Judiciário julgará cerca de 3 mil processos de crimes dolosos contra a vida, na próxima semana


cnjnoticiasO Judiciário brasileiro pretende julgar, na próxima semana, cerca de 3 mil processos de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) que aguardam solução na Justiça, muitos há mais de quatro anos. A iniciativa faz parte da Semana Nacional do Júri, que vai mobilizar, de 17 a 21 de março, todos os Tribunais de Justiça do Brasil, no intuito de colocar um ponto final em ações que tramitam na Justiça envolvendo crimes contra a vida.

Nas 23 unidades da Federação cujos tribunais encaminharam os dados para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), 2.932 processos estão pautados para julgamento. O levantamento foi feito com base nas informações encaminhadas até esta quinta-feira (13/3). Portanto, até o início da próxima semana, o número ainda poderá aumentar.

Veja aqui os números por estado.

A ideia é que a Semana Nacional do Júri seja realizada todos os anos, para destacar a importância do julgamento das ações de crimes dolosos contra a vida, de competência do tribunal do júri (que incluem homicídios dolosos, aborto e participação em suicídio) e chamar a atenção da sociedade quanto a necessidade de se valorizar a vida. Essa orientação está na Recomendação CNJ n. 47, aprovada pelo Plenário do CNJ em 11 de fevereiro. O texto da recomendação diz que juízes e tribunais de Justiça devem promover anualmente a Semana Nacional do Júri em todas as comarcas com competência para esse tipo de julgamento.

José Ronaldo revela que prefere candidatura de Souto


José Ronaldo revelou preferência em encontro com DEM, PMDB e PSDB. Política Livre
José Ronaldo revelou preferência em encontro com DEM, PMDB e PSDB. Política Livre

Em reunião ontem entre representantes emproados do DEM, do PSDB e do PMDB para discutir a sucessão estadual, o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), admitiu pela primeira vez que prefere a candidatura ao governo do democrata Paulo Souto à do peemedebista Geddel Vieira Lima. No encontro, teria dito mais ou menos literalmente algo como: “contem comigo se o candidato a governador for Paulo Souto, que está na frente das pesquisas e tem chances reais de ganhar a eleição. Caso contrário, me deixem em paz em Feira de Santana”. À fala do prefeito de Feira, seguiu-se um silêncio, segundo disse a mesma fonte ao site Política livre, “revelador”.

Financiavam carros com nomes de mortos


Antônio Carlos e Aílton foram encaminhados ao Núcleo de Prisões em Flagrante, no Complexo Penitenciário da Mata Escura.
Antônio Carlos e Aílton foram encaminhados ao Núcleo de Prisões em Flagrante, no Complexo Penitenciário da Mata Escura.

Integrantes de uma quadrilha que utiliza documentos falsos com o nome de pessoas mortas para financiar veículos, os estelionatários Antônio Carlos Ferraz Rodrigues, 52 anos, e Aílton Alves de França, 39, foram presos, na quinta-feira (13), por investigadores da 6ª Delegacia Territorial (Brotas), dentro de uma concessionária de veículos, na Avenida ACM, Iguatemi, quando buscavam um carro financiado fraudulentamente.

A delegada Maria Dail Sá Barreto, titular da DT/Brotas, disse que este seria o sétimo golpe do ano aplicado pela dupla, apresentada à imprensa, nesta sexta-feira (14), naquela unidade. “Eles eram investigados há um mês, depois que a viúva de um homem com o nome envolvido no esquema fraudulento, informada pela financeira, registrou queixa na polícia”, ressaltou Dail, observando que, com os bandidos, os policiais encontraram um documento com o nome do morto e a foto do estelionatário Antônio Carlos.

(mais…)