WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

secom bahia hospital sao jose

MÉDICA EXPLICA IMPORTÂNCIA DO CUIDADO COM A SAÚDE DOS OLHOS DENÚNCIA PEDE A CASSAÇÃO DA LICENÇA AMBIENTAL DA PEDREIRA IGUAPE ENTREVISTA: O INÍCIO DO NOVO GOVERNO SEGUNDO JOSÉ NAZAL




impacto cred

transporte ilegal
maio 2017
D S T Q Q S S
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

SISU: UESC DIVULGA 5ª CHAMADA DA LISTA DE ESPERA


Torre administrativa da UESC. Imagem: Robson Duarte.

Torre administrativa da UESC. Imagem: Robson Duarte.

A UESC divulgou no último dia 5 (sexta-feira) a quinta convocação da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (SISU) 2017.1. Os convocados têm até as 16 horas desta terça-feira (9) para realizar a solicitação de matrícula nos colegiados dos cursos para os quais se inscreveram. Acesse a lista aqui.

ENTREVISTA: O INÍCIO DO NOVO GOVERNO SEGUNDO JOSÉ NAZAL


Vice-prefeito José Nazal. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Vice-prefeito José Nazal.

No último dia 2, terça-feira, quando o repórter do Blog do Gusmão, Thiago Dias, chegou ao Prédio Anexo das Secretarias, o vice-prefeito e secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Ilhéus, José Nazal (Rede Sustentabilidade), o esperava na sua sala.

O tempo passou rápido enquanto Nazal falou sobre o município que conhece como poucos. Durante a entrevista, citou iniciativas do primeiro quadrimestre do novo governo e o que considera o principal destaque desse início de trabalho.

O vice-prefeito também apontou problema decorrente de equívoco cometido pelo governo anterior na elaboração do orçamento municipal, além dos débitos herdados.

Outro tema da entrevista é o desafio de recuperar as áreas de influência da Bacia Hidrográfica do Iguape, que é usada pela Embasa para levar água à maior parte das residências do município. Também tratou de questões urbanísticas relacionadas com as obras da nova ponte Ilhéus-Pontal.

No final da conversa de aproximadamente uma hora, no auge dos seus quarenta anos de vida pública, José Nazal Pacheco Soub disse a este blog que não foge de perguntas. Falou isso depois de responder uma pergunta sobre a luta do povo Tupinambá pela demarcação da terra que reivindicam. Leia abaixo.

Blog do Gusmão – No último dia 24 muitas pessoas foram ao Centro de Convenções assistir a apresentação sobre os primeiros cem dias do novo governo. Quais foram as ações de maior destaque nesse início de trabalho?

José Nazal – Aquele momento do dia 24 foi uma grata surpresa. Eu estava preocupado, porque infelizmente a gente tem visto pouca participação da sociedade nas discussões e na cobrança de ações do governo. A gente ouve, vê e lê muito nas redes sociais, mas, presencialmente, não é um fato corriqueiro ter um auditório completamente lotado, como o daquela segunda-feira. Foi uma surpresa muito agradável. Fiquei feliz. Os secretários tiveram a oportunidade de dar conta dos primeiros cem dias de governo. Eu não diria que teve um destaque especial. Foram ações pequenas, mas importantes. O que se destaca mais é essa abertura que o governo está dando à sociedade e vai dar durante todo a gestão. Vou lutar por isso, para que a gente possa ter um diálogo permanente na busca de soluções, visando sempre o melhor para a maioria.

Blog do Gusmão – E o trabalho das secretarias, o que já foi feito nas principais áreas?

Nazal – A Secretaria de Serviços Públicos faz uma ação de limpeza, além da manutenção dos canais e da drenagem de áreas. A Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito pavimentou ruas e fez aquela intervenção na cabeceira do aeroporto, no início da avenida Tancredo Neves. Aquela iniciativa normatizou o trânsito, sobretudo para quem vem do bairro Nelson Costa pela rua Nuno Marques. São pequenas ações que, na soma, respondem pelo todo. A Secretaria de Saúde se esforça para fazer funcionar os serviços de atenção básica como se deve, porque não estão na plenitude. A Secretaria de Educação luta para melhorar escolas que estão numa situação crítica. Infelizmente, algumas escolas, sobretudo no interior do município, não têm condições de sediar aulas. Eu visitei a Escola Barão de Cotegipe com o prefeito Mário Alexandre (PSD) e boa parte da equipe do governo. A escola fica em Urucutuca e está até bonitinha do ponto de vista físico. Mas ela tem um telhado de Eternit baixo. O calor é insuportável. Os sanitários não estão adequados e não oferecem qualidade de higienização, mesmo com a limpeza diária. Ao longo do tempo, essas demandas vão sendo identificadas e resolvidas. A Secretaria de Desenvolvimento Social tem feito o necessário para fornecer serviços importantes, como a licitação para construir o CRAS [Centro de Referência em Assistência Social] do Malhado. Junto com a Secretaria de Infraestrutura e outras secretarias, a SEPLANDES apresentou projetos que serão financiados por emendas parlamentares. Foi um corre-corre para cumprir os prazos e, graças a Deus, a gente cumpriu. A Secretaria da Fazenda trabalha para manter as contas regulares. A gente tem pendências da gestão passada. Pendências em restos a pagar e outras que não estão identificadas com os recursos correspondentes.

Blog do Gusmão – Na apresentação do dia 24, o senhor disse que o governo se esforça para criar meios de participação efetiva da sociedade no planejamento do ciclo orçamentário. O que tem sido feito nesse sentido?

Nazal – O ciclo orçamentário é composto por três peças fundamentais. O Plano Plurianual [PPA], a Lei de Diretrizes Orçamentárias [LDO] e a LOA, a Lei de Orçamento Anual. O PPA é o grande guarda-chuva, em que são apontadas e alinhadas as grandes metas do governo para atender as demandas da população. Como conhecer as demandas da população? Nós vamos dizer? Não. Eu tenho que ouvi-la. Todos os governos de que participei, sem exceção e com todo respeito aos ex-prefeitos (sem nenhum critica pessoal), fizeram um faz-de-conta nessa escuta. Na última semana, o prefeito, eu, a secretária de Educação Eliane Oliveira e o controlador Geral Alex Souza participamos de um evento da União dos Prefeitos dos Municípios da Bahia, a UPB. Recebemos informações sobre a elaboração do PPA. Nos dias 23 e 24, participaremos de um curso específico sobre a elaboração. Vai ser em Itabuna, porque o curso é regional. Também pedimos vagas além das que nos ofereceram. Levaremos servidores de carreira para que essa prática seja perpetuada. Depois faremos as escutas para o PPA. Não será possível fazer audiências públicas em todos os bairros por causa do tempo. As reuniões vão abranger as zonas da cidade: zona sul, zona oeste, Centro e zona norte. É o povo quem vai dizer o que deve ser tratado com prioridade. A LDO exige também a participação popular, mas em dimensão menor, para os ajustes necessários. E a LOA vai especificar as ações do primeiro ano do PPA, que será elaborado para o quadriênio 2018-2021. A gestão atual está sob o planejamento do último ano do PPA elaborado pelo governo passado. A gente recebeu um orçamento engessado e, desculpe o termo chulo, completamente troncho. Isso tem nos dado muito trabalho para reajustar o orçamento.

Blog do Gusmão – Na prática,  o que esse engessamento significa?

Nazal – Não vou lhe dizer os valores para não correr o risco de ser impreciso. Por exemplo: as despesas de iluminação pública. O governo gastou X no ano passado e, para este ano, estimou despesa menor (X menos y). A gente tem outras situações como essa.

Blog do Gusmão – Nos programas de rádio ouvimos muitas reclamações sobre a demora da substituição de lâmpadas queimadas. Isso tem relação com o problema orçamentário?

Nazal – Vai ter porque o orçamento não cobre o necessário. Teremos de fazer suplementação. O governo tem sido obrigado a suplementar as dotações orçamentárias. Na iluminação pública e outros serviços que não podem sofrer descontinuidade, ainda durante a transição, solicitamos que fosse feito aditivo de prazo, para que tivéssemos tempo de fazer as novas licitações sem interromper os serviços no interregno entre o contrato findo e o novo a ser feito. A empresa responsável pela iluminação cobra débitos [do ano passado]. Eles estão fazendo corpo-mole, vamos dizer assim. Tanto que as secretarias de Serviços Urbanos e de Administração já notificaram a empresa formalmente. Ela corre o risco de ser impedida de participar de licitações públicas em função do mal serviço que está prestando.

Blog do Gusmão – O atraso não justifica os problemas do serviço?

:: LEIA MAIS »

FESTAS DE “PAREDÕES” GANHAM REGRAS AMBIENTAIS EM ILHÉUS


Imagem ilustrativa/Diário de Arapiraca.

Imagem ilustrativa/Diário de Arapiraca.

A Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (SEPLANDES) e o Ministério Público do Estado da Bahia (MPE) se manifestaram sobre as festas de paredões de som em Ilhéus. Por meio de dois documentos assinados pelo promotor de Justiça Paulo Sampaio, em acordo com a SEPLANDES, o MPE recomendou condicionantes para a realização desse tipo de festa no estabelecimento Ecobaba, situado à margem da rodovia Ilhéus-Itabuna (BR-415), e no Cururupe, zona sul do município. Os dois órgãos mantêm diálogos sobre o tema desde o início deste ano.

A maior parte das duas recomendações é igual para os eventos nos dois locais. Por exemplo: o MPE recomenda duração máxima de 4 horas e uso de um equipamento sonoro de cada vez, de modo a evitar o aumento de decibéis emitidos com o funcionamento simultâneo de dois ou mais aparelhos. Não serão permitidas festas de paredões em outros locais não autorizados pela recomendação.

Recomenda o MP que vale para os dois espaços a obrigatoriedade de antecedência mínima de quinze dias entre a solicitação da autorização ambiental e a data do evento. Além disso, cada um dos locais só deverá receber festas desse tipo com intervalo mínimo de duas semanas. Outras condicionantes do licenciamento são: o uso de banheiros químicos em número adequado ao tamanho do público e o auto de vistoria do Corpo de Bombeiros do Estado da Bahia.

Os produtores dos encontros, recomenda o MPE, também devem adequar a divulgação das festas ao Decreto Municipal n.º 069/2016, que regulamenta o uso de publicidade visual em Ilhéus. Ou seja, não podem espalhar cartazes no município. Além disso, serão obrigados a contratar para os eventos os serviços da Coolimpa, a cooperativa de catadores de materiais recicláveis de Ilhéus.

No caso do Cururupe, os órgãos de fiscalização ambiental receberam notificações sobre os efeitos da poluição sonora na vizinhança. O MPE recomendou que os encontros não sejam mais realizados nesse local após o dia 30 de junho de 2017. O prazo atende a necessidade de evitar prejuízos aos organizadores de eventos já marcados.

Os encontros no Cururupe deverão ser encerrados no máximo à meia-noite, independente do horário de início e da época do ano. Já os do Ecobaba poderão terminar à uma hora da madrugada na alta estação, que compreende os períodos entre 1º de novembro e 31 de março e de 1º a 31 de julho. No entanto, durante a baixa temporada as festas do Ecobaba só poderão ir até meia-noite.

Entre outros dispositivos legais, as recomendações do MPE se basearam no Código Ambiental de Ilhéus (Lei Municipal 3.510/2010). Em entendimento com os realizadores e conforme as leis em vigor, a SEPLANDES vai avaliar as condições de outros locais que poderão sediar essas festas, além do Ecobaba. O cuidado especial com os encontros se deve às características particulares relacionadas ao grande poder de emissão dos aparelhos sonoros.

APÓS GOLEADA DO JEQUIÉ NO COLO-COLO, TORCEDOR DESABAFA


Visitantes golearam o Tigre por cinco a zero. Imagem: ASCOM/Jequié.

Visitantes golearam o Tigre por cinco a zero. Imagem: ASCOM/Jequié.

No sábado (6) Colo-Colo e Jequié se enfrentaram no Estádio Mário Pessoa, em Ilhéus. Os visitantes venceram por cinco a zero. Com a vitória, o Jequié chegou a dez pontos e manteve a liderança da primeira fase da Segundona do Baianão 2017. Já o Tigre caiu para a terceira posição, com seis pontos, dois a menos que o Cajazeiras, segundo colocado.

Após a goleada, um torcedor do Tigre desabafou. “Vergonha. A última vez que vi um 5×0 no Mário Pessoa foi há cerca de 50 anos, quando o Colo-Colo venceu o Ypiranga na estreia da primeira divisão do Campeonato Baiano!”, escreveu Josemildo Linhares, em e-mail enviado ao Blog do Gusmão.

Josemildo encerrou a mensagem com um apelo em inglês aos céus (“Deus salve o Tigre”). Leia a íntegra.

“Neste sábado vi um time acéfalo de um clube acéfalo, que não respeita nem a obrigatoriedade de meia[-entrada] para idosos e estudantes. Enquanto o time servia de sparring para o Jequié treinar, vi dirigente na portaria às risadas em conversa com autoridade municipal. Para que observar o time em campo se o negócio é apenas um negócio, não importando a dor do torcedor apaixonado e perplexo; para que respeitar a história auriceleste? Ao término da partida os derrotados queriam briga porque não ganharam na bola em casa e não vi o comandante em campo para evitar mais essa vergonha; já tinha ido para o vestiário, o que os jogadores demoraram de fazer (não sei se com algum receio): ficaram no círculo central, longe da triste e humilhada torcida. GOD SAVE THE TIGER”.

SUAPE: BELO MONTE ESQUECIDA


heitor Scalambrini CostaPor Heitor Scalambrini Costa

Um amigo sulista, ao conhecer mais detalhes das violações socioambientais ocorridas no território do Complexo Industrial Portuário de Suape (CIPS), cunhou a frase utilizada como titulo deste artigo.

Sem dúvida a comparação entre as duas realidades destas mega-obras tem tudo a ver. Refletem a crueldade, perversidade, destruição, truculência, barbaridade, improbidade, desumanidade, indignidade, crime; cometido contra as populações nativas/tradicionais e contra a natureza. O que deve ser ressaltado é o papel do Estado brasileiro; por um lado o governo federal e por outro o governo de Pernambuco, como o grande e maior violador de direitos humanos e da natureza. Sem dúvida, não esquecendo a responsabilidade das empresas

Com relação ao número de trabalhadores envolvidos nestas duas mega obras, a de Suape foi o dobro de Belo Monte. No ápice das obras de Belo Monte, em outubro de 2013, atingiu 25 mil pessoas; e em Suape, entre 2012 e 2013 superou 50 mil pessoas (segunda maior desmobilização de trabalhadores depois da construção de Brasília). O que existe em comum neste caso foi a total falta de planejamento na desmobilização dos trabalhadores finda a parte da construção civil destes empreendimentos.

Diferentemente do que prometiam os governos, a grande maioria dos empregados das construtoras contratadas não eram da região, vinham de toda parte do Brasil. E nada foi feito para realoca-los em outras atividades econômicas. O que gerou, e tem gerado um alto desemprego, resultando em graves problemas nas áreas urbanas dos municípios onde se encontra o Complexo Suape, como a favelização, violência, prostituição, aumento significativo da criminalidade. Além de déficits em áreas como saúde, saneamento, moradia, etc, etc. Nada diferente do que ocorreu em Altamira.

:: LEIA MAIS »

GESTORES PÚBLICOS INICIAM CURSO DE CAPACITAÇÃO


Lívio Giosa.

Lívio Giosa.

Na próxima sexta-feira (12), o professor Lívio Giosa vai ministrar a aula magna do Curso de Capacitação do Gestor Público. O ato será às 14 horas, no auditório do curso de direito da UESC.

A capacitação vai beneficiar 35 gestores públicos de municípios do sul da Bahia. A iniciativa é fruto de parceria entre o Instituto Nossa Ilhéus e o Departamento de Ciências Administrativas e Contábeis da UESC, com o apoio do Instituto Arapyaú e da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (AMURC).

PREVIDÊNCIA: BEBETO CRITICA “CARA DE PAU” DA BASE GOVERNISTA


Bebeto Galvão.

Bebeto Galvão.

Na última quarta-feira (3), durante debate na comissão especial sobre a reforma previdenciária, o deputado federal Bebeto Galvão (PSB-BA) criticou o que chama de “cara de pau” dos deputados que integram a base do governo Michel Temer. Segundo o parlamentar, os governistas não têm vergonha de repetir a “narrativa” que tenta legitimar a injusta proposta de emenda constitucional da reforma. Assista.

Com informações d’O Tabuleiro.

MORADA DO PORTO: POSTO DE SAÚDE É REABERTO APÓS 4 ANOS


Imagem: Secom-Ilhéus.

Imagem: Secom-Ilhéus.

A comunidade da Morada do Porto, em Ilhéus, esperou quatro anos pela reabertura do posto de saúde do condomínio construído por meio do programa Minha Casa, Minha Vida. A unidade foi reaberta no último dia 17.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Ilhéus, os quase cinco mil moradores do condomínio agora têm acesso ao atendimento de saúde, com o trabalho da equipe formada por médico clínico geral e especialistas em ginecologia e pediatria. A unidade também conta com serviços de: enfermagem, farmácia e avaliação nutricional.

O AGROPOP QUER NOS LEVAR À ALTA IDADE MÉDIA


O deputado Nilson Leitão quer substituir o salário do trabalhador rural por moradia e comida.

O deputado Nilson Leitão quer substituir o salário do trabalhador rural por moradia e comida.

Por Thiago Dias

Na classificação sumária da história, chamamos a época seguinte à queda do império romano de alta idade média, período marcado pelo modo de produção feudal. Do ponto de vista formal, saltamos o feudalismo.  Nosso ponto de partida foi o retrocesso à antiguidade com a barbarização colonizadora. O Brasil fundou-se no escravagismo. Os representantes da aristocracia agropecuária querem preencher a lacuna histórica. Esse ideal missionário ganhou corpo no projeto de lei 6442/16, que trata das regras do trabalho rural.

O projeto propõe a substituição da obrigatoriedade do salário pelo fornecimento de comida e moradia. Numa relação de trabalho desse nível, inauguraríamos o feudalismo-escravagista. Nele, o agropop poderia extrair o melhor do material humano disponível no campo, tratando o trabalhador como vassalo ou escravo, a depender das conveniências. É significativo que a Coordenação Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo tenha se manifestado pela rejeição integral do projeto, assim como a Procuradoria-Geral do Ministério Público do Trabalho.

:: LEIA MAIS »

SÃO MIGUEL EXPLICA ATRASO DO ÔNIBUS ZONA SUL-UESC


Imagem: ATRANSPI.

Imagem: ATRANSPI.

Veiculamos ontem (4) reclamação de estudantes sobre o atraso frequente do ônibus que faz a rota noturna entre a zona sul de Ilhéus e a UESC. Hoje (5), a direção da São Miguel, concessionária responsável pela linha, manteve contato com o Blog do Gusmão para explicar o motivo do problema.

A empresa informa que o ônibus deve sair do bairro Nossa Senhora das Vitórias às 17h30min para chegar uma hora depois da UESC. O horário foi estabelecido conforme parâmetros da Superintendência de Transporte e Trânsito de Ilhéus (SUTRAN).

A São Miguel nos passou informações sobre os horários da linha nos últimos dias. O levantamento foi feito com dados do GPS do veículo. No dia 2 de maio, o ônibus saiu às 17h32min e chegou na UESC às 18h55min. No último dia 3, saiu às 17h44min e chegou também às 18h55min. Ontem, saiu às 17h32min e chegou às 18h56min.

Com base nesses horários, a direção da empresa afirma que os atrasos se devem ao congestionamento do trânsito na segunda parte do trajeto, a partir do terminal urbano.

Conforme a São Miguel, por parte da empresa não haveria dificuldade alguma em estabelecer novo horário para a saída. Isso, no entanto, dependeria de um entendimento com a SUTRAN e os estudantes. É preciso considerar, por exemplo, que muitos alunos do período noturno trabalham durante o dia. Boa parte deles poderia ter dificuldades caso o ônibus passe a sair antes das 17h30min. A direção da empresa acredita que o diálogo entre as partes interessadas ajudará a construir uma solução mediada para o problema.

ADOLESCENTE DESAPARECE NO NELSON COSTA


Autorretrato de Beatriz Félix.

Autorretrato de Beatriz Félix.

Beatriz Félix, de 13 anos, desapareceu ontem (4). A irmã dela, Paula Soares, confirmou a informação a este blog. Paula explicou que, como em outras ocasiões, por volta das 13h20min, Beatriz saiu com o irmão de cinco anos para levá-lo à creche Solidariedade, localizada na rua Lírio, no Nelson Costa, zona sul de Ilhéus. A família mora no mesmo bairro, na rua Men de Sá. A distância entre a casa da adolescente e a creche é vencida numa caminhada de dez minutos. Ela deixou o irmãozinho na aula e não voltou.

Beatriz é adotada. Mora com a nova família há um ano. Viveu dos 8 aos 12 anos no abrigo Renascer, situado na avenida Princesa Isabel. Perguntamos se Paula considera a possibilidade de Beatriz ter sido raptada ou fugido. “Acho que fugido”, respondeu. Por outro lado, ponderou que a adolescente não havia dado qualquer sinal de insatisfação ou de que poderia fugir.

A Polícia Civil tomou conhecimento sobre o caso nessa quinta-feira. E, segundo Paula, recomendou que a família acionasse a Polícia Militar e procurasse informações nos hospitais da cidade.

Beatriz vestia uma saia vermelha e uma blusa clara “com uma estampa tipo um leopardo”, descreve a irmã, quando foi vista pela última vez, numa lanchonete na avenida Lotus, por volta das 15 horas dessa quinta-feira. Paula não sabe o nome do estabelecimento.

SINEBAHIA ITABUNA OFERECE 52 VAGAS DE EMPREGO


Confira abaixo as novas oportunidades de emprego e de estágio do Sinebahia Itabuna. As vagas ficarão disponíveis nessa sexta-feira (5).

A agência funciona no Shopping Jequitibá. Não esqueça de levar o número do PIS, PASEP ou NIS, Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Agente de vendas de serviços

Vaga exclusiva para Pessoa com Deficiência (PCD)

Ensino Fundamental Completo

Não necessita experiência

1 vaga

Auxiliar de limpeza

Vaga exclusiva para Pessoas com deficiência (PCD)

Ensino Fundamental Completo

Não necessita experiência

1 vaga

Conferente de mercadoria

Ensino Médio Incompleto

Experiência mínima de 6 meses na carteira

2 vagas

:: LEIA MAIS »

TENDA SEDIA AULA INAUGURAL DO PROJETO ORI EM ILHÉUS


Projeto é voltado para a formação técnica de jovens negros e pardos em gestão cultural.

Projeto é voltado para a formação técnica de jovens negros e pardos em gestão cultural.

A partir das 18h30min desta quinta-feira (4), a Tenda Teatro Popular de Ilhéus, localizada na Avenida Soares Lopes, vai sediar a primeira aula do curso de gestão cultural do Projeto Ori, uma realização do Instituto Iris.

O público-alvo do projeto é composto por jovens negros e pardos de 19 a 30 anos, que tenham ideias de como impactar positivamente as suas comunidades. Com início duração de seis meses, o curso acontecerá na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

Segundo o IBGE, em 2008, na Região Metropolitana de Salvador, enquanto os indivíduos que se autodeclaravam brancos e que tinham mais de 12 anos de estudo ganhavam em média R$ 25,70 por hora de trabalho, os indivíduos considerados pretos ou pardos, com o mesmo número de anos de estudo, recebiam R$ 13,10 por hora. Essa disparidade, destacada nessa e em outras pesquisas, motivaram o Projeto Ori.

ESTUDANTES DA UESC CRITICAM ATRASO FREQUENTE DE ÔNIBUS


Imagem: Railan Bus.

Imagem: Railan Bus/Ônibus Brasil.

Dois estudantes procuraram o Blog do Gusmão para reclamar do atraso frequente atribuído ao ônibus que faz a linha noturna entre a zona sul de Ilhéus e a UESC. “Infelizmente, nós estamos sendo prejudicados por conta dos atrasos muitas vezes acima de meia hora”, reclamou um deles.

Segundo os estudantes, o ônibus costuma deixar a garagem às 17h40min, “às vezes 17h45″. Como cobre vários bairros da zona sul, nos últimos dias teria chegado à UESC quase sempre depois das 19h10. Ou seja, trinta minutos após o início das aulas noturnas.

A linha em questão é muito importante para os estudantes que moram na zona sul. Se não puderem contar com a pontualidade do serviço, serão obrigados a pagar duas passagens para ir às aulas em outros ônibus.

Outro lado

O Blog do Gusmão manteve contato com a São Miguel, responsável pela linha 26. A direção da empresa explicou que, antes do contato com o blog, ainda não havia sido informada sobre a reclamação. Conforme a companhia, estudantes da UESC costumam procurá-la e obtêm resposta quando relatam problemas como esse. Ontem a concessionária informou ao blog que iria apurar a situação da linha zona sul-UESC. Não recebemos resposta atualizada da empresa até o fechamento desta matéria. O espaço está aberto para esclarecimentos sobre o caso.

Atualizado às 10h39min de 5 de maio de 2017.

A direção da concessionária emitiu esclarecimentos sobre o problema – leia aqui.

MADRE THAÍS ABRE 50 VAGAS PARA A 1ª TURMA DE GASTRONOMIA


FMT LOGOO curso superior de gastronomia é uma novidade do vestibular do segundo semestre da Faculdade Madre Thaís. O programa de formação tecnológica será o primeiro de Ilhéus e de todo o sul da Bahia, com cinquenta vagas para os turnos matutino e noturno. As inscrições estão abertas.

Além das técnicas de preparo e cozimento, o programa formará profissionais aptos a atuar nos setores de gestão, microbiologia, composição de alimentos e segurança alimentar. Essas são dimensões essenciais para a condução qualificada de um empreendimento gastronômico.

Mesmo em tempos de crise econômica, o mercado de trabalho para os profissionais da gastronomia está em franca expansão. Os setores ligados ao consumo e à produção de alimentos são uns dos poucos que resistiram bem aos efeitos da recessão prolongada.

O profissional dessa área pode tocar o seu próprio empreendimento ou atuar em empresas como: hotéis, restaurantes, bares, cafés, clubes e empórios, além de estabelecimentos hospitalares e outros.

As inscrições para o vestibular 2017.2 podem ser realizadas na sede da faculdade, localizada na Avenida Itabuna, número 1.491. O atendimento funciona das 9 às 21 horas de segunda a sexta-feira, e aos sábados, das 8 às 15 horas. Também é possível se inscrever no site da FMT.

As provas serão aplicadas no dia 04 de junho (domingo), das 9 às 13horas, na faculdade.

UESC RECEBE INSCRIÇÕES PARA MESTRADOS EM FÍSICA E MATEMÁTICA


Torre administrativa da UESC. Imagem: Robson Duarte.

Torre administrativa da UESC. Imagem: Robson Duarte.

A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) está com inscrições abertas para os programas de mestrado dos cursos de física e de educação matemática. São onze vagas no total.

Interessados no programa de física devem se inscrever até 16 de junho. Já as inscrições para o mestrado em educação matemática vão até 19 de maio. Nos dois casos, a inscrição deve ser realizada no Protocolo Geral da UESC, das 8 às 12 horas e das 13h30min às 16h.

O programa de física tem três linhas de pesquisa: astrofísica; física nuclear teórica e aplicada; teoria de campos e ótica quântica. O de matemática é para a área de concepções, processos e práticas de ensino e aprendizagem.

Acesse os editais: física e matemática.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia