WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

sebrae hospital sao jose


impacto cred

transporte ilegal
julho 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Cenoe Hospital de Olhos’

ESFORÇOS E IMPACTOS PODEM COMPROMETER A SAÚDE DA VISÃO

Salto de bungge jump está entre atividades que oferecem riscos à saúde da visão.

Salto de bungee jump está entre atividades que oferecem riscos à saúde da visão.

Saltos de bungee jump e de paraquedas, mergulhos e atividades mais radicais que possam produzir grandes impactos ou esforços excessivos, tosse persistente e convulsiva ou até mesmo crises de espirros em sequência podem contribuir para problemas na visão. “Qualquer tipo de pancada ou agente externo pode lesionar a visão. Na hora, a depender da intensidade, o paciente pode sentir dor, perceber vermelhidão, vista turva ou até mesmo sangramento. O ideal é procurar sempre um especialista para identificar a gravidade e iniciar o tratamento o mais rápido possível”, afirma o médico oftalmologista Antônio Nogueira, diretor técnico do CENOE Hospital de Olhos.

Em casos muito graves, pode haver ainda o que conhecemos como descolamento da retina. Os buracos na retina (camada interna do olho), constituída de tecido nervoso, que capta estímulos luminosos que se transformam em imagens – permitem a passagem do vítreo (gel que preenche o globo ocular), separando a retina da parede do olho. Segundo o especialista, este movimento pode causar rompimento, hemorragias ou descolamento. “Uma vez descolada, esta parte da retina não funciona mais e causa o aparecimento de uma imagem borrada ou mancha escura na visão”, explica.

 “O importante é procurar imediatamente um oftalmologista se notar qualquer tipo de alteração visual, seja na prática de um esporte ou devido a um impacto forte dentro de casa ou no dia a dia”, alerta Antônio.

ILHÉUS SEDIA O FÓRUM SAÚDE S/A

O médico oftalmologista Antônio Nogueira vai representar o CENOE no fórum.

O médico oftalmologista Antônio Nogueira vai representar o CENOE no fórum.

Entre os dias 28 e 30 de setembro, Ilhéus vai sediar o Fórum Saúde S/A, um dos mais importantes eventos de empreendedorismo e inovação dentro do setor de saúde no Brasil. O CENOE- Hospital de Olhos foi convidado a participar, mostrando sua história.

O diretor técnico do CENOE, Antônio Nogueira, vai representar o centro no fórum. Segundo ele, o evento será “de extrema importância para os empreendedores no setor de saúde. Será o momento de trocar ideias e experiências, para aumentar o aprendizado e promover sempre o melhor serviço aos pacientes. Vou apresentar a história do CENOE e mostrar que é possível obter o sucesso através do amor ao que se faz”.

Com o tema ‘Ter Sucesso e Inovação em Negócios cujo Cliente final é a própria Vida Humana”, o fórum vai reunir empresários, empreendedores, administradores e executivos renomados, além de profissionais reconhecidos em suas áreas de atuação, nacional e internacionalmente.

PESQUISA MOSTRA CRESCIMENTO DE PROBLEMAS DE VISÃO PROVOCADOS PELO DIABETES

Metade dos brasileiros não sabe que o diabetes pode causar cegueira, aponta pesquisa.

Metade dos brasileiros não sabe que o diabetes pode causar cegueira, aponta pesquisa.

Quase metade dos brasileiros não sabe que o diabetes pode causar cegueira. É o que revela uma pesquisa conduzida pela Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo (SBRV). 

O levantamento feito em oito capitais brasileiras (Salvador Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre, São Paulo, Brasília e Salvador) ouviu 4 mil pessoas. Mesmo sendo uma doença com grande incidência no Brasil e no mundo (14 milhões e 415 milhões de pessoas acometidas respectivamente), segundo o IDF – International Diabetes Foundation, os riscos do diabetes não controlado ainda são ignorados por uma parcela significativa da população.

A retinopatia diabética, provocada por taxas altas de açúcar no sangue resultantes do diabetes, se caracteriza por danos nos vasos sanguíneos da parte de trás do olho, o que leva a problemas de visão. “Infelizmente, a retinopatia diabética geralmente não tem nenhum sintoma nos estágios iniciais. As pessoas diagnosticadas devem realizar um exame com dilatação dos olhos pelo menos anualmente e trabalhar de perto com seus médicos para determinar o melhor tratamento”, explica o médico oftalmologista Antônio Nogueira, diretor técnico do CENOE Hospital de Olhos, que tem unidades em Ilhéus, Jequié e Porto Seguro.

