WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

reserva sapetinga massi hospital sao jose

JABES DEFENDE “COMPANHEIROS” PRESOS E CRITICA O MINISTÉRIO PÚBLICO ESQUEMA DE CORRUPÇÃO ALCANÇOU SEIS SECRETARIAS DE ILHÉUS, AFIRMA PROMOTOR CONCURSO DA EMBASA OFERECE VAGAS EM ILHÉUS E ITABUNA




impacto cred

transporte ilegal
março 2017
D S T Q Q S S
« fev    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

IDOSOS RECLAMAM SOBRE O TRANSPORTE COLETIVO EM ILHÉUS.


Aconteceu hoje pela manhã em Ilhéus, no auditório da Justiça Federal, uma palestra proposta pela Defensoria Pública, com o intuito de esclarecer aos idosos algumas dúvidas sobre os seus direitos.

Durante o evento,  representantes de associações de idosos e o público em geral, denunciaram o péssimo tratamento recebido pelo grupo de terceira idade, quando utilizam o serviço das empresas de transporte coletivo do município.

Os aposentados reclamam que os motoristas não param nos pontos de ônibus, quando solicitados , e, muitas vezes, agem com desrespeito utilizando palavras agressivas. Além disso, o número de assentos dedicados a eles nos veículos, não é suficiente, perante o grande número de idosos que usam o serviço.

O debate ficou acalorado  a partir do momento em que algumas leis do Estatuto do Idoso foram citadas. É preciso que alguma atitude seja tomada em relação a esse descaso. Senhores motoristas, entendam que os jovens de hoje são os idosos de amanhã!  Estamos de olho.

Jay Looh.

LIXO TOMA CONTA DO CENTRO DE ILHÉUS


A prefeitura de Ilhéus anunciou o fim da paralisação dos servidores municipais, depois de um acordo firmado na manhã desta sexta-feira, dia 14.

Até agora, o lixo continua acumulado em diversos pontos do centro da cidade. Os bairros não vivem a mesma situação, pois a empresa Marquise fez a coleta normalmente.

Veja as imagens gravadas por Marcos Nascimento.

AOS GARIS DA PREFEITURA DE ILHÉUS, AFASTADOS DO TRABALHO DEVIDO AO ALCOOLISMO


TST equipara alcoolismo a doença de trabalho e manda empresa readmitir empregado.

Do site Última Instância.

O alcoolismo crônico pode ser equiparado a uma doença de trabalho e garantir estabilidade de emprego às suas vítimas. Essa tese foi confirmada pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho), que negou recurso de uma empresa do Espírito Santo e determinou a reintegração de um funcionário demitido.

Dispensado após trabalhar por 27 anos na Escelsa (Espírito Santo Centrais Elétricas), o eletricitário processou a empresa alegando que o alcoolismo era decorrente de sua função. Um laudo pericial pedido pela Justiça apontou que o trabalho em redes elétricas de alta tensão fez com que o funcionário se entregasse à bebida.

Segundo a perícia, outro fator que contribuiu para o alcoolismo do empregado teria sido a expectativa de perda do emprego, durante o processo de privatização da companhia elétrica, quando existiram demissões em massa. O empregado teve ganho de causa tanto na 1ª quanto na 2ª instância.

:: LEIA MAIS »

SOLDADO PINTO É ACUSADO DE TRAIÇÃO E DESVIO DE RECURSOS


O soldado Pinto "queimado" com a tropa.

O soldado Pinto está "queimado" com a tropa.

O sargento Chagas (vice-presidente da APPM) denunciou o presidente da instituição, o soldado Agnaldo Pinto, de ter desviado um milhão de reais dos cofres da associação.

O soldado Pinto também é acusado de fechar um acordo às escuras com o governo do estado, sem ouvir a tropa, pondo fim no movimento “Polícia Legal”.

O atual presidente da APPM está sendo chamado de “o traidor”.

 

SEC DE ITABUNA VAI PREMIAR INICIATIVAS DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA


ASCOM: Prefeitura de Itabuna.

TATIAN~1Com o objetivo de identificar, valorizar e divulgar experiências educativas inclusivas, planejadas e executadas por professores, diretores e coordenadores pedagógicos em escolas de ensino regular da rede municipal de Itabuna, a Secretaria da Educação (SEC) instituiu o Prêmio Kaique Marcos – Educador Inclusivo, que será entregue no próximo dia 26 de agosto, durante a realização da II Mostra de Artes do Centro Psicopedagógico da Educação Inclusiva (Cepei).

