WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Quarta-Feira, 13 de Dezembro de 2017
cenoe faculdade madre thais

BEBETO CONCORRE A CONGRESSISTA DO ANO

Bebeto concorre a prêmio.

O resultado vai ser anunciado no dia 19 de outubro. Imagem: Divulgação.

Os baianos têm até o próximo sábado (30) para votar no deputado federal Bebeto Galvão (PSB), concorrente na décima edição do Prêmio Congresso em Foco. A ação elege o congressista com atuação de destaque no ano.

O prêmio busca valorizar a atividade política e o papel do legislativo. Segundo o regulamento, a iniciativa é uma oportunidade de estimular a sociedade a apontar quem são os congressistas que melhor cumprem as atividades políticas.

Para votar, acesse aqui.

PREVIDÊNCIA: BEBETO CRITICA “CARA DE PAU” DA BASE GOVERNISTA

Bebeto Galvão.

Bebeto Galvão.

Na última quarta-feira (3), durante debate na comissão especial sobre a reforma previdenciária, o deputado federal Bebeto Galvão (PSB-BA) criticou o que chama de “cara de pau” dos deputados que integram a base do governo Michel Temer. Segundo o parlamentar, os governistas não têm vergonha de repetir a “narrativa” que tenta legitimar a injusta proposta de emenda constitucional da reforma. Assista.

Com informações d’O Tabuleiro.

BEBETO: “REFORMAS NÃO SÃO LEGÍTIMAS NEM SÉRIAS”

Deputado federal Bebeto Galvão critica reformas propostas pelo governo Temer.

Deputado federal Bebeto Galvão critica reformas propostas pelo governo Temer.

Do Pimenta

O PSB na Bahia comemorou a decisão da Executiva Nacional de fechar questão contra as reformas propostas pelo governo de Michel Temer. Em reunião nesta segunda-feira (24), o PSB ratificou por 20 votos a 7 a posição do partido contra a reforma trabalhista e aprovou por 21 votos a 2 a posição contra a reforma da Previdência.

A presidente do partido na Bahia, senadora Lídice da Mata, considerou a postura como um reencontro dos socialistas com sua história e suas origens. Lídice considerou também que este é um retorno do partido às ruas, de onde nunca deveria ter saído, segundo o Bahia Notícias.

Em vídeo, o deputado federal Bebeto Galvão disse que as reformas não são legítimas nem sérias. “São medidas feitas para agradar o mercado”, afirmou.

NO MESMO TIME

Marão, Vivaldo Mendonça e Bebeto. Imagem: Secom-Ilhéus.

Marão, Vivaldo Mendonça e Bebeto. Imagem: Clodoaldo Ribeiro/Secom-Ilhéus.

Nesse domingo (19), o Colo-Colo jogou amistoso contra um selecionado de ex-jogadores do clube e de autoridades políticas. O prefeito Mário Alexandre (PSD) e o deputado federal Bebeto Galvão (PSB), adversários nas eleições de 2016, jogaram no mesmo time na tarde de ontem. A imagem acima mostra o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Vivaldo Mendonça, entre os dois.

A renda do jogo, que o Tigre venceu por seis a zero, vai ajudar o Colo-Colo a iniciar a temporada em abril, quando a equipe estreará na segunda divisão do Campeonato Baiano.

BEBETO VOLTA A DEFENDER EXIGÊNCIA DE 35% DE CACAU NO CHOCOLATE

Bebeto Galvão.

Bebeto Galvão.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) voltou a defender agilidade na tramitação do projeto de lei que estabelece percentual mínimo de 35% de cacau puro no chocolate comercializado no Brasil. O pronunciamento ocorreu nessa quinta-feira (24), durante audiência pública na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços, da Câmara dos Deputados. Bebeto é o autor da proposta.

Bebeto ressaltou que o mérito do projeto tem passado por um debate intenso e sua importância para economia brasileira é mais que comprovada.

De acordo com o parlamentar, a medida busca dois movimentos. “Um é a valorização do produtor, pois, quando se aumenta a massa de cacau na industrialização do chocolate, aumenta-se o nível de produção e provoca uma melhora comercial para quem produz, fortalecendo a agricultura e a economia. O segundo movimento é na proteção do consumidor, pois com esse projeto daremos um basta a um verdadeiro faz de conta, afinal hoje em dia nós comemos massa hidrogenada dizendo que é cacau, comemos açúcar achando que é chocolate”, argumenta Bebeto.

Bebeto fez apelo em defesa de um entendimento rápido entre os setores envolvidos no tema. Segundo ele, isso é fundamental para garantir o avanço do projeto na Câmara. “Mesmo com toda boa vontade desta Casa e a dedicação da agricultura e dos deputados, não chegamos ainda a um texto de consenso com os representantes das indústrias que aportam sempre a este debate critérios de natureza técnica e impedimentos para chegar conclusivamente ao resultado”, declara.

O deputado se dirigiu também ao setor da indústria para avançar no entendimento que permita a evolução da matéria. “Esse não é um projeto pronto e acabado, é um projeto para suscitar debate, receber contribuições e chegar a um texto que seja resultado medianamente das partes. Ora, após longos debates já chegamos à conclusão de que há sim oferta de cacau para atender a demanda. Chegada a essa conclusão, há possibilidade de avançar, de evoluir no conteúdo? A indústria do chocolate está disposta a indicar sugestão de aprimoramento no texto? Se é para convergir, é preciso fazer o esforço para a convergência. E nós estamos dispostos a chegar a esse entendimento, seja no texto ou no percentual. Estamos dispostos a fazê-lo. Esse projeto já deveria ter sido votado no início desse ano. Já chegamos a um limite que não dá para postergar mais esse debate”, completa.

BEBETO TERÁ AUDIÊNCIA COM A SPU PARA TENTAR IMPEDIR DEMOLIÇÃO DE BARRACAS

bebeto-na-tribuna

Bebeto: demolição trará prejuízos aos investidores e ao turismo. Foto: ASCOM.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) reagiu contra a decisão da Superintendência do Patrimônio da União que determinou a demolição das barracas nas praias do Milionário e Cururupe, em Ilhéus, que abalou a população. Prontamente a decisão foi anunciada, o parlamentar solicitou uma audiência na Superintendência para tratar do tema, uma vez que a demolição trará prejuízos aos investidores e ao turismo, um dos principais vetores de desenvolvimento do município. O pedido foi recebido e a audiência já está marcada para a próxima semana, quando Bebeto apresentará soluções para mediar o impasse.

Bebeto entende que é preciso haver um maior diálogo, interlocução e negociação em torno do assunto, afinal a decisão chega em plena proximidade da alta estação e atingirá em cheio a economia, com impacto social direto na cidade “Isso só irá aprofundar a crise, atingirá os cabaneiros, o cidadão comum, o trade turístico, aumentará o desemprego, o que será muito ruim para a imagem de Ilhéus”, declara Bebeto.

O deputado acrescenta que outra questão a ser pensada é que a medida anunciada ocorre às vésperas da mudança de governo municipal. Dessa forma se faz necessário que a Superintendência reveja o assunto dando tempo para uma repactuação em torno do problema.

Bebeto lembra que esse tema foi um dos principais eixos de discussão durante a campanha eleitoral em 2016, quando ele evidenciou sua preocupação com a negligência administrativa do Município o tratar do turismo e esse tema como parte das preocupações que poderia trazer prejuízos imediatos a cidade. “Ilhéus não pode continuar a sofrer com a incúria administrativa e negligência de gestores com a agenda da cidade. Vamos buscar a Superintendência para repactuar e construir um entendimento em torno do problema, pois essa é uma agenda da cidade”, conclui Bebeto.

BEBETO FAZ BALANÇO DA ELEIÇÃO E FALA SOBRE EMENDAS PARA ILHÉUS

bebeto-em-vila

Vila Nova entrevista Bebeto. Imagem: ASCOM Bebeto Galvão.

Da ASCOM de Bebeto Galvão.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) cumpriu agenda de compromissos políticos em Ilhéus, ontem e hoje (dias 27 e 28), quando se reuniu com representantes dos partidos que compuseram sua chapa na sucessão municipal e com seus coordenadores de campanha. O encontro serviu para avaliar o processo sucessório e ainda para que o deputado reafirmasse seu compromisso com o município.

Bebeto apresentou recentemente emendas individuais que beneficiarão a saúde e a educação de Ilhéus, além de ter lutado para aprovar emendas de bancada que garantiram recursos de R$ 35 milhões para a requalificação da Central de Abastecimento do Malhado e verba para a duplicação do trecho Ilhéus – Itabuna da BR 415. 

O deputado assegurou que o prefeito eleito Mário Alexandre poderá contar com o seu compromisso em favor do município. “Terá o mesmo apoio que nosso mandato deu ao atual governo, apesar das divergências, tanto que viabilizamos recursos para obras nos morros, construção de quadras e equipamentos destinados ao Hospital Geral e para a Maternidade”, enfatizou Bebeto. Na condição de membro efetivo da Comissão Mista de Orçamento do Congresso, o parlamentar disse que manterá o empenho em busca de recursos para Ilhéus.

SALDO POSITIVO – Para Bebeto, mesmo sem ter conquistado a vitória nas urnas, a participação na corrida sucessória teve aspectos positivos. “Hoje pode ter alguém que conheça Ilhéus tanto quanto eu, mas ninguém conhece mais do que eu”, declarou o parlamentar. Ele disse que, ao assumir o desafio de disputar o governo municipal, estudou a fundo todo o funcionamento da máquina administrativa ilheense, além de ter visitado todos os bairros e distritos ao longo da campanha. 

“O que fica é uma relação de respeito pela população, que escolheu de maneira livre e democrática seu prefeito e terá deste deputado toda a dedicação e empenho para ajudar Ilhéus a avançar e a resolver seus problemas”, afirmou. Em entrevistas concedidas aos programas Tropa de Elite, da Rádio Bahiana, e O Tabuleiro, da Conquista FM, Bebeto destacou ter procurado fazer uma campanha baseada no debate de ideias. “Fomos alvo de tentativas de desconstrução, inclusive com muitas mentiras, mas mantivemos a linha propositiva de nossa campanha, pelo respeito que sempre tivemos e teremos ao povo de Ilhéus”, comentou. 

PEC 241 – Bebeto falou ainda sobre seu posicionamento com relação à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241, que estabelece um teto para os gastos federais pelos próximos 20 anos. O deputado disse que apoia o mérito da proposta, por defender a ideia de um orçamento realista, mas se absteve no segundo turno da votação da PEC na Câmara, por ter divergido da duração da medida. 

“Nós defendemos que o prazo fosse fixado em dez anos, com possibilidade de revisão na metade desse tempo, além de um dispositivo que permitisse, quando o país tivesse superávit, a destinação de 50% dessa economia para as áreas de saúde, educação, assistência social e infraestrutura”, afirmou. Segundo Bebeto, como o governo endureceu nas negociações, ele optou por se abster no segundo turno.

BEBETO DEFENDE PROJETO QUE ANISTIA BLOGUEIROS E JORNALISTAS DE MULTAS ELEITORAIS

Bebeto Galvão.

Bebeto Galvão.

Da assessoria do deputado federal Bebeto Galvão.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) usou a tribuna do plenário para defender a celeridade na tramitação do projeto de lei 4653/2012, que anistia as multas aplicadas pela Justiça Eleitoral a jornalistas, editores de blogs e pessoas jurídicas que exerçam atividades de comunicação social. A medida vale para multas aplicadas entre 2008 e 2012.

Na avaliação de Bebeto, essas multas ferem um dos principais fundamentos da democracia, que é a liberdade de expressão e fere o livre direito de manifestação. “Nós queremos ver esse projeto aprovado na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), inclusive tive o cuidado de ligar para o relator da matéria no colegiado pedindo que ele desse celeridade à pauta. Essa luta atinge diretamente uma garantia constitucional que é a liberdade de expressão”, declara Bebeto.

Assista o pronunciamento de Bebeto.

BEBETO NEGA DISPUTA COM LÍDICE, MAS CRITICA RELAÇÃO COM O PT

Lídice da Mata e Bebeto Galvão. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Lídice da Mata e Bebeto Galvão. Imagem: Thiago Dias/Blog do Gusmão.

Em nota divulgada nessa sexta-feira (14), o deputado federal Bebeto Galvão afirmou que não existe disputa interna com a senadora Lídice da Mata pelo comando do PSB na Bahia. Ela preside o diretório estadual.

Bebeto destacou que Lídice e ele atuaram juntos para fortalecer o partido no estado, o que resultou na eleição de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em todas as regiões da Bahia.

Por outro lado, admitiu que “há divergência de análise política sobre o tratamento que o partido e os prefeitos socialistas têm recebido do governo do Estado, fato manifestado publicamente pelo parlamentar”, diz a nota.

“Todo partido democrático tem discussões internas, tanto do ponto de vista ideológico, quanto do projeto de crescimento político partidário. Acho sim que nós do PSB deveríamos nos posicionar de forma mais contundente em defesa das nossas bases e dos prefeitos que vivem a se esbarrar no boicote da articulação política do governo. O tratamento que recebemos não é adequado para um partido grande como o nosso. Sou correligionário de Lídice, mas não escondo de ninguém que discordo desse modelo de relação política do PT com nosso partido. Tenho minhas convicções intelectuais e não abro mão de dizer o que penso, até porque pensar diferente não configura nenhum crime político”, concluiu o deputado.

A RECONFIGURAÇÃO DO PODER NA CÂMARA DE ILHÉUS

Sede da Câmara. Imagem: Chico Andrade.

Sede da Câmara. Imagem: Chico Andrade.

Seis dos dezenove vereadores de Ilhéus conquistaram a reeleição. Cinco deles são ligados ao prefeito Jabes Ribeiro. Jamil Ocké, Aldemir e Tarcísio são do mesmo partido do alcaide, o PP. Ivo Evangelista (PRB) e Nerival (PC do B) também integram a base do governo na Câmara. Lukas Paiva (PSB) foi o único opositor reeleito.

O PSD, partido do prefeito eleito Mário Alexandre, elegeu quatro vereadores. Terá a maior bancada a partir de 2017: Paulo Carqueija, Pastor Matos, Ery Bar e Jerbson Moraes.

O PDT garantiu três representantes: Abraão, César Porto e Thadeu Muniz. Além de Lukas Paiva, o PSB elegeu Nino Valverde e Fabrício Nascimento.

Gil Gomes e Paulo Meio Quilo vão representar o Partido Verde. Makrisi ficou com a única vaga do PT. O PMDB elegeu apenas Juarez Almeida.

A base

Além dos correligionários eleitos, Marão recebeu o apoio de Gil Gomes durante a campanha. Se os vereadores ligados a Jabes confirmarem a tendência de liderar o bloco opositor, o futuro prefeito terá que buscar o diálogo com o PDT do vereador Cosme Araújo e o PSB do deputado federal Bebeto Galvão.

O vereador Alisson Mendonça, que não tentou a reeleição para o sexto mandato, poderá abrir caminho para Marão no PDT.

Mário Alexandre tem dito que o seu governo vai buscar o apoio de todos os deputados federais e estaduais que conquistaram votos ilheenses em 2014. As palavras soam como um aceno para Bebeto.

CÂMARA GARANTE ANISTIA PARA POLICIAIS GREVISTAS

Bebeto encaminhou o voto da bancada do PSB para derrubar veto presidencial.

Bebeto encaminha voto da bancada do PSB contra veto presidencial.

A Câmara dos Deputados derrubou ontem (24) o veto da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) ao projeto de anistia aos policiais que foram penalizados por participar de mobilizações grevistas.

O deputado federal Bebeto Galvão encaminhou o voto da bancada do PSB contra o veto presidencial. Segundo ele, a mobilização dos trabalhadores não pode ser criminalizada. “Estas manifestações são parte de um processo de valorização dos agentes de segurança pública. Esta Casa deve, em respeito a essas manifestações, promover a anistia daqueles que lutaram não apenas para valorizar os salários das categorias, mas por uma segurança que garanta proteção à sociedade e aos policiais”, disse Bebeto.

NOVIDADE NA CORRIDA PELA PREFEITURA DE ILHÉUS

Bebeto Galvão e Jabes Ribeiro. Imagens: Ascom e O Tabuleiro.

Bebeto Galvão e Jabes Ribeiro. Imagens: Ascom e O Tabuleiro.

Por Thiago Dias

Segundo o bem informado blogueiro Jamenson Araújo (Blog Agravo), o PSB apresentou o nome do deputado federal Bebeto Galvão como pré-candidato a prefeito de Ilhéus. A novidade balançou o cenário político local.

Bebeto confirmou a informação nessa sexta-feira (29). Antes, hesitou em se apresentar como pré-candidato, o que gerou especulações sobre a possibilidade do PSB apoiar a eventual candidatura da Professora Carmelita (PT). Com a decisão de ontem, se a dobradinha for confirmada, a petista vai ter que se contentar com o posto de vice.

Por outro lado, a lealdade dos membros baianos do Partido Progressista ao governador Rui Costa, confirmada na votação do impeachment, pressiona a cúpula estadual do PT a apoiar o grupo do prefeito Jabes Ribeiro (PP).

Independente da posição do PT, a expressiva votação obtida pelo deputado em 2014 deixou claro que o seu nome era o único capaz de garantir protagonismo ao PSB nas eleições de Ilhéus. A unidade pode ser determinante para uma disputa eleitoral de apenas um turno. E Bebeto é o opositor de JR com mais capital político para unificar uma oposição hoje fragmentada.

Reunião da executiva municipal do PSB. Imagem: Blog Agravo.

Reunião da executiva municipal do PSB. Imagem: Blog Agravo.

Isso já pode ser observado na foto da reunião de ontem do Partido Socialista Brasileiro. Ela mostra três vereadores recém-filiados: James Kosta, Valmir Freitas e Lukas Paiva. Há pouco tempo, James e Valmir estavam com Jabes (assim como o PSB esteve na eleição de 2012). Lukas mantém-se na oposição desde o início do mandato. Um novo catalisador político os uniu.

Thiago Dias é graduado em comunicação.

Página 1 de 21...Última »