Rui Costa leva João Leão para a primeira agenda como vice na majoritária


Plano de Governo Participativo reúne coordenadores territoriais, políticos e pré-candidatos - FOTO Ascom Rui Costa
Um dia após ser oficializado na vaga de vice-governador, na chapa majoritária encabeçada pelo petista Rui Costa, João Leão (PP) já participou de atividade para continuar com a metodologia aplicada pelos trabalhadores na construção do Plano de Governo Participativo (PGP).

 A plenária de estreia de Leão como vice aconteceu neste sábado (22), no Colégio Sagrado Coração de Jesus, no bairro de Nazaré, em Salvador e contou com a presença de representantes de 13 territórios de identidade, além do presidente do PT, Everaldo Anunciação, prefeitos, vices, vereadores e lideranças como os deputados federais Valmir Assunção e Josias Gomes, a estadual Maria Del Carmen e do secretário estadual de Relações Institucionais, Cícero Monteiro.

A plenária em Salvador reuniu ainda representação da executiva estadual do PT, como o secretário de Finanças Ivan Alex e o secretário de organização, Elio Santana. No encontro foram representados os territórios do Sisal, Bacia do Jacuípe, Metropolitana, Oeste, Recôncavo, Piemonte do Itapicuru, Extremo Sul, Portal do Sertão, Litoral Sul, Médio Rio de Contas, Baixo Sul, Sertão Produtivo e Sertão do São Francisco. “Estamos constituindo uma pedagogia de participação popular. As pessoas querem e devem ter pertencimento na elaboração de novos passos para a sua região. Hoje, fizemos uma rodada sobre as ações feitas em cada território já mobilizado e tomamos decisões, como a constituição de um conselho político em cada território, com a presença de todos os partidos que estão nos apoiando”, explicou Rui Costa em texto enviado para a imprensa.

PEGADINHA DO GALEGO 2 – O OCEANÁRIO DA BAHIA


pegadinha do galeloInício de 2008, Jaques Wagner fazia um ano de gestão. Salvador via a expectativa de demolição do clube Português no bairro da Pituba e principalmente a destinação que seria dada ao espaço.

O Governador Wagner então entra em cena para anunciar a construção de um Oceanário. Uma idéia fantástica para um Estado titular do maior litoral do país.

Dedicado ao projeto, Wagner decide viajar pessoalmente pelo mundo, a fim de conhecer outros Oceanários (acredite, o Governador não mandou um especialista, mas sim decidiu pessoalmente conhecer o oceanário de outras cidades do mundo). A primeira parada foi em julho de 2008 na bucólica Lisboa, famosa pela qualidade de seus vinhos e pela qualidade de sua bacalhau.

O roteiro que se seguiu os baianos já conhecem… dezenas de entrevistas, foto- maquetes, vídeos no youtube, tudo financiado pela mais potente e custosa máquina de promoção já implantada na Bahia. Enfim, a imagem do Governador inovador e arrojado estava em todas as mídias.

Vídeo :

Passados quase 06 (seis) anos…. ah! PEGADINHA DO GALEGO.

Nada de Oceanário em Salvador, nem uma pedra levantada. Nada, o espaço continua intacto, nem mesmo a licitação foi iniciada.

A obra virou motivo de piada nos meios políticos, como o mais divertido exemplo da pouca falta de planejamento do Governo Wagner. Qualquer pesquisa na internet apresenta um sem número de gozações sobre o assunto.

O Agravo continua a disposição da Assessoria para que efetivamente expliquem por que desde 2008 assegurado pelo mandatário máximo do Estado, esta obra simplesmente não saiu do papel ?!

Na reta final do recadastramento biométrico, a Bahia já atendeu a 67% dos eleitores convocados


recadastramento-biometricoO recadastramento biométrico de eleitores na Bahia está chegando à sua reta final. Entre julho de 2013 e fevereiro de 2014, 14 cidades do interior do estado finalizaram o procedimento e 14 municípios continuam com atendimento previsto até o final deste mês de março. Do total de 474.903 eleitores convocados na Bahia, 318.491, aproximadamente 67%, já foram atendidos em cartórios eleitorais no interior do estado, isto é, já estão aptos a identificar-se no ato do voto com as impressões digitais.

O processo é obrigatório a todos os eleitores convocados, que só poderão exercer a sua cidadania em outubro caso estejam quites com a Justiça Eleitoral. O recadastramento biométrico consiste na coleta de impressão digital, fotografia da face do eleitor e também da assinatura digital, o que faz com que a votação se torne ainda mais segura para o eleitor e para a Justiça Eleitoral.

Últimos dias

As cidades de Ipiaú, Ibirataia e Barra do Rocha (24ª Zona Eleitoral), Arataca e São José da Vitória (166ª Zona Eleitoral), Canavieiras e Una (116ª Zona Eleitoral) e Santo Antônio de Jesus, Dom Macedo Costa e Varzedo (56ª Zona Eleitoral) encerram em 28 de março.