Prefeitura de Ilhéus contrata empresa de segurança por R$ 478 mil


casas populares

A prefeitura de Ilhéus contratou, por intermédio de dispensa de licitação, a empresa a Guardianseg Segurança Patrimonial e Industrial LTDA, por R$ 478.294,68 (quatrocentos e setenta e oito mil duzentos e noventa e quatro reais e sessenta e oito centavos).

Segundo o contrato, a empresa será responsável pelo patrulhamento armado, às dependências dos 272 imóveis populares em construção pelo programa PAT PROSANEAR, do Loteamento Bosque Verde, localizado no bairro Teotônio Vilela, pelo período de seis meses.

A pergunta que não quer calar: Para que servem os mais de 200 guardas municipais de Ilhéus?

Bem que o governo poderia ter utilizado esse recurso no aparelhamento da guarda, como compra de veículos, e equipamentos necessários para desempenhar um bom trabalho.

O loteamento Bosque Verde, depois de um longo período invadido por populares, foi desocupado há poucos meses por ordem judicial movida pela prefeitura de Ilhéus. Clique aqui para ler.

Vice-presidente do Corinthians é preso em flagrante em nova fase da Lava Jato


Felipe Rau/Estadão Conteúdo
Felipe Rau/Estadão Conteúdo

O vice-presidente do Corinthians, André Luiz de Oliveira, o André Negão, foi preso em flagrante nesta terça-feira, 22, em São Paulo, por porte ilegal de armas. Alvo da Operação Xepa, nova fase da Lava Jato, André Negão é suspeito de ter recebido R$ 500 mil em propinas da Odebrecht.

Às 6h, agentes da Polícia Federal foram a sua casa no Tatuapé com a missão de conduzi-lo coercitivamente para depor na Superintendência da Corporação, na Lapa. Durante as buscas em sua residência, os federais encontraram uma arma de fogo, sem licença.

O nome de André Negão apareceu na planilha de contabilidade secreta de propinas da Odebrecht, sob o codinome ‘Timão’ ao lado da palavra ‘Alface’. A planilha foi apreendida na casa da secretária dos altos executivos da empreiteira, Maria Lucia Tavares. A empreiteira é responsável pelas obras do Itaquerão, estádio do Corinthians, que sediou a abertura da Copa do Mundo 2014.

Na planilha, André Luiz de Oliveira está ligado a ‘uma anotação de um possível pagamento’ no endereço Rua Emilio Mallet, em São Paulo, ‘a ser liquidado na data de 23 de outubro de 2014, no valor de R$ 500 mil, com a anotação do telefone’.

“Em consulta a banco de dados restrito, obtém-se a informação de que André Luiz de Oliveira reside no mesmo endereço da entrega, tratando-se muito provavelmente, portanto, do ANDRÉ mencionado na planilha”, aponta relatório da Polícia Federal. “André Luiz de Oliveira é dirigente do Corinthians, o que justificaria, portanto, a utilização do codinome ‘Timão’.”

O documento da PF destaca ainda Antonio Roberto Gavioli, diretor de Contrato na Odebrecht Infraestrutura, vinculado à obra da Arena do Corinthians. “Segundo a planilha, ele era o contato para o pagamento ao codinome “TIMÃO”, em evidente alusão à obra do Corinthians. Foi requisitado o pagamento de R$ 500 mil”, sustenta a PF.

estado

Comissão do impeachment decide não incluir delação de Delcídio no processo


As informações da delação premiada do senador Delcídio do Amaral (MS), ex-líder do governo no Senado, não serão incluídas no processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, em análise por uma comissão especial da Câmara. O relator do caso, Jovair Arantes (PTB-GO), disse que a decisão foi tomada depois de conversas com assessores jurídicos da Casa e os integrantes do comando da comissão, entre eles, o deputado Rogério Rosso (PSD-DF), presidente do colegiado.

“Ponderamos e entendemos que não devemos aceitar [a inclusão da delação] para não judicializar o processo. Queremos fazer tudo dentro do rito do impeachment que foi definido pelo Supremo Tribunal Federal”, afirmou.

As declarações de Delcídio foram anexadas ao pedido original pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Segundo Rosso, isso teria sido feito pelos autores do pedido de impeachment, Miguel Reale Júnior, Hélio Bicudo e Janaína Paschoal.

