abril 2015
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  


faculdade madre thais

:: ‘Ferrovia Norte Sul’

PRESIDENTE DA CAMARGO CORRÊA DIZ QUE PAGOU PROPINA NA FERROVIA NORTE-SUL

Imagem: Ailton Freitas/Agência O Globo.

Imagem: Ailton Freitas/Agência O Globo.

Do jornal O Globo

CURITIBA – O presidente da Camargo Corrêa, Dalton Avancini, confessou à Justiça que a empresa pagou propina para executar obras na Ferrovia Norte-Sul, nos mesmos moldes das operações que foram feitas com os contratos da Petrobras, inclusive com formação de cartel entre as empresas. O executivo admitiu que o esquema irrigou os cofres de partidos políticos e agentes públicos.

As declarações foram feitas em depoimento de delação premiada aos investigadores da Operação Lava-Jato. Na Norte-Sul, a empreiteira participou de contratos no valor de R$ 1 bilhão, assinados em 2010 com a Valec, estatal ligada ao Ministério dos Transportes que administra as ferrovias brasileiras. As informações foram obtidas pelo GLOBO. Com essas revelações, as investigações podem chegar a novos executivos das empreiteiras.

Em prisão domiciliar desde segunda-feira, Avancini detalhou a existência, na Norte-Sul, de um esquema similar ao “Clube das Empreiteiras”, que determinava quais empresas venceriam as licitações na Petrobras. Os investigadores querem saber se as regras do cartel eram idênticas ao esquema coordenado pelo presidente da UTC, Ricardo Pessoa, na estatal de petróleo. Além da Camargo, entre as empresas envolvidas estariam outras investigadas na Lava-Jato como Constran, ligada à UTC, Andrade Gutierrez e Queiroz Galvão.

:: LEIA MAIS »

PAULO SÉRGIO PRETENDE RETOMAR RITMO NORMAL DAS OBRAS

Uma semana após a presidente Dilma Rousseff suspender por 30 dias as licitações, projetos, obras e serviços do Ministério dos Transportes para um pente-fino geral nos gastos excessivos da pasta, o ministro recém-empossado, Paulo Sérgio Passos, já quer revogar a medida.

Pulo Sérgio disse, ontem (quarta-feira, 13), para deputados, que pretende retomar o ritmo normal das principais obras do ministério, mas que antes conversará com a presidente sobre a urgência das construções.

A idéia de Passos é que, à medida que sejam investigados os casos de irregularidades, os processos sejam liberados imediatamente, sem esperar o fim do prazo de 30 dias estabelecido por Dilma, que acaba no dia 6 de agosto.

Entre as obras suspensas para investigação, e que podem voltar com todo o gás estão trechos das ferrovias Norte-Sul e Oeste Leste e rodovias federais em vários Estados, paralisadas por indícios de superfaturamento, cobrança por serviços não realizados, não pagamento de áreas desapropriadas e falhas de projeto.

Informações do Estadão.

DILMA CORTA ORÇAMENTO DA FERROVIA OESTE-LESTE

Em primeira mão.

A Presidenta Dilma Rousseff deu uma grande tesourada no orçamento de construção da Ferrovia Oeste-Leste.

Na última terça-feira (10), através do decreto 13040, Dilma cancelou a dotação orçamentária, cerca de 285 milhões de reais, destinados à colocação dos trilhos, locomotivas e etc, do trecho Ilhéus-Caetité.

Os recursos foram remanejados para outras obras do governo federal, dentre elas,  a ferrovia Norte-Sul.

A ferrovia Oeste-Leste é fundamental para a viabilização do Porto Sul, projeto que inclui a construção de um terminal de exportação de minério de ferro, da empresa do Cazaquistão (Bamin), idealizado em Aritaguá.

O corte joga um “mar de incertezas” na iniciativa “desenvolvimentista” do governo do estado.

Veja o decreto.

http://www.blogdogusmao.com.br/v1/2011/05/11/vila-nova-e-o-cenario-politico-de-barro-preto/13040

 

JUQUINHA DA VALEC É ACUSADO DE SUPERFATURAMENTO

Juquinha.

Segundo a edição 2162 da revista Isto É, o presidente da Valec Engenharia, Construções e Ferrovia S/A, José Francisco das Neves, o Juquinha, juntamente com outros executivos da empresa, são acusados de terem superfaturado obras da ferrovia Norte Sul, segundo o relatório de peritos criminais da Polícia Federal. A Norte Sul já tem 1,3 mil quilômetros construídos, tendo consumido o total de R$ 4 bilhões. Os peritos projetam que os desvios podem alcançar a cifra de R$ 1,1 bilhão.

Sete lotes da obra foram concluídos. O lote 4, pesquisado pela perícia, compreendido no trecho entre os municípios de Santa Isabel e Uruaçu, em Goiás, já foram desviados R$ 71 milhões, que corrigidos até o mês de janeiro deste ano atingem o valor de R$ 92 milhões.

Juquinha é aquele que, dias atrás, falou, autoritariamente, para quem duvida da concretização da Ferrovia Oeste Leste (FIOL), programada para ligar Caetité/ BA a Figueirópolis (TO): “Não fiquem na frente do traçado, porque o trem vai passar em cima de vocês”. Declaração própria de quem é acostumado a agir fora da lei.

Clique aqui para ler a matéria da Isto É.

whatsapp


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia