Educação de Ilhéus é reprovada e ano letivo, invalidado, diz conselheiro


Professor Reinaldo Soares - Presidente do Conselho Municipal de Educação
Professor Reinaldo Soares – Presidente do Conselho Municipal de Educação

Agora é oficial. A Secretaria Municipal de Educação de Ilhéus já foi notificada pelo Conselho Municipal de Educação, que tomou a decisão de invalidar o ano letivo de algumas escolas da rede municipal de ensino por estas não oferecerem nenhuma condição de, em tempo hábil, cumprir os 200 dias letivos ou as 800 horas de aula, conforme determina a lei.

Ainda hoje, o Ministério Público será informado da decisão e uma cópia de um relatório elaborado pelo conselho também será encaminhada ao Juizado da Infância e da Adolescência e ao Ministério da Educação. Um trabalho conjunto, feito durante toda a manhã de hoje, pelo site Jornal Bahia Online e o blog Agravo, permitiu que os dois veículos tivessem acesso ao documento, durante um encontro que mantiveram com o presidente do conselho, Reinaldo Soares.

Com a decisão do conselho, o prefeito Jabes Ribeiro deverá responder por ato de improbidade administrativa e ter que explicar à justiça e ao governo federal como o seu governo aplicou 27,9 milhões de reais em um setor sem que conseguisse garantir o direito constitucional dos jovens de Ilhéus à educação. Outra medida juridicamente possível é o prefeito ser afastado do cargo, responder por crime de responsabilidade e os pais de cada um dos estudantes prejudicados ingressar na justiça reivindicando indenização por danos morais e intelectuais.

O relatório- denúncia elaborado pelo Conselho de Educação contém seis páginas e 18 anexos e é muito bem embasado. “Entendemos que esta medida que estamos tomando será um divisor de água para que os gestores de Ilhéus, qualquer que seja o governo, respeitem mais a educação”, disse o professor Reinaldo Soares. Ele disse que, mesmo chegando ao extremo de pedir a invalidação do ano letivo, os conselheiros querem, na verdade, o “cumprimento mínimo” da lei. “Não estamos sequer reivindicando qualidade. Neste momento a nossa luta é meramente pela quantidade mesmo”, revela.

Em um dos trechos mais emblemáticos do relatório, o presidente do conselho informa que “desde junho tem manifestado preocupação com os rumos da educação em Ilhéus e o governo demonstrado total inoperância técnica para resolver as questões mais emergenciais”. Com esta declaração, os conselheiros derrubam a tese do governo de que o quadro da educação chegou a este ponto, em função da greve dos professores da rede municipal, que durou 54 dias, tendo início dia 27 de julho e se estendendo até 7 de outubro.

A seguir, o JBO e o Agravo publicam trechos cronológicos das ações promovidas pelo Conselho para tentar evitar o colapso no sistema de educação:

Dezembro de 2012 – O Conselho aprovou o Calendário Letivo, com início das aulas em 21 de fevereiro e término em 20 de dezembro de 2013.

10 de junho de 2013 – Passados dois bimestres escolares, o conselho detectou que várias escolas/trumas não haviam cumprido o calendário, situação que forçou a Secretaria de Educação a enviar, dia 18 de junho, novas propostas de calendários para apreciação do Conselho. Na mesma oportunidade, o conselho entendeu que antes de aprovar novo calendário, deveria estar ciente de quais e onde foram registrados os entraves.

8 de julho – É dado à secretária Marlúcia Rocha o prazo de 15 dias para apresentar um diagnóstico sobre os novos calendários enviados e a contemplação da realidade da rede.

16 de julho – Com o diagnóstico detectou-se a defasagem de 40 a 50 dias em algumas escolas, destacando-se a escola Paulo Freire, localizada no bairro Teotônio Vilela, com até 79 dias de aulas para repor. Por unanimidade a plenária deliberou que o fato fosse oficializado ao Ministério Público e que os conselheiros visitassem as escolas com problema.

Dia 22 de julho – Início da greve dos professores

24 de julho – O Conselho protocolou ofício na Seduc, com cópia para o MP e a Defensoria Pública, solicitando uma proposta de calendário mais factível, que atendesse o direito constitucional de 200 dias letivcos ou 800 horas de aula.

23 de setembro – Preocupado com a situação dos alunos e a demora para a solução da greve, o conselho encaminhou ofício ao prefeito Jabes Ribeiro e a secretária Marlúcia Rocha, alertando o Pode Executivo para as implicações do não-cumprimento do calendário letivo e as consequências para os alunos, gestores e o próprio município.

07 de outubro – Fim da greve dos professores

08 de outubro – Reinício das aulas.

31 de outubro – Mais de 20 dias depois do reinício das aulas é que a Secretaria Municipal apresenta a proposta de calendário referente ao período da greve.

05 de novembro – Conselho responde à Seduc, pedindo que para este novocalendário supra todas as situações de dificuldades de aulas desde o início do ano quando o problema já tiveram sido detectado e não apenas no período da greve.

12 de novembro – Data-limite para a apresentação das propostas de calendário contendo todas as situações vigentes no Sistema Municipal de Ensino. A Seduc, entretanto, não cumpriu o prazo.

22 de novembro – Enviado o quadro demonstrativo do funcionamento das turmas. E uma descoberta: este ano, mesmo com a aprovação do conselho para a abertura de um processo de licitação para confecção de Diários de Classe (documento que contém informações e avaliações dos alunos), nenhuma escola recebeu o documento. Foram efetuadas fotocópias de Diários de Classe de anos anteriores, facilmente passíveis de falsificação.

27 de novembro – Em reunião do conselho foram detectadas incongruências nas informações contidas nos diários e dado novo prazo para a Seduc corrigir possíveis erros.

16 de dezembro – A diretora-técnica da Seduc, Ana Angélica, informa que o calendário referente às turmas com mais de 60 aulas a serem repostas será entregue posteriormente e que previa o início da rteposição das aulas para 02 de janeiro de 2014.
De acordo com o relatorio, por este conjunto de situação, o Conselho Municipal de Educação deliberou pela não aprovação dos calendários de reposição de escolas e turmas com defasagem acima de 40 dias letivos até o mês de julho de 2013 e das escolas e turmas que iniciaram o ano letivo em outubro último.

Abaixo, a lista de escolas atingidas. Em tempo: a avaliação não é por escola. É por sala de aula. Isso significa dizer que nem todas as salas de uma mesma escola estão na mesma situação.

Escolas e turmas com defasagem acima de 40 dias letivos até o mês de julho – Escola Vovô Isaac – Escola Marianne Eckes – Escola Heitor Dias – Escola Pequeno Davi – Escola Professor Paulo Freire – Escola Batista Memorial – Escola Temístocles Andrade – Nucleada de Castelo Novo – Nucleada de Areia Branca (sede) – Nucleada de Areia Branca (Santa Maria), Cascalheira, Rompadeira, Búzios – Inema e Pimenteira.

Escolas e turmas que iniciaram o ano letivo em outubro último – Areia Branca (Buzios) – Areia Branca (Rompedeira) – Banco do Pedro (Bonfim) – Castelo Novo (Lagoa Encantada) – Iguape – Japu – Olivença -Aritaguá I – Inema e Pimenteira – Sambaituba (Ribeiradas Pedras) – Henrique Cardoso e Vila Olímpio.

Ilhéus abre processo seletivo para Secretaria de Saúde


A Prefeitura de Ilhéus abre processo seletivo simplificado para área de Saúde. As inscrições vão ocorrer nos dias 2, 3 e 6 de janeiro, na sede da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), situada na Rua Vereador Marcus Paiva, nº 291, Cidade Nova, Ilhéus, no período das 13h30 às 17h30, e deve ser realizada pelo candidato interessado ou por meio de procuração pública.

Clique aqui para ver o Edital

São 303 vagas e 144 de cadastro reserva para as profissões de enfermeiro, psicólogo, farmacêutico, técnico em enfermagem, terapeuta, educador físico, biomédico, engenheiro de alimentos, protético, auxiliar de prótese dentária e de saúde bucal, veterinário e auxiliar veterinário, zootecnista, técnico e em zootecnia, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, assistente social, nutricionista e Técnico Auxiliar de Regulação Médica.

Há vagas para profissionais de diversas especialidades da medicina como clínica geral, dermatologista, mastologista, oncologista, obstetra, proctologista, geriatra, urologista, hematologista, endocrinologista, diabertólogo, otorrino, pediatra, reumatologista, psiquiatra, cardiologista, angiologista, cirurgião geral e ginecologista. A seleção também oferece oportunidades para outros profissionais como contador, eletricista, técnico em segurança do trabalho, rádio operador, auxiliar do setor de compras, técnico para sistemas de informações de saúde.

No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar os seguintes documentos: currículo vitae, devidamente comprovado, inclusive a experiência na área; ficha de inscrição (Anexo II do Edital), preenchida e assinada, de acordo com a tabela do Anexo I; Diploma ou Certificado de nível superior; certificado de conclusão de ensino técnico, de acordo com os requisitos básicos previstos para cada função. É vedada a entrega de documentos que não seja no ato de inscrição e dentro do prazo previsto no edital.

(mais…)

Ilhéus: Shows privados podem ser cancelados se não cumprir ordem judicial


Advogada Lu Cerqueira autora da ação
Advogada Lu Cerqueira autora da ação

O juiz plantonista Cleber Roriz concedeu liminar à ação movida pela advogada Lú Cerqueira e UEB -União dos estudantes do Brasil-Regional Ilhéus, seus diretores Jorge Anderson e Marcolino Reis , para cumprimento da lei de meia entrada para estudantes e idosos.

Segundo antecipação de Tutela, o juiz manda citar as produtoras responsáveis pelos shows, a exemplo do que terá como atração a banda Chiclete com Banana, que acontece amanhã (28), para que os mesmo cumpram a ordem judicial imediatamente sob multa de R$ 10 mil em caso de desobediência.

A decisão  inclui somente os ingressos na modalidade “pista”.

Clique aqui para ler a liminar

Prefeitura de Ilhéus interdita American Park


Embora o American Park tenha apresentado documentos técnicos emitidos pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA) para o funcionamento na Avenida Soares Lopes, diante do acidente ocorrido na montanha russa, no último dia 24, a Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Sema) solicitou novas vistorias para garantir a segurança dos usuários, evitando possíveis ocorrências. Segundo o secretário Antônio Vieira, o parque ficará interditado até que a Policia Civil se pronuncie a respeito do incidente.

Conforme Vieira, na solicitação de funcionamento, o American Park apresentou a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) referente à execução de montagem de equipamentos mecânicos e eletromecânicos e execução de manutenção, concedida pelo profissional Roque Ferreira da Silva; a ART referente à geração de energia elétrica, geradores de energia elétrica, comunicação e sonorização, concedida pelo engenheiro industrial Rogério Rocha Teixeira, bem como a ART referente ao projeto, atividades profissionais e plano de emergência, concedida pelo engenheiro Civil Márcio Massayoshi Watanabe.

(mais…)

Ilhéus : Criança de cinco anos se pendura em caminhão e morre atropelada


Foto - Verdinho Itabuna
Foto – Verdinho Itabuna

Uma criança de cinco anos morreu após se pendurar em um caminhão na tarde de quinta-feira (26), no bairro Nossa Senhora da Vitória, em Ilhéus.De acordo com a Polícia Civil, o motorista, que estaria com o veículo parado, disse que não viu o momento em que o menino segurou na lateral do caminhão e acabou acelerando.

A polícia afirma que o menino caiu e o veículo passou por cima do tórax dele. O motorista do caminhão, que faz o transporte de entulhos na região, foi ouvido ainda na quinta-feira e liberado. Ele deverá responder por homicídio culposo. O corpo da criança foi levado para o Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus. ( G1 – Bahia)

Réveillon de Ilhéus valoriza artistas locais


Avenida Soares Lopes - Foto Alfredo Filho

A Secretaria Municipal de Turismo (Setur) já confirmou shows das bandas Itassucy e Di Bali, sendo que uma terceira atração ainda será divulgada. A festa vai acontecer na Praça Dom Eduardo, na Avenida Soares Lopes, local que concentra a movimentação de nativos e turistas, a partir das 20 horas.

Além das atrações musicais, a Prefeitura confirmou que haverá um show pirotécnico no momento exato da passagem do ano. O Réveillon do Povo está previsto para ser encerrado às 3 horas do dia 1º de janeiro de 2014. O governo municipal vai garantir também os serviços de limpeza, iluminação e ordenamento do trânsito para promover melhor comodidade aos cidadãos.

A Secretaria Municipal de Turismo solicitou também o reforço da Policia Militar e da Guarda Municipal, a fim de garantir maior segurança para a população e visitantes. Segundo informações do Secretário de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Isaac Albagli, o sistema de transporte coletivo vai funcionar normalmente até o encerramento da festa de Réveillon, inclusive com ônibus extras.

Discurso Insustentável


Em 2013, Jabes conversou e viajou muito, e agiu pouco.
Em 2013, Jabes conversou e viajou muito, e agiu pouco.

O prefeito Jabes Ribeiro, é uma figura nociva no jogo político quando o assunto é aumentar todo tipo de fato para favorece – lhe politicamente. Anunciou investimentos de cerca de R$ 400 milhões para Ilhéus neste ano de 2014, durante entrevista coletiva concedida à imprensa, na manhã desta segunda-feira dia 23, no salão nobre do Palácio Paranaguá.

Entre os investimentos, na sua maioria sem o dedo do atual prefeito e que ainda são um sonho para os ilheenses, estão R$ 170 milhões na construção da nova ponte que fará a ligação centro da cidade ao Pontal; cerca de R$ 43 milhões para o saneamento básico do Pontal e zona sul, outros R$ 34 milhões devem ser aplicados na requalificação da Central de Abastecimento do Malhado e mais R$ 19 milhões para serviços estruturais do Programa Viva o Morro.

Mas um fato chamou atenção para comparar o grau de sustentabilidade do discurso  Jabista. Noticiado pelo Blog Pimenta, chama atenção que ao contrário de Itabuna, a Secretaria Nacional de Defesa Civil não reconheceu a situação de emergência do município de Ilhéus. Nos bastidores, comenta-se que faltou competência ao governo local no envio de documentos comprobatórios dos estragos causados pela chuva, no final de novembro e nos últimos dias.

Geddel Vieira Lima é exonerado a pedido da vice-presidência da Caixa


geddelA presidenta Dilma Rousseff assinou decreto publicado hoje (27) no Diário Oficial da União com a exoneração de Geddel Vieira Lima da vice-presidência da Caixa Econômica Federal.

Pelo Twitter, ele pediu à presidenta Dilma Rousseff que agilizasse sua demissão do banco estatal.

‘Cara Presidenta Dilma, por gentileza, determine publicação de minha exoneração da função que ocupo, e cujo pedido já se encontra nas mãos de Vossa Excelência”, publicou no microblog.

Geddel Vieira Lima é filiado ao PMDB e foi eleito deputado federal cinco vezes consecutivas. Entre 2007 e 2010, foi ministro da Integração Nacional, durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.