WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Terca-Feira, 20 de Fevereiro de 2018
cenoe faculdade madre thais

CONFIRA IMAGENS DESSA TERÇA-FEIRA DA NOVA PONTE ILHÉUS-PONTAL

Vista do lado sul da obra. Imagens: José Nazal.

O vice-prefeito e secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal (REDE), registrou e divulgou ontem (13) imagens aéreas das obras da nova ponte Ilhéus-Pontal. Confira.

Traçado da futura pista de acesso à nova ponte a partir do Centro.

(mais…)

NAZAL É UM DOS TRÊS PRÉ-CANDIDATOS DA REDE AO GOVERNO DA BAHIA

Marina Silva e José Nazal.

O Elo Estadual da Rede Sustentabilidade escolheu três pré-candidatos ao governo do Estado da Bahia nas eleições de 2018. Tratam-se do vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, da vereadora de Irecê, Meirinha, e de uma das porta-vozes do elo estadual, Iaraci Dias, liderança de Camaçari.

O partido definiu a lista de forma coletiva, no último sábado (25), durante reunião no Hotel Fiesta, em Salvador. O ato contou com a presença de lideranças de mais de 30 municípios, além da ex-senadora Heloísa Helena.

Membro do Elo Estadual, o superintendente do Meio Ambiente de Ilhéus, Emílio Gusmão, também participou do encontro. “Os três pré-candidatos não entraram numa disputa interna. Os seus nomes foram indicados pelas lideranças que participaram da reunião. O vice-prefeito José Nazal não lançou pré-candidatura, essa foi uma escolha do partido. Ele aceitou porque acredita no novo projeto político que estamos construindo e propondo à Bahia e ao Brasil”, explicou Gusmão, nesta segunda-feira (27), em conversa com este blog.

Iaraci Dias e Meirinha.

As lideranças também manifestaram apoio à pré-candidatura da ex-senadora Marina Silva à Presidência da República. Para Iaraci Dias, a ex-ministra do Meio Ambiente é uma representante natural das ideias que a Rede defende para a política brasileira. “Marina é nossa maior e melhor referência popular, tem qualidades morais indiscutíveis, competência de gestão e capacidade política para nos tirar da crise política atual”, garantiu a pré-candidata.

JOSÉ NAZAL PALESTRA SOBRE CRISE NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS

Vice-prefeito José Nazal. Imagem: SECOM/Ilhéus.

Vice-prefeito José Nazal. Imagem: SECOM/Ilhéus.

Nessa sexta-feira (6), o Instituto de Ensino e Pesquisa do Colégio da Polícia Militar (COM) promoveu o Seminário de Educação Ambiental, Crise Hídrica e Desmatamento da Mata Atlântica. O vice-prefeito José Nazal (REDE) e outras lideranças de Ilhéus participaram do evento.

Durante a palestra, José Nazal palestrou sobre as “Bacias Hidrográficas do Leste” o tema englobou a crise hídrica nos municípios, o desmatamento, e a preservação da água e do meio ambiente. O vice-prefeito aproveitou a oportunidade para alertar aos alunos presentes sobre os pontos cruciais ligados ao meio ambiente de Ilhéus. “A minha esperança e expectativa estão nesta juventude. Esta certeza me move todos os dias, em saber que momentos como este e de outros que tenho participado, demonstram a confiança que tenho do futuro”, pontuou.

O evento contou com uma programação vasta que abordou os mais diversos temas, com apresentação de artigos, peças teatrais, poemas, filmes, apresentações culturais e muito mais.

ILHÉUS VIABILIZA PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO

Reunião que definiu condições de implantar o Plano Municipal de Saneamento Básico ocorreu em Salvador - Secom (1)

Divulgação/SECOM-Ilhéus.

Da SECOM-Ilhéus

A Prefeitura de Ilhéus vai encaminhar para a Câmara de Vereadores local um Projeto de Lei que autoriza o município a celebrar um convênio com o estado da Bahia, que facilitará o financiamento do Plano Municipal de Saneamento Básico, instrumento de planejamento e gestão participativa que estabelece as diretrizes para a prestação dos serviços públicos de saneamento.

O acordo foi firmado hoje (15) em Salvador, durante encontro mantido pelo prefeito Mário Alexandre e pelo vice-prefeito José Nazal, com o secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento da Bahia (SIHS), Cássio Peixoto e com o presidente da Embasa, Rogério Cedraz. A reunião também contou com a participação da deputada estadual Ângela Sousa, do deputado federal Paulo Magalhães e do secretário municipal de Administração, Bento José Lima.

O acordo foi considerado um avanço importante para a melhoria da qualidade de vida dos ilheenses, segundo o prefeito Mário Alexandre. Além de viabilizar a execução do Plano Municipal de Saneamento Básico, o encontro serviu para debater questões pontuais sobre problemas na prestação de serviço da Embasa e de seus terceirizados em Ilhéus.

José Nazal explica que há alguns anos o contrato entre o município de Ilhéus e a Embasa está vencido. No entanto, revela, apesar disso as ações técnicas e administrativas prestadas pela empresa são legítimas e válidas pelo fato de tratar-se de um serviço de prestação continuada. O maior inconveniente, segundo Nazal, está no fato de a Embasa não poder fazer investimentos no setor. Por este motivo o PL proposto no encontro, garantirá repasses e recursos para a construção do Plano.

O PMSB traça os caminhos para a melhoria das condições de saúde, qualidade de vida e o desenvolvimento local comprometido com a conservação dos recursos naturais, em especial da água e do solo. O Plano deverá abranger todos os quatro componentes do Saneamento Básico: Abastecimento de água; Esgotamento sanitário; Drenagem e manejo das águas pluviais; e Limpeza urbana e gestão de resíduos sólidos. “O município que não tiver o plano aprovado até 17 de dezembro deste ano não fica apto a receber recursos para o setor”, explica Nazal. “Esse plano é de extrema necessidade para o desenvolvimento sustentável de Ilhéus”, completa.

ROBERTO RABAT VAI SER SEPULTADO HOJE À TARDE NO CEMITÉRIO DA VITÓRIA

Roberto Rabat e o prêmio Jornalista Octávio Moura de 2012. Imagem: R2CPress.

Roberto Rabat e o prêmio Jornalista Octávio Moura de 2012. Imagem: R2CPress.

Como informamos ontem, o jornalista Roberto Rabat, pioneiro do webjornalismo no sul da Bahia, faleceu no início da noite dessa quinta-feira (14), aos sessenta e três anos.

O seu corpo é velado no necrotério Santa Isabel, ao lado do Fórum Epaminondas Berbert de Castro, no bairro Cidade Nova, em Ilhéus. O sepultamento está marcado para essa tarde, às 16h30min, no Cemitério da Vitória.

Ainda ontem à noite, o prefeito Mário Alexandre (PSD) e o vice-prefeito José Nazal (REDE) afirmaram, por meio de uma nota de pesar, que a partida do jornalista “deixa um vazio na comunicação de Ilhéus e da Bahia”. Leia a íntegra.

Nota de pesar

Em nome do povo de Ilhéus, queremos manifestar a nossa tristeza pelo passamento do jornalista Roberto Rabat, ocorrido nesta quinta-feira, 14.

Rabat era mais que um jornalista solidário e justo. Era um ilheense apaixonado por sua terra e seus conterrâneos e uma voz firme em defesa dos interesses da coletividade.

Um homem de princípios morais e ético exemplares e um profissional que deixará um enorme vazio na comunicação de Ilhéus e da Bahia.

Aos seus familiares, em especial à filha Naiana, queremos manifestar a nossa solidariedade, o nosso carinho.

Ilhéus perde um grande homem. Os colegas de profissão, um exemplo. A imprensa baiana, um profissional apaixonado pela missão de dar vez e voz às vontades do povo de sua terra. À sua gente.

Ilhéus, 14 de Setembro de 2017.

Mário Alexandre Sousa

Prefeito

José Nazal Pacheco Soub

Vice-prefeito

NAZAL APONTA ERRO NOS CENSOS DA POPULAÇÃO DE ILHÉUS

Vice-prefeito José Nazal. Imagem: O Taboleiro.

Vice-prefeito José Nazal. Imagem: O Taboleiro.

Hoje (31), em conversa com o Blog do Gusmão, o vice-prefeito José Nazal (REDE) comentou sobre o índice anunciado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que indicou uma nova queda populacional em Ilhéus.

Segundo os dados do IBGE, em 2010 a população do município era de 184.236 habitantes, já a estimava deste ano é de 176.341.

De acordo com o vice-prefeito, o instituto cometeu um erro em 2000, quando indicou uma população de 222.127 habitantes, maior do que o município realmente tinha. Isso afetaria os dados atuais. “Quando veio o censo em 2010, com valores exatos e quantitativos, a projeção foi negativa em 37 pontos percentuais. Essa é a projeção que o IBGE usa para fazer a estimativa ano a ano, então Ilhéus está perdendo uma coisa que nunca teve”.

Nazal cogitou a possibilidade de buscar uma intervenção da justiça para averiguar a metodologia do censo. No entanto, a demanda poderia se estender por anos em um processo judicial. O resultado da ação dificilmente sairia antes de 2020, para quando está previsto o próximo censo do IBGE. “Se a contagem tivesse sido feita em 2016, como estava previsto, isto teria sido sanado, a gente saberia da realidade atual”.