WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Terca-Feira, 12 de Dezembro de 2017
cenoe faculdade madre thais

O LULÔMETRO ESTÁ DE VOLTA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Por Bernardo Mello Franco/Folha de S. Paulo.

Uma vitória de Lula pode derrubar a Bolsa e levar o dólar a R$ 4. A estimativa foi divulgada pela corretora XP, que disse ter ouvido 211 investidores. É a volta do terrorismo de mercado, que sempre tenta ditar o resultado das eleições.

Em 1989, o presidente da Fiesp anunciou que 800 mil empresários deixariam o país se Lula fosse eleito. A frase facilitou a vitória de Fernando Collor, que confiscou a poupança e deixou a economia em frangalhos.

Em 2002, o Goldman Sachs lançou o “lulômetro” e projetou um câmbio nas alturas. O megainvestidor George Soros disse que o Brasil teria que escolher entre o tucano José Serra e o caos. O petista assumiu com o dólar a R$ 3,52 e voltou para São Bernardo com a cotação a R$ 1,66.

(mais…)

CARAVANA DE LULA CHEGA À BAHIA

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) decidiu correr o país. Na bagagem, leva o seu plano de voltar à Presidência da República nas eleições de 2018. Nas andanças, também defende a sua imagem pública dos estragos da ação penal do “triplex”, em que foi condenado no primeiro julgamento.

Nessa quinta-feira (17), a caravana do ex-presidente vai desembarcar na Bahia. A missão baiana começará às 16 horas, em Salvador, numa visita de Lula ao metrô da capital, na companhia do governador Rui Costa (PT).

Na mesma tarde, o líder petista vai participar de solenidades na Arena Fonte Nova. Na sexta (18), passará pelas cidades de Cruz das Almas e São Francisco do Conde e, no sábado (19), Feira de Santana.

HERDEIRA DE BANCO SUÍÇO DOA R$ 500 MIL A LULA

Autorretrato de Roberta Luchsinger.

Autorretrato de Roberta Luchsinger.

Da Folha de S. Paulo

Se Luiz Inácio Lula da Silva é visto como o pai do Bolsa Família, ela quer ser a mãe do “Bolsa Lula”.

Herdeira da família fundadora do banco Credit Suisse, Roberta Luchsinger, 32, decidiu lançar um movimento de apoio financeiro ao ex-presidente, que teve quase R$ 10 milhões em planos de previdência e contas bancárias bloqueados a pedido do juiz Sergio Moro.

A neta do suíço Peter Paul Arnold Luchsinger abriu o bolso, o closet e o cofre para fazer uma doação pessoal ao petista no valor de cerca de R$ 500 mil em dinheiro, joias e objetos de valor.

“Com o bloqueio dos bens de Lula, Moro tenta inviabilizá-lo tanto na política quanto pessoalmente. Vou fazer uma doação para que o presidente possa usar conforme as necessidades dele”, diz Roberta.

Ela saca da bolsa Hermés um cheque ao portador no valor de 28 mil francos suíços (cerca de R$ 91 mil), mesada que recebia do avô morto em 8 de julho, aos 92 anos.

“Foi o último cheque que recebi dele e vou repassar integralmente ao Lula. Agora, já podem dizer que ele tinha conta na Suíça, aquela que os procuradores da Lava Jato tanto procuraram e não acharam”, ironiza Roberta.

(mais…)

PT DIZ QUE CONDENAÇÃO DE LULA ATACA A “DEMOCRACIA”

Ex-presidente Lula. Imagem: Instituto Lula.

Ex-presidente Lula. Imagem: Instituto Lula.

Ontem (12), após a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Partido dos Trabalhadores emitiu uma nota oficial em defesa do seu presidente de honra.

De acordo com o PT, a decisão do juiz federal Sérgio Moro se baseou “exclusivamente em delações premiadas negociadas ao longo de meses com criminosos confessos”.

Ainda segundo a nota, a sentença não apresentou “provas que justifiquem a condenação nos termos expressos pelas leis brasileiras”. Leia a íntegra.

Nota oficial

A condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva representa um ataque à democracia e à Constituição Federal. Embora seja uma decisão de primeira instância, trata-se de medida equivocada, arbitrária e absolutamente ilegal, conduzida por um juiz parcial, que presta contas aos meios de comunicação e àqueles que não aceitam a trajetória de sucesso de Lula na presidência.

(mais…)

MORO CONDENA LULA A NOVE ANOS DE PRISÃO

O juiz Sergio Moro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O juiz Sergio Moro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O juiz federal Sérgio Moro condenou hoje (12) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e seis meses de prisão por lavagem de dinheiro.

A decisão se baseia nas delações dos executivos da empresa OAS sobre o caso do triplex, como resultado da Operação Lava Jato. Cabe recurso.

O ex-presidente ainda não se manifestou sobre a condenação.

Com informações da TV Globo.

LULA EM SALVADOR

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em agosto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai visitar Salvador. O Partido dos Trabalhadores divulgou a informação nessa sexta-feira (7). A assessoria do PT, no entanto, não confirmou a data da visita. Segundo o partido, a agenda de Lula na capital baiana vai priorizar o diálogo com a juventude e os movimentos sociais.

O DOGMA COMO PRISÃO DA IDOLATRIA

Os ex-presidentes Lula e Dilma no congresso do PT. Imagem: G1.

Os ex-presidentes Lula e Dilma no congresso do PT. Imagem: G1.

Por Thiago Dias

Um dogma vigora até a ruptura da convenção sobre a qual se sustenta. Isso os dogmas têm em comum com os ídolos. Ambos duram tanto quanto o sistema de valores e crenças que os mantêm. Dogmas e ídolos compartilham outra característica. Devem ser incontestáveis, porque a contestação ameaça as convenções.

Dogmática e idolatria se misturam na política. A depender das circunstâncias, podem ser motores da mobilização popular. Na maioria das vezes, servem para deixar as coisas como estão.

Tomemos o exemplo do Partido dos Trabalhadores. Justifico a escolha: parte significativa da esquerda brasileira vê no ex-presidente Lula a única figura capaz de conter o avanço de nomes como o do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) na corrida presidencial. Eis um dogma diante do ídolo.

(mais…)

GOVERNO VAI USAR FALAS DE LULA A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Da coluna Painel/Folha de São Paulo

Quem te viu… O Planalto decidiu explorar ao máximo as diversas declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a favor de uma reforma da Previdência para combater os críticos das mudanças nas regras de aposentadoria nas redes sociais. Declarações de Dilma Rousseff sobre o tema também foram coletadas, mas o governo desistiu de usá-las. Auxiliares do presidente Michel Temer afirmaram que as falas da petista são “tão confusas” que ficaria difícil trabalhar com elas.

Destinatária A decisão do presidente de aceitar diminuir em dois ou três anos a idade mínima para a aposentadoria de mulheres atende a pleito da bancada feminina da Câmara e do PSDB.

E o povo? O esforço para agradar a base aliada contraria o resultado de pesquisas contratadas pelo Planalto. Segundo os levantamentos à disposição de Temer, 60% da população diz ser a favor de que homens e mulheres sejam submetidos às mesmas regras de aposentadoria.

Venham todos O governo organiza grande evento para toda a base aliada, no Palácio do Planalto, dia 17, antes da votação do relatório sobre a reforma da Previdência. Temer e Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, serão os anfitriões.

Leia a íntegra aqui.

CHICO BUARQUE ASSINA MANIFESTO POR CANDIDATURA DE LULA

Chico Buarque e Lula durante julgamento do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Imagem: AFP.

Chico Buarque e Lula durante o julgamento do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Imagem: AFP.

O músico e escritor Chico Buarque de Holanda está entre os intelectuais que assinaram manifesto em defesa da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a presidente do Brasil em 2018.

Acadêmicos, jornalistas e outros artistas também endossam o documento que será lançado oficialmente na próxima segunda-feira (6). A partir de então, por meio de uma plataforma online, qualquer pessoa poderá assiná-lo.

O texto pede que Lula “considere a possibilidade de, desde já, lançar a sua candidatura à Presidência da República no próximo ano”. Leia a íntegra.

CARTA  DAS(OS)  BRASILEIRAS(OS)

Por que Lula?

É o compromisso com o Estado Democrático de Direito, com a defesa da soberania brasileira e de todos os direitos já conquistados pelo povo desse País, que nos faz, através desse documento, solicitar ao ex-Presidente Luiz Inácio LULA da Silva que considere a possibilidade de, desde já, lançar a sua candidatura à Presidência da República no próximo ano, como forma de garantir ao povo brasileiro a dignidade, o orgulho e a autonomia que perderam.

Foi um trabalhador, filho da pobreza nordestina, que assumiu, alguns anos atrás, a Presidência da República e deu significado substantivo e autêntico à democracia brasileira.  Descobrimos, então, que não há democracia na fome, na ausência de participação política efetiva, sem educação e saúde de qualidade, sem habitação digna, enfim, sem inclusão social. Aprendemos que não é democrática a sociedade que separa seus cidadãos em diferentes categorias.

