Nações Unidas, do dia 22 de abril como o Dia Internacional da Mãe Terra. O movimento “Harmony with Nature” (Harmonia com a Natureza) da ONU, desde então, envida esforços para tornar essa proclamação uma realidade em políticas públicas nos países membros.

Na UESC, o projeto de extensão VIDA, do Departamento de Ciências Jurídicas, se engaja nessa rede, dando os primeiros passos para parcerias importantes nos setores públicos e privados.

Para os coordenadores do projeto, os profs. Guilhardes Júnior e Aline Setenta, esse encontro e as reuniões programadas significam um marco importante para discussões teóricas, engajamento e formulação de projetos, programas e políticas que norteiem a sociedade rumo à sustentabilidade. É a conjugação de forças para o reconhecimento de direitos a todos os seres que compõem esse grande sistema chamado Mãe Terra.

ESTUDANTES EXPLICAM AS VANTAGENS DA CONTRATAÇÃO DE UMA EMPRESA JÚNIOR

Estudantes que atuam no NEJ/UESC. IMAGEM: ASCOM.

Texto do Núcleo de Empresas Juniores da UESC.

O MEJ – Movimento Empresa Júnior foi criado com o intuito de fomentar o ensino acadêmico e promover um serviço de qualidade e com um preço justo e acessível aos micro e pequenos empresários. A Empresa Júnior é um importante momento, onde os universitários podem realizar experiências que permitam o seu desenvolvimento profissional e pessoal entre a Universidade e a sociedade.

Com cerca de 29 anos já existente no Brasil, tal movimento já foi capaz de grandes mudanças em nosso território, contando com mais de 400 Empresas Juniores atuantes no Brasil no ano de 2016, mais de 15 mil empresários juniores e movimentando cerca de 11,1 milhões de reais por meio de 4900 projetos comerciais. A empresa júnior funciona como uma engrenagem com papel fundamental sendo responsável pela realização de sonhos de micro e pequenas empresas, desenvolvimento socioeconômico regional e geração de impacto na vida de muitas pessoas através dos serviços que realizam e que são supervisionados por professores orientadores que garantem a qualidade e segurança no serviço prestado.

A Universidade Estadual de Santa Cruz localizada em Ilhéus possui um núcleo formado por várias empresas chamado NEJ UESC – Núcleo das empresas juniores da UESC. As empresas que o compõe atuam em diversos segmentos do mercado atendendo micro e pequenos empresários da região são elas:

(mais…)

MORRE O PROFESSOR CARLOS “PATATI”, DA UESC

Carlos Patati. Imagem: Universo HQ.

Faleceu ontem, sexta-feira, 15, no Rio de Janeiro, o Professor Carlos Eugênio Baptista, da UESC.

Conhecido como “Patati”, em 1998 ele foi um dos fundadores do curso de Comunicação Social – Rádio e TV da universidade. Pesquisador de quadrinhos, roteirista, estudioso de cinema e literato, Carlos Eugênio marcou muitos dos seus alunos com aulas geniais, num tempo em que a UESC sequer havia montado os laboratórios do curso.

Graves problemas de saúde e complicações geradas pelo diabetes levaram “Patati” a se aposentar precocemente. De volta ao Rio de Janeiro, onde nasceu, manteve a militância intelectual, sobretudo em torno dos quadrinhos, mesmo com as limitações impostas pela doença.

“Acho que ele deu aulas na UESC durante três ou quatro anos. Porém, tenho para mim que seus alunos nunca mais foram os mesmos. Era um homem da arte universal. Debatia com amor e paixão o cinema,  de Luis Buñuel  a Nelson Pereira dos Santos, a literatura de Tolstói aos relatos de Drauzio Varella sobre o Carandiru. Era clássico sem perder a atenção para o novo. Foi também um entusiasta da ficção, projetava filmes em rolos para os alunos e incentivou a criação de um cineclube dentro do curso. Para mim, o maior feito de Patati, como professor, foi apresentar o filme “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, de Glauber Rocha, para alguns alunos que só queriam saber da banda de forró Calcinha Preta (risos). Nesse caso teve dificuldades, mas convenceu a maioria. Ele faz parte de um grupo restrito de figuras que deixam as melhores lembranças”, afirma o editor deste blog, Emílio Gusmão, que foi aluno de Patati.

O site Universo HQ traz mais informações sobre o legado de Carlos Eugênio “Patati”, que faleceu aos 58 anos após um ataque cardíaco.

“PERSPECTIVAS FUTURAS PARA O BRASIL” É TEMA DE SEMINÁRIO ESTUDANTIL NA UESC

O II Seminário Estudantil de Administração: perspectivas para o futuro do Brasil é uma iniciativa dos estudantes do curso de graduação em Administração, apoiada pelos professores para a discussão de temas relevantes para o campo de conhecimento das Ciências Sociais Aplicadas. O evento vai acontecer  de 18 a 20 de junho, das 18h30min às 22 horas, no auditório Jorge Amado, UESC.

O objetivo da Seminário é promover o diálogo e a articulação de diferentes temas relacionados ao profissional de Administração, voltado para uma análise do cenário atual e perspectivas futuras. Durante o seminário haverá a discussão de temas em diferentes eixos temáticos: 1. Administração Pública (18/06); 2. Marketing (19/06); e, 3. Empreendedorismo (20/06).

No dia 18 o seminário contará com a presença do professor Marco Antonio Carvalho Teixeira, da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (EAESP – FGV), com a palestra Qual Brasil pode emergir nesse cenário de incertezas? E com a palestra de Maria do Socorro Mendonça, do Instituto Nossa Ilhéus: O principio é o município – Os impactos do monitoramento social . No dia 19/06, a discussão de marketing contará com a participação de empreendedores da região e um professor da UESC. E no dia 20/06, voltado ao empreendedorismo, haverá oficina sobre Marcas e Patentes, além de um concurso de ideias de negócios.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas neste link:  http://tinyurl.com/y84e34qo

UESC VAI RETOMAR ATIVIDADES NA SEXTA-FEIRA

Prédio administrativo da UESC – “a torre”.

Portaria assinada pela reitora Adélia Pinheiro informa que a UESC vai retomar suas atividades acadêmicas e administrativas a partir de sexta-feira, 1º junho. A instituição publicou o documento em seu site, às 14h18min de hoje (30).

O anúncio preocupa estudantes que não moram no eixo Ilhéus-Itabuna. Um estudante, morador de Arataca, afirma que a decisão do “Gabinete da Reitoria” certamente não é resultado de uma consulta sobre a situação dos municípios mais afastados da UESC.

As atividades da UESC estão suspensas desde segunda-feira (28), em razão da crise de desabastecimento gerada pela greve dos caminhoneiros.

PROGRAMA DA UESC SELECIONA BOLSISTAS

O Programa de Educação Tutorial (PET) dos cursos de Agronomia e Geografia da UESC vai selecionar três bolsistas e um voluntário. As oportunidades são para estudantes de Agronomia e Geografia (licenciatura e bacharelado).

As inscrições estão abertas e devem ser feitas até essa sexta-feira, 11, no Protocolo Geral da UESC.

Cada bolsa vai ser de quatrocentos reais por mês. A jornada de dedicação semanal ao programa será de 20 horas.

A seleção vai ter três etapas. A primeira, análise curricular, será na segunda-feira (14). A prova escrita está marcada para as 14 horas da próxima terça-feira (15), na sala do programa (PET Solos – 3003), que fica no térreo Pavilhão Jorge Amado. A fase de entrevistas, terceira etapa, será na tarde do dia 17 (quinta-feira), também na sala do PET Solos.

Acesse mais informações, como a lista de documentos necessários para a inscrição, no edital.

UESC ABRE 101 VAGAS NO “UNIVERSIDADE PARA TODOS”

Programa seleciona monitores e oferece dezoito reais por hora/aula

Inscrições começam na segunda-feira (14).

A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) publicou edital de processo seletivo para o preenchimento de 101 vagas de monitoria no programa Universidade Para Todos (UPT). Vinte das oportunidades são para Ilhéus e Itabuna. As demais são para outros nove municípios: Amaldina, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Floresta Azul, Gandu, Ibicaraí, Itapé e Itacaré.

As vagas são para estudantes da UESC que estejam a partir do terceiro semestre de graduação ou na pós-graduação, ou ainda que estejam numa segunda graduação. Exceto em Ilhéus e Itabuna, as vagas que não forem preenchidas por estudantes serão destinadas aos professores da rede pública. A lista completa de requisitos e a distribuição das áreas por cidade está no edital – acesse aqui

A atividade garante remuneração de 18 reais por hora/aula.

As inscrições deverão ser feitas entre os dias 14 e 18 de maio, no Protocolo Geral da UESC. O atendimento vai funcionar das 8 às 12 horas e das 14 às 21 horas. A relação de documentos requisitados também está no edital.

UESC ACEITA ANULAÇÃO DE QUESTÕES DO CONCURSO

Prédio administrativo da UESC – “a torre”.

Em resposta ao questionamento de um candidato, a Ouvidoria da UESC informou que a comissão universitária responsável pelo concurso concordou com a anulação de questões da prova de conhecimentos específicos para o cargo de técnico universitário.

O Blog do Gusmão teve acesso à mensagem da UESC por meio de um candidato que nos procurou hoje (3).

“Após várias manifestações recebidas, foram confirmadas 6 (seis) questões similares de provas que ocorreram em outros concursos e que constam na prova do Concurso de Técnico Universitário da UESC. Face a situação, a Empresa responsável pela aplicação do concurso decidiu anular tais questões e, como ocorre nesses casos, foi concedido o valor de cada uma dessas questões a todos os candidatos. A comissão do concurso concordou com a decisão tomada pela Empresa”, diz a resposta da ouvidoria.

Por sua vez, participantes do concurso que procuraram o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) não aceitam a anulação das questões. Eles argumentam que, ao anular 1/3 das questões da prova de conhecimentos específicos – a mais relevante para a composição das notas, a Consultec prejudicou os candidatos que se saíram melhor, beneficiando os concorrentes que não foram bem na avaliação.

Na opinião deles, o mais correto seria anular todas as provas para o cargo de técnico universitário.

UESC SELECIONA PROFESSOR VISITANTE

UESC abre processo seletivo. 

Na última quarta-feira (11), a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) abriu processo seletivo para contratar professor visitante, sob o Regime Especial de Direito Administrativo (REDA).

A jornada de trabalho vai ser de 40 horas semanais, em regime de dedicação exclusiva. A oportunidade é para profissionais com graduação em biomedicina, ciências biológicas ou áreas afins e que tenham preferencialmente doutorado em microbiologia e/ou imunologia, produção científica nos últimos cinco anos em periódicos indexados, preferencialmente na área de medicina II e/ou ciências biológicas I e conhecimentos para ministrar disciplinas relacionadas à microbiologia médica.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas por e-mail (selecaomicroimunouesc2018@gmail.br), até o dia 25 de abril.

O certame vai envolver a análise de currículo, prova de conhecimentos e plano de trabalho. O primeiro teste está marcado para o  dia 30 de abril.

Acesse o edital.

PESQUISADORES DA UESC CRIAM MÃO MECÂNICA DE BAIXO CUSTO

Os professores Erickson Silva e Victor Almeida e o estande Tiago Santa Fé. Imagem: Jonildo Glória/Asom-UESC.

Um estudante e dois professores de engenharia mecânica da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) criaram uma mão mecânica de baixo custo. A prótese é resultado do trabalho de conclusão de curso do discente Tiago Santa Fé, sob a orientação dos docentes Erickson Fabiano Moura Sousa Silva e Victor Hugo Martins de Almeida.

A ideia do projeto é tornar a prótese mecânica acessível às pessoas de baixa renda. O trabalho foi possível graças à impressora 3D de baixo custo montada pelos professores.

Inicialmente, a prótese seria usada em animais amputados. No entanto, depois de uma conversa com a professora Elisângela Barboza da Silva, do curso de medicina veterinária, os pesquisadores perceberam que seria melhor desenvolver o aparelho para o uso humano.

O modelo impresso pelo estudante foi o Flex Hand, que é parecido com uma mão real. O protótipo é leve, prático e barato. Custa R$ 50, enquanto uma prótese normal pode custar em torno de R$ 5 mil.

O aprimoramento da prótese de baixo custo depende da aquisição de uma Scanner 3D, equipamento que a UESC ainda não possui. Já o início dos testes com humanos será possível após a avaliação do projeto pelo Conselho de Ética e Pesquisa da Universidade. A iniciativa também vai exigir uma parceria com pesquisadores de outras áreas do conhecimento, como: fisioterapeutas, psicólogos e médicos.

Página 1 de 171...Última »
error: Content is protected !!