outubro 2014
D S T Q Q S S
« set    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


faculdade madre thais

:: ‘assassinato de Geisa Gabriela’

DIANTE DA JUÍZA, LINDOTE FALOU DE OLHOS FECHADOS

Eduardo Lindote, de camisa branca, durante o júri. Foto: Voz da Bahia.

Afirmação do advogado Davi Pedreira, sobre a postura do ex-sargento da PM, Eduardo Lindote, durante o júri concluído ontem (quinta, 29), em Santo Antônio de Jesus.

O ex-policial foi condenado a 29 anos e 10 meses de prisão pelo estupro e assassinato brutal da menor Geisa Gabriela, em 9 de dezembro de 2004.

Nessa entrevista ao Blog do Gusmão, Davi Pedreira, advogado da família da vítima, conta detalhes do julgamento e revela que Lindote pode cumprir pena em regime semi-aberto, por já ter ficado 7 anos encarcerado. Os familiares prometem lutar para que ele cumpra todo o período na prisão.

Após ouvir a decisão, Lindote chorou jurando inocência. Ele cumprirá a pena em Ilhéus.

Ouça a entrevista.

 

 

 

Leia a sentença da Juíza Kátia Regina Mendes Cunha.

:: LEIA MAIS »

LINDOTE É CONDENADO A 29 ANOS

O ex-sargento PM, Eduardo Lindote, foi condenado a 29 anos e 10 meses de prisão. O júri foi concluído na noite desta quinta-feira (29), em Santo Antonio de Jesus.

Lindote foi considerado culpado pelo estupro e assassinato brutal da menor Geisa Gabriela, de 15 anos, no dia 09 de dezembro de 2004. O corpo da jovem foi encontrado boiando, no Rio Almada, no bairro do Iguape em Ilhéus.

A defesa do ex-policial afirmou que pretende recorrer, da decisão, ao Tribunal de Justiça da Bahia.

Com informações do site Cidade Informe.

SARGENTO LINDOTE SERÁ JULGADO NESSA QUARTA-FEIRA

Júri será nessa quarta-feira (28), em Santo Antonio de Jesus.

Abaixo e-mail enviado pelo assistente de acusação, advogado Davi Pedreira.

Geisa Gabriela Marinho dos Santos, à época com 15 anos de idade, foi brutalmente assassinada e estuprada no dia 09 de dezembro de 2004, tendo sido jogada ainda com vida no Rio Almada e encontrado seu corpo em um trecho do citado Rio na estrada de Sambaituba em Ilhéus-Ba. O suspeito do crime é o ex-policial militar Eduardo Claudino Lindote de Santana, conhecido como sargento Lindote. À época do crime o citado suspeito era policial militar na ativa, entretanto, por conta deste processo crime que responde, o Comando da Policia Militar do Estado da Bahia, através de processo administrativo disciplinar, expulsou o Sargento Lindote dos quadros da PM da Bahia (clique aqui para ver outras condenações do Sargento Lindote).

O assassinato da menor Geisa Gabriela chocou a comunidade regional do Sul da Bahia pela brutalidade em que aconteceu. A menor Geisa foi violentada sexualmente e assassinada, havia ainda sinais de afundamento de crânio e lesões em várias outras partes do corpo, tanto é assim que aconteceram duas expressivas passeatas em Ilhéus em protesto pelo crime.

:: LEIA MAIS »

OUTROS PROCESSOS E CONDENAÇÕES DO SARGENTO LINDOTE

Texto enviado pelo assistente de acusação, advogado Davi Pedreira.

Do nome correto do Promotor de Justiça que atuará no Júri: por equívoco, na nota enviada a imprensa na data de 15 de setembro não constou o nome correto do Promotor de Justiça que atuará no Júri, que é o Dr Adalto Araújo Silva Junior.

Está confirmado o ato público no dia 21 de setembro corrente, quarta feira, onde familiares, populares e amigos da família de Geisa Gabriela irão protestar cobrando Justiça e punição para o suspeito de tão grave crime. O ato acontecerá às 12:00 hs, em frente ao Edifício Misael Tavares, ao lado do Supermercado Meira, no centro de Ihéus.

O ex-Sargento Lindote, que será submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri na cidade de Santo Antonio de Jesus no dia 28 de setembro próximo, já foi condenado por crime da mesma natureza do que vitimou a menor Geisa Gabriela, responde a outros processos na Justiça Criminal, bem como recebeu punições em âmbito administrativo pela Santo Antonio de Jesus do Estado da Bahia, como segue relatado abaixo:

01 – Processo de n° 46307-2/2007, Apelação Crime oriunda Comarca de Ilhéus – Ba, em que Lindote foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia a 03 anos e 06 meses de reclusão por estupro tentado, fato ocorrido em 2003, quando Lindote era segurança privado de um posto de gasolina em Ilhéus – Posto Dois Irmãos no bairro do Iguape e conduziu a menor de iniciais V.A.S.S, à época com 15 anos de idade, do citado Posto até a Praia de São Domingos, onde tentou obrigá-la a fazer sexo.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia