Ilhéus : Inquérito é instaurado para investigar desaparecimento de pescador


IMG_0790

Joelton sumiu perto da Pedra de Ilhéus.

Um inquérito foi instaurado pela Marinha para investigar as causas e responsabilidades do desaparecimento de um pescador nas proximidades do porto de Ilhéus, na tarde de sábado (4). De acordo com o Comando do 2º Distrito Naval, Joelton Alves de Souza, de 42 anos, sumiu após cair no mar em uma distância de 10 km da costa, perto da Pedra de Ilhéus.

A Marinha relata que um outro pescador, que acompanhava Joelton no momento do acidente, contou que a queda da vítima na água foi causada por tropeço na proa da embarcação, quando a linha que utilizava na pescaria se partiu.

De acordo com a Marinha, as buscas pelo homem começaram por volta das 16h de sábado e foram retomadas no início da manhã deste domingo (5). Trabalham na operação equipes de Inspeção Naval de Ilhéus e do Corpo de Bombeiros.

Hoje (5), os sindicatos dos radialistas de Ilhéus informou que Joelton é radialista, funcionário da Rádio Cultura de Ilhéus há vinte anos e exercia a função de técnico de transmissor, no parque de operação da emissora.

Assim que o Sindicato dos Radialistas de Ilhéus teve conhecimento desta triste notícia, o Presidente, Elias Reis, se deslocou a residência do Radialista (Av. Esperança, 78, Malhado), se reunindo com a família e se colocando a disposição em qualquer situação, inclusive acompanhará todo o processo de busca e posteriormente apoio.

Até as 11h30 deste domingo, o pescador ainda não havia sido achado. O prazo de conclusão do inquérito é de 90 dias.

Deputados devem decidir nesta semana sobre projeto da “cura gay”


Agência Brasil

A expectativa em torno da votação de um projeto que autoriza o tratamento psicológico ou a terapia para alterar a orientação sexual de gays reacendeu as críticas à Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados. Desde que o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) assumiu a coordenação dos trabalhos do grupo, manifestantes contrários à sua escolha para o cargo organizaram vários protestos e conseguiram cancelar algumas agendas de trabalho da comissão. Agora, a mesma comissão se prepara para decidir sobre um dos temas mais polêmicos envolvendo homossexuais.

A apreciação do Projeto de Decreto da Câmara (PDC) que trata da “cura gay” deve ocorrer na próxima reunião do grupo, marcada para quarta-feira (8). O texto suspende resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) que proíbe os profissionais da área de participar de terapia para alterar a orientação sexual e de atribuir caráter patológico à homossexualidade. Há quase 30 anos a homossexualidade foi excluída da Classificação Internacional das Doenças (CID).

Apesar de toda a polêmica, o relator da proposta, deputado Anderson Ferreira (PR-PE), que apresentou parecer favorável ao projeto, garantiu que não vai mudar sua posição sobre a matéria. “Só estou tentando ajustar o desajuste que ele [o CFP] tentou fazer por meio dessa resolução. Todo ser humano tem direito a procurar ajuda e tentar entender um conflito interno”, disse.

(mais…)

Ações anticorrupção aumentam prisões por crimes contra gestão pública


crime-colarinho-branco-1

O número de detentos no sistema penitenciário brasileiro por crimes contra a administração pública, como corrupção e peculato, cresceu 133% entre dezembro de 2008 e dezembro de 2012 – sete vezes mais que o aumento da população carcerária total. Atualmente, 2.703 pessoas cumprem pena no Brasil por esses motivos, entre funcionários públicos e particulares sem ligação com o governo. Ainda assim, ocupam menos de 1% das celas do País.

Os dados são do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), órgão do Ministério da Justiça que compila dados prisionais das 27 unidades federativas. Entre todos os crimes contra a administração pública, o que registrou maior crescimento foi o peculato – cometido por servidor que se apropria de bem público no exercício do cargo. O aumento de prisões por esse crime foi de 220% desde 2008.

Segundo o Depen, os números levam em conta apenas condenações, e não prisões temporárias. A série histórica começa em 2005, mas foi só em 2008 que os registros começaram a ser informados com detalhes pelo órgão. Antes disso, o número só havia ultrapassado a barreira dos 2 mil presos em 2007.

No ano seguinte, as prisões desabaram, mas voltaram a crescer constantemente até chegar aos atuais valores. ( Estadão )

Valderico é levado pela PF para depor durante casamento do filho


valderico_reisO casamento do empresário Valderico Reis Júnior, em Salvador, na noite de ontem (4), ganhou uns convidados, no minimo, indesejáveis para o pai do noivo, o empresário e ex-prefeito de Ilhéus, Valderico Reis.

Momentos antes da solenidade, agentes da Polícia Federal chegaram ao local da cerimônia e “levaram” o ex-prefeito para prestar depoimento.

Informações dão conta de que a prisão estaria relacionada a possíveis desvios de recursos quando este governou o município de Ilhéus.

Pescador cai próximo ao porto do Malhado e desaparece; Marinha faz buscas


 Um pescador está desaparecido depois de cair no mar por volta das 10h deste sábado (4), nas proximidades do porto de Ilhéus. O homem de 42 anos estava jogando a linha de pesca quando se enroscou e caiu da embarcação.

Equipes da Marinha e Corpo de Bombeiros fizeram as buscas até 18h, mas não encontraram o pescador. As buscas recomeçam às 8h do domingo (5). ( G1-Bahia)