Aberto a professores em exercício docente que atuam desde a Educação Infantil e do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, nas diversas disciplinas, em qualquer modalidade de ensino nas escolas do meio urbano ou do campo, o Prêmio Kaique Marcos estará escrevendo os trabalhos concorrentes até o próximo dia 21 de agosto. O nome do prêmio é em homenagem ao primeiro aluno assistido no Cepei, falecido no ano de 2007.

Segundo a diretora do Cepei, Tatianny Oliveira de Sousa, serão consideradas pela comissão organizadora do prêmio, como está previsto no regulamento, as experiências escolares inclusivas que possam ser comprovadas e tenham sido realizadas e concluídas entre 2008 e junho deste ano. O processo seletivo se dará em três etapas: a escolha dos cinco melhores trabalhos; seleção dos três finalistas; e a indicação do Professor Inclusivo do Ano 2009.

:: LEIA MAIS »

VELOSO TAMBÉM DEFENDE A CONCILIAÇÃO ENTRE ÍNDIOS E PRODUTORES DE OLIVENÇA


Bom sinal! Veloso também defende o "bom senso"

Veloso também defende o "bom senso".

Ao contrário de certos segmentos que se deixam levar por contra-relatórios fabricados, e de péssimo nível, os políticos de bom senso já perceberam que a solução ideal, passa pela conciliação entre Tupinambás e pequenos produtores.

O deputado federal Raimundo Veloso (PMDB) defende a revisão do relatório da FUNAI, que prevê a delimitação de 47 mil hectares aos índios Tupinambás de Olivença, porém, Veloso ressalta que nenhuma das partes deve sair prejudicada.

Quando admite que os índios formam uma “parte”, ao contrário de alguns oportunistas que sonham com Brasília, Veloso sinaliza que o entendimento é possível.

Para os que valorizam o respeito mútuo, como premissa básica para tentar resolver essa questão (difícil de ser resolvida) é muito bom ver os representantes de Ilhéus valorizando a necessidade do diálogo.

Na região de Olivença há um bom número de grandes proprietários dispostos a entregar suas terras para o governo, na perspectiva de uma boa indenização, desde que, não só as benfeitorias, e sim, toda a propriedade seja considerada na avaliação.

A conciliação passa por esse caminho.

O QUE ESSE LIXO ESTÁ FAZENDO AÍ?


Rua general Câmara, centro de Ilhéus, dia 13 de agosto, por volta das 17:00 horas.

Foto: Alain Marcelo.

Foto: Alain Marcelo.

Vereador Gurita fala no Câmara em Ação


GuritaASCOM: Câmara de vereadores de Ilhéus.

O programa Câmara em Ação do dia 13 de agosto teve a presença do vereador Alzimário Belmonte – professor Gurita. Em entrevista, o vereador comentou sua disponibilidade em conhecer em qualquer lugar da cidade – zona urbana ou rural – os problemas dos ilheenses para em seguida apresentar ao Executivo Municipal indicações que possam ser transformadas em soluções.

O vereador que apresentou ao legislativo discussão sobre a legalização dos moto-taxistas, moto-frete e moto-vigia, comentou a necessidade de estudos profundos sobre o tema. “ foram marcadas algumas reuniões com este seguimento e pode-se notar que ainda falta amadurecimento destes para que enfim sejam tomadas medidas cabíveis à legalização destas profissões”, afirmou o parlamentar.

:: LEIA MAIS »

FIM DO MOVIMENTO "POLÍCIA LEGAL"


Fonte: A Tarde

Em uma noite tensa, quando o crescimento do número de registros de ocorrências policiais em Salvador já surgiam como consequência da redução do efetivo policial nas ruas da capital, o comandante-geral da PM, coronel Nilton Mascarenhas, ao lado de membros da União das Associações dos Policiais Militares, anunciou o fim de 40 horas do movimento Polícia Legal. “A comunidade pesou muito na decisão”, disse o coronel, depois de ler a Nota ao Povo Baiano.
O documento informa que ambas as partes chegaram a um entendimento que restabelece a normalidade no serviço de segurança pública. “O governo e a União das Associações assumem o compromisso de dar continuidade ao processo de diálogo e negociação no sentido de chegarem a um acordo para resolver as demandas da categoria apresentadas em pauta”, diz o texto, que garante também que não haverá qualquer sanção administrativa, disciplinar ou criminal a quem aderiu ao movimento.
Mesmo com o discurso do coronel de que “foram esgotados todos os itens nos 30 dias de negociações, o movimento chega ao fim sem que seja atendida a principal reivindicação da categoria. Sobre a questão salarial, Mascarenhas anunciou a elaboração de um projeto de lei para um Plano de Carreira, mas informou que não foi acordado qualquer reajuste. “Sobre isso entendemos que há necessidade de um estudo mais amplo, que não pode ser resolvido em dez dias”, disse. Para exemplificar os avanços nas negociações, Mascarenhas anunciou o início imediato dos cursos de formação de condutores para veículos especiais e a chegada de 3,6 mil coletes à prova de balas.
Tido como interlocutor do movimento, o deputado estadual Capitão Tadeu afirma que não participou da reunião que selou o acordo por um artifício do governo. “Fui convidado para ir ao Quartel e participar da reunião. Enquanto eu esperava na sala, a reunião acontecia numa outra”, declarou. O deputado, que é oficial reformado da PM, afirma que o acordo pode não valer já que recebeu ligações de policiais contrários ao fim do movimento. O governo não quis comentar suas declarações.

TUPINAMBÁS NA LUTA PELA DEMARCAÇÃO DE TERRAS


Representantes da Comissão de Caciques do povo Tupinambá de Olivença, da cidade de Ilhéus, se reuniram em Brasília para tratar de assuntos referentes à segurança da população, que desde o momento da implantação da demarcação de terras, afirmam que vêem constantemente recebendo ameaças e agressões por parte da elite política e econômica da região sul da Bahia.

Segundo o cacique Ramon Souza Santos, antes da publicação do relatório de identificação da terra no dia 17 de abril de 2009, o povo indígena era bem tratado e bem recebido nas fazendas e empresas da região. O caique afirma que  “…muitos índios até trabalham para as pessoas que não querem que nossa área seja demarcada.”

Na terça-feira,11, a comissão foi recebida pelo Procurador Geral da Funai, Antônio Salmeirão, onde puderam aproveitar para solicitar mais atendimento jurídico para a população indígena de Ilhéus, destacando as ações de violência cometidas principalmente pela Polícia Federal.

Segundo o procurador, em outubro, será instalada a Procuradoria Seccional Federal em Ilhéus, que contará com mais procurados para agir em defesa dos direitos indígenas. Para que isso aconteça, basta apenas que o Estado se prontifique em garantir essa assistência para os índios da região.

CONSTRUÇÃO DO NOVO AEROPORTO DE ILHÉUS


Do site Bahia Notícias

A representação do governo do estado em Brasília garantiu um acordo de cooperação que possibilitará uma aceleração do processo de construção do novo aeroporto de Ilhéus, no sul do estado. A secretaria da Casa Civil baiana, Eva Chiavon, está na capital federal e supervisionou o início do funcionamento do acordo, assinado com o presidente da Infraero, brigadeiro Cleonilson Nicácio. Segundo o que reza o acerto, a Infraero ficou encarregada da compra do sítio aeroportuário para a construção do novo terminal no município. Entretanto, para isto, a estatal deverá liberar cerca de R$ 10 milhões para que a terra seja adquirida pelo governo. A solicitação também está sob responsabilidade da secretária. O aeroporto virá para complementar ou mesmo substituir o atual aeroporto, o Jorge Amado, que desde o ano passado sofre com diversas restrições de segurança impostas pelo governo.

GLOBO X UNIVERSAL


Do site Comunique-se.

Jornal da Record exibirá matéria contestando acusações contra Edir Macedo.

O Jornal da Record desta quarta-feira (12/08) exibirá uma matéria contestando as acusações de que o bispo Edir Macedo e mais nove integrantes da Igreja Universal do Reino de Deus estariam em um esquema de lavagem de dinheiro, que teria desviado o dinheiro doado pelos fiéis da igreja para a compra de bens pessoais e compra de emissoras de TV e Rádio. O anúncio da reportagem de retratação foi feito hoje no Fala Brasil.

Por meio do seu perfil no Twitter, o bispo Edir Macedo também antecipou a reportagem. “Acusações e Perseguições. Quais os interesses estão por trás dos ataques contra a IURD?”, questionou.

SEGUNDO A COELBA, LEI QUE REGULAMENTA “CALL CENTERS” É SÓ “TEORIA”


Pelo telefone, a Coelba aplica um "gato" nos clientes.

Pelo telefone, a Coelba aplica um "gato" nos clientes.

Na madrugada da última terça-feira (11), um pouco antes da primeira hora, faltou energia em boa parte de Ilhéus, deixando vários bairros às escuras.

Daí em diante, as muriçocas não me deixaram dormir. Sem “luz” para usar o mata-mosquito, decidi ligar para a COELBA, ela mesmo, a saudosa e eficiente COELBA, dos tempos em que pertencia ao governo do nosso estado.

Hoje, a companhia que foi dos baianos, está  disputando com a Telemar (OI), o título de pior empresa  no atendimento aos consumidores.

A Telemar ainda lidera, mas, devagarzinho, a “instável elétrica” ainda chega lá.

Fiquei na linha por 16 minutos, aguardando atendimento e ouvindo o péssimo “repórter COELBA”, personagem que dá dicas óbvias, na enfadonha e repetitiva gravação.

Quando consegui falar com a atendente, lembrei da lei que regulamenta o atendimento pelo telefone, através dos chamados “call centers”. O texto prevê que em 70% dos casos, o consumidor seja atendido em até um minuto de espera. Em casos excepcionais, o limite será de dois minutos.

Ouça na Rádio Gusmão, a explicação dada a este blogueiro.

PS: para não abusar da paciência dos visitantes, cortamos os 15 minutos “iniciais” da gravação.  Quem quiser na íntegra, basta pedir por email.

PDT PODE ENTRAR NO GOVERNO WAGNER


Do Bahia Notícias.

De acordo com a coluna de Emmerson José desta quarta-feira (12) no Correio, os principais nomes do PDT baiano têm encontro hoje com o presidente nacional da legenda e ministro do Trabalho, Carlos Lupi. O objetivo, segundo Emmerson José, é apresentar ao ministro as incompatibilidades entre PDT e PT na Bahia, já que o governo Wagner tenta construir uma nova rede de aliados. Mas, pelo que se sabe, a missão tem motivos menos nobres. O séquito pedetista quer realmente mais detalhes da proposta apresentada pelo deputado Marcelo Nilo (sem partido) e pelo secretário de Relações Institucionais, Rui Costa, e também assegurar uma “fatia do bolo”. A comitiva é formada pelos vereadores Gilberto José e Odiosvaldo vigas, pelos deputados estaduais Roberto Carlos e Euclides Fernandes e pelos federais Marcos Medrado e Sérgio Brito.

(Daniel Pinto)

SEGUNDO MILLÔR, EM DOM CASMURRO, FOI BENTINHO QUE TRAIU CAPITU


De Millôr Fernandes para a Veja on-line.

Publiquei, através de anos, no Estadão, no O Dia, e no Jornal do Brasil – ao todo aproximadamente dois milhões de exemplares – “pesquisa” sobre Dom Casmurro, a obra magna de Machado de Assis. Como minha página era a capa exterior dos jornais citados, e o assunto era picante – se Escobar, “herói” do romance, tinha ou não tinha comido a Capitu, eterna e tola discussão entre beletristas –, devo ter alcançado pelo menos cem mil desprevenidos. Bom, não apenas mostrei que Escobar comeu a Capitu, como, não sei não, acho que tirei Dom Casmurro do “armário”.

Como não sou dos maiores – e nem mesmo dos menores – admiradores do bruxo, fundador da Academia Brasileira de Letras (“a Glória que fica, eleva, honra e consola”, eu, hein, que frase!), não vou discutir a maciça, inexpugnável web protecionista que se criou em torno dele. Não quero polemizar (falta-me vontade e capacidade) com a candura que os erúditos (com acento no ú, por favor) têm pra relação equívoca entre Capitu, a “dos olhos de ressaca” (que Machado não explica se era ressaca do mar ou de um porre), e Escobar, o mais íntimo amigo de Bentinho, narrador e personagem do livro (evidente alter ego do próprio Machado).

A desconfiança básica vem desde 1900, quando Machado publicou Dom Casmurro. Dom Casmurro é ou não é corno, palavra cujo sentido de humilhação masculina – que ainda mantém bastante de sua força nesta época de total permissividade – na época de Machado era motivo de crime passional, “justa defesa da honra”, e outros desagravos permitidos pela legislação e pelos costumes.

Curioso que, ontem como hoje, o epíteto corna não se grudou à mulher. Ela é tola, vítima, “não sei como suporta isso!”, “corneia ele também!”, mas o epíteto não colou.

:: LEIA MAIS »

"PMDB ATESTOU QUE O GOVERNO ESTÁ MORTO"


Borges festeja a saída do PMDB do governo Wagner.

Borges festeja a saída do PMDB do governo Wagner.

O senador César Broges (PR) disse nessa terça-feira (11), durante discurso feito no senado, que a saída do PMDB “decretou que este governo (de Jaques Wagner) está morto, e que, se esperança havia (de melhorar) não há mais”. Para Borges, “saem os que se viram frustrados com a falta de resultado no projeto comum; é a vez dos reservas e desavisados que virão completar o tempo, até que os baianos votem para tirar o mau governo por um novo projeto para a Bahia”.

Do Blog: César Borges sempre foi “carlista”.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia