Nota de esclarecimento – Centro de Atendimento Covid-19 de Ilhéus


A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), por meio desta nota, vem prestar esclarecimento sobre o atendimento realizado no Centro Covid-19, uma das unidades de referência para tratamento da doença em Ilhéus.

Conforme informações veiculadas na segunda-feira (2) cabe elucidar que a paciente fez a ficha de atendimento às 16h14. Do referido horário até o momento da administração da medicação, às 16h35, houve uma espera de aproximadamente 21 minutos, tempo necessário para que ocorra a triagem de enfermagem e o atendimento médico.

Entre as medicações prescritas, constava um soro fisiológico 0,9% de 250 ml. Segundo a Sesau, por se tratar de uma solução de 250 ml, deve-se evitar a administração rápida, considerando também o fato da mulher ser idosa. Dessa forma, a administração foi realizada em gotejamento lento, impedindo possíveis complicações ou danos relacionados à saúde da paciente.

Com relação à realização do RT-PCR, exame disponível para detecção da Covid-19, a mulher informou início de sintoma inespecífico há 15 dias, com melhora imediata do mesmo. Contudo, quando compareceu à unidade ela relatou há exatos dois dias o aparecimento da sintomatologia atribuída à doença. Desta forma, a equipe médica considerou apenas os dois dias de sintomas específicos, período não recomendado para o cumprimento do protocolo de realização do exame supracitado.

O Swab (RT-PCR) deve ser realizado somente a partir do terceiro dia do aparecimento dos sintomas. Portanto, a coleta foi agendada para esta terça-feira (3). A paciente retornou à unidade e realizou o exame, sendo orientada ainda sobre as medidas de isolamento social durante o período que aguarda o resultado. A Sesau explica que o teste rápido não foi realizado, pois não é indicado nessas circunstâncias, uma vez que é recomendado apenas para pessoas com sintomas suspeitos de Covid-19, com início há pelo menos oito dias, sendo o 10º dia ideal para a realização do exame.

Governo declara situação de emergência em nove cidades afetadas por chuvas


O Governo do Estado declarou situação de emergência em nove municípios baianos afetados por chuvas intensas. A decisão, assinada pelo governador Rui Costa, será publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (4) e valerá pelo prazo de 90 dias.

A situação de emergência considera os danos provocados pelas chuvas às atividades econômicas e à população dos municípios de Almadina, Coaraci, Ibicaraí, Ibicuí, Irecê, Itabuna, João Dourado, Juazeiro e Lapão.

De acordo com o decreto, “fica autorizada a mobilização de todos os órgãos estaduais, no âmbito das suas competências, para envidar esforços no intuito de apoiar as ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução”.

Antecipação do auxílio-doença será limitada até 31 de dezembro


A antecipação do auxílio-doença, adotada pelo governo durante a pandemia de covid-19, será paga aos beneficiários pelo período definido no atestado médico, limitado a até 60 dias, mas não poderá exceder o dia 31 de dezembro, quando terminam os efeitos do decreto de calamidade pública em razão da pandemia. 

Instituída em abril, a medida foi prorrogada novamente na semana passada para requerimentos de auxílio-doença feitos até 30 de novembro.

A prorrogação foi regulamentada por uma portaria conjunta do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, publicada hoje (3) no Diário Oficial da União.

O prazo máximo de pagamento é até 31 de dezembro, mas há a possibilidade de o segurado apresentar pedido de revisão para fins de obtenção integral e definitiva do auxílio-doença, na forma estabelecida pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Perícia médica

Por meio da antecipação, o beneficiário recebe até um salário mínimo (R$ 1.045) sem perícia médica, bastando anexar um atestado médico ao requerimento com declaração de responsabilidade pelo documento no portal do INSS ou do aplicativo Meu INSS. Após a perícia médica, o segurado recebe a diferença em uma parcela, caso o valor do auxílio-doença supere um salário mínimo.

Na semana passada, o INSS iniciou o pagamento das diferenças das antecipações recebidas até 2 de julho. Quem tiver direito ao pagamento da diferença receberá uma carta do órgão com todas as informações do recálculo ou poderá checar pelo site e aplicativo Meu INSS, além do telefone 135.

Para requerer o auxílio-doença e receber a antecipação, o segurado deverá apresentar atestado médico legível e sem rasuras. O documento deverá conter assinatura e carimbo do médico, com registro do Conselho Regional de Medicina (CRM); informações sobre a doença ou a respectiva numeração da Classificação Internacional de Doenças (CID); e prazo estimado do repouso necessário.

A concessão do auxílio-doença continua considerando os requisitos necessários, como carência, para que o segurado tenha direito ao benefício.

Moradores de Amargosa voltam a sentir tremor de terra em magnitude 1.9, aponta universidade


Dois novos tremores de terra ocorreram na madrugada desta terça-feira (3/10), na região do distrito de Corta Mão, no município baiano de Amargosa, a 120 km de Salvador.

Os registros foram feitos pela rede RSISNE, que faz parte da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR), operada pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

De acordo com a rede RSISNE, os eventos ocorreram às 0h41 e 0h50, e foram sentidos pela população do distrtito. A magnitude foi calculada em 1.9.

Os sismógrafos, aparelhos que detectam as oscilações na terra, foram instalados na região de Amargosa e em municípios próximos em setembro deste ano, depois que tremores começaram a ocorrer frequentemente nesses locais. O Laboratório Sismológico segue monitorando a atividade.

Informações do Aratu Online.

Senador Jaques Wagner declara apoio a Cacá e Everaldo em Ilhéus


Ex-Ministro e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner.

 

O senador Jaques Wagner (PT), declarou apoio total à candidatura de Cacá (11) e Everaldo, da Coligação “O futuro é agora” (PP, PT, PC do B, DC e Rede), à Prefeitura de Ilhéus. O ex-governador petista faz parte da base do governador Rui Costa e concordou que o postulante é a melhor opção para a cidade.

“Você vai decidir o futuro da nossa querida Ilhéus. Por isso, peço o seu voto para Cacá Colchões. O seu vice é Everaldo. Não esqueça dos candidatos a vereador e vereadora que acompanham Cacá. No dia 15 de novembro, vamos juntos para as urnas eleger Cacá 11, prefeito de Ilhéus”, declarou Wagner.

Fase restrita de pagamentos pelo Pix começa hoje


 

Em pouco mais de nove horas, mais de 3,5 milhões de chaves foram cadastradas no Pix, o novo sistema de pagamentos instantâneos operado pelo Banco Central (BC).

 

O novo sistema entrará em operação para todos os clientes no próximo dia 16. Na fase restrita, o Pix funcionará das 9h às 22h, de segunda a quarta-feira. Às quintas, o serviço reabrirá às 9h e só terminará de funcionar às 22h das sextas-feiras, para permitir o teste durante a madrugada.

A partir da próxima segunda (9), as instituições financeiras poderão elevar gradualmente o número de clientes aptos a participar do Pix, até que o sistema entre plenamente em operação, no próximo dia 16, com a possibilidade de fazer pagamentos e recebimentos 24 horas por dia por toda a população.

Registros

Desde 5 de outubro, os clientes podem registrar as chaves digitais de endereçamento. Segundo o balanço mais recente do BC, até a última quinta-feira (29) mais de 50 milhões de chaves tinham sido cadastradas. Como cada pessoa pode ter mais de uma chave, o número exato de pessoas registradas é desconhecido.

As chaves funcionarão como um código simplificado que associará a conta bancária ao número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou do Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), e-mail, número do celular ou uma chave aleatória de 32 dígitos. Em vez de informar o número da agência e da conta, o cliente apenas informa a chave para fazer a transação.

Uma pessoa física pode criar até cinco chaves por conta corrente. Para empresas, o limite aumenta para 20.

Instantaneidade

Por meio do Pix, o cliente pode pagar e receber dinheiro em até dez segundos, mesmo entre bancos diferentes. Diferentemente da Transferência Eletrônica Disponível (TED) ou do Documento de Ordem de Crédito (DOC), que têm restrições de horário, o Pix funciona 24 horas por dia. Por questões de segurança, cada instituição financeira definirá um valor máximo a ser movimentado, mas o BC estuda criar modalidades para a venda e compra de imóveis e de veículos que permitam a movimentação instantânea de grandes quantias.

Para as pessoas físicas e para os microempreendedores, as transações serão gratuitas, exceto nos casos de recebimento de dinheiro pela venda de bens e de serviços. As pessoas jurídicas arcarão com custos. As tarifas dependerão de cada instituição financeira, mas o BC estima que será R$ 0,01 a cada dez transações.

O Pix servirá não apenas para transferências instantâneas de dinheiro, como poderá ser usado para o pagamento de boletos, de contas de luz, de impostos e para compras no comércio. Com a ferramenta, será possível o cliente sacar dinheiro no comércio, ao transferir o valor desejado para o Pix de um estabelecimento e retirar as cédulas no caixa.

Ampliação

Na última quinta-feira (29), o BC ampliou as funcionalidades do sistema. Com o Pix Cobrança, os comerciantes poderão emitir um QR Code (versão avançada do código de barras fotografada por smartphones) para que o consumidor faça o pagamento imediato por um produto ou serviço. Além disso, será permitido fazer cobranças em datas futuras, com atualizações de juros, multas ou descontos, como ocorre com os boletos.

O BC também obrigou as instituições financeiras que oferecerem o Pix aos usuários recebedores a usar interface de programação padronizada pelo órgão. A medida foi tomada para evitar que um empresário não consiga migrar a conta para outra instituição por causa dos custos de adaptação a um novo sistema de programação.