Pesquisa Ibope em Salvador: Bruno Reis, 61%; Major Denice, 13%; Olívia Santana, 7%; Pastor Sargento Isidório, 5%


ACM Neto e Bruno Reis.

 

Pesquisa Ibope divulgada pela TV Bahia nesta sexta-feira (30) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para a Prefeitura de Salvador nas Eleições 2020:

Bruno Reis (DEM): 61%
Major Denice (PT): 13%
Olívia Santana (PC do B): 7%
Pastor Sargento Isidório (Avante): 5%
Bacelar (Podemos): 1%
Cézar Leite (PRTB): 1%
Hilton Coelho (PSOL): 1%
Rodrigo Pereira (PCO): 0%
Celsinho Cotrim (PROS): 0%
Branco/Nulo: 6%
Não sabe/Não respondeu: 4%

Destaques por segmentos

As intenções de voto em Bruno Reis são mais expressivas entre eleitores de 35 a 44 anos (61%). Na comparação com a pesquisa anterior, o candidato apresenta crescimento de 22%. É possível notar uma crescimento de respostas nos seguintes perfis: evangélicos: de 40% para 64%; renda familiar acima de cinco salários mínimos: de 45% para 68%.

Comparativamente ao levantamento anterior, a petista Major Denice amplia suas respostas entre os seguintes estratos de eleitores: 16 a 24 anos: vai de 5% para 17%; ensino médio: de 5% para 16%.

Evolução dos candidatos

Em relação ao levantamento anterior do Ibope, divulgado no dia 5 de outubro:

Bruno Reis foi de 42% para 61%
Pastor Sargento Isidório foi de 10% para 5%
Major Denice foi de 6 % para 13%
Olívia Santana foi de 6% para 7%
Bacelar foi de 5% para 1%
Cézar Leite foi de 3% para 1%
Hilton Coelho foi de 2% para 1%
Rodrigo Pereira caiu de 1% para 0%
Celsinho Cotrim se manteve com menos de 1%

Rejeição

A pesquisa também perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram os seguintes:

Pastor Sargento Isidório: 44%
Hilton Coelho: 32%
Bacelar: 28%
Cezar Leite: 25%
Celsinho Cotrim: 23%
Rodrigo Pereira: 20%
Olívia Santana: 19%
Major Denice: 18%
Bruno Reis: 10%
Poderia votar em todos (resposta espontânea): 2%
Não sabem ou não preferem opinar: 6%
Os entrevistados podiam apontar mais de uma resposta, por isso a soma dos fatores apontados é de mais de 100%.

Votos válidos

Pela primeira vez, a pesquisa Ibope trouxe o percentual de votos válidos de cada candidato. Isso corresponde à proporção de votos do candidato sobre o total de votos, excluídos os votos brancos, nulos e indecisos. Um candidato é eleito no 1º turno se obtiver 50% mais um dos votos válidos na apuração oficial.

Nessa seção, a pesquisa traz, ainda, uma comparação entre o percentual de votos válidos neste levantamento e no anterior, divulgado no dia 5 de outubro. Confira os números:

Bruno Reis: tinha 56% dos votos válidos; agora tem 67%
Major Denice: tinha 8% dos votos válidos; agora tem 14%
Olívia Santana: se manteve com 8% dos votos válidos
Pastor Sargento Isidório: tinha 14% dos votos válidos; agora tem 6%
Bacelar: tinha 6% dos votos válidos; agora tem 1%
Cezar Leite: tinha 4% dos votos válidos; agora tem 1%
Hilton Coelho: tinha 3% dos votos válidos; agora tem 1%
Rodrigo Pereira: se manteve com 1% dos votos válidos
Celsinho Cotrim: se manteve com menos de 1% dos votos válidos

Simulação do segundo turno

Cenário 1: Bruno Reis 64% x 24% Major Denice. Branco/nulo, 9%. Não sabem ou preferem não opinar, 3%
Cenário 2: Bruno Reis 70% x 19% Olívia Santana. Branco/nulo, 9%. Não sabem ou preferem não opinar, 2%
Cenário 3: Bruno Reis 73% x 13% Pastor Sargento Isidório. Branco/nulo, 12%. Não sabem ou preferem não opinar, 2%
Cenário 4: Bruno Reis 76% x 8% Bacelar. Branco/nulo, 12%. Não sabem ou preferem não opinar, 3%
Cenário 5: Bruno Reis 78% x 7% Cezar Leite. Branco/nulo, 12%. Não sabem ou preferem não opinar, 3%
Cenário 6: Bruno Reis 77% x 9% Hilton Coelho. Branco/nulo, 11%. Não sabem ou preferem não opinar, 2%

