Ilhéus: Enilda lança pré-candidatura à vereadora e diz que a coerência será sempre o seu norte


Professora Enilda Mendonça mostrou força em evento de lançamento de sua pré-candidatura.

Trabalhadores da Educação, lideranças políticas, sindicais, representações da comunidade e de servidores afastados da Prefeitura de Ilhéus, participaram no último sábado, do ato de lançamento da pré-candidatura da Professora Enilda (PT), à Câmara de Vereadores de Ilhéus. Em 2020, a professora e sindicalista tentará, mais uma vez, uma vaga no legislativo. Na última eleição ficou de fora da composição da Câmara por apenas três votos.

Auditório ficou lotado.
Enilda, Ednei Mendonça, Nilton Cruz e Osman Nogueira.

“Essa é uma decisão coletiva que tem como objetivo construir um projeto de desenvolvimento para o município de Ilhéus, com base na defesa de direitos básicos para a população, construído à várias mãos”, disse Enilda aos presentes.

O auditório do Centro de Convenções ficou completamente lotado. “Hoje a minha alma está repleta de gratidão”, agradeceu a professora, sendo aplaudida de pé. “Vocês não estão aqui para eu dizer que sou pré-candidata. Vocês estão aqui para me dizer qual disposição querem do meu mandato, caso seja eleita”, assegurou, acrescentando que a marca de sua luta sempre foi a coerência. “E ela me acompanhará aonde tiver que ir”, completou.

Balanço da Saúde aponta avanços significativos na Atenção Básica de Ilhéus


UPA da Conquista. Foto Secom.

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) divulgou o número de atendimentos realizados em Ilhéus no período compreendido entre janeiro e novembro de 2019. Um dos principais avanços refere-se à Atenção Básica, que aumentou a cobertura para 55%. O levantamento é relativo ao atendimento prestado pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Média e Alta complexidade, Central de Regulação do SUS e pelo setor de Vigilância em Saúde.

No entendimento do prefeito Mário Alexandre, a ampliação se deve a implantação de serviços assistencialistas que promovem humanização do atendimento prestado pelo SUS. “A saúde não poderia estar fora do processo de reconstrução. Os investimentos destinados à cidade, os recursos obtidos por meio de pactuação junto ao Governo do Estado e a Gestão Plena em Saúde garantem o acesso da população a procedimentos básicos e mais complexos”, ressaltou o gestor.

Conforme o panorama da Sesau, foram prestados 98 mil atendimentos nas unidades de saúde, entre os meses de janeiro e novembro de 2019. Os dados referentes à média e alta complexidade no mesmo período contabilizam 175 mil atendimentos. A Central de Regulação do SUS atingiu a marca de 726 mil encaminhamentos para consultas e exames, e 32 mil para internamentos e cirurgias, enquanto o setor de Vigilância em Saúde realizou visita técnica em 165 mil domicílios.

Mais avanços – Sobre o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU192), o balanço divulgou 1.083 atendimentos realizados em ambulâncias Tipo UTI; 11.085 em ambulâncias básicas; e 1.238 atendimentos realizados na motolância. Todavia, um dado alarmante preocupa – os trotes para o SAMU chegaram a ultrapassar a casa das 154 mil ligações durante o período. Já os atendimentos médicos e de enfermagem somaram um aproximado de 86 mil e odontológicos 15.338.

O diagnóstico atual revela que as 23 Estratégias de Saúde da Família (ESF) estão inseridas no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), todas em funcionamento. O Município também conta com o trabalho desenvolvido pelos profissionais do Médicos Pelo Brasil, que atuam nas zonas urbana e rural, além do Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) distribuídos nas UBSs Sarah Kubistchek, Iguape, Banco da Vitória, Almiro Vinhais e no Centro Avançado da Zona Sul na Urbis.

Ações e programas – Visando melhorar a qualidade de vida e na prestação dos serviços públicos de saúde, a Prefeitura de Ilhéus, por meio da Sesau, realizou durante os últimos meses mutirões nos bairros e distritos, além de realizar a implantação dos programas ‘Coração na sua porta’ e ‘Remédio em Casa’, que ofertam atendimentos itinerantes. O programa ‘Melhor em Casa’ também integra a rede, por meio serviço de Atenção Domiciliar.

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) possui equipe multidisciplinar composta por terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, assistentes sociais, nutricionistas e educadores físicos, que atuam de norte a sul da cidade. “A Prefeitura está fazendo um ótimo trabalho, olhando por aqueles que estão precisando”, opinou a aposentada Magnólia Ferreira, de 76 anos, residente no Condomínio Moradas do Bosque, zona norte de Ilhéus.

E quem aprova também a evolução do atendimento à saúde no município é a cabeleireira Michelini Silva Ramos, de 25 anos. Para ela, as ações realizadas pela Prefeitura Municipal assistem, principalmente, pacientes que moram mais distantes da área urbana de Ilhéus. “Evita que a gente saia daqui para outros lugares. Estou gostando muito. A minha avaliação é dez”, comentou a moradora de Inema, distrito que fica a quase cem quilômetros da Sede.

Unidade Básica de Saúde (UBS) Sarah Kubitschek.

Estruturação da saúde – Com o intuito de ampliar a cobertura assistencial básica, a Prefeitura contratou 76 profissionais para reforçar o atendimento da rede pública municipal de saúde. Também foram construídas e reformadas 12 unidades de saúde, entre elas, Sarah Kubitschek (Malhado); Joaquim Sampaio (Princesa Isabel); Euler Ázaro (Teotônio Vilela); Banco da Vitória; Iguape; Hernani Sá; Nelson Costa; Basílio, Olivença; Avenida Esperança e UPA24h da Conquista.

Como parte do processo de reconstrução da cidade, oito novas ambulâncias foram adquiridas para fortalecer o serviço médico de urgência e emergência. A futura unidade materno-infantil de alta complexidade se tornou uma das demandas prioritárias da atual gestão, em atenção às urgências e emergências de Ilhéus e região, com funcionamento 24 horas, acesso por demanda espontânea e referenciada.

PETO 70 apreende drogas no Teotônio Vilela


Drogas e dinheiro foram apreendido na residência de Thiago. Foto divulgação.

No início da noite deste Domingo (15), o Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto), da 70ª CIPM, apreendeu drogas e uma quantidade de dinheiro em uma residência no bairro Teotônio Vilela, município de Ilhéus.

Segundo informações policiais, um usuário de drogas de nome Tércio, ao ver a guarnição do PETO 70 empreendeu fuga entrando em uma residência, sendo alcançado tentando se desfazer das drogas. Dentro da residência localizada na rua da Liberdade foram encontrados material:

* 19 buchas de maconha
* 25 pinos de cocaína
* 02 buchas de cocaína
* 40 pinos vazios
* 01 balança de precisão
* 01 celular samsung
* 380 gr de um pó aparentando ser cocaína
* R$ 655,70 em espécie

O proprietário da casa identificado como Thiago, cadeirante, assumiu ser o traficante e que teria dado a ordem a Tércio para jogar a droga nos fundos da residência, para fugir do flagrante.

Participaram da operação os policiais militares Luiz Pereira, Neves, Everaldo Brandão e Vitor Magalhães.

Todo material apreendido, juntamente com os meliantes, foram apresentados na Delegacia de Polícia e estão a disposição da Justiça.

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 36 milhões


Imagem ilustrativa.

Ninguém acertou as seis dezenas do Concurso 2.216 da Mega-Sena sorteadas ontem (14), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo. O prêmio para o próximo sorteio, que ocorrerá na terça-feira (17), está estimado em R$ 36 milhões.

Os números sorteados foram 10 – 24  42 – 43 – 48 – 49

A quina teve cinco ganhadores que vão receber, cada um, R$ 62.000,46. Acertaram quatro números 4.361 apostadores, que receberão o prêmio individual de R$ 995,19.

As apostas para o próximo concurso da Mega-Sena (2.217) podem ser feitas até as 19h de terça-feira (17). Um jogo simples, de seis números, custa R$ 4,50.

Mulher é presa por exercício ilegal da medicina


Foto divulgação Polícia Civil.

Policiais da Delegacia Territorial (DT), de Brumado, prenderam Karlanny Costa Moreira, na sexta-feira (13), no município de Contendas do Sincorá. Ela é acusada de exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica. De acordo com as investigações, Karlanny cursou medicina na Bolívia e exercia a função no Brasil, sem as devidas validações da profissão.Após denúncias, os policiais chegaram à acusada. De acordo com titular da DT / Brumado, Leonardo Souza Soares, Karlanny já exercia irregularmente a função de médica na cidade de Contendas do Sincorá, há quatro meses. “Ela confessou que pegou um número de CRM de forma aleatória e passou a utilizar se apresentando como médica”, explicou. A acusada está á disposição da Justiça.