setembro 2014
D S T Q Q S S
« ago    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  


faculdade madre thais

:: ‘Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus’

SANTA CASA DE ILHÉUS IMPLANTA SERVIÇO DE HEMODINÂMICA

A Santa Casa começou a implantação do serviço na sexta-feira.

Santa Casa firmou parceria na sexta-feira (6).

Na última sexta-feira (6), a Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus iniciou a implantação do serviço de hemodinâmica, com a assinatura de uma parceria com médicos. 

O novo serviço permitirá a realização de procedimentos de estudos de hemodinâmica, cardiologia intervencionista, neurorradiologia intervencionista, eletrofisiologia cardíaca, entre outros.

Conforme a nota divulgada pela instituição, esse é mais um esforço da Santa Casa para oferecer a Ilhéus e cidades vizinhas as técnicas mais atuais da medicina. 

DIREÇÃO DA SANTA CASA AGRADECE A PEDRO TAVARES

Pedro tavares na SCMINaide Silveira, representante da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, agradeceu publicamente o empenho do deputado estadual Pedro Tavares (PMDB), para que as atividades da instituição, paralisadas por falta de pagamento dos funcionários, voltassem ao normal. 

Pedro Tavares, ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), acompanhou o processo que possibilitou à instituição tomar 5 milhões de reais emprestado à Caixa Econômica Federal.

Geddel é o atual vice-presidente de pessoa jurídica do banco.

Segundo Pedro Tavares, a Santa Casa possuía toda a documentação necessária, estava apta a receber o empréstimo e já havia recebido a confirmação. “Levei em conta a importância da entidade para sociedade ilheense, e solicitei a aceleração do processo, já que o hospital e a maternidade estavam paralisados, sem condições de funcionamento”.

Na última sexta-feira (22), o deputado visitou a Santa Casa acompanhado do vice-prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões, dos vereadores Rafael Benevides e Raimundo do Basílio. Pedro Tavares se dispôs a continuar ajudando: “como homem público não posso permitir que a única maternidade de Ilhéus tenha suas atividades suspensas. Lutarei no que for preciso para que esta instituição retome a normalidade”.

SALÁRIOS EM DIA NA SANTA CASA

são jose

Na tarde de ontem (segunda-feira, 25), a direção da Santa Casa pagou o restante dos salários de novembro, e quitou todos os vencimentos de dezembro, janeiro e fevereiro, mais o décimo terceiro.

Segundo informações de Gilvan Santos, representante do Sintesi (sindicato dos trabalhadores em saúde de Itabuna e região), a instituição contraiu um empréstimo de 5 milhões de reais na Caixa Econômica Federal.

Outras fontes informam que os diretores da Santa Casa pretendem pagar as obrigações fiscais em atraso, visando manter o convênio com o SUS.

Entre os trabalhadores o clima é de alívio, entretanto, boatos sobre muitas demissões circulam pelos corredores do Hospital São José.

MAGAL INSISTE COM JABES EM FAVOR DOS TRABALHADORES DA SANTA CASA

Magal e Jabes.

Magal e Jabes.

O Vereador ilheense Fabio Magal (PSC) continua sua luta em favor dos funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus.

Durante audiência com o prefeito Jabes Ribeiro na última quinta-feira, 28, o parlamentar insistiu numa solução política para acabar com o sofrimento dos funcionários do Hospital São José e da Maternidade Santa Helena.

Magal repetiu o pedido feito à secretária municipal de saúde, Ledívia Espinheira, no dia 22 de fevereiro. Para ele, os repasses efetuados pelo fundo municipal de saúde à Santa Casa de Misericórdia devem ser efetuados desde que a diretoria honre as dívidas com os trabalhadores, há quatro meses com os salários atrasados.

O Prefeito Jabes Ribeiro demonstrou sensibilidade diante da questão e afirmou que o assunto está sendo debatido entre ele e a secretária Ledívia.

Na oportunidade, Fabio Magal solicitou ao prefeito a criação de uma linha de ônibus que possa atender os moradores dos altos: Mambape e Bela Vista (zona sul).

Por falta de transporte coletivo, os moradores sobem as ladeiras carregando sacolas pesadas quando fazem compras. Muitos são forçados a pagar táxis.

Jabes Ribeiro prometeu atender a reivindicação. O assunto será discutido com o secretário de desenvolvimento urbano, Isaac Albagli.

O Vereador também pediu a reforma e reativação das unidades básicas de saúde do Banco da Vitória e da Avenida Princesa Isabel; a reforma do campo de futebol de areia entre os caminhos 07 e 08 do Bairro Hernani Sá; a renovação do convênio entre a prefeitura e a Escola Dalva de Oliveira (altos do Mambape e Bela Vista) e a reativação da Escola Municipal de Juerana.

O prefeito explicou que o governo está em fase de negociação com as empreiteiras, a fim de concluir as reformas nos postos de saúde.

Jabes pediu paciência ao Vereador, já que a prefeitura ainda não tem recursos para reformar o campo de areia do bairro Hernani Sá.

Sobre a renovação do convênio entre a secretaria de educação e a escola Dalva de Oliveira, bem como a reativação da Escola de Juerana, o gestor garantiu que discutirá o assunto com a secretária Marlúcia Rocha.

Ciente das suas responsabilidades, Fabio Magal pretende acompanhar o cumprimento de suas reivindicações. Em meados de março, a mesma pauta será discutida numa nova audiência com o prefeito Jabes Ribeiro.

EM GREVE, FUNCIONÁRIOS DO SÃO JOSÉ ESPERAM POR NEGOCIAÇÃO

são joseO repórter Coutinho Neto, da Santa Cruz AM, entrevistou funcionários do Hospital São José na manhã de hoje (23).

Os servidores, que iniciaram greve no último sábado (19), reclamam da falta de diálogo com a direção do hospital, mantido pela Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus.

Desde a deflagração, nenhuma conversa foi iniciada visando a negociação dos salários atrasados e, consequentemente, o fim no movimento.

Apesar da falta de condições de trabalho, 30% do efetivo da unidade foi mantido para realizar os serviços básicos.

DIANTE DO CAOS, PEDIATRAS DA SANTA CASA PEDEM DEMISSÃO

O quadro é caótico na Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus.

Na manhã desta terça-feira, 22, as médicas pediatras Mônica Rayol e Zilda Santos decidiram romper o contrato que mantinham com a instituição,  em virtude das péssimas condições de trabalho.

A dupla comunicou a decisão ao conselho regional de medicina, ao ministério público estadual, à secretaria de saúde, ao provedor da Santa Casa, Eusínio Lavigne, e ao diretor clínico, Carlos Lyra.

As médicas afirmam que o hospital está sujo e repleto de moscas. As próprias mães estão dando banho nos recém-nascidos. Acompanhantes dos pacientes lavam os banheiros imundos.

A equipe de enfermagem está em greve e faltam medicamentos básicos para o funcionamento do berçário.

No último final de semana quatro bebês morreram.

A decisão das médicas inviabiliza o funcionamento da maternidade, já que não haverá profissionais para realizar o diagnóstico precoce das doenças.

GREVE CONFIRMADA NO HOSPITAL SÃO JOSÉ

são joseCom as negociações paradas desde o início desta semana, os trabalhadores do Hospital São José mantém para amanhã (sábado, 19) a greve da categoria.

Os cerca de 300 funcionários da unidade, mantida pela Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus,  ainda aguardam o pagamento do restante do salário de outubro, dos meses seguintes e parte do 13º salário.

Segundo o repórter Coutinho Neto, da Santa Cruz AM, 30 funcionários vão ficar de plantão para atender emergências e os pacientes internados. 

OS ATRASOS NA SANTA CASA

O caos administrativo que atinge a Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, como denunciado pelo médico José Lourenço em dois relatos (veja aqui e aqui), atinge não só os pacientes do Hospital São José, como também os servidores.

A última vez que os funcionários administrativos viram a cor do dinheiro foi em outubro, quando receberam 50% do salário de setembro. De lá pra cá, a provedoria só liberou o vale-transporte.

Em contato com este blog, um servidor relatou que entrou em férias no início do mês, mas nada de dinheiro na conta.

MÉDICO JOSÉ LOURENÇO DETONA, MAIS UMA VEZ, A ATUAL DIREÇÃO DA SANTA CASA

O médico José Lourenço, ex-diretor clínico do Hospital São José, faz novas denúncias contra a direção da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus.

Segundo Lourenço, a esposa de um diretor detém 98% do controle acionário de uma clínica que funciona dentro do Hospital. O estatuto da Santa Casa proíbe o vínculo.

O médico lança outros indícios sobre a existência de mais “esquemas” de favorecimento dentro da instituição.

Leia o artigo de José Lourenço.

Irmandade oculta, omissa ou conivente?

Os dirigentes da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus precisam rapidamente esclarecer à sociedade quem são mesmo “os profissionais médicos de Ilhéus e de outras cidades circunvizinhas” que irão assumir a terceirização da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São José, conforme informaram numa carta-resposta (leia clicando aqui) às minhas críticas enviada aos jornais, sites e blogs desta cidade (leia clicando aqui). Afinal, um serviço tão importante e essencial como este necessita funcionar de forma transparente, em especial numa instituição que tem por finalidade dos seus estatutos a filantropia.

Na mesma oportunidade, também seria de bom alvitre a direção tornar público a que pé ficou a responsabilidade de cada um nesta privatização. Sim, privatização. Ou você, caro leitor, acha que ao assumir um setor de um custo tão alto, um grupo de médicos empresários não vá pensar em faturamento?

Na carta em que tentam responder a alguns dos questionamentos que fiz no artigo anterior, os dirigentes da Santa Casa afirmam que a tarefa de tocar a UTI foi oferecida aos médicos que já atuavam naquele setor vital da instituição. Só “esqueceram” de informar que, para chegar a este grupo que agora irá assumi-la, eles usaram de dois pesos e duas medidas.

Aos antigos, a proposta era de que eles arcassem com todas as despesas, com a direção da Santa Casa continuando a controlar a receita. Para os novos investidores, uma proposta bem diferente. Talvez, lucrativa, para alguns ou alguém. E preocupante para a cidade: o Hospital São José seguiria arcando com o salário dos 32 funcionários do setor durante um ano, mais um ano de carência, sem repasses para o hospital.

:: LEIA MAIS »

FALTA DE TOMÓGRAFO CAUSA TRANSTORNOS NO HOSPITAL REGIONAL

A falta do aparelho de tomografia no Hospital Regional tem causado transtornos para quem precisa passar por procedimentos que utilizam a máquina.

Ao G1, Gustavo Cunha, diretor técnico da unidade, afirmou que um profissional de São Paulo foi contatado para consertar a máquina, mas não há previsão de quando ele chegará à cidade.

Na última quarta-feira (18), uma criança morreu após esperar dois dias por uma tomografia, lembre aqui.

Segundo a direção, enquanto o problema não é resolvido e o atendimento normalizado, os pacientes estão sendo encaminhados para Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, onde existe um tomógrafo que atende ao SUS.

FOLHA DE PAGAMENTO MISTERIOSA

"Bezerros" na folha.

A folha de pagamento do Hospital São José é um mistério indesvendável.

Um médico que exerceu função importantíssima na Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, afirmou a este blogueiro, nunca ter visto a relação de funcionários e seus proventos.

Segundo ele, a lista é mantida sob sigilo total e absoluto, para esconder as remunerações dos “bezerros” que mamam despudoradamente na instituição.

Espaço aberto à direção do São José.

SANTA CASA RECEBE 664 MIL REAIS

O Ministério da Saúde vai repassar cerca de 664 mil reais para o setor de  Oncologia da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus.

Em fevereiro, o deputado federal Josias Gomes (PT-BA) promoveu um encontro de alguns  diretores da Santa Casa com representantes do Ministério da Saúde. Após a reunião, Edson Pereira, assessor do ministro Alexandre Padilha, sinalizou a possibilidade do governo federal iniciar a revitalização do Hospital São José e da Maternidade Santa Helena.

A portaria assinada ontem (4 de maio), que repassa 664 mil reais, já é o primeiro resultado positivo do encontro.

O AÇOUGUE DISSE NÃO

A situação da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus piora a cada dia.

O açougue que fornece carnes ao Hospital São José suspendeu o serviço por falta de pagamento.

O paciente que tiver a necessidade de mastigar um bife será obrigado a trazer de casa.

A CAMPANHA DA SANTA CASA E OS BEZERROS INSACIÁVEIS

 

Haja leite pra "sustentar" os bezerros.

Informante do Blog do Gusmão, especialista em recursos do SUS, afirma categoricamente que a Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus tem muitos bezerros, que adoram litros e mais litros de “um bom leite gorduroso” rico em cálcio.

Os funcionários merecem respeito, o passado da instituição também, entretanto, os bezerros só querem mamar, mamar e mamar.

Sendo assim, este blog gostaria muito de veicular gratuitamente a campanha “Ajude a Santa Casa”, mas devido à fome insaciável dos bezerros, ficaremos de fora, bem distantes.

Se os funcionários organizarem uma ação separada, este espaço terá grande prazer em ajudar.

SOS SANTA CASA

A Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, que gere o Hospital São José e a Maternidade Santa Helena, passa por dificuldade financeiras. Por isso, pede ajuda à comunidade ilheense para continuar essa longa história de serviços prestados.

A direção da Santa Casa está em campanha para arrecadar fundos, suprimentos, materiais hospitalares e de limpeza.

As doações em dinheiro podem ser feitas através da conta bancária Ag: 0019-1  C/C: 70001-0   Banco do Brasil.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia