WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Quarta-Feira, 21 de Fevereiro de 2018
cenoe faculdade madre thais

MERCADO DOS PEIXES DE FORTALEZA: UM BOM EXEMPLO PARA ILHÉUS

Localizado na Avenida Beira-Mar de Fortaleza, o Mercado dos Peixes é um exemplo de sucesso da economia popular.

O Mercado dos Peixes faz parte da paisagem urbana da Avenida Beira-Mar, um dos pontos turísticos mais visitados de Fortaleza. Tradicional, o equipamento passou por uma requalificação e mudou de lugar: saiu da área central da avenida para ocupar uma de suas extremidades.

A estrutura do mercado é simples. A simplicidade encanta porque tem o suporte da organização e do cuidado com a higiene. Lá, os pescadores e marisqueiros têm a central de tratamento e higienização, onde beneficiam os frutos do mar para a venda no mercado a preços convidativos.

Frutos do mar à venda no Mercado dos Peixes. Diferente do que ocorre em outros locais, devido ao tratamento que recebe, o produto não exala mau cheiro. É possível fazer refeições ao lado dos pontos de venda, graças à higienização impecável.

O visitante, por sua vez, além de comprar o pescado com bom preço, tem a opção de solicitar o seu preparo. O serviço custa dez reais por quilo do produto.

Um leitor deste blog fez essa experiência com um quilo de camarão. “Era tipo um pistola médio”, relatou. Frito com alho, o camarão ganhou a companhia do vinagrete de cinco reais e do baião de dois cotado a R$ 10. O custo ficou bem menor do que nas cabanas de praia, onde meio quilo de camarão pequeno não sai por menos de 90 reais. Eis um exemplo de negócio popular que beneficia os pescadores e tira o atravessador da cadeia produtiva, barateando o produto final para atrair mais turistas.

Outro aspecto positivo do mercado são as homenagens a figuras históricas e personalidades simples do Ceará, como pescadores e jangadeiros. Trata-se de um exemplo do esforço do governo municipal para valorizar a identidade e a história cearenses. Um dos jangadeiros homenageados, o Mestre Jerônimo, participou do filme “É tudo verdade”, de Orson Welles. O cineasta norte-americano rodou parte da obra no Brasil.

Homenagem ao Mestre Jerônimo no Mercado dos Peixes de Fortaleza.

Apesar de todos os elogios, o leitor identificou um problema. Como a estrutura fica muito próximo do mar e não há nenhum mecanismo de contenção, materiais como copos descartáveis caem frequentemente na praia. Mesmo extremamente limpo na sua área interna, o mercado causa esse dano ao meio ambiente.

Estrutura do mercado combina tradição, simplicidade, organização e higiene.

A requalificação do Mercado dos Peixes ocorreu durante o primeiro mandato do prefeito reeleito em 2016, o médico Roberto Cláudio, do PDT. O correligionário e aliado do ex-ministro Ciro Gomes está no seu segundo mandato.

Central de Tratamento e Higienização do Mercado dos Peixes de Fortaleza.

A gestão de Cláudio concentra esforços na infraestrutura, com novas avenidas, ruas e a requalificação dos pontos turísticos. Fortaleza recebe centenas de milhares de visitantes por ano.

Investimentos também requalificaram pontos turísticos da Região Metropolitana de Fortaleza, como as praias de Canoa Quebrada (em Aracati), de Morro Branco (em Beberibe) e Cumbuco (em Caucaia).

Por outro lado, servidores públicos ouvidos pelo amigo deste blog afirmam que faltam recursos para áreas como saúde e educação.

De toda forma, a requalificação do Mercado dos Peixes de Fortaleza é um legado político considerável e um bom exemplo para Ilhéus seguir com a Central de Abastecimento do Malhado.

A revitalização da Central do Malhado tem sido debatida com timidez, mas, há muito tempo habita as promessas políticas. Esse debate precisa ganhar corpo nas ações.

Vale repetir: o exemplo de Fortaleza é um bom caminho para Ilhéus. Na própria Central do Malhado, numa área perto das Malvinas, há um espaço para a venda de peixes e mariscos. Com um amplo processo de requalificação, aquele lugar pode ser transformado num mercado como o cearense.

BRASÍLIA: MÁRIO BUSCA RECURSOS PARA A CENTRAL DE ABASTECIMENTO

Prefeito apresenta projeto de requalificação da Central de Abastecimento do Malhado. Imagem: Secom-Ilhéus.

Prefeito apresenta projeto de requalificação da Central de Abastecimento. Imagem: Secom-Ilhéus.

O prefeito Mário Alexandre (PSD) viajou nesta semana a Brasília, com o objetivo de captar recursos para investimentos em Ilhéus. No Ministério da Integração Nacional, apresentou o projeto de reestruturação da Central de Abastecimento do Malhado, orçado em dezenove milhões de reais.

“O Ministério da Integração Nacional lançou um edital de chamamento público para escolher projetos que contemplem o desenvolvimento regional E nós viemos em busca de alternativas que viabilizem a obra que é importante para a economia do feirante e para o conforto e segurança da população”, explicou o prefeito. 

Conforme a prefeitura, a cobertura do canal do Malhado é considerada uma medida fundamental no projeto de requalificação. A primeira etapa da obra vai cobrir uma área de 388 metros.

Ainda segundo  o governo, o projeto abrange a requalificação dos dois pavilhões da Central e a construção de um terceiro, além de: estacionamento coberto, área de convivência e urbanização do entorno.

Na capital do país, o prefeito tem a companhia do deputado federal Paulo Magalhães, seu correligionário, e do secretário de Infraestrutura, Transporte e Trânsito, Hermano Fahning.

PROJETO DA MADRE THAÍS ESTUDA CONDIÇÕES SANITÁRIAS DA CENTRAL DE ABASTECIMENTO

Central de Abastecimento do Malhado. Imagem: Gidelzo Silva/Secom-Ilhéus.

Central de Abastecimento do Malhado. Imagem: Gidelzo Silva/Secom-Ilhéus.

Coordenados pela professora Débora Flores, estudantes de enfermagem da Faculdade Madre Thaís realizaram trabalho de campo na Central de Abastecimento do Malhado, em Ilhéus. A atividade faz parte do compromisso da instituição com a responsabilidade social e a formação qualificada dos futuros enfermeiros.

Na visita, divididos em três grupos, os estudantes observaram aspectos relacionados com a saúde pública e as condições sanitárias de um dos ambientes mais importantes para o comércio de alimentos em Ilhéus.

Orientados pela pedagogia libertadora, método empregado por Débora Flores no trabalho, eles registraram imagens, identificaram problemas, colheram materiais para análise em laboratório e conversaram com trabalhadores e clientes. Com os dados recolhidos, os estudantes vão elaborar  propostas para solucionar os problemas identificados.

A professora Débora Flores explicou que pesquisadoras como Adriana Lenho Pereira, referência para o seu trabalho, defendem a aplicação dessa metodologia em atividades transdisciplinares, inclusive na formação de profissionais da saúde. O “objetivo é desenvolver com os estudantes um método ativo de ensino-aprendizagem e capacitá-los a analisar o contexto socioeconômico e sanitário, onde possam desenvolver a prática da enfermagem, identificando as necessidades de saúde da população e recursos assistenciais disponíveis da área estudada”. Com isso, aprendem a “aplicar uma tecnologia administrativa como processo de resolução de problema na área da saúde”, explica Débora.

BEBETO VIABILIZA R$ 25 MILHÕES PARA REFORMAR CENTRAL DE ABASTECIMENTO

Central de Abastecimento do Malhado. Imagem: Gidelzo Silva/Secom-Ilhéus.

Central de Abastecimento do Malhado. Imagem: Gidelzo Silva/Secom-Ilhéus.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB-BA) comemorou a aprovação de recursos na Comissão Mista de Orçamento para a reforma da Central de Abastecimento do Malhado, em Ilhéus.

Conforme o deputado, na última quinta-feira (15), emenda coletiva da bancada garantiu R$ 9,388 milhões para a obra. Mais 16 milhões de reais foram obtidos por meio de uma suplementação ao Orçamento Geral da União.

“Garantir a execução dessa obra é também pensar a cidade numa perspectiva turística, já que trata-se de um equipamento de centro de compras, de referência gastronômica, centro de serviço. É um espaço que interliga políticas turística e cultural, um grande instrumento de fortalecimento econômico”, avaliou Bebeto.

BANDIDOS MATAM HOMEM E BALEIAM MULHERES NA CONQUISTA

disparo-de-arma-de-fogoNa madrugada dessa segunda-feira (5), dois homens mataram a tiros o jovem Joarles de Jesus Santos e balearam Juliana Santos Bispo e Caroline dos Anjos Santos. O crime aconteceu na Avenida Brasil, no Alto da Conquista, em Ilhéus.

Joarles foi atingido na cabeça e nas costas e morreu no local. Juliana, que recebeu cinco tiros na região do abdome, e Caroline foram levadas para o Hospital Geral Luiz Viana Filho. A Polícia Civil investiga o crime.

Atualizado às 10h37min.

Segundo o Blog Agravo, o caso ocorreu na Conquista, não no Malhado, como havíamos informado anteriormente.

CARAVANA CIDADÃ CONVOCA CANDIDATOS PARA ATO NO MALHADO

Central de Abastecimento do Malhado. Imagem: Gidelzo Silva/Secom-Ilhéus.

Central de Abastecimento do Malhado. Imagem: Gidelzo Silva/Secom-Ilhéus.

O segundo ato da Caravana Cidadã será às 7 horas desse sábado (27), na Central de Abastecimento Antônio Olímpio da Silva, no Malhado, em Ilhéus.

O objetivo do grupo é construir com os feirantes uma agenda propositiva para o desenvolvimento da agricultura familiar conectada com os valores da economia sustentável.

Segundo o ex-vice-prefeito José Henrique Abobreira (Raiz Cidadanista), que vai palestrar no encontro, o convite da caravana se estende aos candidatos identificados com os movimentos sociais progressistas.

O grupo já conta com os candidatos a vereador Cacique Ramon Tupinambá (Rede), Tyrone da PM (PSD), Shi Mário (PSOL/Raiz Cidadanista) e Beth Loureiro (PSB).

FEIRANTES DO MALHADO APRESENTAM REIVINDICAÇÕES A BEBETO

Uaquim e Bebeto em vista à Central de Abastecimento do Malhado. Imagem: Jan Rocha.

Uaquim e Bebeto em vista à Central de Abastecimento do Malhado. Imagem: Jan Rocha.

Na manhã desse sábado (20), o deputado federal e candidato a prefeito de Ilhéus, Bebeto (PSB), fez corpo a corpo na Central de Abastecimento do Malhado, onde ouviu as principais reivindicações dos feirantes e comerciantes.

Em conversa com os comerciantes, o candidato da coligação “Ilhéus, nosso maior compromisso” argumentou que a Feira do Malhado deve voltar a ser motivo de orgulho para a cidade. “O espaço precisa ser requalificado para se tornar aprazível para quem trabalha e visita. É a expressão da nossa cultura e deve ser integrado também às políticas de turismo”, explicou.

Junto com o candidato a vice-prefeito, Luiz Uaquim (PMDB), e lideranças locais, Bebeto observou a má conservação da Central de Abastecimento. Além de problemas estruturais, o espaço não comporta os vendedores com organização, segurança e conforto, principalmente na região das Malvinas.

O candidato do PSB ouviu dos feirantes que eles mesmos são responsáveis por pequenas melhorias feitas no local. “Fomos nós que nos juntamos para comprar as lonas de cobertura, porque a prefeitura não nos atendeu”, desabafou Nete “do Aipim”.

