Salvador: Ibope traz ACM Neto reeleito no 1º turno, com 73%; Alice tem 16%


acm neto 2Candidato a reeleição em Salvador, o prefeito ACM Neto (DEM) aparece em primeiro lugar isolado, com 73% dos votos válidos, e seria reeleito no primeiro turno, segundo pesquisa Ibope divulgada neste sábado (1º), a um dia das eleições municipais. Os votos válidos não levam em conta os votos brancos, nulos e de eleitores indecisos.

Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Na segunda posição, aparece Alice Portugal (PCdoB), com 16%, seguida por Pastor Sargento Isidório (PDT), com 9%. Cláudio Silva (PP) e Da Luz (PRTB) aparecem ambos com 1%. Fábio Nogueira (PSOL) Célia Sacramento (PPL) não pontuaram.

Considerando-se também os votos brancos e nulos (6%) e os eleitores indecisos (4%), ACM Neto aparece com 65%, Alice Portugal com 15% e Pastor Isidório com 8%. Cláudio Silva e Da Luz têm 1% cada. Fábio Nogueira e Célia Sacramento não chegaram a pontuar.

O Ibope ouviu 805 pessoas entre os dias 27 e 30 de setembro. A pesquisa foi inscrita na Justiça Eleitoral sob o número BA-02237/2016. O nível de confiança do levantamento é estimado em 95%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela TV Bahia, afiliada da Rede Globo no Estado.

Maior carreata da história de Ilhéus consagra campanha de Cacá e Rodrigo


img_2016-10-01_18-38-24-640x632

Mais de 23 quilômetros percorridos. Do Jardim Savoia ao Hernani Sá. De norte a sul da cidade, Ilhéus em festa. Mais de dois mil automóveis de amigos, correligionários e eleitores. Uma festa que consagra a campanha de Cacá Colchões com a marca da manifestação popular, da vontade de Ilhéus avançar, de seguir em frente, de vencer o retrocesso. Barra, Parque Infantil, Avenida Esperança, Teotônio Vilela, Avenida Itabuna, Princesa Isabel, Conquista, Pontal, dentre outros, lugares por onde Cacá e Rodrigo passaram durante a campanha e que receberam o carinho do povo.

“Estou feliz, passando por estas ruas, passa um filme na cabeça. Estou certo de que fizemos uma campanha limpa, com propostas que melhorarão a vida das pessoas e a resposta está nas ruas, no apoio popular que estamos presenciando”, disse Cacá. “Esta é a verdadeira festa da democracia, por que ela surge da vontade do povo, da resistência do ilheense que não quer o atraso de volta”, completou Rodrigo Cardoso, candidato a vice na chapa da Coligação “Avança Ilhéus”.

Cidade em festa com Cacá – Desde ontem, sexta-feira, a festa nas ruas em apoio a Cacá não para. Nos últimos dias, o clima é de vitória nesta reta de chegada. Pela manhã, Cacá visitou a comunidade do Paraguai, no Nelson Costa.

“Espero que Cacá continue a olhar por nós, pois confio nos projetos dele”, disse Rosângela Oliveira, que mora há 18 anos na comunidade. Pela tarde, Cacá e Rodrigo visitaram o Alto do Nerival, na Barra, onde o morador Audelino França comemorou a presença dos candidatos.

O Pontal parou ontem à noite para receber o candidato a prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões, e o seu vice, Rodrigo Cardoso. Candidatos e militantes percorreram várias ruas do bairro e moradores abraçaram e declararam apoio a Cacá. Cacá arrastou uma multidão pelas ruas 13 de maio, Castro Alves, Dom Pedro II, Eustáquio Bastos, Do Bonfim, Júlio de Brito, Emílio Ramos e Cassimiro Costa. “Ele vai ganhar, é o mais trabalhador. A gente sabe no que deu o outro no governo”, afirmou José Olvídio, morador da praça São João Batista.

“A beleza do Pontal me encanta. A sua importância econômica me desafia como futuro prefeito de Ilhéus. Mas estou preparado para fazer o Pontal avançar”, disse Cacá, hoje morador do bairro. Ele lembrou que nos últimos anos iniciativas importantes, como o Pontal Criativo, tiveram seu apoio. “A essência desta ideia é ver cidadãos comuns transformando vidas, motivando a economia e exercitando a capacidade de a população identificar seus problemas e encontrar soluções sempre de forma inovadora”, destacou.

O candidato da Coligação Avança Ilhéus lembra que ações como esta, resultaram em outras conquistas, como a recuperação da praça São João Batista, hoje centro de um projeto de lazer que reúne, além de Feiras Criativas e espaços físicos para a prática esportiva, uma proposta de bairro gastronômico, que atrai toda a cidade nos finais de semana. O Pontal tem 26 restaurantes e botecos formalizados como Microempreendedores e mais 10 ainda na condição de informais.

Importante e estratégico – O Pontal do Aeroporto Jorge Amado, do segundo Bairro Criativo implantado na Bahia (o primeiro é o Candeal, em Salvador), agora recebe uma das suas grandes reivindicações: o saneamento básico. O Pontal que liga o centro à zona sul, em breve ganhará uma nova ponte.

Muito já foi feito como, por exemplo, a recuperação asfáltica das principais ruas e avenidas do bairro e o início de uma reorganização do trânsito local. Mas o Pontal que se consolida como um dos bairros mais empreendedores de Ilhéus precisa avançar ainda mais.

Cacá e Rodrigo assumiram importantes compromissos durante a manifestação, a exemplo da requalificação e urbanização da avenida Lomanto Júnior, cartão de visita e passagem obrigatória para quem visita ou passa pelo bairro; criação de Ciclofaixas na avenida Lomanto Júnior, melhorando a mobilidade urbana e dando mais opções, com segurança, para a locomoção das pessoas; criação de um espaço com salas para oficinas, exposição do Projeto Criativo e salas para prática de capoeira, dança e atividades filantrópicas; consolidação do Pontal como Bairro Gastronômico, criando elementos que promovam o desenvolvimento e a ampliação de bares, botecos e restaurantes locais e a construção do Hospital da Zona Sul, cujo projeto já concluído será entregue ao Ministério da Saúde. Cacá também destacou a importância de um melhor aproveitamento da baía do Pontal, incentivando a prática esportiva como canoagem, remo, valorizando um espaço natural propício à esta prática esportiva.

*Matéria da Assessoria de Comunicação do Candidato Cacá.

Falta 1 dia: campanha eleitoral encerra neste sábado (1º/10)


e7fe24ac-d169-49ed-8b42-32506c3649cc

Conforme previsto pelo Calendário Eleitoral 2016, este sábado (1º/10), é o último dia da propaganda eleitoral mediante alto-falante, distribuição de material gráfico, utilização de carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos, além do prazo final para a realização de caminhadas, carreatas e passeatas. Esses atos poderão ocorrer até 22h de hoje (1º/10), véspera do pleito.

A realização desses atos amanhã (2/10), quando acontece a Eleição Municipal 2016, ou a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos será constituido crime, conforme determinações daLei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições).

 Eleitores que descumprirem as determinações da legislação eleitoral e praticarem a chamada “boca de urna” poderão ser punidos com detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa a ser definida em valor variável entre R$5mil a R$15mil. (Lei nº 9.504/1997, artigo 39, parágrafo 5º).

Regras

Por outro lado, a legislação permite, no dia do pleito, a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato, revelada exclusivamente pelo uso de bandeiras, broches, cartazes e adesivos.

No entanto, é vedado, até o término do horário de votação (até 17h), qualquer ato que caracterize manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos, tal como a aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado.

O uso de vestuário ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político, de coligação ou de candidato também é proibido aos servidores da Justiça Eleitoral, aos mesários e aos escrutinadores, no recinto das seções eleitorais e juntas apuradoras.

Os fiscais partidários, nos trabalhos de votação, somente podem usar crachás em que constem o nome e a sigla da legenda ou coligação a que sirvam, também sendo vedada a padronização do vestuário.

Polícia militar apreende drogas no Alto do Coqueiro


img-20161001-wa0012

Na madrugada deste sábado (01), policiais do 2 Pelotão ( Malhado) prenderam o indivíduo de nome Douglas Alves Bandeira de 18 anos e o menor de iniciais J.S.S. de 16 anos, no Alto do Coqueiro, com porte de 49 gramas de Crack, R$ 332,30 ( trezentos e trinta e dois reais e trinta centavos) em espécie, duas correntes e uma pulseira de prata, além de dois aneis, dois brincos, dois celulares e o documento de um veículo GM Celta que os mesmos não sabiam informar a procedência.

Douglas é reincidente, este havia sido preso no dia 22/09/16 com uma sacola de frogas, na companhia de dois menores.

Material apreendido, bem como os dois envolvidos , foram apresentados à DP para as devidas providências.

# 68cipm
#OServicoNaoPara
#PMeComunidadenacorrentedobem
Zap Denúncia: 98886-3997
Central 24h: 99944-8374

Prefeito diz ter sido perseguido e se esconde em batalhão da PM; suspeitos serão ouvidos


images

O prefeito da cidade de Conceição do Coité, no Nordeste da Bahia, denunciou ter sofrido uma perseguição enquanto saia de uma pizzaria, na noite de quinta-feira (29).

De acordo com a defesa de Francisco de Assis (PT), que também é candidato à reeleição, por volta das 23h o prefeito deixou o restaurante acompanhado de dois amigos e do motorista quando percebeu que estava sendo perseguido por dois veículos. “Eles chegaram a montar um cerco e fechar o carro do prefeito. A sorte foi que o nosso motorista é muito habilidoso e conseguiu furar o cerco”, disse o advogado Leonardo Guimarães.

Ainda segundo o advogado, após ultrapassar o veículo que o fechou, a perseguição continuou e o motorista de Assis seguiu até um batalhão da Polícia Militar, onde os quatro ocupantes do carro se esconderam. O grupo só deixou o local por volta das 2h30 desta sexta-feira (30), de onde saíram escoltados pela PM. O caso foi registrado na delegacia de Conceição de Coité e a Polícia Civil já instaurou inquérito para investigar a situação.

Na tarde desta sexta, o prefeito Assis estava prestando depoimento à polícia. Além disso, os suspeitos de terem praticado a perseguição foram identificados e deverão ser ouvidos em breve.

Os nomes dos suspeitos, no entanto, não foram divulgados para não atrapalhar as investigações. A polícia irá investigar se há motivação política na perseguição.

Marão e Nazal fazem caminhada da vitória na Zona Sul


img_2016-10-01_05-58-57-640x632

Mário Alexandre ficou impressionado ao ver a multidão dançando uma das músicas da sua campanha, no início da noite dessa sexta-feira (30), durante a caminhada da vitória na zona sul de Ilhéus. “É o tipo de cena que resume a positividade do nosso trabalho”, explicou o candidato do PSD.

A caminhada começou perto da pista do Aeroporto Jorge Amado. O candidato a vice-prefeito da Rede Sustentabilidade, Nazal, conhece Ilhéus como poucos. Ele descreveu o percurso dessa noite. “A concentração foi ao lado do posto.

Seguimos pela rua Osmundo Marques e entramos na Avenida Lotus, já no Nelson Costa. Depois chegamos à rua Gardênia, subimos pela [rua] Bela Vista e atravessamos o Eixo C para chegar à Avenida Silvio Silva e, depois, à Avenida Nossa Senhora Aparecida”.

A marcha seguiu até o Nossa Senhora Vitória para o encerramento do ato na praça José Oliveira. A aposentada Maria José de Almeida Moraes não sabia que Marão estava no bairro. Quando viu a onda 55, fez questão de se aproximar. Disse que sentiu “vontade de ver o doutor Mário Alexandre de perto, porque é a melhor opção, um homem digno e honesto”.

Os candidatos discursaram na praça. Nazal afirmou que Marão “caiu nas graças do povo”. “Você trouxe esperança”, disse a Mário Alexandre. “E estou aqui para te ajudar a fazer o governo que o povo espera. O povo não quer mais mentira, enganação e imposição. Quer discussão e diálogo”, declarou o candidato a vice-prefeito.

Nazal também agradeceu o cuidado que Marão lhe dedicou durante a exigente maratona dessa campanha. Segundo ele, o companheiro de caminhada sempre pergunta: “’Tá sentindo alguma coisa? O joelho está doendo? O coração está aguentando’?”.

No início do seu discurso, Marão afirmou que “quem está com Deus e com o povo tem força para fazer a diferença”. Também falou do compromisso que assumiu consigo mesmo, porque não quer “apenas ser prefeito, quero ser um bom prefeito para a cidade”. “Tenham certeza de que eu vou fazer o possível e o impossível para que Ilhéus tenha uma saúde melhor, uma educação melhor, e para atender as necessidades básicas da nossa gente”, garantiu.

Ao falar sobre os desafios do governo a partir de 2017, Marão se dirigiu a Nazal. “Vou precisar muito de você, por sua história, seu conhecimento da cidade, por sua seriedade e pelo que você representa para Ilhéus”.

Mário Alexandre lamentou a atitude desrespeitosa de alguns adversários em relação ao trabalho da empresa Gasparetto Pesquisas e Estatísticas Ltda, responsável por pesquisa recente sobre o cenário eleitoral de Ilhéus. Lembrou que a equipe liderada pelo sociólogo Agenor Gasparetto tem muita credibilidade.

No fim da sua fala, Marão disse que todos devem ficar atentos “até as cinco horas da tarde de domingo”. “Nós não podemos parar. A vitória se aproxima, mas a gente não pode descansar agora, porque eles são perigosos”, finalizou.

Matéria da Assessoria de Comunicação do candidato Marão.