Em entrevista, Newton reafirma pedido de propina de vereador, relata fatos novos e fala de seu governo.


newton-lima_1
Newton partiu para o ataque novamente.

O ex-prefeito Newton Lima foi entrevistado hoje (26), pelos radialistas Marinho Santos e Robertinho Scarpita, programa tropa de Elite na Rádio Baiana de Ilhéus, confirmando tudo que disse no plenário da câmara e narrou fatos novos sobre a acusação, onde cinco vereadores por intermédio do vereador James Kosta, pediu R$ 250 mil para aprovação de suas contas.

Na entrevista Newton volta a isentar o vereador Valmir de Inema, afirmando que o mesmo não cobrou nenhum recurso, apenas levou James que não sabia aonde era sua residência.

“Tenho orgulho de dizer que minhas contas foram rejeitadas, mas tenho minha consciência do dever cumprido, e a não me entregar aos apelos do suborno, apelos da corrupção, de um vereador covarde que veio a minha casa fazer uma proposta daquela natureza”.

Sobre o ataque do vereador Nerival ontem no plenário da câmara, Newton salientou, “O vereador Nerival não merece nem resposta, vereador Nerival é marcado por um discurso leviano, um discurso sem precedente, um discurso indecente, inclusive esse discurso corre todo o Brasil. É o nível dessa câmara de Ilhéus”.

Confira a entrevista :

Policiais civis paralisam atividades por 24h na próxima sexta-feira (28)


policia-civil-da-bahia-225x300Os policiais civis da Bahia irão paralisar as atividades por 24h nesta sexta-feira (28). A decisão foi aprovada pela categoria na manhã desta terça-feira (25) durante assembleia promovida pelo SINDPOC. O indicativo de paralisação foi deliberado na assembleia geral do funcionalismo público estadual no último dia 18.

Na reunião os trabalhadores também aprovaram apresentar ao Governo do Estado um novo modelo de gestão voltado a Segurança Pública. Depois da exposição detalhada do projeto e do minucioso debate os servidores reconheceram que a ideia pode ser a saída para se construir um serviço de atendimento mais eficaz a sociedade.

“O ponto central da mudança está nas atividades fim e meio. Na atividade fim todos os cargos da Polícia Civil (delegados, investigadores, escrivães e peritos) devem estar envolvidos, de forma mais harmoniosa e muito mais articulada. Já a atividade meio diz respeito a quem gere a polícia, e isso pode ser feito por qualquer um que tenha capacidade para tal. Isto é, se o investigador fez curso de gestão, é formado em administração ou em outras especializações, ele pode dirigir o Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), por exemplo. Ou o perito criminal administrar o DEPOM”, explicou o presidente do SINDPOC Marcos Maurício ao ressaltar que o objetivo da proposta é criar um ambiente que revele profissionalismo, que tenha mais eficácia e celeridade para atender a sociedade.

(mais…)

Ex-jogador da Seleção Brasileira, atacante Edílson é preso em Salvador


Do G1 Bahia

Segundo a polícia, ele foi detido no trânsito na Avenida Garibaldi em cumprimento a um mandado de prisão expedido desde dezembro de 2013 pela 9ª Vara de Família após um processo sobre pensão alimentícia.
Foi comprido contra Edilson  um mandado de prisão expedido desde dezembro de 2013.

O ex-jogador de futebol Edílson da Silva Ferreira, tricampeão brasileiro e atacante pela Seleção, foi preso nesta quarta-feira (26), em Salvador.

Segundo a polícia, ele foi detido no trânsito na Avenida Garibaldi em cumprimento a um mandado de prisão expedido desde dezembro de 2013 pela 9ª Vara de Família após um processo sobre pensão alimentícia.

Ele fica preso por 60 dias, prazo que pode ser prorrogado, segundo informa a delegada Neide Barreto, da Polícia Interestadual (Polinter). “Não cabe fiança. A prisão pode ser sobrestada [interrompida] por ordem judicial”.

O atacante era procurado por pelo menos três meses. “Desde então vínhamos fazendo diligências para capturá-lo, mas o endereço  que estava no mandado não foi localizado. Tudo foi investigado. Ele estava sendo monitorado, estávamos seguindo desde dezembro e esperando o melhor momento de pegá-lo. Não sei se estava fugindo”, afirma a delegada.

Rafael chegou a antecipar denúncia; depois retirou nota das redes sociais


Para Rafael Benevides o que aconteceu ontem na Câmara foi uma clara tenativa de mudar o foco da sessão.
Para Rafael Benevides o que aconteceu ontem na Câmara foi uma clara tenativa de mudar o foco da sessão.

Há pelo menos um fato curioso detectado pelo Jornal Bahia Online no episódio da denúncia do ex-prefeito de Ilhéus, Newton Lima, sobre um suposto pedido de propina por parte de alguns vereadores para aprovar suas contas referentes ao exercício de 2011. Dias antes, em uma mensagem cifrada através das redes sociais, um dos citados, Rafael Benevides, falava em cinquenta mil motivos para uma aprovação na Câmara. Horas depois de postar, Rafael retirou a mensagem. “Ouvi conversas na rua e até levei ao conhecimento de alguns vereadores. Mas não foi nada oficial. Retirei (a postagem) justamente por não ter prova e não envolver todos os vereadores uma vez que não tinha como provar. Mas foi conversa de rua”, disse hoje, ao conceder uma entrevista exclusiva ao JBO.

Rafael disse que não poderia esperar nada de grandioso por parte do ex-prefeito Newton Lima, depois que ter votado contra a rejeição de duas outras contas dele, no mandato passado. “Fui suplente quando ele era prefeito e fui o vereador mais combativo, denunciei em plenário as suas falcatruas e até em frente ao Palácio Paranaguá participei de uma manifestação referente a falta de merenda escolar. Era de se esperar que ele quisesse nivelar por baixo e nessa briga ele ganha, afinal de contas, ele não tem nada a perder”, afirmou o vereador do PP.

(mais…)

Vídeo: Vejam as acusações de Newton Lima aos cinco vereadores no plenário da câmara.


Ontem (25), ocupando o plenário da câmara de vereadores em Ilhéus, o ex-prefeito Newton Lima detonou uma bomba comparada ao mensalinho, denúncia no escândalo do ex-prefeito Valderiro Reis.

O Blog Agravo trás o discurso do ex-prefeito Newton Lima na íntegra:

Desde o dia anterior já existiam conversas nos bastidores da política, que o ex-prefeito teria gravado uma reunião com os vereadores. Mas o fato verídico é que foram apenas dois vereadores e apenas um conversou com o ex-prefeito.

Mesmo sem a suposta gravação anunciada por Newton Lima, ficou no mínimo escandaloso a visita do vereador James Kosta a casa do prefeito. James nada mais é, que o presidente da comissão de finanças da câmara municipal de Ilhéus, responsável direto pela elaboração do parecer que opinaria sim ou não pela rejeição das contas do ex-prefeito Newton Lima.

As contas do ex-prefeito foram reprovadas, o deixando inelegível. Mas isso ficou em segundo plano, já que atenções ficaram para a denúncia e como o Ministério Público, Polícia Federal ou Civil irão se comportar diante da denúncia pública do ex-prefeito Newton Lima.

Aguardemos os próximos capítulos!

Esperamos a verdade, nada além da verdade, para que assim se possa dá um pouco de moralidade ao legislativo ilheense.

Convênio irá ampliar atendimento do INSS em postos da Rede SAC


sacUm convênio assinado pela Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb) e o Instituto Nacional de Previdência Social (INSS) ampliará o atendimento do órgão em postos e Pontos Cidadão da Rede SAC. O acordo, formalizado na tarde desta terça-feira (25), prevê um cronograma de atividades para implantação de 15 unidades do INSS Expresso, modelo compacto de atendimento. O serviço já é prestado no SAC Candeias, a 172 quilômetros de Salvador.

No INSS Expresso serão oferecidos 22 serviços de baixa complexidade, como atualização de endereços dos beneficiários e emissão de extratos de pagamentos de benefícios. O modelo visa resolver as demandas mais simples dos segurados e orientar o cidadão a usar corretamente os serviços que o órgão disponibiliza na internet, por meio da Agência Eletrônica da Previdência Social. Mais informações podem ser obtidas pela central de atendimento 135 – os serviços do INSS Expresso também estão disponíveis no site do SAC.

(mais…)

MPF denuncia Noblat por racismo e injúria contra Joaquim Barbosa


Jornalista Ricardo Noblat.
Jornalista Ricardo Noblat.

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro aceitou a representação criminal do ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa contra o jornalista Ricardo Noblat. A representação acusa o jornalista de racismo, difamação e injúria no texto “Joaquim Barbosa: Fora do Eixo”, publicado no site do jornal O Globo. As penas previstas pelos crimes incluídos na denúncia podem somar até 10 anos de prisão.

O MPF considerou o conteúdo do texto “manifestamente racista e ofensivo à honra funcional do ministro”. Em outra decisão, a procuradora da República Lilian Guilhon Dore também determinou que a Infoglobo, empresa que publica o jornal O Globo, retire do ar a postagem em 24 horas, contadas do momento da notificação.

Na denúncia, a procuradora aponta as razões dos crimes de difamação, injúria e racismo. E cita o seguinte trecho do texto de Noblat: “Para entender melhor Joaquim, acrescenta-se a cor – sua cor. Há negros que padecem do complexo de inferioridade. Outros assumem uma postura radicalmente oposta para enfrentar a discriminação”.

Sobre esse trecho, o MPF comenta: “Para o denunciado só existem dois tipos de negros, os que padecem do complexo de inferioridade e os autoritários”. E, logo depois, conclui: “Assim sendo, a ação do denunciado, conscientemente voltata à incitação pública à discriminação racial e ao preconceito contra os negros em geral e contra o ofendido em particular, é manifestantemente dolosa e merece ser severamente punida”.

Para a procuradora, o crime é agravado pelo fato de o artigo estar disponível na internet e ter sido publicado em um jornal de grande circulação: “Tal postura, inclusive, prejudica a imagem do Poder Judiciário dentro da nossa democracia”.

* Agência Brasil

Vereadores rebatem acusação e prometem processar o ex- prefeito Newton Lima


guritaeivo
Os vereadores Gurita e Ivo Evangelista

Depois da votação que reprovaram as contas de Newton Lima por 13 a 5, os vereadores Gurita (PP) e Ivo Evangelista ( PRB) foram entrevistados pelo Blog Agravo, aonde negaram e rebateram as acusações do prefeito Newton Lima, de que cinco vereadores teriam pedido dinheiro, pela aprovação das contas.

O vereador Ivo Evangelista negou que tenha tido qualquer contato com o ex-prefeito Newton Lima. “Eu não sei nem onde ele mora. Nunca me dirigir à palavra a Newton Lima. Fiquei preocupado com essa que James esteve na casa do ex-prefeito, nunca pedi a James para me representar”. Salientou Ivo.

Já vereador Gurita (PP), se mostrava incrédulo com a situação. “Estou requerendo a gravação, transcrição da sessão e vou processar Newton Lima, por calunia e difamação. Ele citou meu nome de uma possível conversa com outro vereador. Eu vou ter que assumir uma coisa que não autorizei? Não participei de nenhuma conversa ou reunião nesse sentido”.

Ouça a entrevista com o vereador Gurita :

Ouça a entrevista com o vereador Ivo Evangelista :