De acordo com Bebeto, é preciso captar recursos junto ao governo federal para viabilizar a reordenação da Central de Abastecimento do Malhado, incluindo a cobertura do canal de esgoto em frente ao espaço. Segundo o candidato a vice-prefeito, Luiz Uaquim, por causa da falta de estrutura, muitos produtos, cultivados e trazidos com sacrifício, acabam desperdiçados. “Só poderemos mudar isso com um novo projeto de governo e compromisso da gestão”, vaticinou o peemedebista, que tem larga experiência na construção civil e conhece de perto as demandas da comunidade rural.

BEBETO DISCUTE REFORMA DA CENTRAL DE ABASTECIMENTO

Bebeto também conversou com comerciantes da Central de Abastecimento.

Bebeto também conversou com comerciantes da Central de Abastecimento.

O deputado federal eleito Bebeto Galvão (PSB) conversou ontem (5) com José Vivaldo, diretor da Companhia de Desenvolvimento e Integração Regional (CAR). Em pauta, a reforma da Central de Abastecimento do Malhado, espaço importante para o comércio de produtos agropecuários em Ilhéus. 

Bebeto garantiu que será um interlocutor ativo junto ao Ministério da Integração Nacional para agilizar a requalificação da Central de Abastecimento. O valor estimado da reforma chega a R$ 36 milhões. 

De acordo com o deputado eleito, a requalificação do equipamento vai minimizar problemas urbanos e sociais de Ilhéus. Ele lembrou que o avanço desse projeto é uma “reivindicação histórica” dos ilheenses, pois acompanha os diálogos sobre a necessidade de reformar a Central desde 2010. 

ÔNIBUS SOBEM A LADEIRA DO MAMBAPE

Magal cumpre promessa de campanha com os moradores do Mambape.

Magal cumpre promessa de campanha com os moradores do Mambape.

A comunidade do Alto do Mambape (zona sul de Ilhéus) comemora a conquista de uma reivindicação antiga.

Nesse sábado (15 de junho), às 07 horas, pela primeira vez um ônibus do transporte coletivo subiu a ladeira que dá acesso à localidade.

Trata-se de uma promessa de campanha do Vereador Fabio Magal (PSC), que no dia 19 de fevereiro apresentou na Câmara a indicação nº 03, com a proposta de uma linha ligando o Alto do Mambape ao bairro do Malhado.

O secretário de desenvolvimento urbano, Isaac Albagli, reconheceu a importância da solicitação e fez o encaminhamento para a empresa São Miguel. No dia 21 de maio, Magal esteve na sede da concessionária, ocasião em que discutiu os últimos detalhes com o diretor Josemir Dias (Joca).

Magal e Joca no dia 21 de maio.

Magal e Joca no dia 21 de maio.

O itinerário da nova linha inicia na Rua do Cano, passa pela Central de Abastecimento do Malhado, Avenida Itabuna, Centro, e vem para a zona Sul até o bairro Hernani Sá, onde sobe a ladeira do Mambape. No Alto, os ônibus ficarão parados 10 minutos à espera de passageiros, para depois fazerem o caminho inverso.

SONY DSC

Dois ônibus atenderão a linha: um da empresa São Miguel e o outro da Viametro. O segundo não passará pela Avenida Itabuna, e sim, pelo bairro Cidade Nova.

O Vereador Fabio Magal pede que a comunidade fiscalize o cumprimento dos horários, contribuindo para que as empresas prestem um bom serviço. O tempo entre a saída de um veículo e a chegada de outro, no Mambape, é de 50 minutos.

Magal agradece o empenho do secretário Isaac Albagli e a boa vontade de Josemir Dias (Joca da São Miguel).

Motorista da São Miguel, Magal e o administrador Eli Madureira.

Motorista da São Miguel, Magal e o administrador Eli Madureira.

FRAUDE NA CENTRAL DE ABASTECIMENTO: RESPOSTA DE JOSÉ VICTOR PESSOA

Jose Victor Pessoa.

Jose Victor Pessoa.

O atual superintendente municipal do interior, José Victor Pessoa, responde a denúncia feita pela Rádio Santa Cruz, sobre a possível existência de uma fraude na Central de Abastecimento do Malhado, durante a gestão do ex-prefeito Newton Lima (veja aqui).

José Victor foi chefe da “central” durante 3 anos da gestão anterior.

Leia as explicações.

“Achei o título da matéria temerária, eis que ainda não foi apurada nenhuma fraude.

Em resposta pela citação do nosso nome, tenho a dizer que fui coordenador da Central de Abastecimento do Malhado e da Urbis de abril/2009 a abril/2012, e durante este período toda a arrecadação foi contabilizada, aplicada em obras e manutenção das próprias centrais, e devidamente realizada a prestação de contas perante os secretários e controladores da época.

Por fim, não temos culpa se quem recebeu as prestações de contas, não repassou as informações para o cadastro da prefeitura”.

FRAUDE NA CENTRAL DE ABASTECIMENTO DO MALHADO

Central de Abastecimento do Malhado.

Central de Abastecimento do Malhado.

Comerciantes da Central de Abastecimento do Malhado pagaram taxas mensais antigas cobradas pela COMAIL, mas continuam devendo no cadastro da prefeitura.

Segundo o repórter Coutinho Neto, do Programa Alerta Geral (Rádio Santa Cruz), um dono de box, por iniciativa própria, foi à prefeitura quitar as taxas recentes, não cobradas pelo novo governo. Quando teve acesso ao seu histórico, foi comunicado sobre a existência de dívidas antigas, de janeiro a agosto de 2010.

O comerciante tem como provar o pagamento do tributo. Outros feirantes são vítimas do mesma irregularidade e muitos perderam os comprovantes.

As cobranças são realizadas de maneira rudimentar. Os fiscais emitem um recibo manuscrito, quando o correto seria um boleto bancário com código de barras. A prefeitura não tem controle dos recursos arrecadados.

O atual superintendente municipal do interior, José Victor Pessoa, foi chefe da Comail no governo passado. Cabe a ele emitir explicações.

CENTRAL DE ABASTECIMENTO DO MALHADO: ÂNGELA ESTÁ COMPLETAMENTE POR FORA

Ângela conhece a "central", mas não sabe do que ela precisa.

Ângela conhece a “central” mas não sabe do que ela precisa.

Este blog é acusado de ter má vontade com a deputada estadual Ângela Sousa (PSD).

Quando afirmamos que ela atua politicamente de forma amadora, seus aliados ficam aborrecidos.

Contudo, nós insistimos na tese.

No dia 05 de março, a deputada divulgou a apresentação da emenda 23.235, na Assembléia Legislativa, propondo a destinação de um milhão e seiscentos mil reais para as reformas das Centrais de Abastecimento do Malhado e Hernani Sá. Os recursos sairiam da secretaria estadual de desenvolvimento urbano (SEDUR).

Ângela está completamente desinformada.

A companhia de ações regionais do estado (CAR) já finalizou o projeto de requalificação da Central de Abastecimento do Malhado. As obras demandarão um aporte financeiro de 10 milhões de reais.

Sendo assim, o montante requisitado pela deputada é insuficiente diante das reais necessidades.

É ou não é um sinal inequívoco de amadorismo?

Se possível, deixe sua opinião.

FÁBIO MAGAL COBRA LINHA DE ÔNIBUS DA CENTRAL DE ABASTECIMENTO PARA O MAMBAPE

Magal não participou da guerra oposição x governo. Preferiu encaminhar reivindicações de suas comunidades.

Magal não participou da guerra oposição x governo. Preferiu encaminhar reivindicações de suas comunidades.

O Vereador ilheense Fábio Magal (PSC) apresentou quatro indicações de interesse público, durante a primeira sessão legislativa, realizada nessa terça, 19, no Palácio Monsenhor Teodolino Ferreira.

Na primeira indicação, relacionada ao campo de futebol de areia entre os caminhos 07 e 08 do bairro Hernani Sá, o Vereador solicitou a reforma do alambrado, colocação de areia e manutenção da rede elétrica e reposição das lâmpadas queimadas.

Na segunda, solicitou a instalação de uma academia ao ar livre no bairro Hernani Sá, seguindo os exemplos das que foram instaladas na Avenida Getúlio Vargas (próxima à ponte Lomanto Júnior) e nas imediações da Praia do Cristo (centro da cidade).

Na terceira indicação, Magal pede que a secretaria municipal de desenvolvimento urbano, responsável pelo setor de transportes, crie uma nova linha de ônibus, compreendendo os seguintes roteiros: da Central de Abastecimento do Malhado para os altos Bela Vista e Mambape e vice-versa.

O pedido está fundamentado numa reivindicação antiga das comunidades. Quando retornam das compras, os moradores sobem as ladeiras de acesso “a pé”, carregando o peso das sacolas.

Na quarta, o parlamentar solicitou a recuperação do caminho 46, no bairro Hernani Sá. Devido às chuvas, a viela encontra-se repleta de buracos, situação que impede o tráfego de veículos.

Fabio Magal explica que segundo o Regimento Interno da Câmara, as indicações serão encaminhadas imediatamente ao poder executivo, já que não dependem de votação no plenário. Na opinião do vereador, “não basta apresentar, é necessário cobrar do prefeito e dos secretários a execução rápida das intervenções. Farei isso todas as vezes que encontrar as autoridades responsáveis”, garantiu o vereador.

RUA DA HORTA: UM LUGAR ABANDONADO PELO PODER PÚBLICO

Na última terça-feira, 10, o Blog do Gusmão visitou a Rua da Horta (próxima à Central de Abastecimento do Malhado, em Ilhéus) atendendo convite do amigo Gideon Nunes.

A localidade surgiu em meados dos anos 80, quando a construtora Incon (falida), responsável pelo condomínio Moradas do Bosque (Avenida Esperança), indenizou ex-funcionários com terrenos que lhe pertenciam. No lugar onde hoje tem um campo de futebol, havia uma grande horta, daí surgiu o nome alcunhado pelos moradores.

De lá pra cá, apenas um canal que escoa água de dois córregos foi construído. A obra foi iniciada no último governo de Jabes Ribeiro (2001 a 2004) e concluída na gestão de Valderico Reis (2005 a setembro de 2007). Infelizmente, por falta de esgotamento sanitário, os moradores despejam os esgotos domiciliares no canal.

A rua principal e as transversais não são calçadas, esgoto corre a céu aberto, insetos e pestes atormentam os moradores que vivem em condições insalubres.

No dia 14 de junho, um caminhão da empresa Solar Ambiental ficou preso, após quebrar placas de cimento do canal de esgoto da Rua da Horta. Funcionários da Solar deram garantias aos moradores de que tudo seria consertado. Até a presente data, as placas continuam quebradas. Foto: Gideon Nunes.

O prejuízo deixado pela Solar Ambiental.

Mato, muito mato! A gestão do prefeito Newton Lima se nega a dar manutenções mínimas. O quadro é de total abandono.

PADRÃO GERSON MARQUES

Os urubus fazem a festa com o lixo deixado por Gerson. Foto: Luiz Fernandes.

A Central de Abastecimento do Malhado é detentora do selo “Padrão Gerson Marques” quando o assunto é coleta de lixo (ou a falta dela).

A feira produz enormes quantidades diárias de lixo, mas a prefeitura e a secretaria de serviços públicos, comandada por Gerson, não reconhecem a necessidade de intensificar a coleta na área.

Com sujeira para todos os lados, está garantida a festa dos urubus, que fazem até fila.

JACA NA BOQUINHA

O andarilho Jabes Ribeiro, pré-candidato a prefeito de Ilhéus (PP), aproveitou o sábado de aleluia para andar na Central de Abastecimento do Malhado. Nessa imagem feita por sua assessoria, JR aparece recebendo na boca, um suculento bago de jaca.

O Blog do Gusmão está aberto para divulgar informações dos demais pré-candidatos a prefeito. Basta enviar para o email emilio.gusmao@gmail.com.

Página 1 de 21...Última »