WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Sexta-Feira, 17 de Agosto de 2018
casa facil prefeitura urucuca prefeitura ubaitaba
master class cenoe faculdade madre thais

MPT QUER MAIS NEGROS NA NOVELA “SEGUNDO SOL”

Parte do elenco da novela “Segundo Sol”.

Ambientada na Bahia, a novela “Segundo Sol” estreou ontem (14) no horário nobre da TV Globo. Mesmo antes da estreia, o folhetim gerou debate sobre a falta de representatividade racial numa história rodada no território baiano, onde mais de 70% da população se reconhece como negra ou parda. O elenco central tem 26 atores, sendo três afrodescendentes.

Para o Ministério Público do Trabalho (MPT), a escolha dos intérpretes não espelha a realidade baiana e afronta o Estado Democrático de Direito. A Globo, por sua vez, afirma que não toma a cor da pele como critério para a formação de elencos.

O MPT emitiu ofício, na última sexta-feira (11), para a TV Globo, com recomendações para que a emissora adeque a novela “Segundo Sol” no sentido de garantir a representatividade racial.

O órgão recomenda que a emissora assegure “a participação de atores e atrizes negros e negras em novelas e programas, dentre outros produtos, a fim de propiciar a representação da diversidade étnico-racial da sociedade brasileira, especialmente em cenários de população predominantemente negra, como no caso da novela “Segundo Sol”, em que deverá fazer adequações necessárias no roteiro/produção, para observância dos princípios orientadores do Estado Democrático de Direito, entre estes a proibição de discriminação (artigos 3º e 5º da CRFB/88), traduzida de forma específica em relação às produções dos meios de comunicação nos artigos 43 e 44 da Lei nº 12.288, de 20 de julho de 2010 – Estatuto da Igualdade Racial”.

O documento também recomenda que a TV Globo realize um censo entre os seus colaboradores, com os recortes de cor/raça e de gênero e indicações de gerências e diretorias.

O órgão estabeleceu prazos de dez dias para que a emissora apresente as medidas tomadas para as adequações da novela “Segundo Sol” e de 45 dias para as demais recomendações. Acesse o ofício.

Em tempo: o caso remete ao livro “A negação do Brasil – o negro na telenovela brasileira“, de Joel Zito Araújo, em que o autor demonstra a falta de representatividade e a presença marginal da população negra numa série de novelas exibidas entre os anos de 1963 e 1997. O trabalho deu origem a um documentário homônimo disponível neste link.

O QUE DIZ A TV GLOBO

A TV Globo ainda não se manifestou publicamente sobre a iniciativa do MPT. Antes, em nota enviada ao Portal UOL, a emissora alegou que “os critérios de escalação de uma novela são técnicos e artísticos”,  por isso a emissora  “não pauta as escalações de suas obras por cor de pele, mas pela adequação ao perfil do personagem, talento e disponibilidade do elenco. E acredita que esta é a forma mais correta de fazer isso”.

“Uma história como a de ‘Segundo Sol’, também pelo fato de se passar na Bahia, nos traz muitas oportunidades e, sem dúvida, reflexões sobre diversidade na sociedade, que serão abordados ao longo da novela, que está estruturada em duas fases”.

“As manifestações críticas que vimos até agora estão baseadas sobretudo na divulgação da primeira fase da novela, que se concentra na trama que vai desencadear as demais. Estamos atentos, ouvindo e acompanhando esses comentários, seguros de que ainda temos muita história pela frente!”, afirma a nota.

VÍDEO: MORADORA DO VILELA PEDE “SOCORRO” NO JORNAL NACIONAL

Imagem extraída do vídeo de Lourivalda no Jornal Nacional.

A senhora Lourivalda dos Santos gravou um vídeo para o quadro “O Brasil que eu quero”, dos telejornais da TV Globo. Na gravação, a moradora do bairro Teotônio Vilela, em Ilhéus, aparece com uma rua alagada ao fundo e pede “socorro”. Ela também cita que o bairro elegeu dois vereadores nas eleições de 2016. A mensagem de Lourivalda foi ao ar na edição desse sábado (12) do Jornal Nacional. Assista.

Com informações do site Chico Andrade.

CATARSE DIANTE DA TELA NÃO DERRUBA PRESIDENTE

Ala dos fantoches no desfile da Paraíso Tuiuti.

Por Thiago Dias.

Não acredito que a TV Globo seja um problema para o povo brasileiro. Na verdade, vejo na emissora um espaço importante para o discurso liberal. Ela dá lugar a vozes que costumam ser silenciadas ou menosprezadas em outros canais abertos, como as dos movimentos identitários. À sua maneira, abre brechas valiosas para o movimento negro, o feminismo, a causa LGBT e para ativistas que defendem a descriminalização do consumo de drogas.

Dito isso, o óbvio não passa despercebido: o liberalismo do canal é mais acentuado quando o assunto é economia e gestão pública. Aí ele é liberal até os ossos.

Quando o assunto é economia, o jornalismo global não quer saber de debate. A visão é única e não tolera vozes dissonantes. Foi essa convicção econômica que levou a família Marinho a apoiar os militares em 1964 e a “solução” Temer em 2016. Quando aumentou a artilharia contra o presidente, o fez porque imaginou que o peemedebista não teria força política para conduzir “as reformas de que o país precisa”. É isso que o canal anuncia toda vez que fala da “desfiguração” da reforma da Previdência, com as concessões do governo para viabilizar o avanço da proposta no Congresso.

(mais…)

“FANTÁSTICO” DIVULGA AÇÃO POLICIAL CONTRA A D9 E A TIPS CLUBE

Reportagem ouviu o delegado Humberto Costa, da Polícia Civil. Imagem: Fantástico.

Reportagem ouviu o delegado Humberto Matos, da Polícia Civil. Imagem: Fantástico.

Nesse domingo (13), o Fantástico, da TV Globo, veiculou reportagem sobre a operação da Polícia Civil contra as empresas D9 Empreendimentos e Tips Clubes.

A matéria chama os fundadores das empresas, Danilo Santana e Isaac Albuquerque, de “golpistas”. Conforme a Polícia Civil, a “D9” e a “Tips” foram usadas para movimentar “pirâmides financeiras”.

Uma das pessoas ouvidas pelo Fantástico disse que tomou um prejuízo de sessenta mil reais. A reportagem também ouviu o delegado Humberto Matos, um dos responsáveis pela operação iniciada em Itabuna. Assista abaixo.

TV GLOBO LEVA A OPERAÇÃO CITRUS AO CENÁRIO NACIONAL

Imagem ilustrativa.

Imagem ilustrativa.

O jornalista Eduardo Faustinni comanda equipe do Fantástico em reportagem sobre a Operação Citrus. Os funcionários da TV Globo já ouviram os investigadores do Ministério Público do Estado da Bahia, autor da denúncia contra oito acusados de participar do suposto esquema de desvio de recursos da Prefeitura de Ilhéus.

Quando for veiculada na maior rede de televisão do país, a reportagem apresentará para todo o Brasil detalhes da operação que abalou Ilhéus. A data da veiculação não está confirmada.

Como já se passaram mais de vinte dias desde o início da operação, é provável que os investigadores tenham relatado novidades sobre os materiais e depoimentos colhidos.

Com informações do Pimenta.

GLOBO TRANSMITE DUELO ENTRE JUVENTUS E BARCELONA

Duelo está marcado para as 15h45min desta terça-feira.

Duelo está marcado para as 15h45min desta terça-feira.

Atenta aos números recordes da audiência da Liga dos Campeões da Europa no Brasil, a TV Globo se rendeu de vez à maior competição do futebol europeu. Nessa semana, vai transmitir dois dos principais jogos das quartas de final. O primeiro duelo será às 15h45min desta terça-feira (11), na Itália, entre Juventus e Barcelona. O segundo está marcado para o mesmo horário dessa quarta-feira (12), quando Bayern de Munique e Real Madrid se enfrentarão na Alemanha.

O incansável Galvão Bueno vai narrar as duas partidas. A presença do principal narrador da emissora dá a medida do valor atribuído aos jogos. Ícone da televisão brasileira, Galvão desperta criticas de vários setores do esporte, mas muitos dos seus críticos não abrem mão de acompanhar as transmissões que ele comanda. Sem falar na qualidade do trabalho de repórteres como Éric Faria e Tino Marcos.

Além do carisma controverso de Galvão, com a transmissão “global”, prevalece o acesso do grande público ao espetáculo. Os dois jogos poderão ser assistidos por milhões de apreciadores do futebol. Como a Globo detém os direitos da competição na tevê aberta brasileira, a maioria dos confrontos é transmitida no país apenas pelos canais fechados do grupo Esporte Interativo. 

PEDRO CARDOSO DESABAFA SOBRE SAÍDA DA GLOBO

O ator e roteirista Pedro Cardoso participou ontem do programa Pânico, da Jovem Pan FM. Ele falou sobre a decepção pelo tratamento que recebeu da TV Globo após o fim da “Grande Família”. A emissora dos Marinhos não deu espaço para os novos projetos do artista, que tem se dedicado exclusivamente ao teatro. Cardoso também revelou que o “Fantástico” vetou um projeto seu por motivo ideológico. Assista.

“A GLOBO NÃO É DONA DO BRASIL”, DIZ JORNALISTA DEMITIDO

O jornalista Sidney Rezende era apresentador da Globonews.

O jornalista Sidney Rezende era apresentador do GloboNews.

Do Brasil 247

Demitido do GloboNews em novembro do ano passado, sem direito a comunicado de despedida, o jornalista Sidney Rezende disparou contra a Globo. Em uma premiação dos melhores do Carnaval do Rio de Janeiro, ele fez duras críticas contra a emissora, onde trabalhou durante mais de 20 anos.

Disse que a TV Globo está “extrapolando os seus limites” e “impedindo que as expressões populares do nosso país funcionem de uma maneira mais clara”. “A Globo não é dona do Brasil, a Globo não é dona do Carnaval, a Globo não é dona do futebol”, completou

O jornalista, que foi o criador do modelo de programação da rádio CBN e um dos fundadores da GloboNews, foi dispensado um dia depois de publicar em seu site, o SRZD, um texto em criticava a obsessão dos jornalistas por notícias ruins e pela aposta no impeachment da presidente Dilma Rousseff como “único caminho para a redenção nacional”.

CABELO DE BONECO NEGRO É A ESPONJA DE AÇO DA CASA DO BBB

Segundo a página Senti na Pele, objeto reforça esteriótipos racistas.

Segundo a página Senti na Pele, objeto reforça esteriótipos racistas.

A produção da TV Globo decidiu comprar uma esponja de aço com o formato de black power de um boneco negro para a casa do Big Brother Brasil. A décima sexta edição do programa começou ontem (19).

A página Senti na Pele (Facebook) classificou a escolha do objeto como ato racista. “O racismo está em todos os cantos, infelizmente. Está em piadas, em apelidos, em abordagens policiais, no sistema educacional, nas empresas, no Congresso, nos comerciais, no jornal, na TV.”

De acordo com a fanpage, “quando na infância chamavam uma criança de cabelo ‘Bombril’, ‘cabelo duro de arear panela’, era sobre isso, que estamos vendo na imagem, que estávamos falando. A TV acaba legitimando o preconceito que já está espalhado pela sociedade. A identidade do negro passa diretamente pela aceitação do seu cabelo. Nele reside também sua resistência. Não pode ser motivo de piada, nem de depreciação”.

O BACKGROUND DA IDEOLOGIA DO BRAZIL QUE A GLOBO QUER

Imagem: Perfil oficial do cantor Chico César no Facebook.

Imagem: Perfil oficial do cantor Chico César no Facebook.

Por Sebáh Villas-Bôas

Era manhã desta última quarta-feira (05/08/2015), o programa Encontros, apresentado pela ex-âncora da bancada do Jornal Nacional, Fátima Bernardes, bradava incansavelmente  na Tv qualquer coisa sobre um assunto de nomenclatura intraduzível para o idioma do português-brasileirado, significativamente de relevância social, e já recorrente ao ponto de tornar-se chavão e instituir aquelas frases de efeito que permeiam o discurso mais corriqueiro sobre o tema; bullying.

Disperso, da cozinha, pouco me abalei quando o termo estrangeiro, tornado palavra corrente na contemporaneidade da pauta de discussões sociais foi citado na sala; sei o que significa bullying (pensei), palavra que vem da língua inglesa, e pouco importa que não tenha tradução exata em nosso idioma. O importante é o processo social de relação humana que o termo designa. Bullying, enquanto palavra, é um gerúndio (o sufixo ing, no idioma inglês, indica que a ação ainda está acontecendo, ação corrente, sem que seja possível precisar seu término). Bullying, então, é uma ação processual, que vai acontecendo. O pré-fixo bull, ajuda a compreender bem o sentido de tal ação. Bull, no idioma do qual o termo (bullying) deriva, significa touro, o animal quadrúpede e de chifres; daí termos como “pitbull”, que literalmente significa “touro-de-arena”, ou mesmo “bulldog”, que seria algo como “cachorro-touro”; talvez, e só talvez, nomes que sirvam para indicar a enorme capacidade de força física desses cães, “fortes como um touro”. Todavia, vale ressaltar que os “bulls” (touros), eram utilizados em lutas contra cães de grande força física e ferocidade, em poços (pits), ou gigos, como aqueles em que os galos são postos a se confrontar em rinhas de apostas, todas estas práticas, certamente uma expressão da própria ferocidade humana, encontram a confirmação linguística, no idioma inglês, no termo bully, que não é nada fácil de traduzir, visto que designa intenções como “ameaçar”, “intimidar”.

Portanto, bullying, se traduzido do inglês, “ao pé da letra”, seria algo como “tourizando” ou “ameaçando/intimidando” (tudo ao mesmo tempo), ainda incompreensível, mas com a ressalva de que sendo um termo estrangeiro, necessita ser interpretado e designa um processo que acontece do humano ao humano. É lícito e lógico considerar que a expressão inglesa indica claramente “ação de tornar touro” ou mesmo “ação de ameaçar/intimidar”; evidentemente bullying adquire contornos interpretativos de ação que intenta “animalizar” e “intimidar/ameaçar” o outro, humano, tudo ao mesmo tempo, tornando-o alvo da destituição de sua individualidade, de sua dignidade humana na expressão que cabe singularmente àquele ser.

(mais…)

O “MANTRA” DA GLOBO SOBRE A CORRUPÇÃO NO FUTEBOL

Globo-EsportePor Thiago Dias

O Grupo Globo defende uma hipótese na sua cobertura sobre o escândalo de corrupção que envolve empresas e dirigentes de entidades esportivas, como a FIFA e a CBF. Qual seja: os meios de comunicação não têm qualquer envolvimento com o suposto esquema de propinas para garantir privilégios na compra dos direitos de transmissão de torneios de futebol.

De acordo com essa hipótese, empresas de marketing esportivo subornaram dirigentes da FIFA e da CBF (e co-irmãs) para comprar os direitos de transmissão e revendê-los a emissoras de TV. As compradoras, portanto, não têm nada a ver com o suposto esquema de propina – receberam os produtos limpinhos e não desconfiavam dos meios ilícitos empregados por seus vendedores para obtê-los.

A explicação é rápida, simples e tem sido repetida feito um “mantra” na programação da TV Globo.

Como se sabe, a repetição exaustiva de uma hipótese é um caminho curto para transformá-la em tese.

Thiago Dias é repórter do Blog do Gusmão.

GLOBO CENSURA VÍDEO DE TINO MARCOS. ELE FALOU DE DILMA NO FAUSTÃO

Tino Marcos. Foto: TV Globo/Domingão do Faustão.

Tino Marcos. Foto: TV Globo/Domingão do Faustão.

Ontem (domingo, 8), o excelente repórter Tino Marcos participou do Domingão do Faustão. O programa homenageou o jornalista no quadro “Arquivo Confidencial”.

Emocionado, Tino defendeu o futebol como instituição nacional e lembrou um jantar com a presidente Dilma Rousseff. Ele perguntou se ela torceu pelo Brasil na Copa de 1970, quando estava presa por lutar contra a ditadura civil-militar. A governante disse que sim.

A lembrança benevolente do jornalista parece ter desagradado opositores de Dilma. O vídeo com a fala de Tino Marcos no Faustão repercutiu e foi censurado pela Rede Globo. A emissora alegou direitos autorais e retirou o material do Youtube. Algo que não acontece com milhares de produtos globais reproduzidos no site. 

VÍDEOS: GLOBO DEFENDEU DITADURA MILITAR

É sabido que setores da elite brasileira  estimularam o golpe militar de 1964. Há quem diga que Roberto Marinho, na época, não via outro caminho para salvar o país.

A influência do então dono da Rede Globo em apoio ao golpe foi lembrada pelo filme Muito Além do Cidadão Kane (1993), documentário produzido pela BBC de Londres.

Os ingleses lembraram também que a TV da família Marinho foi financiada por uma empresa norte-americana quando a presença do capital estrangeiro na mídia nacional era vetada pela constituição brasileira (o que só mudou em 2001, como um dos atos finais do governo FHC).

O segundo vídeo (de 1975) é da própria Globo e foi apresentado ao público como produto jornalístico, mas, era propaganda descarada do governo militar. 

Assista abaixo.

(mais…)

GABRIELA JÁ TEM DATA DE ESTRÉIA

Do Correio

Juliana Paes nas gravações de Gabriela.

De acordo com informações da coluna Na Telina, do jornal Extra, a novela “Gabriela” já tem data definida de estreia. Com Juliana Paes no papel principal, Ivete Sangalo como dona de um bordel, e um time de artistas baianos, a nova trama das 23h da TV Globo, deve estrear no dia 19 de junho, conforme a publicação.

Ainda segundo a coluna, o remake inspirado na obra de Jorge Amado terá 76 capítulos e exibição de quatro por semana, o folhetim deve se estender até meados de Outubro.

COMO SERÁ 2012?

Por Carlos Pereira Neto

É comum se dizer que o homem é o chão em que pisa. Mas também se ouve “ele está no mundo da lua” ou “come sardinha e arrota caviar”. Mais sofisticado o aforismo de Ortega e Gasset, “O homem é ele mesmo e as suas circunstâncias”, na sentença fenótipos, genótipos e geografia. Ainda, há os que dizem que o certo “é viver localmente e pensar globalmente”, talvez daí, segundo o meu amigo Al Face, alguns gostem tanto da TV Globo quando de suas conveniências.

Destrinchando as quatro frases, a primeira casa bem com a terceira, pois o homem pensará conforme o meio em que vive, e tenderá a adaptar-se e a usar os meios ao seu alcance. Numa sociedade organizada, idealmente, a posição em que se encontrar na organização social do trabalho lhe dará os contornos de sua consciência. A segunda e a terceira denotam a alienação, aquele que “não é” o que verdadeiramente é. Todos os homens são materialmente alienados. A última frase é um ideal.

Sem entrar nos meandros e complexidades dos processos de alienação, sobretudo nos provenientes da repetição educacional e os da mídia, nas especificidades nacionais e locais, o mundo e o homem são um só, carregamos a memória do tempo e o planeta atual, parte dentro de nós e maior parte de fora nos determinando presente e futuro, quer tenhamos consciência ou não.

(mais…)

error: Content is protected !!