WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

reserva sapetinga massi hospital sao jose


impacto cred

transporte ilegal
abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

:: ‘Câmara de vereadores de Ilhéus’

CITRUS: CÂMARA CANCELA CONTRATOS DE EMPRESAS INVESTIGADAS

laranjaA Câmara de Vereadores de Ilhéus oficializou hoje (20) o cancelamento dos contratos das empresas Andrade Multicompras LTDA e Tayane L. Santos ME. Segundo o Mistério Público do Estado da Bahia, essas são duas das empresas que teriam sido usadas em supostas fraudes a licitações da Câmara e da Prefeitura de Ilhéus.

As empresas forneciam materiais de limpeza e de expediente e prestavam serviços de fotocópia à Câmara. Conforme nota divulgada pela assessoria do Legislativo, as terceirizadas foram notificadas ainda em março, mês da Operação Citrus, mas não se manifestaram.

Segundo o vereador Lukas Paiva (PSB), presidente da Câmara, “é evidente que manter contrato com uma empresa acusada de superfaturar produtos e fraudar processos licitatórios é extremamente temerário ao ente público, especialmente quando, além das acusações, a empresa apresenta dificuldades no cumprimento dos termos do contrato”.

CÂMARA DE ILHÉUS NÃO QUER REPETIR ERRO DE OUTRAS GESTÕES

Carro da Câmara com adesivo oficial.

Carro da Câmara com adesivo oficial.

A direção da Câmara de Vereadores de Ilhéus determinou que os seus cinco veículos recebam adesivo de identificação. A ideia é facilitar o reconhecimento dos carros pela população e evitar erro cometido em outras gestões, quando a frota foi usada indevidamente em algumas oportunidades.

A medida cumpre a legislação vigente. Os adesivos contêm o brasão oficial do município e o nome do Poder Legislativo, além da frase que informa o “uso exclusivo em serviço”.

Segundo o presidente da Câmara de Vereadores, Lukas Paiva (PSB), “a plotagem dos carros é mais do que uma obrigação da Câmara e nosso intuito é cumprir rigorosamente a legislação. Além disso, a identificação vai permitir que os munícipes denunciem caso eles estejam sendo usados de maneira irregular”.

JUIZ DEFENDE TRATAMENTO IGUAL PARA OS CABANEIROS DE ILHÉUS

Imagem do site "brasilheus".

Imagem do site “brasilheus”.

A informação é do vereador Jerbson Moraes (PSD). Ontem (5), este blog acompanhou parte da sessão da Câmara de Vereadores de Ilhéus. Os edis debateram sobre as cabanas de praia do litoral sul.

Segundo Jerbson Moraes, na decisão que proíbe a demolição dos estabelecimentos, o juiz federal Lincoln Pinheiro Costa argumentou que a União deve garantir a todos os empresários o mesmo tratamento que já beneficiou alguns deles. Isso porque parte dos proprietários conseguiu regularizar seus empreendimentos junto à Secretaria do Patrimônio da União (SPU).

“O que mais me alegrou nessa liminar”, afirmou o edil, “é que o juiz já antecipa algumas situações de mérito”. Ou seja, na opinião de Jerbson, além de garantir que as cabanas não sejam demolidas antes do julgamento definitivo, o magistrado apresentou sinais positivos sobre a decisão que os cabaneiros esperam para o fim do processo.

No discurso do grande expediente, Jerbson Moraes disse que as cabanas ocupam área da “Marinha”, e não a praia propriamente dita. Segundo ele, aquela extensão de terra batida (entre a BA-001 e a faixa de areia) surgiu com a construção da rodovia. Resultou de um aterramento. Prova disso seria o desnível em relação à altura da pista. Ainda de acordo com o vereador, cabanas como a Batuba Beach obtiveram a concessão do poder público a partir desse entendimento. E é essa perspectiva que deverá prevalecer na Justiça para todos os empresários em situação semelhante.

Jerbson explicou que, no futuro próximo, a permanência das cabanas dependerá diretamente da efetivação do Projeto Orla e do plano de padronização dos estabelecimentos. Segundo ele, esse é um trunfo importante da defesa dos cabaneiros e foi considerado pelo juiz Lincoln Pinheiro Costa.

O vereador Gil Gomes (PV) parabenizou o trabalho de Jerbson Moraes como advogado da Associação dos Cabaneiros da Praia do Sul. Segundo Gil Gomes, o turismo deve ser tratado como prioridade para o desenvolvimento sustentável, porque o setor é “a galinha dos ovos de ouro” de Ilhéus. Também destacou a importância das cabanas de praia para a tradição cultural da cidade, além do papel econômico que desempenham recebendo os turistas e a população local.

O cuidado com o meio ambiente também deve ser uma preocupação constante dos cabaneiros. Essa é a opinião do vereador Makrise Angeli (PT). O petista revelou a aflição que sentiu várias vezes quando, nos fins de tarde na praia, observou o mar “engolindo” o lixo deixado na areia.

Depois de revelar esse desconforto, sugeriu o uso de pequenas lixeiras para os resíduos sólidos que os visitantes das cabanas produzem. Segundo ele, o próprio garçom poderia levar uma lixeirinha para cada mesa e, educadamente, solicitar a atenção das pessoas para a conservação da praia.

Presentes na Câmara de Vereadores, membros da associação dos cabaneiros aplaudiram os edis com entusiasmo. Cena rara no plenário Gilberto Fialho.

VEREADORES DERRUBAM VETO AO REAJUSTE SALARIAL DO EXECUTIVO

dinheiro poucoNessa quarta-feira (05), a Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou por unanimidade a Lei 049/2016, que reajusta os vencimentos do Executivo.

A votação derrubou veto do ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP). Segundo os vereadores, o valor dos subsídios pagos aos secretários era muito baixo e inviabilizava a contratação de profissionais capacitados para administrar as pastas.

A remuneração do prefeito será de R$ 20.487,50. O vice-prefeito vai receber R$ 15.300,00 e os secretários, R$ 12.825,00.

CÂMARA SUSPENDE O SALÁRIO DE KÁCIO BRANDÃO

Secretário Kácio Brandão.

Kácio Brandão é assessor de Jamil Ocké na Câmara.

O presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Lukas Paiva (PSB), informou hoje (5) que a Casa também suspendeu o pagamento da remuneração de Kácio Brandão. A mesma medida foi adotada em relação ao caso do vereador Jamil Ocké (PP). 

Kácio é assessor parlamentar de Jamil. Ambos estão presos desde o dia 21 de março.

Lukas confirmou a informação aos jornalistas Marcos Bezerra e Cátia Gomes, apresentadores do Jornal do Meio Dia, programa da Gabriela FM.

CÂMARA SUSPENDE A REMUNERAÇÃO DE JAMIL OCKÉ

Câmara de Vereadores de Ilhéus. Imagem: Chico Andrade.

Câmara de Vereadores de Ilhéus. Imagem: Chico Andrade.

A assessoria de imprensa da Câmara de Vereadores de Ilhéus confirmou ontem (4) a suspensão dos vencimentos do vereador Jamil Ocké (PP), que está preso e se afastou oficialmente do cargo nessa terça-feira.

Representantes do vereador apresentaram o seu pedido de afastamento por sessenta dias. A prisão preventiva, contudo, não tem prazo determinado.

Primeiro suplente da coligação eleitoral liderada pelo PP em 2016, Luiz Carlos Escuta assumiu ontem a cadeira do correligionário.  Escuta também o substituiu na Câmara durante a maior parte do mandato anterior, enquanto Jamil Ocké comandava a Secretaria de Desenvolvimento Social.

LUIZ CARLOS ESCUTA ASSUME A CADEIRA DE JAMIL OCKÉ NA CÂMARA

Luiz Carlos Escuta cumpre ritual de posse. Imagem: Coutinho Neto.

Luiz Carlos Escuta cumpre ritual de posse. Imagem: Coutinho Neto/Só Em Ilhéus

Agora é oficial. Luiz Carlos Escuta, primeiro suplente da coligação liderada pelo PP, assumiu hoje (4) uma das dezenove cadeiras da Câmara de Vereadores de Ilhéus. Ele substitui o vereador Jamil Ocké (PP), que está preso e se afastou formalmente do cargo por sessenta dias. A informação é do repórter Coutinho Neto, editor do blog Só Em Ilhéus.

SE PRISÃO DE JAMIL VIRAR PREVENTIVA, ESCUTA ASSUME VAGA NA CÂMARA

Jamil Ocké e Luis Carlos Escuta.

Jamil Ocké e Luis Carlos Escuta.

A informação é de uma fonte da Câmara de Vereadores que pediu para ter a identidade mantida em sigilo. Ela afirma que a mesa-diretora da Casa pretende convocar o suplente Luis Carlos Escuta, caso a Justiça determine que a prisão temporária do vereador Jamil Ocké (PP) vire preventiva.  Escuta é correligionário de Jamil e o primeiro suplente da vaga.

O tempo da prisão temporária vai acabar nessa quinta-feira (30). O regime preventivo não tem prazo determinado.

Vale lembrar que Jamil está preso na condição de investigado, não foi alvo de condenação da Justiça.

Nenhum sinal de CPI

Os vereadores de Ilhéus quase não repercutem, em manifestações públicas, a sequência de eventos desencadeados pela Operação Citrus. Por enquanto, não revelaram abertamente se pretendem se juntar aos esforços da investigação em curso. Nenhum sinal de comissão parlamentar de inquérito nas imediações da praça J.J Seabra.

PROMOTOR APONTA 2013 COMO ANO DE REFERÊNCIA DE INVESTIGAÇÃO NA CÂMARA

Promotores de Justiça Frank Ferrari e Luciano Taques. Imagens: Thiago Dias/Blog do Gusmão e Blog do Chico Andrade.

Promotores de Justiça Frank Ferrari e Luciano Taques. Imagens: Thiago Dias/Blog do Gusmão e Chico Andrade.

Ontem (21), na entrevista coletiva sobre a Operação Citrus, o radialista Vila Nova perguntou se as mesmas empresas acusadas de fraudar licitações da prefeitura teriam repetido o esquema na Câmara de Vereadores de Ilhéus.

“As mesmas empresas. Elas, a partir de 2013, passaram a também fornecer bens, nesse mesmo ramo (de material de expediente), para a Câmara de Vereadores. Desde então essas empresas têm vencido contratos”, respondeu o promotor Frank Monteiro Ferrari, titular da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus. A resposta enfatizou o ano de 2013.

O vereador Tarcísio Paixão (PP) falou sobre a Citrus nessa terça-feira (21). O correligionário do ex-prefeito Jabes Ribeiro presidiu a Câmara entre 2015 e 2016. O ex-vereador Dr. Jó (Josevaldo Machado – PC do B) o antecedeu no cargo, mas ainda não se pronunciou publicamente sobre a operação.

Referindo-se ao período em que comandou o Legislativo, Tarcísio disse que todas as empresas “foram contratadas por meio de processo licitatório, dentro da legalidade, cumprindo todo rito que a lei manda”, informa o Blog Agravo.

Após a apreensão de documentos na Câmara, o atual presidente da Casa, Lukas Paiva (PSB), emitiu nota. O texto diz que a Citrus “nada tem a ver com sua gestão”, que começou em 2017 – lembre aqui.

POLÍCIA CIVIL APREENDE DOCUMENTOS NA CÂMARA DE ILHÉUS

camara-de-vereadores-ilheusNa manhã de hoje, durante entrevista coletiva sobre a Operação Citrus, que realizou seis prisões em Ilhéus, o promotor de Justiça Frank Monteiro Ferrari, do Ministério Público do Estado da Bahia, disse que as investigações também alcançam contratos da Câmara de Vereadores. Policiais civis apreenderam documentos na Casa do Povo.

A Câmara de Ilhéus emitiu nota sobre a operação. Leia a íntegra.

Nota Pública da Câmara de Vereadores de Ilhéus

A Câmara de Vereadores de Ilhéus vem a público informar que na manhã desta terça-feira (21) houve mandado de busca e apreensão de documentos licitatórios em sua sede, das gestões do ano de 2009 a 2016, em decorrência da “Operação Citrus”, realizada pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus. O presidente Lukas Paiva salienta que vem colaborando com a ação do Ministério Público, acompanhando e prestando todas as informações necessárias. Paiva salienta que a operação nada tem a ver com sua gestão que foi iniciada em janeiro de 2017, que preza pela transparência e legalidade total de administrar.

VEREADOR QUER PROIBIR INAUGURAÇÃO DE OBRA INACABADA EM ILHÉUS

Juarez Barbosa. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

Juarez Barbosa. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

Na última semana, a Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou em primeira votação projeto de lei que impede a inauguração de obras públicas inacabadas ou sem autorização para funcionar.

O objetivo da lei é proibir a realização de solenidades ou qualquer tipo de cerimônia relacionadas a empreendimentos que ainda não possam ser utilizados.

O vereador Juarez Barbosa (PMDB) é o autor do projeto. Segundo ele, inaugurar uma obra inacabada é um ato de desrespeito ao contribuinte.

Os vereadores voltarão a deliberar sobre a proposta. Caso seja aprovada na segunda votação, a Câmara a enviará para a sanção do prefeito Mário Alexandre (PSD).

DIA DA MULHER É TEMA DE SESSÃO ESPECIAL NA CÂMARA DE ILHÉUS

Sessão está marcada para as 15h desta quinta-feira.

Sessão está marcada para as 15h desta quinta-feira.

A Câmara de Vereadores de Ilhéus vai realizar uma sessão especial sobre o Dia Internacional da Mulher (8 de março). O debate está marcado para as 15 horas dessa quinta-feira (9), no plenário da Casa.

Em tempo: nenhuma das dezenove cadeiras da Câmara de Ilhéus é ocupada por mulher. A iniciativa da Mesa Diretora abre uma brecha para a voz feminina na Casa do Povo. 

CÂMARA DE ILHÉUS AUTORIZA CRÉDITO DE R$ 2 MILHÕES PARA A SAÚDE

Vereadores aprovaram crédito suplementar na sessão dessa quarta-feira.

Vereadores aprovaram crédito suplementar na sessão dessa quarta-feira.

A pedido da Prefeitura de Ilhéus, a Câmara de Vereadores aprovou ontem (22) a abertura de crédito suplementar de dois milhões de reais para a Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com o presidente da Câmara, Lukas Paiva (PSB), o governo solicitou a autorização para cobrir despesas da secretaria com hospitais e clínicas conveniadas, como o Hospital São José e a COCI. O município atrasou os repasses de dezembro de 2016 e janeiro de 2017.

CÂMARA DE ILHÉUS INICIA NOVA LEGISLATURA NESTA TERÇA-FEIRA

camara-de-vereadores-ilheusA nova legislatura da Câmara de Vereadores de Ilhéus vai começar às 16 horas desta terça-feira (7). A Casa tem seis vereadores reeleitos. Outros treze iniciarão hoje a sua jornada no legislativo ilheense.

Segundo o presidente da Câmara de Ilhéus, Lukas Paiva (PSB), é importante que a população crie e mantenha o hábito de ir às sessões legislativas. Isso porque a comunidade “deve cobrar e fiscalizar as ações dos vereadores”.

Paiva e os colegas têm um desafio grande pela frente, o de reaproximar a Casa da sociedade civil organizada e da comunidade em geral.

NOMEAÇÃO CERTEIRA

Jamesson Araújo.

Jamesson Araújo.

Este blog vê com bons olhos a nomeação de Jamesson Araújo para o cargo de assessor de imprensa da Câmara de Vereadores de Ilhéus.

Jamesson tem boa relação com blogueiros, jornalistas e radialistas. Sempre bem informado, construiu um veículo de notícias que é referência para a cidade e a região, o Blog Agravo.

Além do mais, é um profissional reconhecido pela competência. O presidente da Câmara de Vereadores, Lukas Paiva (PSB), acertou em cheio ao nomeá-lo, pois ele reúne condições para desenvolver uma boa política de comunicação, algo que faltou à Casa nos últimos quatro anos.

Muitas vezes, as pessoas que ocuparam o mesmo cargo não tiveram autonomia nem recursos para trabalhar. Isso deixou a Câmara sem uma política comunicacional definida. A imagem pública da Casa está muito abalada, o que se deve em parte à falta de profissionalismo na comunicação.

Jamesson tem respaldo para se dedicar profissionalmente à transformação desse cenário. O Blog do Gusmão dará total apoio ao seu trabalho. Melhorar a relação da Casa com a população e explicar à sociedade os deveres dos vereadores são dois dos seus maiores desafios.

CÂMARA DE ILHÉUS AVALIA RECURSO CONTRA SUSPENSÃO DE AUMENTO SALARIAL

camara-de-vereadores-ilheusA assessoria de imprensa da Câmara de Vereadores de Ilhéus informou hoje (9) que a Mesa Diretora da Casa aguarda a notificação da Justiça sobre a decisão provisória que suspendeu o aumento salarial aprovado para os vereadores.

Aprovado na legislatura passada, o reajuste foi contestado por movimentos sociais e entidades civis. Além disso, o Ministério Público do Estado da Bahia havia recomendado que a Casa desistisse da proposta.

A Mesa Diretora da Câmara vai avaliar a decisão do juiz Guilherme Vieito Barros Junior para decidir se recorrerá ou não ao Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia