Augusto Castro destaca potencial econômico de Itabuna


“Itabuna tem potencial econômico muito forte. É uma cidade polo no sul da Bahia do comércio e de serviços, com destaque para os segmentos de saúde e de educação com faculdades particulares, as universidades federal do Sul da Bahia e estadual de Santa Cruz”. O reconhecimento foi feito pelo prefeito eleito Augusto Castro (PSD), ao participar do Painel – Expectativas, Dilemas e Desafios dos Novos Prefeitos – no webinário promovido pela Afinco e A Tarde, no canal do youtube, na tarde desta quinta-feira, 10 .

Augusto Castro disse ainda que sua eleição significou o desejo dos eleitores de Itabuna por mudanças de paradigma na Administração Pública como resultado de uma campanha política propositiva, sem ataques e agressões o contrário de muitos dos seus adversários. “Olhamos diretamente nos olhos das pessoas, dizendo o que desejamos fazer e como fazer com as parcerias com os governos estadual e federal e os parlamentares federais”, sintetizou.

“Tenho certeza que Itabuna vai crescer, pois vamos buscar os investimentos necessários à retomada do desenvolvimento e do crescimento econômico e social do município”, realçou o prefeito eleito. Ele lembrou que a cidade tem mais de 220 mil habitantes, sendo muito importante no eixo sul da Bahia. “Nossa eleição trouxe a mudança que a cidade quis”, resumiu.

Augusto recordou ainda a ação política dos dois mandatos de deputado estadual com a obtenção de recursos na área federal para qualificação de hospitais e para programas da Secretaria Municipal de Saúde. “Como prefeito, podem ter certeza que vou fazer muito mais por Itabuna. Pensar numa cidade mais humana, fortalecer a educação infantil, fundamental I e II e buscar indústrias para que a população tenha oportunidades e trabalho”, concluiu.

Pousada escondia rifle, coletes e munição


Uma operação deflagrada pela Delegacia Territorial de Arraial D’Ajuda, distrito de Porto Seguro, resultou na apreensão de armas, munições e drogas, encontradas no chalé de uma pousada, utilizada como esconderijo, no bairro Vilas Recanto.

No local foram apreendidos 11 coletes balísticos, um rifle calibre 44, 115 munições para calibres 40, 380 e 44, 40 gramas de crack, rádio comunicadores, balanças de precisão, 20 sacos contendo pinos para acondicionar cocaína, um estojo para pistola, um caderno de anotações e um celular.

Na ação, um homem de 49 anos foi preso e autuado em flagrante por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e munição de uso restrito.As investigações prosseguirão para identificar outros envolvidos.

Live Falando de Política entrevista o presidente do PSDB/ Ilhéus, Alan Marinho, nesta quinta-feira (10)


O Blog Agravo traz nesta quinta-feira (10) a Live “Falando de Política” com o blogueiro e jornalista Jamesson Araújo. O convidado dessa vez é o presidente municipal do PSDB – Ilhéus, Alan Marinho.

A pauta vai abranger a nova conjuntura política do legislativo ilheense, e como o PSDB vai se comportar frente a reeleição do atual prefeito, Mário Alexandre.

A live começa às 19 horas e será transmitida pelo Facebook e no site do Blog Agravo.

O Blog Agravo traz nesta quinta-feira (10) a Live “Falando de Política” com o blogueiro e jornalista Jamesson Araújo. O…

Publicado por BLOG AGRAVO em Quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

Casos de Covid-19 aumentam em Itabuna e Sesab anuncia mais 12 leitos


Vista aérea de Itabuna. Foto José Nazal.

Com a crescente demanda por leitos destinados a pacientes com Covid-19, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) firmou um acordo com a Santa Casa de Itabuna para abertura de leitos no Hospital Calixto Midlej Filho. O encontro para definir a contratação de seis leitos de Terapia Intensiva (UTI) e outros seis clínicos foi realizado nesta quarta-feira (9), com a participação do secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, e do provedor em exercício da SCMI, o médico Antônio Augusto Monteiro.

Esses leitos se somarão aos 61 existentes em Itabuna e reforçarão o atendimento pelo Sistema Único de Saúde aos pacientes com o novo coranavírus no sul do Estado. “Ao longo das últimas semanas, tem sido possível notar o aumento consistente no número de casos novos da Covid-19 no território estadual, com a consequente elevação nas taxas de ocupação hospitalar para além do considerado seguro. Diante deste cenário, precisamos e vamos garantir o atendimento a todos.”, afirma Fábio Vilas-Boas.

O provedor em exercício destacou que as unidades da Santa Casa estão disponíveis para ajudar nas ações de combate à Covid-19. “Nossas unidades sempre estiveram à disposição da Sesab e da comunidade regional. O Estado sabe quanto fomos importantes para centenas de famílias de pacientes encaminhados e atendidos no Calixto Midlej e Manoel Novaes”, afirmou Antônio Augusto Monteiro.

Itabuna registrava até essa quarta-feira (09), 604 casos ativos, 13 pacientes internados em UTI, 9 em leito clínico e 352 óbitos.

A Sesab reitera os alertas de que a pandemia não acabou e, infelizmente, os cuidados estão sendo ignorados por parte da população. O número de leitos de UTI está sendo ampliados porque medidas simples não estão sendo cumpridas. Lavar frequentemente as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel, utilizar máscara e manter o distanciamento social são medidas fundamentais para combater o coronavírus e impedir o aumento do número de infectados. É necessário ter um cuidado ainda maior neste período festivo, pois as pessoas tendem a se reunir em casa ou na rua e aí aumentam os riscos, sobretudo, para os idosos.

Polícia Federal deflagra Operação Segunda Parcela que combate fraudes ao Auxílio Emergencial


A Polícia Federal deflagrou, hoje (10/12), a Operação Segunda Parcela com o intuito de reprimir fraudes ao Auxílio Emergencial. Trata-se da maior operação no combate às fraudes ao beneficio, contando com uma atuação efetiva e integrada para preservar o instituto que teve mais de sessenta milhões de beneficiados, em razão da crise de saúde pública ocorrida em 2020.

As ações estão ocorrendo em 14 Estados da Federação: São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Espírito Santo, Bahia, Santa Catarina, Tocantins, Paraná, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Maranhão, Piauí e Mato Grosso do Sul; com o cumprimento de 42 Mandados de Busca e Apreensão, sete Mandados de Prisão e 13 Mandados de Sequestro de Bens.

Cerca de 152 policiais federais participam da operação.

Foi determinado o bloqueio de valores de até R$ 650 mil, em diversas contas que receberam benefícios fraudados.

As medidas são parte de uma Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE), da qual participam a Polícia Federal, o Ministério Público Federal (MPF) o Ministério da Cidadania (MCid), a CAIXA, a Receita Federal, a Controladoria-Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU), com o objetivo de identificar a ocorrência de fraudes massivas e desarticular a atuação de organizações criminosas.

A linha de trabalho adotada importa que os pagamentos indevidos e as tentativas de cadastramento irregulares são processados dentro de ferramentas estabelecidas pela Polícia Federal, buscando identificar a atuação de organizações criminosas e conjuntos de fraudes com denominadores comuns (fraudes estruturadas). O intuito é desestruturar ações que causam graves prejuízos ao programa assistencial.

No viés preventivo, a Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial detectou e bloqueou/cancelou o cadastramento de mais de 3.82 milhões de pedidos irregulares. Deixaram de sair indevidamente dos cofres públicos, no mínimo, R$ 2.3 bilhões, considerando-se apenas o pagamento de uma parcela de R$ 600,00, em cada pedido.

Importante destacar à população, que todos os pagamentos indevidamente realizados são objeto de análise por parte da Polícia Federal e das demais instituições integrantes da EIAFAE. Portanto, se orienta fortemente àqueles que requereram e receberam as parcelas, sem preencherem os requisitos do Art. 2º da Lei nº 13.982/2020, que realizem a devolução dos valores, sob pena de estarem sujeitos à investigação criminal.

STJ reconhece aposentadoria especial para vigilantes


A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu hoje (9) reconhecer que vigilantes, quer trabalhem armados ou não, têm direito à aposentadoria especial. A questão foi decidida durante o julgamento de três processos que tratavam do reconhecimento da contagem diferenciada do tempo de serviço para solicitar o benefício no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Apesar do entendimento, a União pode recorrer da decisão.

A discussão envolve o reconhecimento da periculosidade no exercício das atividades dos vigilantes. Até abril de 1995, era permitido o reconhecimento da periculosidade por meio de qualquer comprovação dos riscos da profissão. Porém, a partir da edição da Lei 9.032/1995 e do Decreto 2.172/1997, o enquadramento passou a ser conforme a comprovação de exposição a agentes nocivos. Dessa forma, os vigilantes não tiveram mais direito à aposentadoria especial e diversas ações foram protocoladas em todo o país em busca do reconhecimento da nocividade do trabalho.

Por unanimidade, o colegiado do STJ reconheceu o direito dos vigilantes à aposentadoria especial e definiu a seguinte tese, que poderá ser seguida em casos semelhantes:

“É admissível o reconhecimento da especialidade da atividade de vigilante, com ou sem arma de fogo, em data posterior a Lei 9.032/1995 e ao Decreto 2.172/1997, desde que haja comprovação da efetiva nocividade da atividade por qualquer meio de prova até 5 de março de 1997 (data do decreto) e, após essa data, mediante apresentação de laudo técnico ou elemento material equivalente para comprovar a permanente, não ocasional, nem intermitente, exposição a agente nocivo que coloque em risco a integridade física do segurado”.