O que simboliza, de fato, o azul da ponte ?


Editorial do Jornal Bahia Online

23271_500

Azul igual: o da ponte e o da campanha. Subliminar ?

Próxima à campanha eleitoral do ano passado, a Coligação “Por Amor a Ilhéus”, que tinha o atual prefeito Jabes Ribeiro como seu candidato, ingressou na justiça para tentar impedir que os garis da Prefeitura, do governo do então petista Newton Lima, usassem um uniforme vermelho nas ruas, em detrimento à cor anteriormente usada, a verde.

Achava o grupo jabista, que ao usarem a principal cor que simboliza o PT, os garis estariam, de forma subliminar, contribuindo para fixar a imagem da professora Carmelita Oliveira, candidata petista. E disso ela tirar alguma vantagem eleitoral.

Publicidade subliminar é quando se consegue apresentar ao consumidor um produto ou serviço de maneira tão leve ou breve que não é conscientemente percebida e o leva a consumir-lo ou usar-lo sem saber das razões autênticas.

Naquela oportunidade, se houve esperteza do povo do PT  ao expor o vermelho do partido e fazê-lo enxergado nos uniformes públicos, houve também, uma resposta, ao menos, plausível. O vermelho do PT é, de fato, o mesmo vermelho estampado na bandeira oficial de Ilhéus. Foi essa a desculpa dada à justiça!

Agora, um fato semelhante deve chamar a atenção dos mais atentos. Afinal, por qual motivo a ponte Lomanto Júnior foi pintada de azul pela atual administração municipal? Uma homenagem ao Novembro Azul, diriam os que não enxergam segundas intenções no gesto do governo.

Mas, para os mais “maldosos”, pelo menos uma questão precisa ser destacada neste episódio: alguém lembra qual a cor da última campanha do atual prefeito?

A resposta é… azul. Igualzinha ao azul da ponte.

Santa coincidência!

Se o vermelho do PT, que é igual ao vermelho da bandeira de Ilhéus era uma subliminar que incomodava os jabistas, o que dizer então do azul da ponte, do mesmo azul que nem sequer se encontra em nenhum símbolo da cidade, exposta em um dos maiores símbolos dela? Incomoda a oposição? É legal, agora?

A Lei – é bom que se frize – não permite subliminares de campanhas eleitorais, principalmente em gestões públicas. Já vimos, em cidades próximas, a justiça determinar uma nova pintura de prédios públicos pintados com cores de campanhas eleitorais. Portanto, é preciso mais que ficar de olho. É preciso, além do respeito às leis, fazer com que nossas lideranças entendam que a campanha acabou.

A hora é de governar para todos. Sem dependência de cores. Sem exigências de preferências eleitorais.

PRE/BA quer perda de cargo de vice-prefeito, deputados e vereadores por infidelidade partidária


A Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE/BA) entrou com ações de decretação de perda de cargo eletivo no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em face de catorze políticos que exercem cargos públicos e se desfiliaram, sem justa causa, dos partidos nos quais se elegeram. A partir das ações, de autoria do procurador Regional Eleitoral Sidney Madruga, podem perder seu mandato o vice-prefeito de Lauro de Freitas/BA, Robério Franco de Carvalho (ex PSL), os deputados estaduais Elmar José Vieira Nascimento (ex PR), Maria Luiza Orge de Barradas e Carneiro (ex PSD), Maria das Graças Pessoa Pimenta (ex PR) e Manoel Isidorio de Santana Júnior (ex PSB) e o vereador de Salvador/BA Orlando Pereira Palhinha (ex PP), além de oito vereadores de municípios do interior baiano.

Para a PRE/BA, a filiação de seis dos acionados a novos partidos, realizadas de um a três dias após a desfiliação sem justa causa, evidencia a intenção de trocar de legenda tendo em vista as eleições gerais, em 2014. Os partidos de destino desses políticos também foram acionados pela PRE: DEM, PSC, PMDB e PSB.

(mais…)

Eliana Calmon confirma que há negociatas por sentenças no TJ-Ba


Eliana Calmon
Eliana Calmon

O que todos nós já “sabíamos” só agora a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon, confirmou publicamente: há vendas de sentenças no Tribunal de Justiça da Bahia.

“Existe”. Foi assim, secamente,  que Calmon respondeu ao questionamento sobre a existência de compra e venda de sentenças no Judiciário baiano durante entrevista a rádio Tudo FM, na capital baiana.

Calmon, ex-corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), assegurou que as denúncias realizadas por ela, desde 2011, não têm foco eleitoral.

“Estou me manifestando porque tudo está sub judicie, para mostrar que é absolutamente uma leviandade o que está se falando que eu usei isso para fins eleitoreiros. Porque desde lá atrás, quando não havia nenhuma notícia de eleição, de candidatura, de nada, que eu venho falando sobre os desmandos do Tribunal da Bahia”, frisou a ministra.

Will Smith curte dia de sol em Porto Seguro


will2O ator americano Will Smith, que passa férias em Porto Seguro, aproveitou o dia quente desta sexta-feira(16), e as lindas praias da cidade para tomar banho de mar e caminhar na praia. Will, desembarcou em Porto Seguro, a 710 km de Salvador, na tarde de quarta-feira (13).

O ator e a família chegaram em um jatinho particular e vieram aproveitar o calor da cidade baiana até a próxima semana, quando viaja para o Rio de Janeiro para gravar um comercial.

As jovens que estavam na praia e aparecem na foto ao lado do ator, disseram em seu Facebook que ele foi muito gentil e atendeu os fãs sempre com um sorriso no rosto, “foi muita sorte, encontramos com ele por acaso. Eu já era fã, fiquei mais fã agora”, disse uma delas em sua página na rede social.

O ator, que também é produtor e rapper, já teve duas indicações ao Oscar e ficou conhecido pela atuação em filmes como “Homens de Preto”, “Eu sou a Lenda” e “À Procura da felicidade”.

Mãe de Integrantes do Trio da Huanna será enterrada em Ubatã


Leonete Miranda sofreu infarto e três paradas cardíacas (Foto Reprodução/Facebook)

O enterro da professora Leonete Miranda, mãe de três dos integrantes da banda Trio da Huanna, será neste sábado (16), às 10h, em Ubatã, no sul da Bahia. O comunicado foi feito há pouco por um dos empresários da banda.

Leonete faleceu nesta quinta (14) em São Paulo. Ela acompanhava a banda em turnê pelo estado do sudeste brasileiro, quando sofreu três paradas cardíacas e faleceu. Ela era mãe do vocalista do Trio da Huanna, Luizinho, e ainda de Lúcio e Neto.

A banda suspendeu as apresentações em São Paulo. No estado, o grupo faria 11 shows até a próxima segunda-feira (18). A morte de Leonete gerou clima de comoção nas redes sociais e no pequeno município de Ibicaraí, no sul da Bahia, cidade onde residem os integrantes do Trio da Huanna.

Informações do Blog Pimenta