WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017
cenoe faculdade madre thais

RISCO DE MORRER AUMENTA NO DIA DO ANIVERSÁRIO

Do blog Ciência Maluca

SONY DSCInferno astral existe. E ele pode ser bem pior do que você imagina. Uma pesquisa de universidades da Suíça descobriu que o risco de você morrer é maior no dia do seu aniversário.

O estudo avaliou as estatísticas de mortalidade na Suíça entre os anos de 1969 e 2008. No total, mais de 2 milhões de pessoas entraram na pesquisa que constatou: a chance de morrer na data de aniversário sobe quase 14%. Acima dos 60 anos, a probabilidade chega a 18%.

Segundo o estudo, os riscos de morrer de infarto aumentam 18,6% em aniversariantes, enquanto a chance de sofrer um derrame fatal cresce 21,5%. Até o risco de suicídio aumenta: 34,9%. Entre os outros tipos de morte durante o aniversário, a pesquisa percebeu uma alta de 28,5% nos casos de acidentes fatais (sem qualquer relação com o trânsito) e 44% nos falecimentos causados por quedas.

A explicação é um pouco previsível. As pessoas costumam exagerar e extravasar no dia do aniversário. Aí bebem muito e comem mal – e isso pode ser a gota d’água para desencadear algum problema mais grave.

Outra explicação, segundo um pesquisador, é que algumas pessoas doentes seguram a onda até o dia do aniversário. Mas quando chegam lá simplesmente relaxam e pensam “é isso, já deu pra mim”.

BALANÇO DOS ACIDENTES NAS ESTRADAS BAIANAS

Segundo balanço divulgado nessa terça (03) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em 18 dias de operação nas vias baianas, foram registrados 554 acidentes, com 290 feridos e 42 morto nas estradas estaduais.

No mesmo período de 2010, foram registrados 476 acidentes, 268 feridos e 46 vítimas fatais.

A imprudência, alta velocidade e embriaguez, segundo a PRF, foram as maiores causas dos acidentes.

Do total de acidentes, 42% foram colisões frontais, 23, 81% foram atropelamentos, e 16, 67% de saídas de pista com capotamento. A BR 116 foi a rodovia com mais acidentes com vítimas fatais (14), seguida da 101 e 324.

Este ano, foram realizados 1.466 testes com etilômetro, com 63 condutores flagrados e notificados por dirigirem alcoolizados.

Durante a operação 69 pessoas foram presas e encaminhadas à Delegacia de Polícia Judiciária.