CENOE REALIZA “MUTIRÃO DO GLAUCOMA” EM PORTO SEGURO

Unidade do CENOE em Porto Seguro.

Unidade do CENOE em Porto Seguro vai sediar mutirão no próximo dia 29.

No próximo dia 29, uma quinta-feira, a unidade do CENOE Hospital de Olhos em Porto Seguro vai sediar um “Mutirão do Glaucoma”. O objetivo da iniciativa é combater os problemas de visão causados por essa doença.

O mutirão é resultado de uma parceria entre o CENOE e a Secretaria de Saúde de Porto Seguro. A população terá acesso a consultas e exames.

O médico oftalmologista Antônio Nogueira é o diretor técnico do CENOE. Segundo ele, a evolução do glaucoma é lenta e, geralmente, imperceptível. Se a doença não for tratada, “seu desfecho pode ser a cegueira total”. “A principal arma contra o glaucoma é mesmo o acompanhamento”, explica.

O CENOE é um centro de referência no tratamento do glaucoma e auxilia a população por meio do SUS. Os pacientes podem acompanhar o tratamento com medições rotineiras da pressão intraocular.

A unidade do CENOE em Porto Seguro fica na rua Oscar Oliveira, nº 54, no Centro. O mutirão vai começar às 7 horas..

O glaucoma é a segunda causa mais frequente de cegueira no mundo. Mesmo sem sintomas aparentes nas fases iniciais, pode ser detectado pelo exame oftalmológico que mede a pressão dentro dos olhos.

Cerca de 1 milhão de brasileiros têm glaucoma. No país, o problema atinge hoje 2% da população acima dos 40 anos, de acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO).

FESTAS JUNINAS EXIGEM CUIDADO ESPECIAL COM OS OLHOS

Fogos podem prejudicar a visão.

Brincadeiras com fogos também expõem os olhos aos riscos de queimaduras.

Além das festas e comidas típicas, o período do São João é marcado também pela presença de elementos como fogos de artifício e fogueiras. O uso desses elementos requer muitos cuidados, principalmente com os olhos.

O médico oftalmologista Antônio Nogueira, diretor técnico do CENOE Hospital de Olhos, adverte que os fogos exigem cuidados não só com a pele, mas, sobretudo com os olhos. “Nessa época crescem os riscos de queimaduras. Mas o alerta é que elas podem ocorrer também nos olhos, que estão expostos e são muito sensíveis. Uma queimadura no olho pode comprometer a estrutura e provocar, a depender da gravidade, uma lesão permanente”, explica.

Nogueira também enfatiza que as fogueiras e  “suas cinzas, fumaça e brasas muitas vezes ocasionam quadros de conjuntivite alérgica ou edema de pálpebra. Ardor, desconforto e lacrimejamento são os primeiros sinais de agressão à visão”.

ESPECIALISTA APONTA CUIDADOS PARA PREVENIR E TRATAR A CONJUNTIVITE

Imagem Ilustrativa.

Imagem Ilustrativa.

A conjuntivite é uma enfermidade caracterizada por uma inflamação da membrana que reveste a parte da frente do globo ocular e o interior das pálpebras. Os principais sintomas são, inchaço nas pálpebras, lacrimejamento intenso, sensação de areia ou cisco, visão borrada, coceira e secreção mais intensa pela manhã.

Existem dois tipos de conjuntivite, a viral e a alérgica. Segundo o médico especialista Dr. Antônio Nogueira, do CENOE Hospital de Olhos, para prevenir a conjuntivite viral, que é bastante contagiosa, é preciso evitar aglomerações e aumentar o cuidado com a higiene pessoal. No caso da alérgica, a pessoa deve identificar o que desencadeia a reação e evitar contato.

Para tratar a doença, é recomendado um cuidado ainda mais intenso com a higiene pessoal, compressas frias, álcool em gel, lenços de papel descartáveis, e toalhas e roupas de cama individuais.

PORTO SEGURO GANHA CENTRO DE REFERÊNCIA EM GLAUCOMA

Imagem:Rogério Naba.

Imagem: Rogério Naba.

A prefeita Cláudia Oliveira (PSD) participou de uma cerimônia no CENOE Hospital de Olhos, em Porto Seguro, que acabou de ganhar o título de Centro de Referência do Glaucoma na cidade.

