WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Terca-Feira, 12 de Dezembro de 2017
cenoe faculdade madre thais

TRIBUNAIS DE CONTAS VÃO AJUDAR TSE A FISCALIZAR PARTIDOS

Assinatura de convênio em Brasília.

Assinatura de convênio em Brasília.

Como forma de fortalecer o controle da movimentação financeira dos partidos políticos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) assinaram um convênio, por meio do qual os tribunais de contas dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios vão dar apoio técnico no exame das prestações de contas das agremiações partidárias.

O convênio foi assinado na última terça-feira (8), em Brasília, em ato que contou com a presença dos presidentes do TSE, ministro Gilmar Mendes; da Atricon, Valdecir Pascoal, do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Raimundo Carneiro, e de 23 presidentes de Tribunais de Contas.

O presidente do TCE/BA, conselheiro Inaldo da Paixão Santos Araújo, ao assinar o termo de adesão, ressaltou que a medida vai fortalecer e dar mais eficácia ao controle do uso do dinheiro público. “O Tribunal de Contas do Estado da Bahia já prepara os seus servidores para auxiliar o Tribunal Regional Eleitoral na sua missão. Com a celebração desse convênio, estaremos ainda mais respaldados para exercer, no âmbito nacional, o controle das contas dos partidos”, acrescentou.

(mais…)

ELEIÇÕES 2014: MINIRREFORMA PROÍBE CARROS ENVELOPADOS

Propaganda móvel pode ser proibida em 2014.

Propaganda móvel pode ser proibida em 2014.

Do Jornal O Globo

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou ontem o projeto de “minirreforma eleitoral” com requerimento de urgência para apreciação no plenário, com novas regras para as eleições de 2014. O projeto beneficia candidatos e partidos e reduz o poder de fiscalização da Justiça Eleitoral. Entre as principais mudanças está a permissão de doações por parte de empresas concessionárias de serviços públicos, desde que os concessionários “não sejam os responsáveis diretos pela doação” Essa iniciativa é vedada atualmente pela lei eleitoral, proibição que os deputados pretendiam manter.

Com o texto aprovado pelos senadores, empresas terceirizadas contratadas pelas concessionárias, por exemplo, poderão fazer doações como empresas autônomas. Segundo o autor da proposta, senador Romero Jucá (PMDB-RR), a alteração será somente para deixar claro na lei algo que já é feito atualmente. Se aprovado pelo plenário do Senado da forma como foi aprovado na CCJ, o projeto vai direto à sanção.

— Todas essas mudanças são comportamentos de procedimentos. Na minha avaliação, tudo pode valer (já no ano que vem) — disse Jucá.

Em reunião pela manhã com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Cármen Lúcia, confirmou que as mudanças já podem valer nas próximas eleições, pois não são estruturais, mas só de procedimento.

(mais…)

MARINA SILVA RECORRE AO TSE PARA REGULARIZAR SEU PARTIDO

A ex-senadora Marina Silva.

Marina Silva.

Da Agência Brasil

Brasília – Marina Silva reuniu-se hoje (16) com a corregedora-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Laurita Vaz. Marina diz que os cartórios eleitorais estão atrasando os procedimentos e anulando assinaturas sem justificativa. O problema pode impedir a participação da Rede na disputa eleitoral de 2014.

De acordo com a lei, para participar do pleito todos os partidos devem estar registrados até o dia 5 de outubro, um ano antes das eleições de 2014.

Segundo a ex-senadora, as assinaturas que estão sendo invalidadas são de pessoas jovens que não votaram nas últimas eleições, de idosos que têm voto facultativo e até mesmo quem não fez assinatura legível, apenas um visto. “Temos a confiança de que a justiça será feita em prol de um processo político legítimo, que teve mobilização de centenas de pessoas, que manifestaram o seu desejo de que A Rede seja criada como partido. Nós apresentamos nossa documentação dentro do prazo”, disse Marina.

(mais…)

TOFFOLI DEFENDE CAMPANHA ANTECIPADA DE PRÉ-CANDIDATOS

Do Valor Econômico

José Dias Toffoli.

José Dias Toffoli.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), José Dias Toffoli, defendeu ontem mudanças na lei eleitoral e afirmou que a atuação dos pré-candidatos não é campanha antecipada. Para o ministro, que presidirá o TSE nas eleições de 2014, a atuação política de pré-candidatos um ano antes do pleito não deve ser considerada irregular.

“Isso que vemos todos os dias nos jornais é pré-campanha? É abuso? Isso tudo é política”, afirmou o ministro durante audiência pública do grupo de trabalho que discute alterações na legislação eleitoral. “Não faz sentido dizer que a vida política seja um ilícito, que discutir política com a sociedade seja pré-campanha.”

O ministro defendeu uma melhor delimitação na legislação sobre o que é campanha antecipada. “Hoje há regras para o que acontece após o início da campanha. Aquilo que ocorre antes fica na subjetividade do julgador da Justiça quando há representação ou ação”, afirmou o ministro ao sugerir que o Congresso busque parâmetros para conceituar melhor o que é pré-campanha na lei. Ele reconheceu que se trata de um tema “difícil de ser calibrado”.

(mais…)

ILHÉUS: JUSTIÇA SUSPENDE PESQUISA

A Justiça Eleitoral em Ilhéus suspendeu na manhã dessa segunda-feira (24) a pesquisa de intenção de votos realizada pela Secullus Estatística.

Segundo a assessoria de Carmelita Ângela (PT), a pesquisa apontava empate técnico com o candidato do PP, Jabes Ribeiro.

