WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

sind sefaz vog torres do sul


transporte ilegal
outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘Nordeste’

NORTE E NORDESTE NÃO ADOTAM HORÁRIO DE VERÃO

Norte e Nordeste não adotam a medida. Imagem: Rádio Cidade FM.

Norte e Nordeste não adotam a medida. Imagem: Rádio Cidade FM.

O horário de verão de 2017 começa na primeira hora do próximo domingo (15). À meia-noite de sábado, os moradores de 10 estados e do Distrito Federal devem adiantar o relógio em uma hora. A medida segue até à meia-noite do dia 18 de fevereiro de 2018.

O ajuste vale para as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal). O Norte e Nordeste não adotaram a medida.

O horário de verão foi instituído com o objetivo economizar energia no país em função do maior aproveitamento do período de luz solar.

AS ELEIÇÕES, O CAPITAL E O TRABALHO

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPor Sérgio Ricardo Ribeiro Lima

As desigualdades regionais entre o Nordeste e o Sudeste não são novas; aliás, são seculares.

A capacidade de acumulação de capital criada pela atividade cafeeira no Sudeste do país que, em decorrência da crise de 1929, levou o novo Estado Brasileiro a direcionar tais recursos para a industrialização, promoveu, ao mesmo tempo, o nascimento, a evolução e a consolidação do capitalismo no Brasil, especificamente, no Sudeste (São Paulo).

A burguesia cafeeira aos poucos “cedeu” lugar e poder à burguesia industrial. A força de trabalho escrava é substituída pelo trabalho assalariado. Enquanto isso, o declínio da produção de açúcar no Nordeste levou à prostração da economia e da sociedade nordestinas, ficando confinada durante muito tempo a uma economia de subsistência, como mostrou Celso Furtado.

A região Nordeste, devido à sua estrutura latifundiária, vai formando um exército industrial de reserva (desempregados involuntários) que não encontrava atividade em que se ocupar, nem terra nem recursos para produzir.

À medida que o Sudeste se industrializava e sua sociedade passava a ter um modo de vida urbano, o Nordeste permanecia mais agrícola, rural e atrasado (não industrializado). A essa época, do final do século XIX até metade do século XX, o Nordeste entrará – em relação ao Sudeste – numa relação funcional-capitalista. O Nordeste passaria a um tipo de “desenvolvimento” desigual e combinado. Ou seja, passaria a servir – como vocação agrícola, diziam alguns estudiosos – de fornecedor de alimentos, matérias-primas e força de trabalho para o Sudeste, ao mesmo tempo em que, naquela relação, tornou-se mercado consumidor de produtos manufaturados-industrializados do Sudeste.

:: LEIA MAIS »

DILMA CRITICA ATAQUE DO PSDB CONTRA 43 MILHÕES DE BRASILEIROS

Dilma visitou Salvador nessa quinta-feira, 9. Foto: Schirley Lima.

Dilma visitou Salvador nessa quinta-feira, 9. Foto: Schirley Lima.

Acompanhada pelo governador Jaques Wagner e seu sucessor no Governo da Bahia, Rui Costa, a presidente Dilma Rousseff visitou Salvador nessa quinta-feira, 9. A petista criticou o ataque desferido pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) contra os mais de 43 milhões de brasileiros que votaram nela no primeiro turno.

“O PT está fincado nos menos informados, que coincide de ser os mais pobres. Não é porque são pobres que apoiam o PT, é porque são menos informados”, afirmou FHC em entrevista ao portal Uol na última segunda-feira, 6.

:: LEIA MAIS »

JORNALISTA EXPLICA PIADA SOBRE O NORDESTE

Eduardo Bueno.

Eduardo Bueno.

Na semana passada, o jornalista e escritor Eduardo Bueno chamou a região nordestina de “bosta” enquanto discorria sobre a presença holandesa em Pernambuco, no século  XVII, no programa Extraordinários, da Sportv – emissora de TV por assinatura das Organizações Globo.

Na última terça, 24, Bueno desabafou sobre a piada e criticou a forma como muitos nordestinos interpretaram a sua brincadeira. O comentário do jornalista segue abaixo.

“Eu tenho que falar um tema sério, sério de verdade. Não é brincadeira, é um pronunciamento. O negócio é o seguinte: eu quero declarar guerra! Guerra a nordestino babaca! Está cheio de nordestino babaca e eu conjuro e chamo todos os nordestinos verdadeiros que amam o Nordeste como eu. Eu conjuro e chamo aqui nesta sala Pierre Verger, que não era nordestino, era francês, mas sabia tudo de lá. Eu chamo Carybé, aquele homem maravilhoso que eu conheci, Antonio Risério, Leonardo Dantas, Xico Sá, Torquato Neto, que a gente cantou aqui.

Pra encher meu saco no Twitter, ficar de piu, piu, piu, pra encher meu saco em rede social. Pra entrar em protesto contra mim tem que ter lido pelo menos quarenta livros sobre o Nordeste. Tem que ter lido Rui Facó, tem que ter lido ‘Geografia da Fome’, do Josué de Castro, tem que ter lido ‘Nordeste’, do Gilberto Freyre, tem que ter lido Euclides da Cunha. Tem que ter lido!”, continuou.

“O Nordeste que eu conheço. O Nordeste que eu adoro. O Nordeste que eu sei a formação geológica. Todos vocês que são babacas, f…-se as redes sociais. Se quiserem fazer protesto contra mim, façam. É o seguinte: chega dessa ditadura desses babacas de Twitter. Quer brigar comigo? Vem, mas leia quarenta livros e ame e venere o Nordeste como eu amo e venero o Nordeste. É isso aí! Tem uma petição pública querendo me processar. Pegaram o cara errado!”

INVESTIMENTOS ESTIMULAM A ECONOMIA BAIANA

Jaques Wagner, governador da Bahia.

Jaques Wagner, governador da Bahia.

No programa Conversa com o Governador desta terça-feira 8, o governador Jaques Wagner (PT) destacou os investimentos que ajudarão a manter a Bahia na liderança econômica do Nordeste. Atualmente, o estado concentra 29% do Produto Interno Bruto nordestino. 

Amanhã o governador participará da inauguração da fábrica de motores da Ford, em Camaçari. Depois, na quinta-feira 10, visitará as obras do Centro de Distribuição do grupo O Boticário, em São Gonçalo dos Campos – município que compõem a região metropolitana de Feira de Santana. Escute abaixo. 

FALTA DE ELETRICIDADE EM ILHÉUS FOI REFLEXO DE APAGÃO NO NORDESTE

Shopping de Salvador às escuras. Foto: Lílian Marques/G1.

Shopping de Salvador às escuras. Foto: Lílian Marques/G1.

Nesta tarde (28), quedas de energia foram registradas em todos os estados nordestinos. 

O superintendente de Operação da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), João Henrique Franklin, confirmou ao G1 a queda de energia no Nordeste. O problema foi observado por volta das 15h. 

Aeroportos, escolas e comerciantes de todo Nordeste sofreram com a interrupção do serviço de eletricidade. Em Ilhéus, o apagão foi registrado no centro da cidade, no Pontal e na Universidade Estadual de Santa Cruz.

DOMINGUINHOS: NÃO MENOS QUE UM GÊNIO

Na TV Globo, a morte de Dominguinhos foi ofuscada pela visita do Papa.

Na TV Globo, a morte de Dominguinhos foi ofuscada pela visita do Papa.

Por Abilio Mendes de Almeida

Não menos que um gênio. O maior sanfoneiro do mundo, e, sem sombra de dúvida, um dos maiores instrumentistas de todos os tempos deixou de bailar os seus dedos cósmicos sobre as teclas e os baixos e de comprimir e distender o fole desses instrumentos tão complexos chamados sanfona e acordeom. Estes, que para o grande mestre, já eram uma extensão do seu próprio corpo, agora, repousarão, espero, numa sala qualquer de um museu.

Dominguinhos não era uma pessoa; era um acontecimento transcendental. Um fato raro, digno de aplausos calorosos e de olhares atentos que se viam embriagados pelo perfume que exalava de cada ritmo – sobretudo do forró, baião, xote e xaxado – executado de uma maneira tão graciosa e elegante. José Domingos de Morais era fino e preciso. Sem ter tido uma instrução teórica musical formal, ele desenvolveu as suas habilidades técnicas vendo outros grandes mestres tocarem, incluindo Luiz Gonzaga (O Rei do Baião). Mas esse assistir ao outro de nada serviria não fosse o seu talento inigualável para absorver rapidamente tudo o que lhe chegava aos ouvidos e oferecer ao seu público, em forma de música, um tipo de recriação. Não é a toa que ele conseguiu atrair a admiração e o respeito de grandes nomes da música instrumental, clássica e popular brasileira, como Luiz Gonzaga, Anastácia, Marinês, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Elba Ramalho, Zé Ramalho, Djavan, Lenine, Chico Buarque, Yamandu Costa, Maria Bethânia, Cauby Peixoto, Toquinho, Roberto Carlos, Hamilton de Holanda, Orquestra Jovem Tom Jobim, Orquestra Sinfônica da Paraíba, Orquestra Sanfônica de Teresina “Seu Dominguinhos” (criada em homenagem ao próprio), Orquestra Jazz Sinfônica, Orquestra de Sanfonas do Ceará, além de tantas outras orquestras e artistas espalhados pelo Brasil e pelo mundo.

:: LEIA MAIS »

QUASE 17 MILHÕES DE DOMICÍLIOS TÊM TV PAGA

O país contava até o fim de abril com 16,97 milhões de domicílios com TV por assinatura. Somente no mês passado foram adicionados à rede 160,4 mil novos assinantes. Os dados foram divulgados ontem (quarta,5) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

As regiões com maiores índices de crescimento do serviço foram a Centro-Oeste, 1,49%, com mais 17.013 novos assinantes de TV paga; seguida pela Sul, com 1,44% (36.317 usuários); a Norte, 1,20% (8.794 clientes); Nordeste, 1,16% (25.531); e a Sudeste, 0,72% (74.693).

Se for considerado o número médio de 3,2 pessoas por domicílio, divulgado pelo IBGE, os serviços de TV paga já são distribuídos para cerca de 54,3 milhões de pessoas e estão presentes em 28,1% das residências do país.

A Net/Embratel, do grupo América Móvil, contava até o final de abril com 8,842 milhões de clientes, enquanto a Sky/DirectTV tinha 5,342 milhões de assinantes. A Oi vinha em seguida, com 857.313 clientes; a Telefonica prestava serviço para 532.033; a GVT tem 500,9 mil clientes; a Algar 126,2 mil; e a ViaCabo 111,3 mil. Os outros grupos atendem a 656,7 mil residências.

Os serviços de TV por assinatura via satélite (DTH) representavam em abril 60% do mercado ou 10,524 milhões de consumidores. A segunda mais procurada é a TV a cabo que detinha 37,6% da preferência, com 6,375 milhões dos assinantes. Informações do O Globo.

CHESF VAI INVESTIR R$ 2 BI NO NORDESTE

chesfA Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) vai investir R$ 2 bilhões  nas áreas de transmissão, geração e modernização de suas instalações no Nordeste em 2013. A maior parte desse total será destinada para obras de transmissão – cerca de mil quilômetros de linhas, seis novas subestações e 3.465 MVA de potência instalada. 

Segundo a Chesf, até agosto, 180MW deverão ser adicionados ao sistema de geração da Companhia, com a conclusão do Parque Eólico de Casa Nova, na Bahia. 

Em 2012, com investimentos de R$ 1,2 bilhão, a Chesf energizou oito novas subestações, agregou 241km de linhas de transmissão e modernizou usinas hidrelétricas, como Boa Esperança, no Piauí, e o Complexo Paulo Afonso, na Bahia, ambas digitalizadas. 

Entre 2010 e 2012, a Empresa investiu R$ 3,1 bilhões na expansão dos sistemas de geração e transmissão de energia elétrica.  Além da construção de novos empreendimentos, os valores contemplam substituições de equipamentos, implantação de conexões e melhorias nas instalações. 

VOAR PARA O NORDESTE NUNCA FOI TÃO CARO

Do Correio Braziliense

Se você pretende viajar de avião no fim do ano, prepare o bolso. As empresas aumentaram as tarifas sem dó: 23% em agosto, 14% em outubro e 4% em novembro. Com isso, uma viagem de ida e volta de Brasília para Fortaleza ou Natal, no período entre 26 de dezembro 2 de janeiro, pode passar de R$ 5 mil, sem incluir as taxas aeroportuárias. Mais caro do que ir a Londres ou a Paris, que fica entre R$ 4,3 mil e R$ 4,7 mil. O governo convocou dirigentes da Gol para discutir o fechamento da Webjet e exageros no valor das passagens.

O consumidor que ainda está em busca de passagens aéreas para curtir o fim de ano deve preparar — e muito — o bolso. Com a oferta de bilhetes restrita, sobretudo depois do fechamento da Webjet pela Gol, as empresas reajustaram os preços sem constrangimento. Tanto que uma viagem de Brasília para Fortaleza ou Natal entre os dias 26 de dezembro e 2 de janeiro, trechos de ida e volta, pode passar de R$ 5 mil por passageiro, sem incluir as taxas aeroportuárias. Os valores cobrados pela TAM e pela Azul nesses dois casos superam os bilhetes internacionais da capital federal para Londres e Paris, entre R$ 4,3 mil e R$ 4,7 mil, e são quase o dobro da média cobrada no trajeto para Buenos Aires.

Os valores levaram o governo a agir para evitar os abusos das empresas. Na avaliação de técnicos do Palácio do Planalto, a exclusão de um concorrente do mercado pela Gol é a senha que as companhias esperavam para punir os consumidores e tentar reverter rapidamente os prejuízos acumulados — somente no terceiro trimestre, as perdas das duas líderes do mercado passaram de R$ 1 bilhão.

:: LEIA MAIS »

DILMA SUPERA LULA PARA 2014

Brasileiros preferem Dilma na disputa.

O eleitorado lembra mais da presidenta Dilma Rousseff (PT) do que de seu padrinho político para a sucessão de 2014. Em pesquisa do Ibope, Dilma foi citada espontaneamente por 26% dos eleitores como candidata preferida à Presidência em 2014.

Sem que tivesse acesso aos nomes dos possíveis candidatos, o ex-presidente Lula (PT) ficou em segundo lugar, com 19% das menções.

Do lado da oposição, apenas três nomes superaram o traço na espontânea: dois tucanos, José Serra (4%) e Aécio Neves (3%), e Marina Silva (2%). Juntos, os demais nomes citados somam 2%.

A taxa dos que não souberam dizer, espontaneamente, em quem votariam para presidente se a eleição fosse hoje chegou a 39%.

A presidenta é mais citada espontaneamente no Nordeste (31%), na classe C (27%). Lula vai melhor entre os mais velhos e mais pobres.

O Ibope entrevistou 2.002 eleitores em 143 municípios entre 8 e 12 de novembro. A margem de erro é de dois pontos porcentuais.

INCÊNDIO PODE TER CAUSADO APAGÃO NO NORDESTE

Do G1

O apagão que afetou os nove estados do Nordeste do país desde o final da noite de quinta-feira (25) e início da madrugada desta sexta (26) pode ter sido causado por um incêndio em um equipamento entre duas subestações de energia, segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), responsável por administrar o Sistema Interligado Nacional.

A origem e a causa do apagão só serão identificados com clareza depois que a ocorrência for analisada, o que deverá ocorrer ainda na manhã desta sexta, durante reunião convocada pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico.

Foram atingidos os estados da Bahia, do Ceará, do Maranhão, da Paraíba, de Alagoas, de Pernambuco, do Piauí, do Rio Grande do Norte e de Sergipe, além de parte do Pará, de Tocantins e do Distrito Federal.

É a segunda vez nos últimos 35 dias que ocorre um apagão na Região Nordeste.

A VOZ QUE ENTOA ANTIGAS CANÇÕES

Do Estadão

Depois de brilhar em ‘Renascer’, Dona Valderez virou celebridade local.