A base aliada classificou a inclusão como ilegal, por ser feita após a abertura do procedimento de afastamento da presidenta e por se tratar de tema diferente do pedido inicial. A reação provocou temor entre a oposição sobre uma eventual judicialização do processo, já que novas denúncias e fatos podem ser questionados.

(mais…)

Governo e Mirabela fecham acordo e empresa deve continuar operando


Do site Giro Ipiaú

Reunião realizada na tarde desta segunda-feira selou o acordo.
Reunião realizada na tarde desta segunda-feira selou o acordo.

O acordo entre a Mirabela Mineração e o Governo do Estado foi fechado no final da tarde desta segunda-feira (21) na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em Salvador. O acordo foi selado entre representantes da Mineradora, sindicalistas, parlamentares e o secretário Jorge Hereda.

Os deputados estaduais Eduardo Salles, Fabrício Falcão, Fabíola Mansur e Euclides Fernandes, além de representante dos deputados federais Bebeto Galvão e Davidson Magalhães, que não puderam comparecer por compromisso assumidos em Brasília, também participaram da reunião. 

O diretor financeiro da empresa, Milson Mundin, e o representante de 98,5% dos acionistas da Mirabela, Doug Flannery, que veio de Nova Iorque para a reunião, explicaram que a empresa pretende em 2017 explorar o níquel laterítico, gerando mais 200 postos de trabalho.

A empresa ainda não confirmou publicamente a informação divulgada pelos deputados. Desde o segundo semestre de 2015, a Mirabela e o Governo do Estado vinham tentando um acordo. Ela alegava ter um crédito em ICMS que ultrapassava os 40 milhões de reais. Em fevereiro desse ano a mineradora, após vários meses amargando grandes prejuízos (devido a queda no valor do níquel), anunciou que iria parar as atividades e deu aviso prévio aos mais de 450 trabalhadores. Na ocasião, o preço da libra do minério estava a U$$3,70. Nesta segunda-feira (21), o níquel foi negociado a U$$ 3,95. A ajuda do governo estadual na liberação dos créditos do ICMS deve dá um fôlego a empresa multinacional que opera no município de Itagibá, desde 2009. O prefeito de Itagibá, Marcos Barreto, o Marquinhos, um dos responsáveis pela ligação mineradora-governo, comemorou o acordo fechado.

Mário Alexandre animado para a eleição


Mário Alexandre vem realizando visitas aos distritos e Vilas de Ilhéus.
Mário Alexandre vem realizando visitas aos distritos e Vilas de Ilhéus.

O ex-vice-prefeito de Ilhéus e médico, Mário Alexandre (PSD), está empolgadíssimo com o resultado de algumas pesquisas de consumo interno, que o colocam com dois dígitos, e uma grande possibilidade em uma aliança em prol de seu nome para corrida eleitoral majoritária.

Desde o ano passado, Mário intensificou sua caminhada pelos quatro cantos de Ilhéus, e o resultado o coloca como candidato fortíssimo, com uma grande aceitação aonde chega, a exemplo de inúmeros distritos.

PSD e PSB, como divulgamos com exclusividade no ano passado, fecharam uma parceria para a eleição de 2016 em Ilhéus. A aliança partidária tem dois nomes fortes, o do deputado federal Bebeto Galvão e Mário Alexandre, que segundo as pesquisas, juntos abocam uma grande fatia do eleitorado ilheense.

Ministro do STF nega pedido para anular decisão de Gilmar Mendes sobre Lula


Luiz Fux decidiu extinguir o processo sem sequer analisar o mérito do pedido feito pela Advocacia-Geral da União.
Luiz Fux decidiu extinguir o processo sem sequer analisar o mérito do pedido feito pela Advocacia-Geral da União.

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, negou nesta terça-feira, 22, o pedido do governo para anular a decisão do ministro Gilmar Mendes, que suspendeu a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Casa Civil.

Fux decidiu extinguir o processo sem sequer analisar o mérito do pedido feito pela Advocacia-Geral da União, porque, segundo ele, a ação ia contra a jurisprudência criada pela Corte. “O Supremo Tribunal Federal, de há muito, assentou ser inadmissível a impetração de mandado de segurança contra atos decisórios de índole jurisdicional, sejam eles proferidos por seus Ministros, monocraticamente, ou por seus órgãos colegiados”, anotou o ministro.

