Operação da Cipe Cacaueira prende traficantes em Itapitanga


IMG-20131011-WA0002 (1)

Foto Blog Vermelhinho

Policiais Militares da CIPE-Cacaueira (CAERC) participaram de uma grande operação que contou, também, com a participação dos milicianos do CPRS e do 15º BPM, na cidade de Itapitanga. Na oportunidade foram cumpridos mandados de busca e apreensão que resultaram na prisão de diversos elementos envolvidos com o tráfico de drogas na cidade.

Foram apreendidas mais de 710 pedras de crack embaladas prontas para a venda, além de 01 revólver calibre .32 com 08 cartuchos e a quantia de R$ 145,25. Todos os envolvidos foram conduzidos e apresentados na Delegacia de Polícia de Itapitanga, ficando à disposição da justiça.

Informações do Blog Ocorrência Policial

A “preocupação” do CDL de Ilhéus


Por Jamesson Araújo

Mais uma vez, a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Ilhéus se mostra submissa ao poder executivo, como acontece há anos. A entidade assiste à derrocada de Ilhéus sem ao menos se posicionar no que há de errado de verdade no município.

Denúncias graves contra o desvio do erário público, paralisação dos serviços para a população, como saúde e educação, vindas do governo anterior até o atual governo, que conseguiu piorar a situação de caos que se instalou em Ilhéus. E a CDL? Calada!

Nessa sexta-feira, a entidade, depois de sua inércia de anos sobre a situação de Ilhéus, veio a público se manifestar contra o movimento Reúne Ilhéus, que luta pela redução da tarifa de ônibus, o que consequentemente ajudaria os comerciantes a economizar com na passagem de seus funcionários.

Ao invés de intermediar o diálogo para chegar a uma solução, a CDL compra a briga do governo municipal e acusa o movimento, de ser um dos culpados pela queda de 30% nas vendas no comercio. Segundo o presidente do CDL, Paulo Ganem, o centro comercial da cidade está feio, sujo, “já precisamos começar a organizar a praça para a Campanha de Natal e desenvolver ações culturais, entre outras coisas, mas, se continuar aquele acampamento na rua, certamente não vamos poder”.

Talvez, se não comprasse essa briga, não ganharia a barganha que faz todos os anos junto ao governo municipal, para realizar campanhas de fim de ano, principalmente com o brinde maior da campanha, um carro zero, na grande maioria das vezes doada pelo governo do município.

O movimento Reúne Ilhéus, pelo que acompanhamos, sempre esteve aberto ao diálogo, e a CDL poderia ser a ponte para resolver o impasse, mas tomou lado, claro que não de seus clientes e funcionários.

A entidade precisa ser mais atuante, como também a Associação Comercial de Ilhéus, com posições impositivas junto ao governo municipal, cobrar soluções viáveis para um comércio forte, promover o desenvolvimento do segmento lojista.

Até hoje não saiu do papel o  shopping a céu aberto. O projeto virou museu e apenas traz lembranças e argumentos para contrapor quando se fala na construção de um shopping Center.

O que falta à CDL é exercer seu papel na plenitude, com apresentação e cobrança junto ao governo municipal, com propostas para reordenar o centro, que há anos é uma bagunça sem tamanho.

Um problema que a CDL deveria enfrentar de verdade, por exemplo, é retirar a grande quantidade de barracas e ambulantes das ruas e calçadas da Marques da Paranaguá e do entorno. Assim, estimularia a construção de camelódromos e de empreendimentos privados, como os que já funcionam em algumas cidades no nordeste, como Fortaleza.

Os ambulantes têm papel importante no Centro da cidade, mas da forma como a região é ocupada, todos saem perdendo.

Mas a CDL não está preocupado com nada disso, apenas se ocupa em combater um movimento que ocupa a frente da prefeitura e cobra benefícios para a população.

“Pense num absurdo, na Bahia tem precedente”, dizia Otávio Mangabeira.

Governo altera regra para concessão de seguro-desemprego


not_arquivo_1375699711

O governo alterou uma das regras para a concessão de seguro-desemprego. O trabalhador que solicitar o benefício a partir da segunda vez, dentro de um período de dez anos, terá que fazer curso com o mínimo de 160 horas para receber o pagamento. Antes, o curso deveria ser feito a partir do terceiro pedido de seguro-desemprego no prazo de dez anos. A alteração está no Decreto n° 8.118 publicado na edição de hoje (11) do Diário Oficial da União.

O curso, com o mínimo de 160 horas, deve ser de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional. No ano passado, o Decreto n° 7.721, de 16 de abril, havia instituído a condicionalidade do curso.

O seguro-desemprego é uma assistência financeira temporária a trabalhadores desempregados sem justa causa para auxiliá-los na manutenção e na busca de emprego e inclui ações integradas de orientação, recolocação e qualificação profissional.

Bahia: Executiva do PSDB comemora fortalecimento das oposições


reuniao executiva do psdb

Nesta sexta-feira (11), a Executiva Estadual do PSDB baiano se reuniu em Salvador,  para avaliar os últimos acontecimentos políticos no estado e no país, após vencido o prazo das filiações dos interessados em disputar as eleições de 2014.

Na reunião, que contou com a presença dos deputados federais Antonio Imbassahy e Jutahy Júnior, dos deputados estaduais Adolfo Viana e Augusto Castro, João Gualberto, pré-candidato ao governo do estado,  Sérgio Passos, presidente estadual do PSDB, e de várias outras lideranças peessedebistas, os tucanos avaliaram como positivo novo cenário político estadual e nacional.

Segundo o presidente Sérgio Passos, o PSDB baiano chegará na eleição do próximo ano revigorado com a filiação dos novos membros, abrindo a possibilidade do lançamento de novas candidaturas a deputado federal e estadual em várias regiões, robustecendo a pré-candidatura do empresário João Gualberto, o que irá contribuir  decisivamente para a unidade das oposições na disputa pelo governo do estado.

No plano nacional, o deputado federal Jutahy Júnior afirmou que a filiação da ex-senadora Marina Silva no PSB,  além do fortalecimento das oposições,  também garante uma eleição mais democrática, com debate mais amplo e qualificado. “Essa é uma decisão extremamente relevante para o processo político, porque agora nós temos dois blocos poderosos de enfrentamento ao PT: um é o PSDB, unido, e o outro é o PSB, fortalecido”, declarou.