Autoridades locais, vereadores, empresários e a secretária de Saúde do município, Edna Alves, também participaram da solenidade, que marcou a celebração do primeiro ano de atividades do CENOE em Porto Seguro. O título de Centro de Referência do Glaucoma chega justamente no mês em que se comemora o dia de combate à doença (26 de maio).

Cerca de 1 milhão de brasileiros têm glaucoma. De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), a doença atinge 2% da população acima dos 40 anos. “A evolução da doença é lenta. Se não for tratada, seu desfecho pode ser a cegueira total. A principal arma contra o Glaucoma é mesmo o acompanhamento”, alerta o médico oftalmologista Antônio Nogueira, diretor técnico do CENOE. “O Centro de Referência auxilia a população, por meio do SUS, a acompanhar o tratamento, realizando medições da pressão intraocular de forma rotineira”, explica.

O CENOE Porto Seguro realiza consultas, todos os tipos de exames e cirurgias. Para saber mais sobre os serviços oferecidos, basta consultar o site.

USO EXCESSIVO DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS PODE PREJUDICAR A VISÃO

uso exagerado de produtos eletronicosComputadores, celulares, tablets e jogos eletrônicos fazem parte da rotina de muita gente. A tecnologia facilita a vida  em muitos pontos, mas as pessoas precisam ter cuidados com os excessos. Por exemplo, nos consultórios, oftalmologistas recebem muitas queixas sobre olhos ressecados entre os adultos. Já os jovens reclamam muito dos erros de refração, quando os feixes de luz sofrem algum desvio provocado pelo formato do olho e não são focados na retina.

“Como estamos conectados o tempo todo, e a internet já faz parte do nosso cotidiano, seja no computador ou no celular, a atenção visual passou a ser mais exigida. Em consequência disso, involuntariamente é normal piscar menos, provocando assim, a sensação de olho seco”, explica o médico oftalmologista Antônio Nogueira, do CENOE Hospital de Olhos, rede com unidade em Ilhéus. 

O especialista recomenda a hidratação dos olhos nos intervalos de 5 a 10 minutos durante a jornada de trabalho e o uso de colírios lubrificantes. Também indica a realização de consulta oftalmológica para afastar algum vício de refração.

Algumas dicas importantes podem ser seguidas para amenizar prejuízos futuros. “É importante sempre regularizar a iluminação. O ideal é que não seja nem muito forte, nem muito fraca, pois nos dois casos é preciso forçar demais a visão para enxergar. Ao utilizar qualquer equipamento eletrônico, verifique se há uma luz de apoio no ambiente. Essa iluminação é necessária para que não que haja grande esforço da visão. Por isso, quem possui o hábito de usar o computador durante a noite e madrugada deve se atentar para deixar uma lâmpada acesa a fim de evitar qualquer complicação”, explica.

Longos períodos em frente aos monitores também são um risco. “É recomendado fazer pequenas pausas de meia em meia hora, para descansar os olhos. Durante esse período, foque em algum objeto que esteja mais distante do monitor por alguns segundos. Com isso, você não esforça tanto os olhos e voltará às atividades com mais leveza”, acrescenta o oftalmologista.

Outra dica importante, segundo o especialista, é colocar o monitor ou tela a uma distância de, no mínimo, 50 centímetros dos olhos.

ILHÉUS TEM MUTIRÃO GRATUITO PARA DIAGNÓSTICO DO GLAUCOMA

Mutirão está marcado para o dia 10 de dezembro, no Cenoe.

Mutirão está marcado para o dia 10 de dezembro, no Cenoe.

No próximo dia 10 de dezembro (sábado), em Ilhéus, o Cenoe Hospital de Olhos vai realizar mutirão gratuito para diagnóstico do glaucoma. Para participar, é necessário ter pelos 40 anos de idade e ir à clínica às 7 horas no dia do evento. O Cenoe fica na Avenida Soares Lopes.

O mutirão vai atender aproximadamente 1.500 pessoas, com exames como aferição da pressão intraocular e análise do fundo do olho. O evento também terá uma caminhada de incentivo a hábitos saudáveis, distribuição de lanche, avaliação nutricional, massagem relaxante, testes de glicemia e pressão arterial e serviços de orientação jurídica.

O oftalmologista Antônio Nogueira, diretor do Cenoe, alerta que o glaucoma é uma das maiores causas de cegueira no Brasil, sendo a segunda maior do mundo. “O diagnóstico precoce é fundamental para um tratamento com resultados positivos”, explica o médico.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia