Bahia: PC e PF evitam extorsão de meio milhão de reais


Grupo exigiu a quantia de uma família, após prisão de um homem em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul.

Uma ação conjunta entre unidades da Polícia Civil (Draco, Depin e DHPP) e da PF, em Vitória da Conquista, evitou a extorsão de meio milhão de reais. Eliseu Dias Morais foi preso, na noite de sexta-feira (2), depois de ações de acompanhamento e de inteligência.

O caso tem envolvimento com uma apreensão de 750 kg de maconha, na cidade de Ponta Porã, no estado do Mato Grosso do Sul e a prisão de um dos envolvidos com a carga. Eliseu, sabendo que o detento tinha parentes em Vitória da Conquista, passou a fazer ameaças para a família, exigindo R$ 550 mil.

Ele dizia pertencer a uma facção e que o dinheiro seria para amenizar a dívida do homem preso em Ponta Porã. Sabendo da tentativa de extorsão, o caso passou a ser investigado e Eliseu terminou capturado.

Com ele foram apreendidos celulares com as conversas determinando o pagamento dos R$ 550 mil e um veículo de luxo, modelo Azera. “O trabalho continua, pois sabemos que outras pessoas participaram deste crime”, contou o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis.

Mais uma criança morre no Hospital Vida Memorial


Hospital Vida Memorial. Foto Blog Agravo/arquivo.

Nesta sexta-feira (2), uma criança identificada como Lorenzo, de 1 ano e 2 meses, veio a óbito no Hospital Vida Memorial, em Ilhéus. Informações divulgadas pelo Blog do Gusmão, apontam que o garoto deu entrada no Hospital apresentando febre intensa e foi diagnosticado com um quadro de infecção.

Segundo os familiares, o garoto reagiu bem aos medicamentos e tinha apresentado melhora ao longo do dia, até que por volta das 17 horas ele faleceu de maneira que ainda não está clara. Funcionários do Hospital informaram que Lorenzo morreu após ter uma crise de refluxo, mas uma testemunha afirma ter visto a aplicação de uma injeção pouco antes do óbito da criança. A família suspeita de negligência médica no caso.

Este foi o terceiro caso registrado envolvendo o óbito de uma criança no Hospital Vida Memorial. Na semana passada o menino Leon, de 4 anos, faleceu com suspeita de H1N1, mas o exame deu negativo. Na última segunda-feira (29) a pequena Vitória, de 2 anos, também faleceu enquanto aguardava transferência para uma UTI infantil.

A direção do Hospital ainda não se manifestou sobre os óbitos registrados em um intervalo tão curto de tempo.

Pedro Tavares cobra ações do Governo para impedir fechamento da Nestlé em Itabuna


Deputado Estadual Pedro Tavares (DEM).

Demonstrando preocupação com o desemprego e os prejuízos econômicos, na região sul da Bahia, o deputado estadual Pedro Tavares (DEM), cobrou ao Governo do estado, ações no sentido de impedir o fechamento da fábrica da Nestlé, no município de Itabuna. O parlamentar se solidariza com os setores que se uniram na tentativa de barrar o encerramento das atividades da planta industrial, no município.

Tavares citou a estimativa de que 300 pessoas devem perder seus postos de trabalho.”É preocupante demais a possibilidade de fechamento da Nestlé em Itabuna, fato que pode prejudicar a economia de toda a região. É necessário que o Governo entre nessa discussão para tentar conjuntamente com outros setores encontrar soluções a fim de assegurar a permanência da unidade, em Itabuna.Essa é uma reivindicação de toda a região”, enfatizou.

O parlamentar destacou também as consequências negativas para a cadeia produtiva do leite, caso a fábrica seja desativada.

“Muitos produtores de leite fornecem para a fábrica. Muitos investiram com propósito de atender a demanda. Como irão fazer caso aconteça o fechamento da fábrica ou a transferência para Feira de Santana como tem sido cogitado?”,questionou.

Governo avalia novas medidas para reduzir preço do gás de cozinha


Imagem ilustrativa.

Com a promessa de derrubar o preço do gás natural em até 40%, a nova política para o setor precisará de medidas adicionais para que a redução chegue à cozinha do brasileiro. Estudo divulgado nesta semana pelo Ministério da Economia lista três medidas para melhorar a competitividade do preço aos consumidores residenciais.

Produzido pela Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria (Secap) da pasta, o documento defende o fim da política que concentrou o mercado de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) nos botijões de até 13 quilogramas (kg). A medida pode ser implementada ainda neste mês.

O documento também pede que o Conselho Nacional de Política Econômica (CNPE) recomende à Agência Nacional do Petróleo (ANP) um posicionamento sobre duas medidas anunciadas pelo governo: a liberação da venda fracionada de gás de cozinha e o enchimento de um mesmo botijão por diferentes marcas.

“Entende-se que essas mediadas constituem o ponto de partida para um processo de abertura efetiva do mercado de GLP à multiplicidade de agentes em todos os elos da cadeia, de modo a proporcionar benefícios aos consumidores em decorrência do aumento da concorrência”, destacou o documento. “Nesse sentido, a Secap visa contribuir com a discussão, para que os benefícios advindos do choque de energia barata também possam ser auferidos pelos consumidores residenciais do botijão de gás de cozinha”, diz o documento. (mais…)