Pesquisa espontânea

O Ibope também tratou da intenção de votos espontânea, quando o eleitor diz em quem vai votar sem ter os nomes dos candidatos apresentados. Veja os resultados:

Bruno Reis: 47%
Major Denice: 7%
Olívia Santana: 5%
Pastor Sargento Isidório: 3%
Bacelar: 0%
Hilton Coelho: 0%
Rodrigo Pereira, Cezar Leite e Celsinho Cotrim não alcançaram 1% das intenções de voto
Não sabem ou preferem não opinar: 21%
Branco ou Nulo: 13%
Outros: 2%

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi encomendada pela TV Bahia;
Margem de erro: 4 pontos percentuais para mais ou para menos;
Quem foi ouvido: 602 eleitores da cidade de Salvador;
Quando a pesquisa foi feita: entre os dias 28 e 30 de outubro;
Número de identificação no TRE-BA: 06917/2020;
O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Informações da TV Bahia.

Traficante morre em confronto com a Polícia em Itacaré


Revólver e porções de drogas foram apreendidos por guarnições da Cipe Cacaueira e da 72a CIPM. O flagrante ocorreu, na noite de quinta-feira (29), no município de Itacaré, região Sul do estado.

Os PMs realizavam ações preventivas, por conta do aumento de pessoas na cidade às vésperas de um final de semana prolongado com feriado, quando encontraram traficantes no Bairro Novo.

Na tentativa de abordagem, os criminosos atiraram e um deles terminou ferido. Ele foi socorrido, mas não resistiu. Um revólver calibre 38, munições, 45 pedras de crack, quatro porções de maconha e cocaína, tesoura, uma balança e três celulares foram apreendidos.

As equipes continuaram as varreduras para localizarem os outros integrantes da quadrilha, quando foram informados sobre um criminoso ferido, que buscou socorro no Hospital de Itacaré. O traficante foi atendido, mas também não resistiu.

“Continuaremos patrulhando na cidade, atentos aos traficantes que escaparam desse flagrante”, avisou o comandante da Cipe Cacaueira, major Ricardo Silva.

Candidatos do PSDB trocam Valderico por Marão


A poucos dias das eleições municipais, candidatos a vereador pelo PSDB de Ilhéus abandonaram a campanha de Valderico Jr. para apoiar a chapa formada por Marão (55) e Bebeto, da coligação “O Trabalho não Para”. Entre eles, Cesar Cardozo, Tici Matos, Gal, Ravena, Almerindo, Marcio Segurança, Silvio Nascimento e Baiano do Amendoim.

Marão se reuniu com os novos aliados nesta sexta-feira (30), acompanhado por Bebeto, e falou sobre a alegria de receber o grupo. “Eu realmente estou muito feliz, isso mostra que o trabalho realizado por nossa gestão está sendo reconhecido e mais pessoas querem aderir ao projeto de continuidade das obras e parcerias que estão transformando Ilhéus”, declarou o candidato à reeleição.

Os pesebistas destacaram que a falta de preparo e inexperiência de Valderico Jrunior para administrar uma cidade importante como Ilhéus foram alguns dos motivos que influenciaram a decisão.

Com ACM Neto e Pedro Tavares, Valderico Junior promove grande carreata


O candidato a Prefeito pelo DEM, Valderico Reis, promoveu na tarde desta sexta-feira (30) uma grande carreata com a presença do prefeito de Salvador, ACM Neto. Segundo a coordenação da campanha, mais de oitocentos motoristas juntaram seus automóveis para formar a onda da mudança que Ilhéus quer. Por todo o caminho, com sorrisos e gestos carinhosos, a população prestigiou uma das maiores carreatas políticas de Ilhéus.

Ao desembarcar no Aeroporto Jorge Amado, ACM Neto, prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, disse que não podia deixar de vir ao município, “pelo carinho que eu tenho pela cidade, pelos amigos que eu tenho aqui e, sobretudo, porque eu tenho certeza de que, elegendo Valderico Junior no dia 15, a gente vai ter um futuro muito melhor para Ilhéus”.

Valderico Junior afirmou que a presença de ACM Neto na cidade é uma prova de que a sua candidatura “cresceu muito e hoje é a única alternativa viável para quem deseja um novo rumo para Ilhéus”.

ACM Neto convocou a cidade a dar um voto de confiança na renovação. “Vamos todos, no dia 15, votar no 25. Ilhéus vai ter um futuro diferente. Um prefeito que vai cuidar dessa cidade, que vai fazer uma gestão exemplar para toda a Bahia. Por isso, Ilhéus, nessa reta final de campanha, com motivação, com energia, com disposição, vamos com Valderico Junior, nosso futuro prefeito”.

Com a presença dos deputados Leur Lomanto Júnior (federal) e Pedro Tavares (estadual), ambos do DEM, o ato começou no Condomínio Sol e Mar, na Zona Sul, e ganhou as principais vias da cidade. Por volta das 20 horas, a carreata chegou ao Teotônio Vilela, onde Valderico Junior e Professor Dorival Filho, candidato a vice-prefeito pelo DEM (25), foram recebidos com alegria pelos moradores do bairro.

Shopping Jequitibá Ilhéus vai gerar quase 1.200 empregos e obras começam em 2021


Empresário Manoel Chaves e o prefeito Mário Alexandre.

 

Marão (55), atual prefeito de Ilhéus e candidato à reeleição, comemora os investimentos de quase 70 milhões na primeira etapa da construção do Shopping Jequitibá Ilhéus, com a oferta de aproximadamente 1.200 vagas formais para o mercado de trabalho. As informações foram anunciadas pelo presidente do Grupo Chaves, Manoel Chaves Neto, durante entrevista concedida ao programa O Tabuleiro, na manhã desta sexta-feira (30).

O empresário Manoel Chaves Neto enfatizou que Marão sempre foi um entusiasta para a vinda do shopping para Ilhéus e que o candidato manteve diálogos constantes com o grupo Chaves, solicitando a instalação do empreendimento. “É a realização de mais um sonho dos ilheenses. Há dois anos tenho lutado incansavelmente, buscado a implantação de um shopping na minha amada cidade de Ilhéus, e hoje o projeto sendo garantido e já tem nome: Shopping Jequitibá Ilhéus”, celebra Marão.

Início das obras

Neto disse na entrevista ao comunicador Vila Nova que o Shopping Jequitibá Ilhéus terá uma proposta nova, mais moderna e atualizada em relação ao de Itabuna e que o empreendimento é fruto de recorrentes pedidos de Marão ao Grupo Chaves. “O momento certo é agora. O início da obra está previsto para o dia 28 de junho de 2021, data do aniversário da cidade, com inauguração entre novembro de 2022 a março de 2023”, adiantou.

O executivo também destacou que os investimentos realizados em Ilhéus, como a duplicação da BA-001, a nova ponte e o Porto Sul foram fatores determinantes para a decisão do grupo de implantar o equipamento. O investimento alavanca o comércio, turismo e geração de empregos em Ilhéus.

Estado decreta férias coletivas para professores da rede estadual de ensino a partir de terça-feira (3)


Foto divulgação.

 

O Governo da Bahia decretou férias coletivas para os professores da rede estadual de ensino, a partir da próxima terça-feira (3). A medida foi publicada, nesta sexta-feira (30), no Diário Oficial do Estado (DOE). De acordo com o decreto, a decisão foi tomada considerando o estado de calamidade pública em todo o território baiano e a situação de emergência, em razão da pandemia decorrente da COVID-19. As férias serão de 30 dias seguidos, até o dia 2 de dezembro. No país, 17 estados concederam períodos de 15 dias de férias para os professores e outros três estados, de 30 dias.

A medida se aplica a 33.391 servidores, sendo professores, vice-diretores e coordenadores pedagógicos do quadro do magistério público estadual; os contratados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), que atuam no exercício das funções do magistério; e os profissionais da Educação que estão no exercício da função de mediador, de intérprete de LIBRAS, de brailista, de instrutor de LIBRAS, de cuidador, de técnico de atendimento de Educação Especial – AEE, de preceptor e de nutricionista, nas unidades de ensino da rede estadual. A exceção é para diretor escolar. O pagamento relacionado ao 1/3 das férias será feito em folha extra.

As aulas na rede estadual de ensino foram suspensas no dia 15 de março e permanecem suspensas, conforme decreto estadual n° 19.586, até o dia 15 de novembro. A data de retorno das aulas ainda não está definida. As aulas só serão retomadas em condições de segurança, a partir da indicação das autoridades de Saúde do Governo do Estado.

Ilhéus: Candidatos a vereadores têm registros de candidaturas negados e sete já renunciaram


A ausência de prestação de contas de quem foi candidato nas eleições anteriores e a falta de certidões, vem gerando impugnações por parte do Ministério Público, e acatadas pela Justiça Eleitoral.

Ilhéus hoje tem 466 candidatos a vereadores, sendo que 52 candidatos tiveram suas candidaturas indeferidas, a grande maioria por problemas de quitação eleitoral e falta de certidões.

Dos 52 candidatos, 21 estão com candidatura indeferidas sem recurso, literalmente impugnados. Outros 31 candidatos continuam na eleição, já que recorreram para instâncias superiores, e estão sub judice.

Para ver a lista e situação de cada candidato, clique AQUI, e será direcionado para o programa de divulgação de candidaturas e contas eleitorais do TSE- Tribunal Superior Eleitoral.

Outros 7 candidatos renunciaram e se retiraram do pleito, são eles:

Eleições terão horário ampliado em 1 hora para evitar aglomerações


As Eleições Municipais de 2020 terão mais tempo de votação e prioridade para os eleitores mais velhos em determinado período.

O horário de votação será das 7h às 17h, considerando sempre o horário local. As primeiras três horas, das 7h às 10h, serão preferenciais para pessoas acima de 60 anos, que fazem parte do chamado grupo de risco para o novo coronavírus.

A intenção é garantir mais tempo para que eleitores votem com segurança, evitar aglomerações no dia da votação e distribuir melhor o fluxo de pessoas nos locais de votação.

O horário foi definido com a ajuda de uma consultoria técnica, que envolveu matemáticos e sanitaristas, e vale tanto para o primeiro turno do pleito, no dia 15 de novembro, quanto para o segundo, no dia 29 do mesmo mês, onde houver. Quase 148 milhões de eleitores estão aptos a participar das Eleições Municipais.

O TSE conta com a compreensão dos eleitores que não se encontram na faixa etária de risco para não irem votar nessas horas iniciais, caso possível. Eventuais acompanhantes ou outros eleitores com idade inferior a 60 anos que cheguem aos locais de votação nesse período não serão impedidos de votar, mas deverão aguardar, respeitando a preferência para os mais velhos.

Será obrigatório o uso de máscara facial pelo eleitor, para que possa entrar e permanecer na seção eleitoral. A medida também vale para os mesários, que, além das máscaras, utilizarão face shields (protetores faciais).

Uesc vai manter atividades não presenciais até o fim do trimestre excepcional


Reitor Reito Alessandro.

 

A Uesc vai cumprir o período letivo trimestral excepcional iniciado no dia 5 de outubro com previsão de encerramento no dia 13 de dezembro. A medida foi aprovada na 50ª Reunião Extraordinaria do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz (Consepe/Uesc) que regulamentou, em caráter excepcional e temporário, as atividades de ensino de graduação e pós-graduação, tendo em vista o novo coronavírus SARS-CoV-2 causador da Covid-19.

A medida está se efetivando porque Conselho Universitário (Consu/Uesc) aprovou e publicou a resolução 28/2020, autorizando, enquanto perdurar a pandemia causada pelo novo coronavírus, a manutenção do trabalho remoto administrativo na Universidade e assegurando que as atividades institucionais sejam desenvolvidas em consonância com as orientações governamentais brasileiras e da Organização Mundial de Saúde na adoção de medidas de controle da disseminação do novo coronavírus.

O trabalho remoto administrativo, na Uesc, segue as rotinas estabelecidas pelas chefias imediatas, por meio da utilização dos Sistemas de Informação e Comunicação Institucionais, de modo a configurar efetivo exercício do cargo pelos servidores, excetuando as atividades essenciais na modalidade presencial. Porém, ficam dispensados aqueles servidores que se enquadram em conformidade com o Art. 1 do Decreto Estadual nº 19.528/2020 e o Art. 4 da Resolução CONSU nº 05/2020.

As atividades letivas estão ocorrendo com o uso e desenvolvimento de estratégias de ensino e aprendizagem por meio de formas de ensino não presencial, prioritariamente por processos de educação mediada por Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), recursos educacionais digitais e outras, como alternativas às atividades presenciais para o ensino de graduação e pós-graduação, denominado Ensino Não Presencial.

O reitor, Alessandro Fernandes de Santana salienta que “mesmo com a pandemia, as atividades da Universidade não pararam. Ao contrário, a ação efetiva dos servidores docentes e técnicos administrativos fez com que a Uesc se despontasse como uma instituição que se coloca a disposição dos interessa da sociedade”. Concluiu.