WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



transporte ilegal
dezembro 2016
D S T Q Q S S
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Maria Jape’

BEBETO E UAQUIM VISITAM POVOADOS DO INTERIOR

Bebeto e Uaquim. Imagem: Jan Rocha.

Bebeto e Uaquim. Imagem: Jan Rocha.

Da assessoria do PSB

Os candidatos a prefeito Bebeto (PSB) e a vice-prefeito Luiz Uaquim (PMDB) estiveram ontem (4) nos povoados do Couto, Santo Antônio, Rio do Engenho e Maria Jape. Apresentaram suas propostas de governo e ouviram as reivindicações das comunidades. A maior crítica foi em relação às péssimas condições das estradas e do serviço de transporte. “É necessário promover a inclusão produtiva rural dando condições de desenvolvimento para as pessoas que moram no campo, dando infraestrutura para a produção, distribuição e venda dos produtos”, destacou Bebeto.

Bebeto declarou que a receptividade calorosa da população indica a decisão coletiva de mudança para uma melhor qualidade de vida. Segundo ele, mais uma vez o desafio de enfrentar as estradas para ouvir a população do campo foi produtivo. “Ilhéus necessita de um projeto econômico de cidade capaz de dar conta do meio ambiente, turismo e agricultura para incluir a população rural”, destacou o candidato do PSB.

O aposentado Vivaldo Ferreira, morador do Couto, disse que conhece Bebeto há muitos anos e acredita que a experiência dele pode contribuir para uma boa gestão do município. “Bebeto sempre batalhou para melhorar as condições dos trabalhadores. Por isso, tenho fé que ele vai reconhecer e valorizar nossa luta”, declarou.

Estradas ruins

No povoado do Santo Antônio, o agricultor José da Silva Gomes falou da má conservação das estradas vicinais e da falta de atendimento médico. “A prefeitura não passa a máquina nos ramais que ligam os vilarejos. Ficamos isolados. Médico no posto de saúde daqui só a cada 20 dias e, se alguém precisar de ambulância, tem que ir até o Couto para ver se consegue atendimento”, desabafou o agricultor.

A aposentada Vanda Maria dos Santos, do Rio do Engenho, afirmou que se sente envergonhada por um lugar turístico não contar com a infraestrutura mínima para atender os moradores e visitantes. “Só arrumam a estrada na época da festa da padroeira Senhora Sant’Ana. E quem precisa de médico tem que contar com a boa vontade dos vizinhos que têm carro para levar até Ilhéus”. O carpinteiro naval Eloíres Texeira da Silva apontou a falta de um cais para embarcações turísticas maiores. Ele disse que tem que atravessar os visitantes de barco pequeno até a vila histórica, onde funcionou o engenho de açúcar do terceiro governador-geral do Brasil, Mem de Sá.

O encarregado de produção Ari Reis de Santana disse que os horários dos ônibus não atendem bem os moradores e agricultores, pois acabam chegando muito tarde para a feira. “A zona rural fica excluída da sede, um desrespeito ao agricultor. Quem tem carro vive gastando com manutenção por causa das estradas ruins, e quem depende dos ônibus chega com os produtos feios por causa do transporte que não é ideal. Na feira também não tem um lugar arrumado para vender. Aí é muito prejuízo”, lamentou.

VALMIR QUER SINAL DE CELULAR EM DISTRITOS DE ILHÉUS

Valmir.

Valmir.

O vereador Valmir Freitas protocolou requerimentos junto à Câmara de Vereadores de Ilhéus, com objetivo de solicitar a instalação dos serviços de telefonia móvel em quatro distritos do município.

Se for aprovado pelo legislativo municipal, o pedido será enviado para a Superintendência de Energia e Comunicações da Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia.

Os requerimentos do vereador pretendem beneficiar a população de Banco Central, Vila Cachoeira, Banco do Pedro e Maria Jape. A operadora Claro fornecerá o serviço às comunidades. Valmir também estenderá a solicitação em benefício de outros distritos rurais.

De acordo com o edil, “esta é uma medida que visa garantir a comunicação dos moradores dessas localidades, sem os entraves que são comuns na telefonia fixa, a partir daí todos terão maior facilidade no seu dia a dia”.

JUSTIÇA DETERMINA A RESTAURAÇÃO DA CAPELA DE SANTANA

Capela Nossa Senhora de Santana.

A Justiça Federal acatou ação civil proposta pelo Ministério Público Federal (MPF)  e determinou que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) restaure a Capela Nossa Senhora da Santana, localizada no distrito de Maria Jape, em Ilhéus.

De acordo com a ação, proposta em julho do ano passado, o templo encontrava-se em situação precária, com risco de desabamento.

A construção, erguida às margens do Rio do Engenho, é tombada pelo Iphan e pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac).

A Capela é o monumento mais antigo de Ilhéus.

Em abril do ano passado, o procurador da República Eduardo El Hage expediu recomendação para que Iphan realizasse a restauração da capela, mas o órgão informou que o estado precário do imóvel era de responsabilidade do proprietário, que não foi identificado pelo Cartório de Registro de Imóveis de Ilhéus.

No entanto, o Decreto-Lei nº 25/37 estabelece que, diante da urgência de restauração e conservação de um imóvel tombado, o Iphan pode tomar a iniciativa de executar obras, independente de quem seja o proprietário.

A justiça fixou prazo de 60 dias para que as obras sejam iniciadas, sob pena de aplicação de multa diária.

CARMELITA RECEBE APOIO NA ZONA RURAL

Carmelita conversando com morador do distrito.

A vereadora Carmelita Ângela, pré-candidata do PT à prefeitura de Ilhéus, dedicou parte do fim de semana para visitar a comunidade rural de Maria Jape, localidade rica na produção da cultura de subsistência, como cacau, mandioca, aipim e milho.

Nas conversas com os moradores, Carmelita se comprometeu a olhar com mais carinho para o homem do campo, e disse que pretende governar também com o coração.

Nas andanças, Carmelita ouviu várias declarações de apoio, e foi até comparada com a presidente Dilma por um trabalhador rural, que disse, “A lição já ta em Brasília”.

O Blog do Gusmão está aberto para divulgar fotos dos demais pré-candidatos. Basta enviar para o email emilio.gusmao@gmail.com.

FALHAS NO TRANSPORTE GERAM RECLAMAÇÕES

O sistema de transporte de Ilhéus não é dos melhores e piora muito nos fins de semana. Mas um novo problema promete complicar ainda mais a vida dos usuários, a grosseria de motoristas que desrespeitam os pontos de ônibus e não deixam as pessoas embarcarem.

Os moradores do Salobrinho são os que mais reclamam do problema. Na estrada Ilhéus-Itabuna, a situação é corriqueira.

Nas linhas do Japú e Maria Jape, na zona rural, onde os horários dos coletivos já são poucos, a indiferença dos motoristas atrapalha trabalhadores e estudantes.

DISTRITOS DE ILHÉUS CONVIVEM COM O LIXO

Se a coleta de lixo na zona urbana de Ilhéus deixa muito a desejar, os distritos sofrem ainda mais com o problema.

Localidades distantes do centro, como Sambaituba, Rio do Engenho, Japú e Maria Jape estão há mais de três semanas sem o serviço.

O problema já foi denunciado inúmeras vezes nas rádios da cidade e na prefeitura, mas é sempre ignorado pelo poder público.

MARIA JAPE E JAPÚ SEM TRANSPORTE ESCOLAR

A prefeitura de Ilhéus anda atrapalhando a vida dos estudantes que se deslocam da zona rural até o centro da cidade.

O ônibus que fazia o transporte escolar dos distritos de Maria Jape e Japu até o centro foi retirado. Agora, além de pagar a passagem, os alunos chegam atrasados nas aulas.

Após a retirada do veículo, os pais dos alunos procuraram a prefeitura em busca de soluções, cogitou-se disponibilizar vale transporte para o deslocamento dos adolescentes, mas a reivindicação ainda não foi atendida.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia