sindsefaz
itacare


agosto 2015
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Alto do Coqueiro’

JABES NÃO ENTENDE O GRITO DOS MORROS

Para o prefeito, manifestações populares legítimas são artifícios de opositores.

Para o prefeito, manifestações populares legítimas são artifícios de opositores. Imagens: Thiago Dias, Juliana Gonçalves e Marcolino Reis.

Por Thiago Dias

O prefeito Jabes Ribeiro (PP) erra ao interpretar os protestos recentes dos moradores do Bosque Verde e Altos do Coqueiro e Amparo como movimentos articulados pela oposição. O erro é típico de um olhar que reduz a política às práticas partidárias.

Ao confundir opositores e manifestantes de causas legítimas, Jabes despreza a inteligência e a sensibilidade daqueles que está acostumado a tratar como massa eleitoral uniforme. Se a oposição distribui gasolina e pneus é porque há revoltados dispostos a queimá-los.

Vá ao Alto do Amparo, prefeito! Veja de perto o estrago que a chuva opositora fez no barranco e na vida das pessoas! Este blog foi lá. A revolta é visível – lembre aqui.

Nesse contexto, a sabedoria popular (“O mal do sabido é pensar que todo mundo é besta”) dialoga com o pressuposto marxista: “Não é a consciência dos homens que determina seu ser, mas, pelo contrário, seu ser social é que determina sua consciência”.

Corda foi amarrada à parede para ajudar na travessia de área perigosíssima no Alto do Amparo. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Corda foi amarrada à parede para ajudar na travessia de área perigosíssima no Alto do Amparo. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

:: LEIA MAIS »

GOVERNO JABES DESCE A LADEIRA

Jabes Ribeiro e o quintal soterrado de uma casa no Alto do Amparo. Imagens: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Jabes Ribeiro e o quintal soterrado de uma casa no Alto do Amparo. Imagens: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Por José Henrique Abobreira

abobreira ternoPoderia ser uma metáfora, mas, infelizmente, não é. O governo Jabes Ribeiro desce a ladeira, porque o povão dos altos e morros de Ilhéus, base eleitoral do prefeito, desceu para ocupar o asfalto. Barricadas em chamas, cartazes da revolta e palavras de ordem evidenciaram o descaso da gestão jabista.

A inação da equipe do governo tende a piorar o clima insurrecional já visível. Ao invés de enviar secretários cujas áreas de atuação dizem respeito aos problemas dos morros, a administração se limita a apresentar um representante que sequer sabe responder com precisão as inquirições de urgência do povo sofrido. Isso aumenta a desilusão com os entraves burocráticos, porque o secretário de “relações institucionais” vira um tipo de bode expiatório, enquanto os secretários de obras e de urbanismo e meio ambiente (que poderiam dar uma resposta clara aos manifestantes) fogem da arena da insurreição popular.

Sem a transversalidade capaz de integrar ações entre as equipes das secretarias, o governo despenca no jogo político. Talvez por isso figuras emblemáticas e competentes decidiram desembarcar da canoa governista: Leidívia Espinheira (saúde), Luiz (o controlador geral especialista em contas públicas), Marco Antonio Porto Carmo e o conceituado jornalista Paixão Barbosa (comunicação). Sem falar na atitude corajosa do presidente licenciado do PC do B em Ilhéus, Rodrigo Cardoso, que se afastou do diretório municipal por não concordar com o estreitamento dos laços entre os camaradas comunistas e o jabismo.

Já não há diálogo com a sociedade civil organizada por parte desse governo e não enxergamos disposição nele para retomá-lo.

:: LEIA MAIS »

VÍDEO: MORADORES DO ALTO DO COQUEIRO QUEIMAM SOFÁS DURANTE PROTESTO

Imagens de um morador do Alto do Coqueiro.

Cansados das humilhações causadas pelo governo Jabes Ribeiro, Embasa e outros órgãos públicos, moradores do Alto do Coqueiro resolveram fazer barricadas no Parque Infantil. É o desabafo de uma comunidade constantemente desrespeitada.

A revolta é válida, mas a forma prejudica a própria população, pois a queima de pneus, sofás, madeiras velhas e etc, gera poluição, prejudica o meio ambiente e afeta a saúde de idosos, crianças e pessoas alérgicas.

As imagens não estão com boa qualidade. Veja.

IMAGENS AÉREAS DO PROTESTO NO MALHADO

Imagem: Ponto.Alto.

Imagens: Ponto.Alto.

A empresa Ponto.Alto usa drones para produzir imagens aéreas e registrou os momentos finais do protesto realizado hoje (28) por moradores do Alto do Coqueiro no bairro Malhado, em Ilhéus.

Bombeiro apaga fogo de barricada no Parque Infantil.

Bombeiro apaga fogo de barricada no Parque Infantil.

As fotos mostram a ação do Corpo de Bombeiros para apagar os focos de incêndio da barricada montada no Parque Infantil, em frente à ladeira que dá acesso ao morro.

Clique aqui para ler sobre o desfecho da manifestação.

PM E GOVERNO JABES NEGOCIAM COM MANIFESTANTES

Imagem: Marcolino Reis/Facebook.

Imagem: Marcolino Reis/Facebook.

A Polícia Militar e o secretário de relações institucionais da Prefeitura de Ilhéus, Frederico Vésper, negociam com os manifestantes que bloqueiam ruas e avenidas do bairro Malhado. O responsável pela Embasa na cidade, José Lavigne, também está no local.

Moradores do Alto do Coqueiro cobram ações do poder público para melhorar as condições de vida na comunidade.

A presença de um representante do governo Jabes Ribeiro era uma das reivindicações da população revoltada. 

Com informações do repórter Ciro Zatelle (Programa Gil Gomes, Rádio Santa Cruz).

MORADORES DO ALTO DO COQUEIRO FECHAM RUAS DO MALHADO

Barricada na Avenida Ubaitaba.

Barricada na Avenida Ubaitaba.

Moradores do Alto do Coqueiro bloqueiam ruas e avenidas do bairro Malhado, em Ilhéus, na manhã dessa terça-feira (28). Parque Infantil e Avenida ACM são alguns dos locais com barricadas, assim como a Avenida Ubaitaba. Os manifestantes cobram ações da prefeitura.

Polícia Militar negocia com manifestantes para liberar vias. Imagem: Marcos Vinícius Reis (Marcolino).

Polícia Militar negocia com manifestantes para liberar vias. Imagem: Marcos Vinícius Reis (Marcolino).

Segundo o repórter Ciro Zatelle (Programa Gil Gomes, Rádio Santa Cruz), a Polícia Militar negocia a liberação das vias. Os manifestantes exigem a presença do secretário municipal de relações institucionais, Frederico Vésper. 

Ilhéus vive segundo dia consecutivo de protestos.

Ilhéus vive segundo dia consecutivo de protestos.

Esse é o segundo dia consecutivo de protestos populares em Ilhéus. Moradores do Bosque Verde e Alto do Amparo realizaram as manifestações dessa segunda-feira – veja aqui e aqui.

LAVAGEM DA CATEDRAL: MÃE DE SANTO FAZ PROTESTO CONTRA CAOS DA SAÚDE

Mãe Jeci protesta em cima de minitrio durante a lavagem da escadaria da catedral de Ilhéus. Imagens: Emílio Gusmão.

Mãe Jeci protesta durante a lavagem da escadaria da catedral de Ilhéus. Imagens: Emílio Gusmão.

Mãe Jeci chamou a atenção das pessoas que participaram da festa da lavagem da escadaria da Catedral de São Sebastião, em Ilhéus, nesse sábado, 17.

Mãe Jeci desce do minitrio após protestar.

Mãe Jeci desce do minitrio após protestar.

No minitrio parado em frente à Catedral, a mãe de santo pegou o microfone e protestou contra o caos da saúde pública.

O blogueiro Emílio Gusmão entrevistou Mãe Jeci após o protesto. 

A mãe de santo conta que pagou R$ 80 reais por uma consulta médica, pois não conseguiu ser atendida por meio do SUS. O médico que deveria realizar o atendimento gratuito cobrou pelo serviço. Ouça.

ILHÉUS: PM PRENDE MENOR ACUSADO DE ASSASSINATO NO RÉVEILLON

Imagem ilustrativa.

Imagem ilustrativa.

Por volta das 6h dessa terça-feira, 13, policiais militares prenderam o menor (iniciais: G.S.E) acusado de matar Romário da Silva Gomes, jovem assassinado a tiro durante a festa de réveillon de Ilhéus.

Guarnições da 68ª Companhia Independente da Polícia Militar realizaram a operação e encontraram o menor no Alto do Coqueiro, bairro Malhado.

Na mesma operação, a PM prendeu Denivaldo Souza de Oliveira, mais conhecido como “Caique”, flagrado com cocaína, crack e maconha, além de três cartuchos de calibre 32, um revólver de brinquedo e uma balança de precisão.

“Caique” aparece com dois revólveres em uma foto que estava dentro do seu celular. A polícia não encontrou as armas.

Segundo nota da Polícia Militar, o menor acusado de homicídio foi “liberado erroneamente, pois existia uma ordem de internação” para ele.

GOVERNO JABES PUBLICA DADOS CONTRADITÓRIOS SOBRE ALUGUEL

Amplie a imagem capturada do Diário Oficial.

Amplie a imagem capturada no Diário Oficial.

No último dia 2, a Prefeitura de Ilhéus publicou dados contraditórios em seu Diário Oficial. Segundo a publicação, o município alugou um imóvel para usar como depósito da Secretaria de Saúde, no Alto do Coqueiro. A contradição aparece nos números do contrato.

O contrato prevê vigência de três meses (3 de fevereiro de 2014 a 31 de maio de 2014), mas, se contradiz ao sustentar que seu custo total (R$ 6.246,00) corresponde “a um ano de aluguel, sendo que o valor mensal é de R$ 2.082,00”. 

Contradições destacadas em vermelho.

Contradições destacadas.

A rigor, se R$ 6.246,00 correspondem a um ano de aluguel,  R$ 2.082,00 não podem equivaler ao valor mensal dessa conta. O cálculo só fecha se a primeira quantia corresponder ao pagamento de 3 meses de aluguel. 

Nesta quinta-feira (24), o Blog do Gusmão capturou a imagem online do Diário Oficial, depois de ser alertado por um leitor atento.

ARMAS E DROGAS COM MENORES

Material apreendido com menos (Foto: Ednei Bonfim\Vermelhinho)

Três menores foram presos ontem (segunda,29) no Alto do Coqueiro, em Ilhéus. Com eles, policiais militares encontraram cartuchos de escopeta calibre 12, um revólver calibre 32 e um calibre 22, além de uma balança de precisão e 86g de crack. Os menores e o material foram conduzidos para a delegacia de polícia.

PRESAS COM 81KG DE MACONHA FORAM SOLTAS

O juíz da Vara Criminal da Comarca de Ilhéus  concedeu alvará de soltura em favor de Ana Maria Menezes  e Daniele Santos da Silva.

Elas foram presas na última terça-feira (23), no bairro Alto do Coqueiro, em Ilhéus, quando portavam 81kg de maconha.

A decisão do magistrado foi fundamentada nas provas apresentadas pelo advogado Luciano Santana.

Mulheres presas e drogas.

Mulheres foram presas na última terça-feira (Informações e foto: Vermelhinho)

LABORATÓRIO DE DROGAS EM ILHÉUS

Material utilizado em laboratório. (Foto: Vermelhinho)

Durante uma ocorrência, policiais militares da PETO 68ª descobriram um laboratório de refinamento e fabricação de drogas  no Alto do Coqueiro, em Ilhéus.

No local estava Irineu Souza dos Santos acompanhado de mais duas pessoas. Com eles foram encontradas drogas prontas para serem comercializadas, munição e dinheiro. Irineu cumpre pena em Itabuna e estava sob indulto de sete dias para visitar a família. Todos foram presos em flagrante.

HÁ QUINZE DIAS SEM ÁGUA

Moradores do Alto do Coqueiro estão há nada menos que 15 dias sem ver a água cair das torneiras.

Reclamações no escritório local da Embasa e ligações para a central de atendimento não faltam, mas a estatal dá de ombros para o problema.

Enquanto isso, a população do morro vai se virando com a água recolhida da chuva.

NO ESCURO

Moradores do Alto do Coqueiro, em Ilhéus, estão “retados” da vida com a secretaria de serviços públicos. A maioria das ruas não tem lâmpadas nos postes, um prato cheio para os bandidos.

Do outro lado da cidade, na Urbis, em frente ao colégio Caic, o problema é igual. Com a palavra, o secretário Gerson Marques.

FAXINAÇO CONTRA A DENGUE

A secretaria de saúde e a Coordenação de Endemias de Ilhéus preparam um calendário de combate à dengue nos bairros onde a infestação pelo mosquito apresenta altos índices.

Amanhã (sábado, 10), começa uma espécie de “faxinaço” no Alto do Coqueiro e no Banco da Vitória, para retirar materiais que acumulam água, distribuir tampas para reservatórios, e realizar trabalhos de conscientização dos moradores.

Em fevereiro, a cidade foi incluída numa lista negra do Ministério da Saúde como uma das 90 no país que apresentam risco de epidemia.

CHUVA DEIXA MORADORES APREENSIVOS

Moradores da Rua da Floresta, no Alto do Coqueiro, em Ilhéus, estão apreensivos com as fortes chuvas que caem na cidade.

Várias pessoas tiveram que sair de casa com medo de deslizamentos, por se tratar de uma área de morro.

A defesa civil e o corpo de bombeiros estão em alerta.

ENTULHO NO ALTO DO COQUEIRO

O principal acesso ao Alto do Coqueiro, no bairro Malhado, em Ilhéus, está obstruído por causa do entulho despejado no local.

Os moradores já fizeram inúmeras ligações para a secretaria de serviços urbanos, pedindo a retirada do material, mas o problema continua.

NA FESTA PATROCINADA POR “SARNEY”, QUEM DANÇOU FOI JABES

Quando Jabes Ribeiro deixou a prefeitura de Ilhéus, no final de 2004, o seu desgaste era gigantesco. Graças à incompetência de seus adversários, ele resurge com toda a força, por incrível que pareça, reverenciado pelo povo. Na noite da última sexta-feira (29), o vereador Jailson "Sarney" Nascimento patrocinou a festa de aniversário de um rapaz conhecido como "Sete", liderança comunitária importante do Alto do Coqueiro. Tudo ia muito bem para Jailson, quando de repente, aparece o ex-prefeito, de sorriso aberto, a todo momento cumprimentado pelos convidados. O entusiasmo foi tão grande, que Jabes, um pouco desengonçado, ensaiou passos de "arrocha" no meio da galera. Jailson ficou chateado e deixou o evento. Segundo o nosso repórter-fotográfico Maradona Ferreira, "testemunha ocular da história" e autor da imagem acima, "Sarney ficou inchado parecendo um baiacu".



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia