WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Sábado, 22 de Setembro de 2018
casa facil prefeitura urucuca prefeitura ubaitaba
cenoe faculdade madre thais

MESTRE LUIZ CAPETA FOI HOMENAGEADO NO DIA NACIONAL DO CAPOEIRISTA

Mestre Luis Capeta, capoeirista que executa um movimento de extrema habilidade chamado “chute na lua”. Imagem: Rodrigo Macedo/Secom-Ilhéus.

A Praça Pedro Mattos, importante palco das manifestações culturais de Ilhéus, recebeu moradores e turistas para as comemorações pelo Dia Nacional do Capoeirista, na última sexta-feira, 3. Realizada com apoio do edital Cultura Livre, da Secretaria Municipal de Cultura, a programação incluiu rodas de dança e apresentações, além de exposição sobre a vida de Luiz Martone (Mestre Luiz Capeta), que este ano completa 55 anos de vida e 50 de capoeira, e homenagens ao Mestre Barreto.

O Secretário de Cultura, Pawlo Cidade, enfatizou que o edital Cultura Livre é um compromisso da atual gestão para o fomento às diversas manifestações culturais do município. “Os editais foram uma das principais metas do nosso plano de trabalho. A capoeira será contemplada também pelo edital Manoel Barreto, que destaca a trajetória do grande mestre Barreto, um dos pioneiros da capoeira na cidade”, disse o secretário.

ILHÉUS VAI REALIZAR FESTIVAL LITERÁRIO EM MAIO

Reunião do Festival Literário de Ilhéus.

Nessa quinta-feira (1º), a coordenação do Festival Literário de Ilhéus se reuniu para planejar o evento que vai acontecer nos dias 16, 17 e 18 de maio, na Praça Castro Alves e na sede da Biblioteca Municipal Adonias Filho.

Segundo os organizadores, a edição vai reunir dois grandes eventos do livro: o III Festival Literário de Ilhéus e a VI Feira Universitária da UESC. As iniciativas são voltadas para o livro, a leitura e as diversas formas de acessar conhecimento.

O festival vai ter o tema “Leituras democráticas: juventudes, livros e zaps!” e contará com uma programação variada, com oficinas literárias, bate-papos com escritores locais e nacionais, desconto em livros e muito mais.

Para o secretário municipal da Cultura, Pawlo Cidade, o evento “será, seguramente, um dos maiores eventos literários de Ilhéus que vai envolver várias cidades vizinhas, livreiros, autores, editoras, estudantes, professores e irá potencializar as diretrizes que fundamentam a leitura como prática social”.

Na oportunidade, a diretora da Editora da UESC (Editus), Rita Argollo, destacou que “é preciso consolidar a imagem das bibliotecas como equipamento fundamental na política cultural dos municípios, sobretudo na ampliação e potencialização do acesso ao conhecimento”.

(mais…)

SECULT PROMOVE OFICINA DE CREDENCIAMENTO DOS ARTISTAS DO CARNAVAL

Instrução aos artistas.

Na próxima segunda-feira (15), a Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), vai realizar uma Oficina de Credenciamento para artistas, bandas, grupos musicais, blocos afros e afoxés, que vão compor a programação do Carnaval Cultural 2018.

O objetivo é orientar os artistas sobre as etapas do projeto, em especial, o credenciamento. Os interessados deverão comparecer à sede do órgão, situada na Rua Jorge Amado, 21, Centro.

O secretário da Cultura, Pawlo Cidade, explicou a necessidade da iniciativa, visto a dificuldade encontrada por determinados grupos em preencher algumas exigências.

Pawlo ainda disse que só poderão participar do Carnaval: Pessoas Físicas, Microempreendedor Individual (MEI) e Pessoas Jurídicas do campo artístico musical, com sede ou domicílio em Ilhéus há pelo menos um ano.

O Carnaval de Ilhéus 2018 vai acontecer entre os dias 10 e 13 de fevereiro, na avenida Soares Lopes.

MARÃO EMPOSSA PAWLO CIDADE NA SECRETARIA DE CULTURA

Pawlo Cidade. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

Na próxima quarta-feira (17), o escritor e dramaturgo Pawlo Cidade vai tomar posse do cargo de secretário de Cultura de Ilhéus. A solenidade ocorrerá no Teatro Municipal, às 15h30m.

O prefeito Mário Alexandre (PSD) é o encarregado por admitir Pawlo. O evento vai contar com a presença de diversas personalidades ligados ao movimento cultural da Bahia.

Pawlo destacou os seus objetivos enquanto secretário de Cultura de uma cidade histórica. “Temos como meta garantir ações que visem criar programas e projetos culturais que permitam a inclusão, o empreendedorismo cultural, a diversidade, a preservação da memória e a valorização da produção cultural do município”.

Também comentou que uma de suas metas é atualizar e finalizar o inventário do patrimônio material e imaterial da Cultura de Ilhéus. “Vamos discorrer sobre a necessidade desse cadastramento como base para um trabalho eficiente que amplamente os segmentos culturais locais”.

O gestor cultural destacou que deverão realizar algumas parcerias para o avanço do município. “Temos projetos para captar recursos financeiros ligados de fundos de cultura e de verbas públicos federais, estaduais e privados para o programa.  Entendemos que a produção cultural associada ao turismo deve colocar Ilhéus em destaque como ‘cidade criativa’, ampliando as possibilidades de geração de emprego e renda para o município”, completou.

Pawlo Cidade é pedagogo, dramaturgo e escritor, além de ser membro da Academia de Letras de Ilhéus, onde ocupa a cadeira 13, que foi do escritor Jorge Amado.

CIRCO DA LUA PROMOVE AULAS CIRCENSES EM ILHÉUS

Companhia de Serra Grande.

Em parceria com a Companhia Circo da Lua, a Secretaria de Cultura de Ilhéus vai montar uma tenda-escola de arte na Praça Pedro Mattos, em frente ao Teatro Municipal. A iniciativa vai acontecer nos dias 5, 12 e 19 deste mês de janeiro, das 17 às 19h.

No projeto, os alunos vão receber aulas de canto, dança, teatro e de palhaçaria. A companhia também vai promover apresentações circenses de teatro e de música.

Segundo o secretário de Cultura de Ilhéus, Pawlo Cidade, a Companhia Circo da Lua começou suas atividades em 2013, em Serra Grande, município de Uruçuca. Na localidade, o grupo oferece aulas de circo e música para crianças e jovens.

Em Serra Grande, os idealizadores Ivana Nístico e Mateo Crevatin promovem aulas circenses de acrobacias, equilíbrios, malabares, entre outras. Também oferecem aulas de instrumentos musicais.

Ivana e Mateo destacam que na sede do projeto Circo da Lua, no KM 36 da rodovia Ilhéus-Itacaré, os alunos aprendem a trabalhar em equipe. “Os jovens participam de atividades que estimulam a criar e fortalecer laços afetivos que permitem um trabalho de forma integral, exercitando e fortalecendo o corpo, desafiando a mente na superação dos limites, estimulando a musicalidade, afiando os sentidos, liberando a timidez e da rigidez no contato com o palhaço e aguçando a percepção do outro nos trabalhos em equipe”.

APRENDA NO VERÃO DE ILHÉUS

Aprenda no verão

Entre os dias 15 e 19 de janeiro de 2018, a Secretaria Municipal da Cultura vai promover oficinas de teatro, iluminação, arte em papel, dança afro, rap e elaboração de projetos culturais.

A iniciativa vai continuar em fevereiro. Nos dias 15, 16 e 17, com mais oficinas.

O secretário de Cultura, Pawlo Cidade, falou sobre o objetivo das oficinas de verão. “A integração, sensibilidade, percepção, criatividade, autoestima, concentração e capacidade de transformação dos participantes em cada uma das modalidades propostas”.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na sede da Secult, das 12h às 17h, na Rua Jorge Amado, 21, Centro, no período de 02 a 12 de janeiro.

NOVOS INTEGRANTES DO CONSELHO CULTURAL DE ILHÉUS

Pawlo Cidade. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

Pawlo Cidade. Imagem: Clodoaldo Ribeiro.

No dia 25 de outubro, os novos integrantes do Conselho Municipal de Cultura tomam posse. O conselho é formado por representantes do poder público e da sociedade civil. O ato acontece no auditório da Academia de Letras de Ilhéus, às 19h.

O objetivo do conselho é elaborar moções, pareceres sobre tombamentos e reformas do patrimônio cultural, particular de comissões técnicas e temáticas.

O conselheiro estadual de Cultura, Pawlo Cidade, comentou sobre a importância do órgão cultural para o município. “O Conselho de Cultura é o principal órgão do sistema municipal de cultura. Ele tem a função precípua de acompanhar o cumprimento das diretrizes e instrumentos de gestão, planejamento e financiamento da cultura. E mais: propor, e, quando possível exercer a função normativa. A grande vantagem de sua existência para a gestão pública é que ele dá mais visibilidade, transparência e legitimidade às ações do governo”, afirmou.

(mais…)

error: Content is protected !!