Bahia : Homem é preso suspeito de estuprar mãe, filha e amiga


estrupadorPreso em 2012 pelo estupro de três mulheres, o motaxista Cleelton Santos Conceição, 32 anos, foi preso, novamente, na terça-feira (24), por uma equipe da 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, em Alagoinhas, por ter estuprado, num terreno baldio, no bairro Alagoinhas Velha, uma mulher de 39 anos, sua filha de 14, e ainda uma amiga das duas, de 19.

Cleelton estava com a prisão decretada pela Justiça depois que as três vítimas o reconheceram por meio de fotografias, na unidade policial. Ele havia sido liberado da carceragem da 2ª Coorpin/Alagoinhas há apenas seis meses, depois de passar um ano e dois meses preso, e estava respondendo a processo em liberdade.

Em 23 de janeiro deste ano, Cleelton estava em uma motocicleta Honda CG 125, de cor preta, quando abordou as mulheres com um revólver, por volta das 22 horas, na Rua Cruzeiro dos Montes, obrigando-as a entrarem num terreno baldio, onde consumou os estupros, fugindo, em seguida, com os pertences delas.

Segundo o delegado Jobson Lucas Marques, coordenador da 2ª Coorpin/Alagoinhas, além do mandado de prisão, também foi expedido um mandado de busca e apreensão na residência do criminoso, na Rua São Marcos, Jardim Petrolar. Ali, a polícia apreendeu perfumes, capacetes, celulares e roupas íntimas que, possivelmente, pertencem às vítimas. O agressor já foi encaminhado ao sistema prisional.

 

Morre conselheiro do TCE e ex-deputado federal Zezéu Ribeiro


 Zezéu Ribeiro morreu nesta quarta-feira (25) aos 66 anos.
Zezéu Ribeiro morreu nesta quarta-feira (25) aos 66 anos.

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Zezéu Ribeiro morreu nesta quarta-feira (25) aos 66 anos na UTI do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele estava em estado grave por conta de um problema gástrico.

Ex-deputado federal pelo PT, Zezéu assumiu a vaga aberta depois de vencer votação na Assembleia Legislativa da Bahia. O TCE informou que Zezé não retornou ao trabalho depois do período de recesso no início do ano por conta dos problemas de saúde.

Ele era filiado ao PT desde os anos 1980, chegando a presidir o partido na Bahia entre 1995 e 1999. Ele foi vereador em três legislaturas e se elegeu deputado federal em 2002. Em 2011, ele assumiu a pasta de Planejamento do Estado.

Políticos do estado lamentaram a morte.

Detran-BA alerta sobre vistoria de veículos com cinco anos de uso


A vistoria pode ser realizada no Detran, nos SACs Paralela ou Salvador Shopping com hora marcada (0800-0715353) ou em empresas credenciadas.
A vistoria pode ser realizada no Detran, nos SACs Paralela ou Salvador Shopping com hora marcada (0800-0715353) ou em empresas credenciadas.

A partir deste ano, todos os veículos com cinco anos de uso ou mais deverão passar pela vistoria anual do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran). De acordo com a Portaria nº 2045 do órgão, o serviço tem o propósito de garantir condições de circulação e o documento de licenciamento anual do veículo, de porte obrigatório.

De acordo com o perito do Detran, Domingos Lemos, além de garantir o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), a vistoria busca “verificar características estruturais, autenticidade da identificação do veículo e se os equipamentos obrigatórios estão em perfeitas condições de funcionamento, proporcionando assim a segurança e a preservação da vida”.

A vistoria pode ser realizada no Detran, nos SACs Paralela ou Salvador Shopping com hora marcada (0800-0715353) ou em empresas credenciadas. O valor da taxa é de R$ 35,10. O proprietário que tiver o veículo reprovado deverá regularizar a situação e retornar ao órgão para nova verificação.

Os proprietários devem ficar atentos à data de vencimento do licenciamento do veículo (consultar calendário no site do Detran) e agendar previamente a vistoria, para que a documentação seja emitida no prazo, porque se um condutor com veículo não licenciado for parado em uma blitz, levará multa gravíssima, no valor de R$ 191,54, inclusão de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além do recolhimento do veículo.

