WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Sábado, 25 de Novembro de 2017
cenoe faculdade madre thais

ESTUDANTE DA UESC ENCONTRADO MORTO COMPROU ARMA HÁ DOIS MESES

Silvoney da Hora dos Santos. Imagem: Rede Social/Facebook.

Autorretrato de Silvoney da Hora Santos publicado no Facebook.

Na manhã desse domingo (1º), o estudante e agente penitenciário Silvoney da Hora Santos foi encontrado morto na sua casa, no Alto da Conquista, em Ilhéus, com um tiro na cabeça.

O Blog do Gusmão apurou que o jovem havia comprado uma pistola legalmente no último mês de agosto, com o porte de arma também obtido há pouco tempo.

Nesta segunda (2), conversamos por telefone com a delegada Andréa Oliveira, responsável pelo setor de homicídios da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior (COORPIN), a delegacia de Ilhéus. Oliveira nos informou que o caso de Silvoney não cabe ao seu departamento, pois a investigação da Polícia Civil trabalha com a hipótese de suicídio. Conforme a delegada, a casa do jovem não tinha sinais de arrombamento nem de outro tipo de violação.

Imagens que circulam na internet mostram o corpo de Silvoney caído para trás sobre a cama, com uma pistola presa entre as duas pernas, que estavam cruzadas. O celular estava na altura da sua virilha, e o notebook, à sua frente.

Há indícios de que ele faleceu na manhã de sábado (30), vinte e quatro horas antes de ser encontrado, depois de enviar mensagens com pedido de desculpas para uma mulher com quem mantivera relacionamento.

De acordo com a delegada, não há previsão para o resultado da perícia do Departamento de Polícia Técnica, que não é subordinado à Polícia Civil. A demora da emissão desse tipo de laudo tem sido um problema recorrente para as investigações policiais na Bahia.

Silvoney da Hora Santos estudava direito na UESC e trabalhava há pouco mais de um ano no presídio Ariston Cardoso, em Ilhéus. Nesse domingo, colegas de trabalho levaram o seu corpo para o sepultamento em Teolândia, sua Terra Natal.

BANDIDOS EXPLODEM CAIXAS DO BRADESCO EM TEOLÂNDIA

Explosões destruíram propriedade do Bradesco.

Explosões destruíram propriedade do Bradesco.

Um grupo de assaltantes explodiu caixas eletrônicos do Bradesco na cidade de Teolândia, na manhã dessa sexta-feira, 9. Segundo uma fonte deste blog, foram “duas explosões de estremecer o chão”.

Os assaltantes renderam pessoas que participavam de um velório em frente ao banco. Depois atiraram contra uma propriedade da Polícia Militar que também fica próximo ao local das explosões.

Crime ocorreu na manhã dessa sexta-feira, 9.

Crime ocorreu na manhã dessa sexta-feira, 9.

Pelo menos cinco bandidos participaram da ação. Eles usaram um carro branco (sedan) na fuga. O modelo do veículo não foi identificado.