Entre as alegações da justiça para tirar de circulação a pesquisa, estão a inconsistência metodológica e a divulgação fora do prazo permitido pela justiça.

Desde a última semana, o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informava que a pesquisa só podia ser divulgada nessa segunda-feira (24).

Entretanto, desde o último domingo (23) que a assessoria de Carmelita divulga os dados por meio de releases à imprensa e publicações no facebook, como o Blog do Gusmão denunciou (veja aqui).

Segundo o jornal A Região, caso a pesquisa continue sendo veiculada em redes sociais e na imprensa, renderá multa de 10 mil reais para a empresa realizadora e o responsável pela divulgação.

GASPARETTO PESQUISAS DIVULGARÁ INTENÇÃO DE VOTO DOS ILHEENSES

Para colocar mais pimenta na corrida eleitoral de Ilhéus, a Gasparetto Pesquisas e Estatísticas divulgará no próximo dia 22 mais uma pesquisa sobre a intenção de voto dos ilheenses.

A pesquisa já foi registrada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o protocolo BA-00178/2012.

A consulta foi encomendada pela T.O. Barros Editora e ouviu 703 ilheenses.

A empresa que realizou a consulta pertence ao sociólogo Agenor Gasparetto, que possui anos de credibilidade na área.

Segundo informações, a pesquisa tem um dedo do grupo do prefeiturável Jabes Ribeiro (PP), e será usada como  “resposta” à consulta que será divulgada pela Seculus Análise e deve trazer sua principal adversária, Carmelita Ângela (PT), empatada tecnicamente.

A pesquisa da Seculus será divulgada um dia antes, na sexta (21).

QUATRO CANDIDATOS AO LEGISLATIVO SÃO BARRADOS PELA JUSTIÇA

Viviane, Vera, Maria Pureza e Carlinho tiveram os registros indeferidos.

A justiça eleitoral já deferiu 174 pedidos de candidaturas a vereador em Ilhéus.

Os dados disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) são atualizados a todo momento. O eleitor pode acompanhar clicando aqui.

Indeferidos

Até a manhã dessa sexta (03), quatro candidaturas foram indeferidas pela justiça.

Vera Lúcia Ribeiro (Vera/PTC), Viviane De Carvalho Marques (Viviane/PV), Maria Pureza Moreno (Pureza/PT) e Carlos José Do Nascimento Neto (Carlinhos/PSDC) tiveram o pedido de registros negados.

AZEVEDO CONTINUA NA DISPUTA

Azevedo reverteu a situação na justiça.

Quem torceu para o atual prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), ficar fora do pleito de outubro bateu com a cara na porta.

Depois de divulgar que o candidato estava inapto à disputa, o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que divulga as informações dos candidatos (veja aqui) informa agora que Azevedo está apto.

O indeferimento da candidatura de Azevedo foi publicado na última semana e colocou mais lenha na fogueira da sucessão itabunense. Os pedidos de impugnação partiram do Ministério Público Eleitoral e da coligação “Na Frente para Itabuna Mudar”, que tem como candidato a prefeito Vane do Renascer (PRB).

No site, o pedido do Capitão aparece como apto, porém indeferido com recurso.

Segundo o Blog do Ricky, significa que o candidato foi julgado não regular por deixar de atender as condições necessárias para o deferimento do registro, mas que interpôs recurso contra essa decisão e aguarda julgamento por instância superior. Trocando em miúdos, ele pode concorrer no pleito.

BAHIA REGISTRA 32 MIL CANDIDATURAS A VEREADOR

Do G1

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) registrou até quinta-feira (26), 1.146 candidatos a prefeito e 32.603 a vereador em toda a Bahia. Os registros das candidaturas podem ser acompanhados através do sistema DivulgaCand, disponível no site do TSE.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), os registros de candidaturas podem sofrer alterações, já que, até 8 de agosto, partidos que ficaram com vagas remanescentes de vereadores poderão preenchê-las com pedidos de novos registros de candidatos. Além disso, dados sobre as impugnações dos candidatos ainda não foram divulgados no DivulgaCand.

TRÊS CANDIDATOS A MENOS EM ILHÉUS

Três candidatos a vereador de Ilhéus já pediram para deixar a disputa.

Professora Daniela (PRP), Neri (PT) e Ronnie Von (PRTB) pedira renúncia das candidaturas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

As desistências estão registradas no DivulgaCand, portal da justiça que monitora as candidaturas a vereador e prefeito de todo o país.

AGU DE OLHO NO USO DE SIGLAS DE ÓRGÃOS PÚBLICOS NAS ELEIÇÕES

A Advocacia Geral da União vai fechar o cerco contra candidatos que usam siglas de órgãos públicos anexados aos nomes para disputar as eleições desse ano.

A AGU estima que 210 candidatos em todo o Brasil recorrem a essa antiga estratégia para fisgar o eleitor.

Estão na mira “Jô Soares do INSS”, “Marcos Valério da UnB”, “Ivete da Funasa”, “Garrincha do Dnit”, “Tequinha do Incra” e muitos outros identificados depois de um pente-fino em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), segundo o Estadão.

Nas ações, que começam a ser ajuizadas nesta segunda-feira, a AGU pede que os registros sejam alterados.

Além de ser proibido o uso de nomes, siglas e marcas das pessoas jurídicas, inclusive órgãos do governo, para fins particulares, segundo a AGU, a apropriação do nome venderia a falsa expectativa de que, eleito, o candidato poderá ajudar o cidadão na administração pública.

A apropriação também criaria uma desigualdade em relação aos concorrentes, ao sugerir, pelo nome, ter acesso mais fácil à estrutura do governo.

Página 1 de 31...Última »