Targino Machado: ‘Até a fé na mais alta corte da Justiça Brasileira vê-se abalada’


Targino Machado
Targino Machado

No início deste mês, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes foi pego, através de uma escuta telefônica interceptada pela Polícia Federal, prestando solidariedade ao ex-governador do Mato Grosso do Sul, Silval Barbosa, investigado por participar de um esquema de corrupção em seu estado.

Revoltado com o fato, o deputado estadual Targino Machado afirmou que tal fato é uma imoralidade.

“Como um ministro do STF, o ex-presidente Gilmar Mendes, liga para um investigado da Polícia Federal por lavagem de dinheiro, o ex-governador do estado do Mato Grosso do Sul, Silval Barbosa, para hipotecar solidariedade ao investigado e diz: “Vou falar com o (Dias) Toffoli”, ministro que foi contra os interesses do ex-governador? Isso é uma imoralidade”, disse.

Segundo o parlamentar, até a crença da população na mais alta corte da Justiça Brasileira está abalada.

“Temos que acreditar nos políticos que elaboram as leis e redigem a Constituição. Mas precisamos confiar naqueles que são os sentinelas, sempre à disposição da sociedade, pois são pagos para guardar e defender a Constituição: refiro-me aos Ministros do Supremo Tribunal Federal. Mas até a fé na mais alta corte da Justiça Brasileira vê-se abalada”.

Para Targino, o atual sistema político brasileiro é reflexo da falta de responsabilidade dos eleitores nas urnas.

“Perco as forças, mas não perco as esperanças de ver, um dia, os nossos eleitores mudarem o comportamento na hora de escolher seus representantes e remover da política tantos canalhas. É difícil dizer isso, mas não se pode jogar ao lixo os políticos sozinhos, porque os políticos que nós temos em nosso país são frutos da consciência dos eleitores que os elegem. Se tem ladrões do lado de cá, é porque tem ladrões do lado de lá, que elegeram os ladrões para estarem nas Assembleias, nas Câmaras de Vereadores e no Congresso Nacional”.

Porto Sul: Deputados propõem audiência pública em Ilhéus


Pedro Tavares e Ângela Sousa querem audiência pública sobre Porto Sul em Ilhéus.
Pedro Tavares e Ângela Sousa querem audiência pública sobre Porto Sul em Ilhéus.

Os deputados estaduais Ângela Sousa (PSD) e Pedro Tavares (PMDB) participaram na manhã desta quarta-feira(25) da primeira reunião da Comissão Especial da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) da Assembleia Legislativa da Bahia onde foi discutido sobre o andamento das obras no estado.

Na oportunidade, ambos os deputados defenderam uma audiência pública em Ilhéus para discutir  as obras da Fiol e a implantação do Porto Sul, esclarecendo sobre os entraves, em que situação se encontra e o que pode ser feito para viabilizar o Complexo Intermodal, um dos maiores equipamentos de geração de emprego, renda e desenvolvimento para a região.

Para o deputado Pedro Tavares, não existe Ferrovia sem Porto, e Porto sem Ferrovia. “As pessoas estão desinformadas e totalmente desacreditadas, e por conta disso é fundamental expor o que está acontecendo. Só se vê notícias, maquetes e anúncios, mas até agora nada aconteceu. Sem o Porto Sul, a Ferrovia de 1.527 quilômetros de extensão corre o risco de ser concluída e não ter funcionalidade”, disse o peemedebista.

Ângela Sousa voltou a defender a implantação do Porto Sul, considerando os benefícios que o equipamento trará para a região, gerando milhares de empregos e atraindo diversas empresas. E a audiência pública, conforme explicou a parlamentar, será justamente para esclarecer as dúvidas sobre o andamento das obras da Fiol e como está o processo de implantação do Porto Sul.

Segundo a parlamentar, as obras da Fiol andam em ritmo acelerado, mas é preciso compreender que não haverá ferrovia sem porto, por esse motivo é necessário intensificar as discussões e buscar as soluções para os entreves para que o Porto Sul possa se tornar realidade.

Para a audiência pública deverão ser convidados representantes dos governos Estadual e Federal, do Ibama, Ministério Público Federal e Estadual, Valec e da Bahia Mineração. A proposta é também envolver a sociedade civil organizada e a comunidade regional que poderá contribuir com questionamentos e proposições para viabilizar a implantação do Porto Sul. A deputada também falou dos investimentos que estão sendo feitos na implantação da Fiol, mas é preciso que seja viabilizado o porto para o escoamento do minério e também para atrair mais empresas para a região.

PF prende homem com quase 8 kg de crack na Bahia


Foto Divulgação PF
Foto Divulgação PF

A Polícia Federal prendeu na segunda-feira (23) em flagrante um homem que transportava aproximadamente 8 kg de crack no bairro de Cidade Nova, localizado no município de Jequié.

Após denúncia de possível movimento de tráfico em bairros da cidade de Jequié, a Polícia Federal procedeu à investigação e apuração do fato que levou à prisão do indivíduo. Além do entorpecente, foi apreendido três celulares e o veículo que dirigia no momento do flagrante.

Ele foi autuado por tráfico de drogas e conduzido ao presídio Nilton Gonçalves, onde permanecerá à disposição da Justiça Estadual.

Consórcio é encerrado e obras param no Estaleiro Paraguaçu


estaleiro

Sem dinheiro para manter as obras no Estaleiro Paraguaçu, em Maragojipe, a Enseada Indústria Naval (EIN), responsável pelo empreendimento, anunciou ontem o encerramento precoce das atividades do Consórcio Estaleiro Paraguaçu (CEP) – empresa responsável pelas obras de implantação do canteiro, que estão 82% finalizadas. Até sábado, serão demitidos os últimos 100 trabalhadores do consórcio, que chegou a empregar diretamente sete mil pessoas no pico de obras ano passado.

Principal cliente do estaleiro, a Sete Brasil, empresa criada pela Petrobras em parceria com instituições privadas para adquirir e operar sondas do pré-sal, vem enfrentando dificuldades financeiras e está há cinco meses sem pagar a EIN e, segundo fonte da empresa, a dívida ultrapassou os R$ 500 milhões agora em fevereiro.

O projeto do Estaleiro Paraguaçu foi lançando em 2013, com um investimento previsto de R$ 2,7 bilhões, para construir seis sondas que serão utilizadas para a exploração de petróleo em águas ultraprofundas, avaliadas em US$ 6 bilhões no total. O problema é que a Sete Brasil estaria enfrentando dificuldades de se capitalizar, como reflexo da crise enfrentada pela Petrobras devido às investigações da Operação Lava Jato.

Sem receber os repasses da Sete Brasil, a Enseada Indústria Naval estaria devendo a diversas empresas, inclusive à fornecedora de aço, principal matéria-prima do estaleiro, segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial do Estado da Bahia (Sintepav).

* Com informações do Correio da Bahia

O Programa de auditório de Jabes


Jabes enxertou plateia na sessão da câmara. Foto Jamesson Araújo
Jabes enxertou plateia na sessão da câmara. Foto Jamesson Araújo

Alguns cargos comissionados e contratados da Prefeitura Municipal de Ilhéus encheram o plenário da Faculdade de Ilhéus na tarde desta terça-feira (24), onde acontecia a sessão da Câmara de Vereadores e, diga de passagem, em horário de trabalho e muitos contra a vontade, para dar apoio e pressionar a Mesa Diretora da Câmara para suspender a eleição da Comissão de  Justiça.

Sob a coordenação do chefe de gabinete do prefeito, a turma chegou cedo e chamou atenção dos vereadores de oposição e da imprensa presente ao recinto.

A sessão mais parecia um programa de auditório, com presença de uma plateia que se manifestava orientada por assistentes.

Ligações de fixo para celular ficam mais baratas no Brasil


telefoneAs ligações de telefone fixos para celulares ficam mais baratas no Brasil. A nova tabela de preços das ligações começou a valer esta semana. Todas as modalidades de ligação fixo-móvel tiveram redução, mas a queda mais acentuada está entre DDDs iguais, que ficam cerca de 22% mais baratas.

Quando os telefones tiverem apenas o primeiro número do DDD igual (como 61 e 62), a redução média será de 14%; e, quando os DDDs forem totalmente diferentes, haverá queda em torno de 12% .A revisão nos valores de referência aconteceu como consequência do Plano Geral de Metas de Competições da Anatel, aprovado em novembro de 2012.