De acordo com um estudante da UESC, os ônibus da linha Terminal/Salobrinho sempre passam lotados, e, mesmo nessa situação os motoristas são obrigados a parar nos pontos de passageiros.

A estudantada, que depende desse transporte para chegar à universidade, muitas vezes é obrigada a viajar nas escadas, situação de risco proibida conforme aviso afixado nas portas dos veículos.

“Os estudantes e a sociedade pedem uma resposta das empresas de transporte coletivo e o aumento da frota nos horários de maior movimento”, exige o reclamante que nos enviou o vídeo abaixo, gravado dentro de um ônibus da empresa São Miguel.

O outro lado.

Segundo Josenir Dias, representante da São Miguel, oito carros fazem esse itinerário, “quatro nossos e quatro da  empresa Viametro. Nos horários de pico, mais quatro são colocados para a UESC. Temos também os carros da linha do Banco da Vitória que dão uma aliviada. Essa linha é bem servida. O problema é que nos horários de maior procura as pessoas não querem esperar o próximo veículo”.

Segundo a obrigatoriedade dos motoristas, que param nos pontos mesmo com os veículos lotados, Josenir disse que é uma exigência da Prefeitura de Ilhéus.