novembro 2014
D S T Q Q S S
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  



faculdade madre thais

:: ‘Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)’

IBGE PRORROGA INSCRIÇÕES EM SELEÇÃO COM 7.825 VAGAS

Novo prazo termina no próximo dia 20.

Novo prazo termina no próximo dia 20.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) prorrogou as inscrições em seu processo seletivo até 20 de janeiro, no site da Fundação CesGranRio.

Há 7.600 vagas para a função Agente de Pesquisas e Mapeamento, em 546 cidades espalhadas por todos os estados do país (mais o Distrito Federal). O salário é de R$ 1.020,00 por jornada de 40h semanais – o cargo exige ensino médio completo.

Foram abertas 180 vagas para Agente de Pesquisas por Telefone, no Rio de Janeiro. Também é exigido ensino médio para esta função e o salário será de R$ 765,00 por 30h semanais.

As vagas restantes são para candidatos com formação superior. Analista Censitário de Geoprocessamento (25 + 2 PNE); Supervisor de Pesquisas nas áreas de Estatística (3); Administração (5), qualquer graduação (8 + 1 PNE) e Tecnologia de Informação e Comunicação (1). Todas as oportunidades são para atuar no Rio de Janeiro, com salário de R$ 4.000,00 por jornada de 40h.

O edital de abertura está disponível aqui (ainda com as datas anteriores do processo seletivo).

SUDESTE CONCENTRA METADE DOS INTERNAUTAS BRASILEIROS

A sociedade em redeNesta sexta-feira (27), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). No Brasil, uma a cada duas pessoas conectadas à internet mora na região sudeste.

Em 2012, o número de brasileiros com acesso à rede mundial de computadores chegou a 83 milhões. Desse total, 41 milhões moram em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais ou Espírito Santo. 

Segundo Manuel Castells, a sociedade em rede tende a ampliar as diferenças socioeconômicas entre os centros urbanos conectados e os espaços alheios ao avanço da técnica informacional. Castells identificou os lugares desconectados como “bolsões de pobreza”. 

IBGE ABRE CONCURSO PARA PREENCHER 420 VAGAS

IBGE-1024x575O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou edital de abertura de concursos públicos para preencher 420 vagas. São 300 vagas de ensino médio (para técnico em informações geográficas e estatísticas) e 120 vagas de nível superior (60 para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e 60 para tecnologista em informações geográficas e estatísticas).

As inscrições devem ser feitas de 1º a 24 de outubro através do site da Cesgranrio. A taxa é de R$ 50 para nível técnico e R$ 110 para superior.

Os salários variam de R$ 2.813,10 a 7.930,24. Há vagas para o Rio Grande do Sul, Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

Clique aqui e veja o edital.

ILHÉUS E ITABUNA TÊM 134 CASAIS HOMOSSEXUAIS DECLARADOS

Do Correio

De acordo com os dados do Censo 2010 divulgados nesta quarta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a capital baiana é a terceira com maior número de casais gays, com 1.595 uniões. Em todo o país, o censo identificou 60 mil casais, sendo a maioria em São Paulo (7.532) e Rio de Janeiro (5.612).

Na Bahia foram contabilizados um total de 3,3 mil casais gays, com maior concentração em Salvador. Em seguida, está a segunda maior cidade do estado, Feira de Santana, com 119. As outras cidades que também contabilizaram um número considerável de casais homoafetivos foram Lauro de Freitas (90), Ilhéus (77), Porto Seguro (71), Camaçari (71), Itabuna (57) e Vitória da Conquista (43).

Por regiões, o Nordeste fica na segunda colocação com 20% de todos os casais do país. O censo também revelou que a maioria das uniões homossexuais são formadas por mulheres (53%) e por católicos (47,4%), sendo que a maioria também não são uniões formais (com registro civil ou religioso).

MULHERES TRABALHAM MAIS DO QUE OS HOMENS, APONTA RELATÓRIO

Da Época

As mulheres trabalham mais horas do que os homens, considerando o tempo trabalhado fora e dentro de casa. Dados do relatório Perfil do Trabalho Decente no Brasil: um Olhar sobre as Unidades da Federação, divulgado nesta quinta-feira (19) pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), mostram que, no total, os homens têm jornada de 52,9 horas semanais. As mulheres, de 58 horas, 5,1 horas a mais do que o sexo oposto – o que equivale a 20 horas adicionais por mês, cerca de 10 dias a mais por ano.

O relatório da OIT analisou os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que aponta que 90,7% das mulheres que estão no mercado de trabalho também realizam atividades domésticas – percentual que cai para 49,7% entre os homens. No trabalho, elas gastam, em média, 36 horas por semana; eles, 43,4 horas. Em casa, por outro lado, elas gastam 22 horas semanais. Os homens, 9,5 horas.

:: LEIA MAIS »

RENDA DAS MULHERES CRESCE NO NORDESTE

Do A Tarde

O rendimento médio do trabalho das mulheres brasileiras cresceu 13,5% reais em 2010 na comparação com 2000 – muito além dos 4,1% dos homens e dos 5,5% de ambos os sexos somados, constatou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Censo 2010.

O órgão verificou que, com as mudanças, a renda mensal média feminina, que equivalia a 67,7% do que ganhavam os homens no início da série, passou a 73,8% no seu fim. A pesquisa mostra que os maiores avanços da renda média mensal das trabalhadoras aconteceram no Nordeste, onde o aumento foi de 30,3% reais, de R$ 645 para R$ 841, contra 10,3% dos homens, de R$ 1.097 para R$ 1.210.

RENDA DOS BAIANOS CRESCE 130% EM 10 ANOS

Dados do Censo 2010 divulgados na quarta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam mudanças significativas na Bahia.

A renda do baiano, por exemplo,  cresceu quase 130% em dez anos. Já o índice de analfabetismo caiu 28% no mesmo período.

Embora alguns números sejam animadores, a Bahia ainda está abaixo da média nacional em quesitos importantes, como a taxa de analfabetismo que é de 16,59% no estado, contra 9,63%.

A taxa de desemprego da Bahia também é maior do que a média no país, que é de 7,66%, já na Bahia é de 10,9%. O salário médio no Brasil é de R$ 1.212,05, enquanto no estado é de R$ 815,14.

Informações do G1.

40 MIL ILHEENSES VIVEM COM UM SALÁRIO MÍNIMO

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 40 mil pessoas vivem com um salário  mínimo em Ilhéus.

O segundo município mais populoso do sul da Bahia tem 38.122 pessoas com rendimento menor que um salário mínimo. E 6.959 moradores que sobrevivem com um quarto do mínimo por mês. 

Os que ganham entre um e dois salários chegam a 8.510 pessoas. 

Com ganhos mensais acima de cinco salários, foram detectados apenas 1.823 habitantes. Os que declararam não ter nenhum rendimento somam 2.469. 

Informações do A Região.

IBGE DIVULGA LOCAIS DE PROVAS

Os candidatos ao processo seletivo para 4.250 vagas de agente de pesquisas e mapeamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já podem consultar o local de provas e o cartão de confirmação.

Os dados estão disponíveis no site da organizadora: www.consulplan.net. Os interessados devem acessar a página com o número de inscrição e CPF para saberem data, local e horário das provas.

No total, mais de 129 mil candidatos se inscreveram para a seleção.

IBGE PUBLICA EDITAL DE CONCURSO PARA 4250 VAGAS EM TODO O PAÍS

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (29) o edital do processo seletivo para 4.250 vagas temporárias de agente de pesquisas e mapeamento, que exige nível médio.

O salário é de R$ 850. Há vagas para Ilhéus e Itabuna, além de outras cidades baianas.

A jornada de trabalho será de 40 horas semanais. Os serviços serão prestados pelo prazo máximo de 24 meses.

O contratado receberá auxílio-alimentação e auxílio-transporte, assim como terá direito a férias e ao 13º salário.

As inscrições serão realizadas de 29 de agosto a 19 de setembro, através do endereço eletrônico www.consulplan.net, com taxa única de R$ 20.

Veja abaixo o edital e o quadro de vagas do concurso.

:: LEIA MAIS »

IBGE ABRE 4500 VAGAS PARA TEMPORÁRIOS

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai contratar 4.500 profissionais temporários, para cargos de agente de pesquisa presencial e por telefone, e supervisor de pesquisa. A escolaridade exigida é de ensino médio e superior.

As vagas serão distribuídas por todos os estados brasileiros. A remuneração varia de R$ 1000 a R$ 4000, assim como a taxa de inscrição, que vai de R$ 20 a R$ 60. O edital será lançado até o dia 18 deste mês.

Informações do A Tarde.

EXTREMA POBREZA É MAIOR ENTRE NEGROS, JOVENS E NORDESTINOS

A maioria dos brasileiros que vivem em situação de extrema pobreza é negra ou parda, jovem e vive na região Nordeste. É o que mostra o levantamento feito pelo governo federal, com base em dados do Censo Demográfico de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nessa situação de miséria encontram-se 16,2 milhões brasileiros, o equivalente a 8,5 % da população do país. São consideradas em situação de extrema pobreza as pessoas que vivem com menos de R$ 70 mensais.

O mapa revela que 46,7% dos extremamente pobres vivem na zona rural, principalmente da região nordeste, onde se concentram  9,61 milhões de pessoas nessa faixa.

Os dados revelam também que, além da renda baixa, a parcela da população em extrema pobreza não tem acesso à serviços públicos, como água encanada, coleta de esgoto, energia elétrica ou saúde.

Com base nos levantamentos, o governo deve lançar em breve o plano Brasil sem Miséria, que visa acabar com a pobreza extrema no Brasil até 2014. O plano será uma combinação de políticas de transferência de renda com capacitação profissional.

Com informações da Agência Brasil

IBGE DIVULGA NOVOS DADOS DO CENSO 2010

A população brasileira cresceu, em 138 anos, quase 20 vezes, segundo apontam os resultados do Censo Demográfico 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2010, atingimos a marca de 190.755.799 habitantes. Dados preliminares divulgados pelo IBGE em novembro do ano passado apontavam 190.732.694. Em 1872, quando foi realizado o primeiro recenseamento, éramos 9.930.478.

Os dados fazem parte da Sinopse do Censo Demográfico 2010, divulgada nesta sexta-feira (29) pelo IBGE. O documento, segundo o instituto, apresenta os primeiros resultados definitivos do último recenseamento.

Alguns números divulgados preliminarmente em novembro de 2010 foram ajustados, a exemplo do total da população, com a inclusão de estimativas sobre a população dos domicílios considerados fechados durante a coleta de dados. Os censos demográficos acontecem a cada dez anos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia