Nasa anuncia descoberta de água em estado líquido na Lua


O Observatório Estratosférico de Astronomia Infravermelha (Sofia, na sigla em inglês) da Nasa, a agência aeroespacial norte americana, anunciou hoje (26) a descoberta de água na superfície iluminada da Lua.

Moléculas de H²O foram achadas na cratera Clavius, localizada no hemisfério sul lunar, uma das maiores crateras visíveis do satélite natural a partir da Terra. Observações anteriores já haviam mostrado a presença de hidrogênio no local, mas essa é a primeira vez que água é detectada na Lua.

A quantidade de água observada é o equivalente a 354,9 mililitros, um pouco mais da metade de uma garrafinha de água mineral. O líquido está contido em um metro cúbico de solo espalhado pela superfície lunar.

“Tínhamos indicação de possibilidade da presença de H²O no lado iluminado pelo Sol da Lua”, afirmou Paul Hertz, diretor da divisão de Astrofísica da Nasa, durante o evento de divulgação da descoberta. “Agora sabemos onde está. Essa descoberta desafia nossa compreensão da superfície lunar e levanta questões intrigantes sobre recursos na exploração do espaço profundo”, concluiu.

Recurso escasso

Apesar da importância da descoberta, a quantidade de água achada em solo lunar serve para confirmar novamente uma afirmação antiga da ciência: a água é um recurso extremamente escasso e raro na natureza. Segundo dados da Nasa, em comparação, o Deserto do Saara tem 100 vezes a quantidade de água detectada em solo lunar.

“A água é um recurso precioso, tanto para propósitos científicos quanto para os nossos exploradores”, disse Jacob Bleacher, chefe de Exploração Científica da Nasa. “Se pudermos usar o recurso na Lua, podemos levar menor quantidade [de água] e mais equipamento para ajudar em novas descobertas científicas”, salientou.

Com informações da Nasa.

Prefeitura despeja mais pedras para conter avanço da maré no litoral norte de Ilhéus


 

A Prefeitura de Ilhéus mantém o trabalho para minimizar os prejuízos decorrentes do avanço do mar nos bairros São Domingos e São Miguel, litoral norte da cidade. As equipes continuam lançando pedras nas áreas mais afetadas para a construção de barreiras de contenção.

Segundo a Administração Municipal, o procedimento controla o impacto das ondas, porém é uma medida paliativa, visto que a intervenção na região possui um custo elevado e requer um estudo mais complexo. No total, serão lançadas 95 caçambas de pedras, divididas de igual maneira para os bairros, a fim de proteger as localidades contra a erosão costeira.

A Prefeitura também adquiriu escavadeira hidráulica e pás carregadeiras para executar a operação, além de instituir um comitê deliberativo voltado ao monitoramento e controle do cenário. A contenção evita o avanço da maré até as casas e o desmoronamento da orla. O serviço foi iniciado há cerca de três meses pelo Município para tentar estabilizar a situação.

SESI Bahia abre inscrições para bolsas de ensino médio


O Serviço Social da Indústria (SESI Bahia) abriu inscrições, nesta segunda-feira, 26 de outubro, para bolsas de estudo destinadas a estudantes do 1º ano do Ensino Médio para o ano letivo de 2021. O principal critério para concorrer a uma das bolsas é renda familiar de até dois salários mínimos. Os candidatos deverão se submeter a uma prova online que será realizada no dia 06 de dezembro.

No total são oferecidas 475 bolsas em escolas de ensino médio da Rede SESI de Educação da capital e no interior do estado, incluindo Feira de Santana, Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, Ilhéus/Itabuna, Vitória da Conquista e Juazeiro.

As inscrições para o processo seletivo são gratuitas e devem ser realizadas até o dia 15 de novembro de 2020 ou até que sejam atingidas 2.700 (duas mil e setecentas) inscrições para Salvador e um total de 2.300 (duas mil e trezentas) inscrições para o interior do estado.

O edital com todas as informações está disponível nos sites da Escola SESI (www.escolasesiba.com.br) e do Instituto Universal de Desenvolvimento Social (www.iuds.org.br), empresa contratada para realizar a seleção.

Com mais de 50 anos de atuação na Bahia, a Rede SESI de Educação tem um projeto educacional diferenciado, focado na inovação e no protagonismo juvenil. As metodologias de ensino são voltadas para o desenvolvimento de habilidades e competências para a vida social e para o mundo do trabalho.

Cacá garante que vai reativar projeto que melhora a vida no morro


Candidato a prefeito, Cacá Colchões.

 

Um dos compromissos assumidos pelo candidato a prefeito de Ilhéus, Cacá 11, da coligação “O Futuro é Agora”, é a reativação do projeto de urbanização que melhora a vida das pessoas que habitam os morros da cidade. Cacá destaca esse projeto como prioridade diante da situação de abandono dessas localidades por parte da atual gestão do município.

A imensa rejeição do atual prefeito entre os moradores dos morros traduz a dura realidade que hoje vive o povo dos altos de Ilhéus. “A ausência de obras que facilitam a vida dos homens e mulheres que moram nos morros é um atestado de incompetência do governo municipal”, disse Cacá.

Para o candidato, a intervenção urbana será inspirada no histórico Projeto Viva o Morro, considerado o maior programa de melhorias nos altos da cidade nos últimos 50 anos. “Ilhéus possui uma configuração topográfica bem peculiar, formada com mais de 30 morros. A expansão urbana provocou a ocupação desses locais, e isso exige uma atenção especial a essas famílias, de forma imprescindível e prioritária”, garante Nosso Cacá.

O “Projeto Vida no Morro” tem como objetivo realizar obras de requalificação urbana, com a construção de contenção de encostas, escadarias e rampas de acesso, além de outros equipamentos de mobilidade urbana, para garantir mais dignidade à população dos altos. Inclui também a eliminação de esgotos a céu aberto, pavimentações, iluminação pública e construção de praças, entre outras ações.

A realidade de abandono da Prefeitura Municipal é flagrante praticamente na totalidade dos morros de Ilhéus. Nosso Cacá tem comprovado isso nas visitas feitas às comunidades dos altos, a exemplo do Santa Inês, Coqueiro, Soledade, Amparo, Nossa Senhora da Vitória, do Cacau, Bela Vista, entre outros.

Obras de infraestrutura de Marão estimulam empresários a investir em Ilhéus


Governador Rui Costa Junto com Marão e o presidente do Atacadão Assaí, na inauguração da unidade Ilhéus.

A articulação política e eficiência administrativa de Marão, atual prefeito de Ilhéus e candidato à reeleição, tem sido determinantes para impulsionar um desenvolvimento econômico e social nunca vistos antes na cidade, e atrair grandes novos investimentos. Foi o caso de Rogério Zardo, de Uberlândia-MG, empresário do setor de beleza, que escolheu se mudar para o litoral ilheense e realizar um sonho antigo de família de viver em frente ao mar.

Rogério relata que passou dois anos pesquisando, para decidir onde morar e investir. “Escolhi Ilhéus por inúmeras razões. Um passado maravilhoso, beleza natural inquestionável, mas principalmente pelas perspectivas de futuro que vi nas pesquisas. A cidade vai ganhar um porto oceânico, o quarto maior do Brasil. Quando cheguei, me surpreendi com a quantidade de obras e investimentos acontecendo”, conta o empresário.

Emprego e renda

O otimismo de Rogério em relação a Ilhéus é o mesmo que influenciou os executivos do grupo Assaí, que hoje gera 400 empregos na cidade, e as empresas Daten, Cesta do Povo, Casa Fácil, grupo 10 & Cia, Drogarias Ultra Popular, rede de farmácias Drogasil, Big Loja, Blend, Loja Guaibim, Vila 73, Vesúvio Praia, Restaurante Costa Sul, Cabana da Empada Sul e Boteco do Sushi, todas instaladas durante a gestão de Marão.

As consequências desse incremento aparecem nas estatísticas. Em 2019, Ilhéus registrou um dos melhores resultados na geração de empregos nos últimos 12 anos, e mesmo com a pandemia da Covid-19 a cidade não para de crescer. Em 2021, a cidade vai ganhar seu primeiro shopping center, fruto da articulação do prefeito com o grupo Chaves.

Zona Norte

Obras do Porto Sul.

 

“O futuro de Ilhéus é bastante promissor, acredito nisso, investi tudo o que tinha nessa mudança e estou muito feliz. Tenho certeza de que vamos colher tudo o que Ilhéus tem pra dar. Se continuar tocando como está fazendo essa administração, as perspectivas são muito boas”, declara Rogério, ao aprovar o sucesso da aliança política entre Marão e o governador Rui Costa.

Obras do Canal do Malhado.

 

As obras do Porto Sul direcionam os investimentos futuros para a zona norte de Ilhéus, com a geração de quatro mil empregos, onde será erguido também o Cana Brava Resort Norte. Para a próxima gestão, Marão anuncia várias melhorias para essa áreas da cidade, como a construção de uma UPA 24 horas e duplicação da BA-001 no acesso norte.

Matéria da Ascom 55.

Ao lado de Valderico Junior, ACM Neto anuncia visita a Ilhéus


ACM Neto e Valderico Junior.

 

Na semana passada, na capital baiana, o empresário Valderico Junior, candidato a prefeito de Ilhéus pelo DEM (25), reuniu-se com o presidente nacional do Democratas e prefeito de Salvador, ACM Neto. Em pauta: a eleição ilheense.

Engajado no fortalecimento da campanha de Valderico, ACM Neto garantiu que vai visitar Ilhéus “em poucos dias”, sem, no entanto, confirmar a data da visita.

Valderico Junior informa que Neto vai desembarcar na cidade ainda neste período eleitoral. “Tenho certeza de que a presença do melhor prefeito do Brasil em Ilhéus vai potencializar a nossa campanha rumo à vitória nessa reta final”.

Mortes por covid-19 chegam ao menor nível desde maio, diz Fiocruz


O Brasil registrou 461,14 mortes diárias por covid-19, de acordo com a média móvel de sete dias. Segundo os dados da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), esse é o menor patamar de óbitos diários desde 6 de maio, quando ocorreu uma média de 437,57 mortes pela doença.

Os dados divulgados ontem (24) também mostram que houve quedas de 6,5% no número de mortes em relação à média móvel de sete dias registrada uma semana antes (493,43) e de 33,4% na comparação com os óbitos de um mês antes (692,43).

O pico de mortes por covid-19 no país (1.094,14) foi atingido no dia 25 de julho.

Casos

A média móvel de sete dias de novos casos ficou em 22.483,14 no sábado (24). Nesse tipo de análise, no entanto, houve alta de 11% em relação aos casos da semana anterior. Na comparação com o mês anterior, foi observada uma queda de 22,1%.

O pico de casos diários (47.514,57) foi registrado em 28 de julho.

Estados

Doze unidades da federação tiveram queda na média de mortes em relação à semana anterior. Entre os maiores recuos estão Rondônia (-47,9%), Ceará (-44,6%) e Distrito Federal (-33,8%). Dez estados tiveram aumento na média de óbitos, com destaque para locais como Pará (95,4%), Amapá (66,3%) e Acre (40,8%).

Os estados com maior média de mortes ontem foram São Paulo (104,86), Rio de Janeiro (65,14) e Minas Gerais (46,71). Santa Catarina manteve o número de mortes entre uma semana e outra. Roraima, Tocantis e Mato Grosso do Sul não tiveram seus dados divulgados.