Serviço de Abordagem realiza atendimento diário às pessoas em situação de rua em Ilhéus


Programa da Prefeitura de Ilhéus realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), o Serviço de Abordagem Social vinculado ao Centro de Referência da Assistência Social (Cras) presta atendimento diário às pessoas em situação de rua. O trabalho consiste em mapear a população, apresentar o serviço e inseri-la na rede de proteção social do município.

A aceitação, contudo, deve ter caráter voluntário. “Realizamos um trabalho humanizado, disponibilizando um serviço que visa devolver a cidadania dessas pessoas e restabelecer o vínculo familiar”, destacou Rubenilton Silva, titular da SDS. A equipe de acompanhamento é composta por assistentes sociais e psicólogos. O espaço oferece café e almoço, ambiente para higiene pessoal, lavagem e secagem de roupas.

Também são realizadas atividades de convivência, voltadas à reinserção comunitária e ao resgate de vínculos familiares. De acordo com Gustavo Pestana, coordenador do Serviço de Abordagem Social, as equipes mapearam 238 pessoas em situação de rua no território ilheense nos últimos dois meses. Desse total, cerca de 150 pessoas estão cadastradas no Programa Bolsa Família/Auxílio Emergencial e aproximadamente 80% vieram de outras cidades e estados. As capacitações, cursos e oficinas estão suspensos em decorrência da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A coordenação do Serviço de Abordagem explica que a dependência química é uma das principais causas de rompimento de vínculos e da saída de casa. Uma em cada 10 pessoas encaminhadas para instituições de acolhimento conclui a proposta estabelecida; sete saem com menos de três dias. Cinco em cada cem pessoas têm comprometimento psiquiátrico severo. Inexiste adesão às propostas no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps-AD).

Morre o sétimo policial civil na Bahia vítima da Covid-19


Um investigador da Polícia Civil morreu na tarde desta quinta-feira (20) em decorrência da Covid-19, no município de Ilhéus. Elton Mário da Silva, era lotado na Delegacia Territorial do município de Presidente Tancredo Neves e estava internado no hospital Vida Memorial, em Ilhéus. Ele é o sétimo policial civil que veio a óbito, vítima do coronavírus na Bahia.

Elton estava internado há 25 dias, segundo a família sofria de hipertensão. Segundo os dados do Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (SINDPOC), o número de policiais infectados já soma cerca de 497 positivados pela Covid-19, sendo 7 óbitos, deles 3 aposentados.

Alterações na “Lei do Uber” voltam beneficiar motoristas por aplicativo em Ilhéus


Vereador Ivo Evangelista durante a sessão.

 

Foi aprovado em sessão ordinária realizada na última terça-feira (11), o projeto de Lei 009/2020, que altera a lei 4.050/2019. A Lei trata da regulamentação da prestação do serviço de transporte individual privado de passageiros baseado em Tecnologia da Comunicação em Rede no município de Ilhéus. Com a aprovação do PL, que aguarda sanção do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, a expectativa é que a iniciativa, do vereador Ivo Evangelista (Republicanos), volte a contemplar dezenas de motoristas que utilizam aplicativos em Ilhéus.

As alterações propostas pelo PL observam o valor pago a cada vistoria feita pelos motoristas de aplicativo e o início de cada corrida. A primeira alteração está no inciso IV, do artigo 4º da Lei 4.050, que diz: “a partir da 2ª vistoria, o valor cobrado por esta será de 50% sobre o valor da 1ª vistoria”. Já a segunda mudança diz respeito ao artigo 8º, que passa a vigorar acrescido do inciso VI com a seguinte redação: “Sempre iniciar a corrida acionando o dispositivo “iniciar corrida”.

De acordo com o parlamentar, que também é autor da lei que regulamenta o serviço de transporte por aplicativo no município, as alterações atendem a uma reivindicação e visam diminuir os custos para que esse motorista possa circular regularizado, “além de permitir que o motorista possa iniciar de imediato uma corrida, caso o passageiro solicite sem o uso prévio do aplicativo, podendo solicitar o serviço caso o motorista esteja disponível na porta de um show ou numa emergência, por exemplo”, explicou Ivo Evangelista.

Bahia: Medida protetiva pode ser solicitada na nova Delegacia Digital


Foto: Alberto Maraux.

 

Mulheres vítimas de violência doméstica poderão solicitar medida protetiva e registrar os crimes, a partir desta quinta-feira (20), através da nova Delegacia Digital da Polícia Civil. Com a ampliação da plataforma da Secretaria da Segurança Pública também poderão ser registrados casos de violência contra a criança e o adolescente, contra o idoso, de estelionato, intolerância religiosa, ataque via redes sociais, racismo, homofobia, roubo, ameaça, furto entre outros delitos.

No site www.delegaciadigital.ssp.ba.gov.br a vítima iniciará o processo de registro. Um atalho (link) também ficará disponível no portal da SSP. Na sequência, aparecerá uma página com as instruções de uso e também o alerta de que falsa comunicação é crime. Em seguida a vítima colocará seus dados pessoais e relatará o caso.

Nos crimes contra a mulher, criança e adolescente e idoso, envolvendo violência física ou sexual, que necessitam de exames periciais, a unidade virtual enviará a guia para exame, através do e-mail cadastrado pelo internauta. Com o documento impresso, a pessoa se dirige até o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e realiza o procedimento de corpo de delito.

“A ampliação da Delegacia Digital estava em fase intermediária, mas, diante da pandemia e da necessidade de redução de circulação de pessoas, aceleramos o processo e estamos entregando a ferramenta renovada”, ressaltou o secretário da segurança Pública, Maurício Teles Barbosa. Acrescentou que a medida foi possível por conta do empenho das equipes da Superintendência de Gestão Tecnológica Organizacional (SGTO) e da Polícia Civil.

Não poderão ser registrados na plataforma, casos de homicídio, latrocínio, lesão dolosa grave ou seguida de morte, infanticídio, suicídio, aborto, extorsão mediante sequestro, crimes contra o patrimônio com violência física (a não ser que sejam cometidos contra mulher, criança, adolescente e idoso) e perigo de contágio de moléstia grave ou para a vida ou saúde de outrem.

Pós registro

Depois de prestar a queixa virtual, a vítima deverá ficar atenta à sua caixa de e-mail, por onde receberá o Boletim de Ocorrência e, posteriormente, as instruções dos delegados e investigadores responsáveis pela apuração do caso. Mais informações, documentos, fotos e vídeos poderão ser requisitados.

Outra novidade da Delegacia Digital está no formulário. Foram acrescentados os campos para inclusão do CPF e da identidade sexual e de gênero. “Essa plataforma virtual permanecerá em constante atualização para melhor atender o cidadão baiano e os turistas”, completou Barbosa.

Ilhéus: Coelba informa desligamento temporário de energia em parte do Bairro Nelson Costa


A Coelba informa que o fornecimento de energia elétrica será temporariamente interrompido em partes do bairro do Nelson Costa na próxima sexta-feira (21), nos seguintes locais:

Horário de 10:00 às 16:00h: AV. LOTUS CCS1, LOTEAMENTO MARES DO SUL, RODOVIA ILHEUS OLIVENÇA, RUA ACACIA, RUA AMOR PERFEITO, RUA BEM ME QUER, RUA CRAVO, RUA GARDENIA, RUA HAWAI, RUA LIRIO, RUA MAL ME QUER, RUA MARIA AMELIA, RUA NOVA ESPERANÇA, RUA ORQUIDEA, RUA ROSA AMELIA, TV. 1 SENHOR DOS PASSOS E TV. EUCARIO BASTOS.

O desligamento será necessário para que os técnicos da empresa realizem, com segurança, serviços de melhoramento na rede elétrica do local.

A interrupção programada, a depender das condições atmosféricas, poderá ser cancelada, caso ocorra situações de risco que impossibilite as manobras para desligar à rede elétrica.

Vereador Gil Gomes cobra a Codeba solução do avanço do mar na Zona Norte de Ilhéus


Na manhã desta quarta-feira, 19, o vereador Gil Gomes usou a Tribuna da Câmara de Vereadores de Ilhéus para cobrar a Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) uma posição sobre o avanço da maré na Zona Norte do município.

A população do São Miguel e São Domingos vem sofrendo com o grande avanço da maré, pois a invasão tem causado destruição de casas, cabanas de praia, pousadas e apartamentos. No dia 14 de agosto, através de uma parceria com a Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia e o apoio do Prefeito Mário Alexandre através da Prefeitura Municipal de Ilhéus, o vereador Gil Gomes viabilizou a liberação de uma máquina adequada para realizar o manejo das pedras de contenção oriundas da construção da ponte Jorge amado que já estavam no local, evitando assim, que o avanço da maré provocasse ainda mais estragos.

O vereador esteve no bairro para acompanhar o andamento e a execução do trabalho, e aproveitou para destacar que a ação apenas amenizaria os impactos, mas não resolveria totalmente o problema. Salientou também que a iniciativa para resolução definitiva precisa partir dos órgãos responsáveis, sendo estes o Governo Federal e a Codeba. Vale ressaltar que a população do São Domingos e São Miguel sofre com esse problema e tenta uma solução a mais de dezesseis anos.

“Queremos uma solução da Codeba, buscando uma parceria com o município para fornecer um auxílio de aluguel pra essas pessoas desemparadas pela força da natureza, em detrimento de uma obra construída sem pensar no futuro. Foi importante naquele momento? Foi. O porto é importante? É. Gera emprego e renda? Gera. Mas é preciso que a Codeba se manifeste em encontrar uma saída e socorrer aquela comunidade”, destacou o vereador Gil Gomes.

PRF recupera veículo roubado em Ilhéus


 

 

Foto divulgação PRF/Bahia.

 

Em uma ação durante esta terça-feira (18), em São Sebastião do Passé,  a PRF abordou uma Fiat/Strada. O motorista, de apenas 20 anos, apresentou um CRLV inautêntico e além disso transitava com placas clonadas de um automóvel com as mesmas características. A Strada original possui ocorrência de furto registrada em maio de 2020 na cidade de Ilhéus (BA).

Diante do exposto, o homem, foi preso e encaminhado, bem como o veículo, à Delegacia de Polícia Judiciária, onde serão adotadas as medidas cabíveis.

Professora é demitida em SP após dizer que menina estuprada foi paga


Mensagem deixada em frente ao centro onde a menina violentada passou por um aborto. Foto de Yacy Ribeiro/ estadão Conteúdo.

 

A Secretaria Estadual de Educação de São Paulo demitiu uma professora que disse em uma rede social que o caso da menina de 10 anos estuprada pelo tio no Espirito Santo não se tratou de um caso de violência.

“Não foi nenhuma violência, ela já tinha vida sexual a 4 anos com este homem. Deve ter sido bem paga”, registrou a professora em seu perfil do Facebook. Em um outro comentário ela acrescenta: “Criança se defende chorando pra mãe, está menina nunca chorou porque?”.

A história da criança de 10 anos, repercutiu em todo o país após ela ter descoberto uma gravidez, depois sobre com abusos do tio ao longo de quatro anos. A jovem teve que ir até Pernambuco para poder realizar um aborto autorizado pela Justiça.

Nesta quarta-feira (19), a Secretaria de Educação do Estado decidiu por demitir a professora devido aos comentários. Ela apagou todas as informações do seu perfil.

Com informações do R7.