WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017
cenoe faculdade madre thais

CONHEÇA O PROJETO VENCEDOR DO CONCURSO DE REVITALIZAÇÃO DO CENTRO HISTÓRICO DE ILHÉUS

                       Planta do projeto vencedor do “VivaACidade”.

Nessa segunda-feira (13), o Arch Daily (Site de arquitetura) divulgou o projeto vencedor do Concurso de Ideias de Arquitetura “VivaACidade” do Instituto Nossa Ilhéus (INI). A iniciativa fez parte da Semana de Mobilidade 2017. A premiação ocorreu no dia 22 de setembro. Reveja aqui.

O objetivo do concurso foi confrontar as melhores propostas, com base na apropriação do espaço público pelas pessoas e na valorização do patrimônio histórico e cultural.

O vencedor da competição foi o estudante do sétimo semestre de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Independente do Nordeste (FAINOR), Rafael Lamary Silva Santos, com a orientação do professor Geraldo Angel Bressan Smith. O segundo lugar ficou com a dupla Maria Luiza Calixto e Marlindi Leal Venturin, estudantes da Faculdade Madre Thaís (FMT), em Ilhéus.

O projeto vencedor visa renovar a área central do município que, segundo os autores, está em desarmonia com o Centro Histórico. O trabalho define os locais para a circulação de veículos, a subdivisão dos pisos, a valorização dos monumentos, entre outras modificações urbanísticas.

INSTITUTO NOSSA ILHÉUS INTEGRA CONSELHO DO BID

Instituto Nossa Ilhéus entra pro BID. Imagem: INI
Maria do Socorro Mendonça. Presidente do instituto. Imagem: Divulgação.

O Instituto Nossa Ilhéus (INI) é uma das 10 instituições selecionadas para compor o novo Grupo Consultivo da Sociedade Civil do Banco Interamericano de Desenvolvimento (ConSoc BID), uma instância de diálogo entre as organizações da sociedade civil e o banco, no Brasil.

Criado em 1959, o BID é uma das principais fontes de financiamento a longo prazo para o desenvolvimento econômico, social e institucional da América Latina e do Caribe.

A seleção considerou a trajetória do instituto e o trabalho desenvolvido com o monitoramento social por meio do projeto “De olho na Câmara de Vereadores”, além das participações nos espaços de governança.

Nesse novo espaço, o INI vai representar a visão da sociedade civil brasileira, numa perspectiva participativa e transversal dos setores nos quais o BID atua.

A presidente do INI, Maria do Socorro Mendonça, falou sobre a perspectiva e da nova fase do instituto. “Participar deste espaço é, além de um motivo de honra pois legitima o trabalho desenvolvido pelo Instituto Nossa Ilhéus, a oportunidade de contribuir com a missão do BID, que é melhorar vidas, o que será feito junto com as demais organizações que compõem o Conselho Consultivo”.

GESTORES PÚBLICOS INICIAM CURSO DE CAPACITAÇÃO

Lívio Giosa.

Lívio Giosa.

Na próxima sexta-feira (12), o professor Lívio Giosa vai ministrar a aula magna do Curso de Capacitação do Gestor Público. O ato será às 14 horas, no auditório do curso de direito da UESC.

A capacitação vai beneficiar 35 gestores públicos de municípios do sul da Bahia. A iniciativa é fruto de parceria entre o Instituto Nossa Ilhéus e o Departamento de Ciências Administrativas e Contábeis da UESC, com o apoio do Instituto Arapyaú e da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (AMURC).

UESC SELECIONA GESTORES PÚBLICOS PARA CURSO DE CAPACITAÇÃO

UESC. Imagem: Rede Sul Bahia.

UESC. Imagem: Rede Sul Bahia.

A UESC está com inscrições abertas para o curso de capacitação de gestores públicos. O prazo para inscrição, que deve ser realizada no protocolo geral da universidade, vai até a próxima sexta-feira (17). O programa é direcionado para prefeitos, secretários e outros servidores municipais.

O curso de 180 horas tem 35 vagas. As aulas serão presenciais e a distância, às sextas-feiras (das 14 às 22h) e aos sábados (das 8 às 14h). Conforme o edital, as atividades ocorrerão na sala 1202, no segundo andar do Pavilhão Pedro Calmon, sob a coordenação dos professores Danilo Moreira Jabur e Josefa Sônia da Fonseca. O edital também traz a lista de documentos necessários para a inscrição.

Os candidatos vão ser entrevistados nos dias 3 e 4 de março. A UESC vai divulgar o agendamento das entrevistas junto com a lista de inscrições homologadas.

A iniciativa é fruto de uma parceria entre a UESC, por meio do Departamento de Ciências Administrativas e Contáveis, o Programa Cidades Sustentáveis, a Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc-BA), o Instituto Nossa Ilhéus e o Instituto Arapyaú.

Segundo a presidente do Instituto Nossa Ilhéus, Socorro Mendonça, além de um sonho prestes a ser realizado, o curso é um das metas do termo de cooperação técnica em benefício dos municípios do Sul da Bahia.

INSTITUIÇÕES REPROVAM AUMENTO SALARIAL PARA POLÍTICOS DE ILHÉUS

dinheiroDezessete instituições se posicionaram contra os projetos de lei que podem aumentar em até 27,98% os salários dos vereadores, prefeito e vice-prefeito de Ilhéus.

Na última quarta-feira (28), os vereadores receberam o manifesto público assinado pelas entidades e mais de 1200 pessoas.

Atualmente o vereador de Ilhéus recebe R$ 10.021,00, além do mesmo valor para contratar assessores. Se os projetos forem aprovados, o salário dos parlamentares chegará a R$ 12.825,00. Já os vencimentos do prefeito e do vice subirão para R$20.487,50 e R$15.300,00.

O prefeito e o vice-prefeito eleitos de Ilhéus, Mário Alexandre (Marão – PSD) e José Nazal (Rede Sustentabilidade), posicionaram-se contra o reajuste para o Executivo.

As instituições que rejeitam o aumento são: Associação Comercial e Industrial de Ilhéus, Câmara de Dirigentes Lojistas, Sindicatos das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos, Computadores, Informática e Similares de Ilhéus e Itabuna, Instituto Nossa Ilhéus, Sindicato dos Comerciários de Ilhéus, Loja Maçônica Vigilância e Resistência, Loja Maçônica Elias Ocké,  Loja Maçônica Regeneração Sulbaiana, Lions Clube Ilhéus Pontal, Rotary Clube Ilhéus, Instituto Floresta Viva, Associação de Microempreendedores Individuais e Micro Empresas de Ilhéus, Sindicato Rural de Ilhéus, Sindicato dos Meios de Hospedagem do Litoral Sul da Bahia, Costa do Cacau Convention Bureau, Associação de Turismo de Ilhéus e a Ordem dos Advogados do Brasil/Ilhéus.

ILHÉUS TEM ABAIXO-ASSINADO CONTRA AUMENTO SALARIAL DE POLÍTICOS

dinheiroO Instituto Nossa Ilhéus iniciou na quinta-feira (20) coleta de assinaturas contra o aumento salarial proposto para os vereadores, prefeito, vice-prefeito e secretários municipais.

Segundo o instituto, o projeto de lei 48/2016 “visa fixar em R$12.825,00 o subsídio mensal a ser percebido pelos vereadores a partir de 01/01/2017, o que corresponde a um aumento de 27,98%. Já a PL 049/2016 propõe o valor de R$20.487,50 para o subsídio mensal do prefeito, um aumento de 10%; R$15.300,00 para o vice-prefeito, um aumento de 20%; e em R$12.825,00 para os secretários municipais, um aumento de 27,98%”.

Até as 9h43min dessa segunda-feira (24), 879 pessoas já haviam assinado o manifesto contra o reajuste. Caso queira ler e assinar, clique aqui.

Os projetos repercutiram de forma negativa na cidade. Muitas pessoas lembraram que os servidores municipais estão sem reposição salarial há quatro anos, período em que viram seu poder aquisitivo abalado pela inflação acumulada. Nesse contexto, a proposta de aumento para os políticos soou como uma medida descolada da realidade financeira da maior parte dos trabalhadores de Ilhéus.

INSTITUTOS APRESENTAM INDICADORES SOCIAIS DO SUL DA BAHIA

Evento será no Auditório Paulo Souto, na UESC.

Evento será no Auditório Paulo Souto, na UESC.

A partir das 14 horas dessa segunda-feira (5), o Encontro Território Litoral Sul MAIS Sustentável vai reunir políticos, pesquisadores, gestores, estudantes e outros públicos na UESC. A reunião vai marcar o lançamento de indicadores sociais das 26 cidades que integram o território identitário Litoral Sul.

Os indicadores se baseiam em dados sobre saúde, educação, bens naturais comuns, economia, meio ambiente e mobilidade. A iniciativa é inspirada no Programa Cidades Sustentáveis. Os institutos Arapyaú e Nossa Ilhéus são responsáveis pela organização do evento.

O encontro será aberto ao público. Clique aqui para se inscrever.

ILHÉUS DEBATE EDUCAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

Imagem: Tacila Mendes.

Imagem: Tacila Mendes.

A edição da próxima terça (23) do “Improviso, Oxente!” vai reunir especialistas e demais interessados no debate sobre a relação entre sustentabilidade e educação. Esse é um dos temas do Programa Cidades Sustentáveis. O encontro está marcado para as 19 horas, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes. A participação do público é gratuita.

Duas especialistas vão conduzir o debate, a  diretora do departamento de Ciências Contábeis de Administração da Universidade Estadual de Santa Cruz, Sônia Fonseca, e a coordenadora do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), Eurivalda Santana.

A realização do evento é fruto de uma parceria entre o Teatro Popular de Ilhéus e o Instituto Nossa Ilhéus. Segundo os organizadores, como se trata de um debate importante, é esperada a presença de candidatos a prefeito e a vereador.

O Teatro Popular de Ilhéus é uma das 15 instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas para Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

TPI SEDIA DEBATE SOBRE OS BENS NATURAIS COMUNS

Tenda Teatro Popular de Ilhéus.

Tenda Teatro Popular de Ilhéus. Imagem: Ascom/TPI.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes, vai ser o palco de mais um edição do projeto Improsivo, Oxente!, cuja proposta é promover discussões sobre diversos temas de relevância social. Os debates são mediados por intervenções artísticas.

Fruto de uma parceria entre o TPI e o Instituto Nossa Ilhéus, a série atual de debates gira em torno dos doze temas do Programa Cidades Sustentáveis, que reúne indicadores socioambientais para a construção de políticas públicas.

O próximo encontro está marcado para as 19 horas dessa terça-feira (19), com o tema: bens naturais comuns. O professor de geografia regional da UESC e presidente do Instituto Floresta Viva, Rui Rocha, vai conduzir o debate. A participação do público é gratuita e bem-vinda.

A iniciativa tem o apoio financeiro do Governo do Estado, por meio do Fundo de Cultura da Bahia, que é gerido pelas secretarias da Cultura e da Fazenda.

IMPROVISO, OXENTE! VAI TER TRANSMISSÃO AO VIVO

Imagem: Larissa Paixão/Ascom-TPI.

Imagem: Larissa Paixão/Ascom-TPI.

A temporada do Improviso, Oxente! vai começar às 19 horas dessa quinta-feira (3). A Tenda Teatro Popular de Ilhéus (Avenida Soares Lopes) sediará um debate sobre cultura e educação. O secretário de cultura da Bahia, Jorge Portugal, participará do encontro.

Os professores Alámo Pimentel (UFSB) e Jules Soares (UESC) também vão participar da discussão mediada pelo pedagogo Pawlo Cidade. 

O Improviso, Oxente! traz novidade: a transmissão online viabilizada por uma parceria entre Teatro Popular de Ilhéus e o Instituto Nossa Ilhéus. Este é o link que ficará disponível a partir das 19 horas. Além disso, o público presente vai receber certificado de participação.

“O INSTITUTO NOSSA ILHÉUS DEVERIA SE CHAMAR NOSSO JABES”

O instituto e Alisson em lados opostos.

O instituto e Alisson em lados opostos.

A afirmação entre aspas é do vereador Alisson Mendonça. Conforme o site do Chico Andrade, na sessão legislativa de terça-feira (27), parlamentares criticaram o Instituto Nossa Ilhéus.

Vereadores sugeriram que a entidade não fiscaliza a Prefeitura de Ilhéus com o mesmo rigor empenhado na fiscalização da Câmara Municipal. 

Para o presidente da Câmara, vereador Josevaldo Machado, o Instituto Nossa Ilhéus “faltou com a verdade” ao afirmar que o site mantido pelo legislativo ilheense não informa os gastos da Casa.

Comentário do Blog.

Os dois poderes (executivo e legislativo) deixam a desejar no quesito transparência. Entretanto, Dona Socorro Mendonça, proprietária no Instituto Nossa Ilhéus, nunca emitiu qualquer opinião sobre o governo Jabes Ribeiro, que insiste em desrespeitar a Lei de Acesso à Informação (12.527/2011).

Dona Socorro utiliza critérios diferenciados no tratamento dos “poderes constituídos”. No caso da câmara, ela promove o fortalecimento tornando público as falhas. Em relação ao governo do prefeito Jabes Ribeiro, ela o fortalece com o seu emudecimento, cujos motivos, só Deus, capaz de policiar consciências, possui condições de decifrar.

A sugestão do vereador Alisson Mendonça atacou a legitimidade do instituto. Sugerir o nome “Instituto Nosso Jabes” pode significar que a instituição prioriza uma suposta aliança política, em detrimento do seu papel institucional. 

COOLIMPA PERDE R$ 100 MIL. RESPOSTA DE ISAAC ALBAGLI

Isaac Albagli. Foto do Tabuleiro.

Isaac Albagli. Foto do Tabuleiro.

Prezado Gusmão.

Venho aqui contestar veementemente a informação que lhe repassaram de que a prefeitura seria a responsável pela “perda” de uma verba de 100 mil reais que estaria sendo repassada pela Secretaria do Trabalho do Estado da Bahia (SETRE) à Cooperativa de Catadores Consciência Limpa (COOLIMPA). Na verdade, a prefeitura muito se empenhou para que o convênio fosse efetivado, inclusive enviando correspondência à SETRE antes da data limite colocando à disposição da COOLIMPA um galpão de propriedade da prefeitura com todas as condições de uso, com energia trifásica, água, escritório, etc., pelo tempo necessário até a efetivação da disponibilização de um galpão por parte da SUDIC.

Somente para reavivar a memória, este projeto envolvendo a SETRE e a COOLIMPA prevê a doação de equipamentos para a reciclagem de resíduos e inicialmente o galpão indicado no projeto era o existente no aterro sanitário que foi construido para esse fim com recursos da CONDER. Entretanto, após várias reuniões técnicas, ficou evidente que o local em que foi construído o galpão não era apropriado, uma vez que a intenção é a retirada dos catadores da massa do aterro, e não fazia sentido o galpão de reciclagem ficar naquele local. Todos concordaram com essa decisão, inclusive a prefeitura. A partir daí buscou-se outra alternativa e a prefeitura se disponibilizou em alugar um espaço até se encontrar a solução definitiva, ou mesmo relocar a atual estrutura caso fosse disponibilizado um terreno no Distrito Industrial.

Nas tratativas com a SUDIC (Distrito Industrial), foi oferecido um galpão adequado, porém a autorização definitiva não saiu a tempo. Diante disso, para que a verba não fosse perdida -ou deslocada para 2014 – a prefeitura disponibilizou um galpão para a colocação dos equipamentos, mesmo com prejuízo aos serviços diários da SEDUR. A correspondencia foi enviada à SETRE com as plantas e demais dados solicitados. A informação que o blog recebeu de funcionária da SETRE é no mínimo equivocada, para não colocar uma palavra mais forte.

A prefeitura vem apoiando a COOLIMPA disponibilizando em tempo integral um caminhão e combustível para uso dos cooperados. Esses catadores que hoje vivem em condições dignas no condomínio do Projeto Minha Casa Minha Vida recebem toda atenção de entidades como o Instituto Nossa Ilhéus, coordenada por Socorro Mendonça, Faculdade de Ilhéus com a participação da professora Maria Luíza Heine, Associação de Moradores do Bairro Hernane Sá, que tem como presidente Odailson Aranha (Pequeno) e outras entidades, com destaque para o Ministério Público, através do promotor Paulo Eduardo Figueredo que tem se empenhado para o sucesso do projeto, inclusive fazendo gestões junto à Companhia de Ação Regional do Estado da Bahia (CAR), que tem como presidente o ilheense José Vivaldo Mendonça.

Aproveito o ensejo para desejar a você e seus familiares um Feliz Natal.

Página 1 de 81...Última »