 

Cantiga que existe há séculos no Nordeste, Mandei Caiar Meu Sobrado ganhou o Brasil em 1993, na voz de dona Valderez Freitas Teixeira e suas colegas que interpretavam as lavadeiras na novela Renascer, da Globo. De lá pra cá, a aposentada de 74 anos ganha a vida se apresentando em eventos por toda a Bahia e virou celebridade em Ilhéus: já participou de quatro filmes (entre eles, Quincas Berro D’Água, com Paulo José), alguns documentários e, mais recentemente, do primeiro capítulo da nova versão de Gabriela.

“Até pensei em recusar essa gravação de Gabriela, porque teria de viajar para Canavieiras em pleno feriado de Páscoa. Mas eles insistiram muito”, disse Valderez à reportagem do Estado, que também acompanhou a gravação da novela em Canavieiras e comprovou o quanto a ilheense é paparicada pela produção da emissora.

:: LEIA MAIS »

CERVEJARIAS DISPUTAM MERCADO NORDESTINO

Do Valor Econômico

Em alta, mercado nordestino é disputado pelas cervejarias.

Os grupos Petrópolis e Schincariol, respectivamente, segundo e terceiro colocados no ranking nacional de vendas de cerveja, elegeram o Nordeste como principal palco da disputa por participação de mercado. A Schincariol lança este mês uma marca para a região (e também para o Norte), a No Grau. É no Nordeste que a companhia tem a sua maior fatia das vendas: cerca de 30%, ante 10,6% da participação nacional em volume.

Já a Petrópolis anunciou ontem o seu desembarque na região, com investimentos iniciais de R$ 500 milhões na sua quinta fábrica do país, em Alagoinhas, a 108 quilômetros de Salvador (BA). Ao longo dos próximos cinco anos, até o início das operações, o aporte na unidade pode chegar a R$ 1,1 bilhão, levando em conta a infraestrutura, a contratação e treinamento de pessoal. Serão gerados 500 empregos na primeira fase e, quando a fábrica e o centro de distribuição estiverem funcionando, a estimativa é de 3 mil funcionários.

Com cerca de 142 mil habitantes, Alagoinhas já conta com uma fábrica da Schincariol. Em 2010, a companhia, hoje controlada pela japonesa Kirin, anunciou investimentos de R$ 400 milhões na ampliação da capacidade de produção, até o fim de 2011. A fábrica da Schincariol havia sido inaugurada em 1997.

:: LEIA MAIS »

APROVAÇÃO DE DILMA CRESCE E É MAIOR NO NORDESTE

Pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e realizada pelo Ibope aponta que a avaliação do governo Dilma Rousseff subiu em junho, enquanto sua aprovação pessoal permaneceu estável em 77%. O levantamento foi divulgado nesta sexta-feira, 29.

O percentual de brasileiros que consideram o governo ótimo ou bom foi de 59%, o nível mais elevado da atual gestão. Em março, foi de 56%.

A pesquisa aponta que 32% veem o governo como regular, contra 34% na sondagem anterior, e 8% o classificam como péssimo ou ruim, mesmo patamar de março.

A região Nordeste é onde o governo Dilma é melhor avaliado e onde o porcentual “ótimo ou bom” alcançou 65%.

BRASIL TEM MAIS ANALFABETOS QUE O ZIMBÁBUE

A taxa de analfabetismo entre a população com 15 anos ou mais diminuiu 4 pontos percentuais entre 2000 e 2010, segundo novos dados do Censo divulgados pelo IBGE nessa quarta-feira (16). O número caiu de 13,6% para 9,6%.

Na área urbana, o indicador passou de 10,2% para 7,3% da população. Já nas áreas rurais, ele teve uma melhora de 29,8% para 23,2%.

Nos Estados, a menor taxa de analfabetismo foi encontrada no Distrito Federal (3,5%) e a maior em Alagoas (24,3%).

As maiores quedas entre a população com 15 anos ou mais se deram no Norte (de 16,3% em 2000 para 11,2% em 2010) e no Nordeste (de 26,2% para 19,1%).

Apesar do avanço, o índice de analfabetismo no Brasil ainda está acima do de muitos países. De acordo com dados de 2009 do Banco Mundial, a taxa de analfabetismo era de 8,14% no Zimbábue, país africano com PIB per capita igual a 5% do brasileiro.

A menor taxa foi encontrada em Cuba (0,17%) e a maior no Chade (66,39%).

Informações da Folha.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia