Bahia confirma 91 casos de Covid-19


A Bahia registra 91 pacientes confirmados com coronavírus (Covid-19), 981 casos descartados e não há óbitos. Este número contabiliza todos os casos de janeiro até às 17 horas desta quarta-feira (25).

Os municípios com casos positivos são estes: Barreiras (1); Brumado (1); Camaçari (1); Canarana (1); Conceição do Jacuípe (1); Conde (1); Feira de Santana (8); Ilhéus (1); Itabuna (1); Jequié (1); Juazeiro (2); Lauro de Freitas (3); Porto Seguro (8); Prado (2); São Domingos (1); Teixeira de Freitas (1); e Salvador (57 casos, sendo três deles de residentes em localidades fora da Bahia, porém com notificação na capital baiana). Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com os Cievs municipais.

Até o momento, o município de Nova Soure não possui casos confirmados. A investigação epidemiológica identificou que o paciente com diagnóstico positivo para Covid-19 reside em Salvador, ainda que o local de trabalho e coleta das amostras tenha sido Nova Soure.

De modo reiterado, ressaltamos que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2

Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:

1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não tem indicação para coleta de amostras

Coleta de lixo em Ilhéus é mantida e setor orienta população


A Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Secsurb) confirmou a continuidade do serviço de coleta de resíduos sólidos (lixo) seguindo o cronograma normal de trabalho. Desta forma, o serviço não entra no regime de contingência para prevenção da disseminação do Coronavírus (Covid-19) e que atinge outros setores.

A decisão leva em consideração a preservação da saúde e da segurança da população, servidores e colaboradores e atende as recomendações do Ministério da Saúde. Mas para que isso realmente tenha efeito, a Secsurb contará com o apoio da comunidade para manutenção da continuidade dos serviços de coleta do lixo.

Durante a manhã de terça-feira (24), equipes de limpeza da Secsurb intensificaram os trabalhos de desinfecção das ruas, pontos e terminal de ônibus, praças e espaços públicos da cidade. A ação adotada faz parte das medidas preventivas adotadas pelo prefeito Mário Alexandre para conter o avanço do vírus na cidade.

De acordo com a Prefeitura Municipal, os trabalhos devem continuar ao longo das semanas, seguindo as precauções baseadas nas informações técnicas dos órgãos oficiais de saúde. Entre as orientações prestadas pela Secsurb à população ilheense estão a adoção das seguintes providências:

1. Evitem contato físico com nossos colaboradores;

2. Antes de descartar os resíduos, pedimos que higienizem as mãos com álcool antisséptico em gel, pois, plásticos e aço inoxidável ampliam a sobrevida do Covid-19 em 72 horas;

3. Não compartilhe utensílios de uso individual com nossos colaboradores, tais como copos, máscaras, dentre outros;

4. As pessoas com sintomas do novo Coronavírus devem reportar seu estado de saúde, imediatamente, aos órgãos sanitários;

5. Caso seja portador do Covid-19, reporte a situação para a Secsurb para fins de orientação sobre o descarte dos resíduos com as devidas cautelas e recomendações;

Nesse momento devemos unir forças para o bem de todo coletivo. O combate à proliferação do Covid-19 é dever de todos.

EUA pedem que cidadãos norte-americanos deixem o Brasil


O governo dos Estados Unidos divulgou aviso para que os cidadãos norte-americanos não viajem ao exterior, inclusive ao Brasil, devido ao crescimento da epidemia de coronavírus, e recomendou que usem os voos ainda existentes para deixar o território brasileiro o mais rápido possível, a menos que planejem ficar indefinidamente no exterior.

O aviso dos EUA, que elevaram para nível 4 o alerta em relação ao coronavírus, é para que se evite qualquer viagem internacional não essencial, e o texto divulgado pela embaixada no Brasil alerta que quem está no exterior deve retornar imediatamente “a menos que estejam preparados para permanecer no exterior por um período indeterminado.”

Os EUA já proibiram a chegada de voos de países europeus e da China, e empresas norte-americanas que voam para o Brasil têm suspendido totalmente ou reduzido seus voos para o país.

“A Embaixada dos EUA em Brasília gostaria de informar aos cidadãos dos EUA no Brasil que opções de voos comerciais permanecem disponíveis com saída do Brasil para os Estados Unidos, porém esperamos que esse número diminua”, diz o texto.

“Os cidadãos dos EUA que desejam retornar aos Estados Unidos devem fazê-lo o mais rápido possível, pois a situação de viagem está mudando muito rapidamente e a disponibilidade de  voos  está sujeita a alterações”, acrescenta.

EUA acompanham situação no Brasil
O governo dos EUA ainda não fechou a ligação aérea com o Brasil, mas acompanha com atenção a situação no país, segundo uma fonte.

Apesar de os Estados Unidos serem hoje o terceiro país com mais casos de coronavírus, ultrapassando os 50 mil confirmados, o Brasil não incluiu o país entre aqueles com restrição para ingresso, mesmo tendo alegado, inicialmente, que as razões para a escolha dos países havia sido o risco de contágio.

Depois, o Ministério da Justiça justificou o fato de os EUA terem ficado de fora porque as razões incluiriam “outros critérios” que não apenas o risco de contágio.

O presidente Jair Bolsonaro, no entanto, alegou que os EUA estariam “em situação semelhante a do Brasil”, apesar da diferença no número de casos.

De acordo com uma fonte, o governo brasileiro espera um movimento do governo norte-americano de restrição de voos para então adotar medida semelhante, mas não tomaria a iniciativa.

Com informações da Agência Brasil.

Ilhéus registra primeiro caso confirmado de coronavírus


Secretário de Saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, confirmou que Ilhéus tem primeiro caso de Coronavírus.

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa que foi registrado na manhã desta quarta-feira (25) o primeiro caso de coronavírus na cidade. De a acordo com a Sesau, o paciente,  já encontra-se em isolamento social.

Segundo o secretário de saúde, Geraldo Magela, o paciente é um médico de 40 anos, que trabalha na linha de frente no combate ao Coronavírus.

O secretário de saúde solicita que a população mantenha a calma, continue adotando as medidas de precaução e permaneça em casa.

A Bahia registra 86 pacientes confirmados com coronavírus (Covid-19), 725 casos descartados e não há óbitos. Este número contabiliza todos os casos de janeiro até às 12 horas desta quarta-feira (25).

 

Banco de sangue registra uma queda de quase 50% no estoque na Bahia


Reprodução Internet

Com a pandemia do coronavírus, a Fundação Hemoba registra em toda Bahia uma queda considerável no número de candidatos a doação de sangue. Comparando o mesmo período no mês anterior, do dia 13 de fevereiro ao dia 24 do mesmo mês, 5.168 pessoas procuraram o hemocentro para fazer a doação. No mesmo intervalo de tempo em março, apenas 2.646 pessoas tentaram doar sangue. Com isto, o estoque está em nível crítico para praticamente todos os tipos sanguíneos com fator RH negativo.

De acordo com a médica Rivânia Andrade, diretora de Hemoterapia da Fundação, o estoque de sangue é classificado no Brasil em três índices: estável, alerta e crítico. “Consideramos o estoque de sangue estável, quando temos uma quantidade de hemocomponentes que atende a demanda de oito a dez dias. Classificamos como alerta, um número suficiente para quatro a sete dias, e crítico, quando temos apenas a quantidade para atender no máximo três dias”. Explica a hematologista.

Para aumentar a segurança dos doadores e funcionários, a Fundação Hemoba adotou uma série de medidas, evitando aglomerações e higienizando com mais frequências os locais. De acordo com o diretor geral da instituição, Fernando Araújo, a iniciativa tem como objetivo minimizar os efeitos de um momento, que é delicado para todos. “A demanda de sangue não para. Mesmo diante da pandemia, procedimentos de emergência continuam e muitas pessoas no estado precisam do tratamento com hemocomponentes para sobreviver. Nossa equipe está trabalhando com a busca ativa de doadores e agendamento de doações para organizar os voluntários e evitar a aglomeração de pessoas. É importante que as pessoas que possam doar sangue, agendem a sua doação e venham direto para o hemocentro, evitando circular em muitos ambientes e voltem imediatamente para casa”.Alerta o diretor.

Para o voluntário Norbélio de Castro Santos,o período requer cuidados, porém ele pretende doar sangue nos próximos dias. “Soube que os estoques de sangue estão baixos e como doador entendo que é muito importante ajudar, não apenas neste momento, mas sempre. Estou preocupado com o coronavírus, mas os hemocentros estão tomando precauções em relação a isso. Estarei agendando a minha doação e convoco outros doadores a comparecerem. A primeira coisa é estar bem de saúde, descansado, bem alimentado e fazer todos os procedimentos divulgados para a prevenção, como higienizar as mãos e evitar aglomeração de pessoas”.

Os interessados em doar sangue com hora marcada, podem preencher o formulário disponível no site através do endereço: http://bit.ly/doacaoagendada, enviar um e-mail para [email protected] ou entrar em contato pelo telefone: 71 3116-5643.

Com 12 mil imunizados, Ilhéus bate recorde em dois dias de vacinação contra influenza


Foto Ilustrativa. Foto do  arquivo da PMI.

Ao todo, 12 mil pessoas foram imunizadas contra a gripe ao longo de dois dias de vacinação, iniciado segunda-feira (23) em Ilhéus. O número é recorde em apenas dois dias de campanha, que aconteceu em 14 pontos da cidade. Focada em idosos e profissionais de saúde nesta primeira fase, o resultado se deve a uma ação conjunta do Gabinete de Crise e Secretaria de Saúde (Sesau). A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos até 16 de abril.

O número alcançado de imunizados nestes dias superou as expectativas do Setor de Imunização, que coordenou todos os trabalhos em campo com a finalidade de evitar as famosas aglomerações, o que às vezes acontece nas filas dos postos de saúde e nas salas de vacina. A recomendação dos órgãos oficiais de saúde no país era somente uma: fazer com que cada idoso tomasse a dose com segurança.

Em meio à pandemia do Coronavírus, algumas mudanças preventivas foram adotadas no município de Ilhéus, como a imunização em esquema “drive thru”, em que não é preciso sair do carro para receber a dose da vacina. Foi o caso do aposentado Raimundo Silva Santos, de 68 anos, morador do bairro Hernani Sá. Ele disse que no caso de não haver esse sistema, ele não teria ido tomar a vacina.

“Muito bom isso, pois as pessoas estão meio receosas com esse vírus. A vacinação chegou em boa hora e me ajudou demais. Se eu fosse me vacinar e tivesse que sair do carro, eu não ia, pois o Coronavírus está por aí”. A dona de casa Darlene Silva, de 65 anos, compartilhou da mesma opinião. “Foi ótimo, pois a gente não se expõe. Fui vacinada e já estou protegida, pelo menos da influenza”, comentou.

O que você pode fazer para tomar a vacina da gripe com segurança

Mantenha distância de dois metros entre as pessoas da fila; não cumprimente ninguém, inclusive os profissionais, com apertos de mão, beijos ou abraços; evite ficar conversando com os outros na fila; não toque nas paredes ou em outras superfícies; reforce a etiqueta da higiene e não encoste as mãos no rosto.

A vacina protege contra os três vírus que mais circularam no hemisfério sul, inclusive o H1N1. O idoso, ao se prevenir do vírus influenza, ajuda em um possível diagnóstico entre a Covid-19 e uma gripe. Especialistas na área da saúde reforçam a informação de que os casos do novo vírus estão em fase ascendente e a temporada da gripe está chegando. O município de Ilhéus ainda não registra caso confirmado de Coronavírus.

Câmara de Ilhéus vai votar uso de crédito especial do pré-sal


Câmara de Ilhéus.

A Câmara de Ilhéus vai realizar sessão extraordinária na próxima sexta-feira (27) às 10h no Salão Nobre do Palácio Paranaguá.

A sessão terá a finalidade debater o Projeto de Lei 010/2020, que dispõe sobre a Abertura de Crédito Adicional Especial até o valor de R$ 9.500.000,00 (nove milhões e quinhentos mil reais) para inclusão de dotações no orçamento atual.

O PL é de autoria do Poder Executivo. O recurso é oriundo da cessão onerosa do pré-sal e está na conta do município desde 31 de dezembro de 2019 e depende de autorização legislativa para ser utilizado.

Conforme o disposto na Lei 13.885/2019, que definiu a divisão e distribuição da cessão onerosa do pré-sal, o recurso só pode ser aplicado em investimento. O Executivo Municipal sinaliza no projeto que os recursos serão aplicados em obras de pavimentação, drenagem, requalificação dos morros entre outros.

MP que criaria 13º fixo para o Bolsa Família perde validade


Foto ilustrativa.

A medida provisória que determinaria de forma anual o pagamento do 13º salário do Bolsa Família deixa de valer nesta quarta-feira (25) depois que o Congresso Nacional não conseguiu transformar a medida em lei até a terça-feira (24), data final de validade das regras editadas pelo presidente Jair Bolsonaro em outubro.

O pagamento do décimo-terceiro foi instituído pelo presidente Jair Bolsonaro, atendendo uma promessa de campanha, e o valor foi pago no final de 2019. A medida provisória, porém, trouxe a previsão apenas para o pagamento naquele ano, quando 13,5 milhões de famílias estavam inscritas no programa.

A especificação de pagamento anual foi incluída pelo relator do tema no Congresso, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que determinava ainda a extensão a quem recebe o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

O relatório foi aprovado no dia 3 de março pela Comissão Mista que analisou a MP, e seguiu para a Câmara. O texto precisaria ser aprovado pelo plenário das duas casas, mas não chegou nem sequer a ser votado na Câmara dos Deputados.

A imposição de um gasto adicional não agradou ao governo. Ainda assim, o tema pode ganhar uma sobrevida justamente em razão de uma medida do Executivo.

A gestão Jair Bolsonaro acionou na segunda-feira (23) a Advocacia-Geral da União para tentar adiar no STF (Supremo Tribunal Federal) a extensão dessa e de outras medidas provisórias que estão por vencer. Despacho do ministro Alexandre de Moraes desta terça-feira (24) pediu informações sobre as medidas provisórias ao Congresso.

A ideia é suspender por pelo menos 30 dias a contagem do tempo de validade das medidas provisórias, que têm prazo máximo de 120 dias. O argumento é a redução do funcionamento do Legislativo em razão do avanço do coronavírus. O Senado, por exemplo, instituiu sessões virtuais.

Apenas nesta semana, perdem a validade medidas provisórias que regulamentam a cobrança da dívida ativa e autorizam o Ministério do Meio Ambiente a contratar banco para gerir fundo de multas ambientais, entre outras. Em abril, vence a MP do Programa Verde Amarelo, uma das iniciativas do governo para estimular a contratação de jovens e que trouxe ainda mudanças trabalhistas.

A decisão ficará a cargo do ministro Alexandre de Moraes, que já solicitou aos presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), sobre o funcionamento das comissões.

Com informações do R7.