Caminhão capota e carga é saqueada na BR 101


Após capotamento, carga de caminhão é saqueada por moradores (Foto: Robenilton Matos/ Site Giro em Ipiaú)
Após capotamento, carga de caminhão é saqueada por moradores (Foto: Robenilton Matos/ Site Giro em Ipiaú)

O motorista de um caminhão ficou ferido após o veículo capotar na BR-101, km-422, próximo ao distrito de Travessão, em Ibirapitanga, sul da Bahia, no início da tarde deste sábado (7). De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal de Gandu, que cobre a região, o condutor perdeu o controle da direção e tombou na pista.

Ainda de acordo com a PRF, o caminhão estava carregado com câmaras de ar. A carga foi saqueada por moradores da região, segundo relatou a polícia. A PRF ainda informou que o motorista sofreu lesões leves e foi levado para o Hospital de Ibirapitanga.

Informações dos sites Giro em Ipiaú/G1

Bahia : Operação ‘Varredura’ resulta em 33 prisões


IMG-20150304-WA0003As forças de segurança estaduais e federais mostraram mais uma vez que atuar em conjunto, somando esforços, compartilhando bancos de dados, resulta sempre em grandes operações com desarticulação de organizações criminosas. Durante sete dias (de 27 de fevereiro a 5 de março) as polícias Militar, Civil, Técnica, Corpo de Bombeiros, Federal e Rodoviária Federal capturaram 33 criminosos que agiam na Bahia. Um dos bandidos resistiu à prisão e morreu em confronto.

Os alvos da “Operação Varredura” foram quadrilhas que praticam diversas ações criminosas como homicídio, tráfico de drogas, ataque a caixas eletrônicos, roubo, estelionato, entre outros. No total foram apreendidas 17 armas de fogo (fuzis, metralhadoras, espingardas, pistolas e revólveres), farta munição, 289 kg de drogas (cocaína, maconha, crack e LSD), além de nove carros e uma carreta.

(mais…)

Eliane Cantanhêde: ‘Eles têm nojo da gente’


Por Eliane Cantanhêde/ Estadão

ECantanhede_400x400Meses antes de estourar o mensalão, o então deputado Roberto Jefferson chegou atrasado para um almoço de parlamentares do PTB com jornalistas, justificou que estava numa reunião com petistas no Planalto e desabafou: “Eles não querem aliados, querem sabujos. Eles têm nojo da gente”.

Deu no que deu. Jefferson detonou o esquema do mensalão, que quebrou o encanto do governo Lula e levou para a cadeia os principais líderes petistas e o próprio petebista. Nunca mais o PT foi o mesmo.

O PMDB de hoje no governo Dilma está mais ou menos como o PTB de ontem no governo Lula, às vésperas do mensalão. Com a diferença de que o PMDB é o PMDB: ocupa a Vice-Presidência da República, é o maior partido do Congresso e tem as presidências da Câmara e do Senado, o maior número de governos estaduais e milhares de prefeituras.

E há agravantes: Luiz Inácio Lula da Silva foi um deputado inexpressivo e dizia que o Congresso tinha “uns 300 picaretas”, mas ele conhecia o jogo. Dilma Rousseff nunca foi parlamentar, não conhece o Congresso, não gosta de política, despreza os próprios aliados.

É aí que mora o perigo, porque cidadãos e cidadãs, à distância, têm até o direito de imaginar que os 513 deputados e os 81 senadores são uns desqualificados, aproveitadores, que você compra com um cargo daqui, uma emenda dali. Mas o, ou a, presidente da República e sua equipe direta têm obrigação e necessidade de saber que não é tão simplório assim.

(mais…)