O mandado de segurança foi protocolado nesta segunda-feira pela AGU diante da perspectiva de que o recurso sobre a decisão de Gilmar Mendes e as ações sobre o caso que estão com o ministro Teori Zavascki só irão ser julgados pelo plenário a partir da próxima semana, por conta do feriado prolongado da Páscoa no Judiciário. (AE)

Augusto critica proposta de empréstimo e cobra débito do governo com o Sul da Bahia


Apesar do grande volume de recursos financeiros aos quais o governo teve acesso, Augusto Castro lamenta a falta de investimentos na região Sul da Bahia.
Apesar do grande volume de recursos financeiros aos quais o governo teve acesso, Augusto Castro lamenta a falta de investimentos na região Sul da Bahia.

A bancada de oposição ao Governo da Bahia obstruiu a sessão na qual seria discutida, nesta segunda-feira (21), a autorização para que o Estado contrate empréstimos no valor de R$ 2,1 bilhões junto a instituições financeiras internacionais. O assunto ainda não havia sido discutido, mas com a insistência da oposição a matéria que tramita em regime de urgência será pauta na próxima reunião das Comissões Conjuntas de Constituição e Justiça, de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico e Turismo, de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público e a de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle.

“É absurdo que o governo tente mais uma vez obter um cheque em branco, elevando o endividamento do Estado, sem dar satisfações à sociedade sobre a finalidade desses recursos”, afirma Augusto. Ele lembra que, nos nove anos de governos do petistas, houve contratação de R$ 13,5 bilhões em empréstimos.

Apesar do grande volume de recursos financeiros aos quais o governo teve acesso, Augusto Castro lamenta a falta de investimentos na região Sul da Bahia. “O governo não terminou a construção da barragem do Rio Colônia em Itapé, não terminou a ponte Ilhéus-Pontal, nem mesmo o Centro de Convenções foi concluído”, aponta o deputado. Para ele, “não existe presença do Estado no Sul da Bahia”.

Hospital de Base ganha novos equipamentos e leitos


Prefeito de Itabuna Claudevane Leite e autoridades ao lado dos aparelhos de hemodiálose.
Prefeito de Itabuna Claudevane Leite e autoridades ao lado dos aparelhos de hemodiálose.

O Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna, vai ganhar, nos próximos dias, mais 22 leitos, aumentando para 184 a sua capacidade de internações simultâneas de pacientes. O novo espaço de atendimento será utilizado para desafogar o Pronto Socorro da unidade hospitalar onde, atualmente, pacientes que necessitam de mais cuidados aguardam por uma vaga.

De acordo com o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, a obra de preparação do espaço está sendo realizada com recursos próprios do município e inclui, além da reforma completa, a instalação de um sistema central de climatização e de equipamentos de última geração que garantam mais segurança no acompanhamento clínico dos pacientes.

Outro ganho importante anunciado pelo prefeito Vane é a aquisição de dois aparelhos para hemodiálise. São seminovos e vieram do Hospital Ana Nery, em Salvador, através de uma parceria da Secretaria de Saúde da Bahia com a Prefeitura de Itabuna. (mais…)

ProUni abre amanhã inscrições para bolsas remanescentes


Prouni 2016.
Prouni 2016.

O Ministério da Educação (MEC) vai oferecer as bolsas que não foram preenchidas no processo de seleção regular do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os interessados poderão se inscrever a partir de amanhã (23) até 31 de março, pela internet.

O ProUni oferece a estudantes brasileiros de baixa renda bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições privadas de ensino superior. Na primeira edição de 2016, o ProUni ofertou 203.602 bolsas para 30.931 cursos. As bolsas que não foram preenchidas em nenhuma das chamadas regulares serão ofertadas nesta etapa.

Podem concorrer professores da rede pública de ensino, além dos estudantes que fizeram alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010. O candidato não pode ter nota 0 na redação e precisa ter, no mínimo, 450 pontos na média no Enem.

As bolsas integrais são para os candidatos com renda familiar bruta por pessoa de até 1,5 salário mínimo por mês e as bolsas parciais, para os participantes com renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos. Os professores estão dispensados do critério de renda.

Aqueles que se candidatarem terão dois dias úteis para comprovar as informações prestadas na inscrição nas instituições e ensino. Cabe ao estudante verificar o local, a data e o horário de atendimento e demais procedimentos. As inscrições serão pelo site do ProUni.