Por que Lula? Porque ainda é preciso incluir muita gente e reincluir aqueles que foram banidos outra vez; porque é fundamental para o futuro do Brasil assegurar a soberania sobre o pré-sal, suas terras, sua água, suas riquezas; porque o País deve voltar a ter um papel ativo no cenário internacional; porque é importante distribuir com todos os brasileiros aquilo que os brasileiros produzem. O Brasil precisa de Lula!

LULA LIDERA ELEIÇÕES DE 2018 EM TODOS OS CENÁRIOS, DIZ CNT/MDA

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Imagem: Instituto Lula.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Imagem: Instituto Lula.

Da CartaCapital

Lula desponta como o nome mais forte para as eleições presidenciais de 2018, segundo a pesquisa CNT/MDA divulgada na quarta-feira 15. O ex-presidente lidera as intenções de voto no primeiro turno tanto na pesquisa espontânea quanto na estimulada. Nos seis cenários imaginados pela pesquisa para o segundo turno, o petista aparece em três e lidera todas.

 A extrema-direita também está bem cotada: o candidato mais lembrado espontaneamente depois de Lula é o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ).

Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 138 municípios nas 25 unidades federativas, das cinco regiões, entre os dias 8 e 11 de fevereiro.

(mais…)

LULA TENTA RECUPERAR ESPAÇO NA MÍDIA, MAS DEVE EXPLICAÇÕES

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Imagem: Instituto Lula.

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Imagem: Instituto Lula.

Por Elio Gaspari/Folha de S. Paulo

Protegido pela imprensa ao tempo em que era um sindicalista, Lula desenvolveu uma relação adversária com aquilo que chama de “mídia”. Fora do poder, “Nosso Guia” procura recuperar o espaço perdido. No último ano, deu umas dez entrevistas à imprensa internacional. Falou com celebridades, como o cineasta americano Oliver Stone, e foi entrevistado pela TV turca e pela Al Jazeera.

Em nenhuma dessas ocasiões contou o que tinha na cabeça em 2004 quando resolveu cancelar o visto de permanência do jornalista Larry Rohter, correspondente do “The New York Times”.

(Rohter escrevera um artigo dizendo que ele convivia exageradamente com o copo. Isso não chegava a ser novidade pois o comissário Luiz Marinho, presidente da CUT, explicou uma declaração de seu amigo em defesa de uma reforma das leis trabalhistas dizendo que o presidente “já havia tomado vinho demais” no jantar.)

Lula desistiu de expulsar Rohter quando seu ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos, convenceu-o a esfriar a cabeça.

Elio Gaspari é jornalista e colunista da Folha de S. Paulo e do jornal O Globo.

LULA É ALVO DE “PERSEGUIÇÃO POLÍTICA”, AFIRMA INSTITUTO

Ex-presidente Lula.

Ex-presidente Lula.

Na manhã dessa segunda-feira (19), o juiz Sergio Moro aceitou a terceira denúncia da Operação Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – lembre aqui.

Após a notícia, o Instituto Lula emitiu nota à imprensa. No texto, a entidade afirma que o ex-presidente tem sido vítima de uma “perseguição política”, cujo objetivo é impedir que Lula seja candidato à Presidência da República em 2018. Leia a íntegra.

NOTA À IMPRENSA

UM APARTAMENTO ALUGADO E UM TERRENO QUE NUNCA FOI DO INSTITUTO LULA – AS NOVAS INVENÇÕES DA LAVA JATO CONTRA LULA

O Instituto Lula reafirma que nunca teve outra sede a não ser o sobrado onde funciona até hoje, adquirido em 1990 pelo Instituto de Pesquisas e Estudos do Trabalhador (IPET). O Instituto sempre recebeu doações legais, declaradas e dentro da lei. O ex-presidente Lula nunca solicitou vantagens indevidas e sempre agiu dentro da lei antes, durante e depois da presidência da República. A Lava Jato, que começou investigando desvios na Petrobras, se tornou uma perseguição ao ex-presidente Lula, aceitando ações capengas e sem provas sobre um apartamento que o ex-presidente aluga e um terreno que jamais foi pedido ou usado pelo Instituto Lula para justificar uma perseguição política que tem como objetivo impedir que Lula seja candidato em 2018. O ex-presidente continuará a se defender na Justiça.

Assessoria de imprensa do ex-presidente Lula

Página 1 de 41...Última »