Ciro diz que não quer tomar lado


Ciro Gomes (PDT).

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, derrotado no primeiro turno, divulgou um vídeo neste sábado (27) no qual diz que não quer tomar lado na disputa presidencial e pede que a população vote pela democracia, contra a intolerância e pelo pluralismo.

Ele afirmou também que “ninguém está obrigado a votar contra convicções e ideologias”.

Ciro acrescentou que decidiu não se posicionar por uma “razão muito prática”, mas não quis revelar, neste momento, qual o motivo, porque, se não pode ajudar, não quer “atrapalhar”.

Neste domingo (28), os eleitores vão decidir quem será o presidente do Brasil pelos próximos quatro anos. Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) disputam o segundo turno.

Prefeito destaca parceria institucional com a Faculdade de Ilhéus


Foto divulgação.

Ao visitar as atividades do Mutirão de Saúde e Cidadania, promovido pela Faculdade de Ilhéus, nesta sexta-feira, dia 26, o prefeito Mário Alexandre destacou a parceria mantida com a instituição, no sentido de ampliar a prestação de serviços à comunidade, notadamente às parcelas mais necessitadas da população. O evento integra a XIII Feira de Negócios e Oportunidades (Fenopo), que teve início na quarta-feira e segue até sábado, 27, proporcionando atendimentos em diversos setores da saúde, assistência jurídica gratuita, atividades de beleza e relaxamento, além de ações de incentivo ao empreendedorismo.

A Prefeitura participou do mutirão, através da secretaria municipal de Saúde (Sesau), com a oferta de atendimento médico em clínica geral, ortopedia, ginecologia e cardiologia, além de outros serviços. Durante o evento, o prefeito reuniu-se com os diretores da Faculdade, Almir e Sandra Milanesi, e o secretário municipal de Saúde, Geraldo Magela, e discutiu formas de cooperação entre as instituições para reforçar o atendimento nas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) nos bairros Hernani Sá e Nelson Costa. (mais…)

Bolsonaro e os animais


O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

Jair Bolsonaro, em entrevista à Rede Arapuan de Rádio, anunciou nesta sexta-feira que, se eleito, criará uma secretaria para tratar dos direitos dos animais.

O presidenciável disse também que sua declaração de “varrer do mapa esses bandidos vermelho” não significa praticar atos de violência.

“Não é matar ninguém, não. Quem quer dar essa interpretação mostra falta de caráter”.