Morre gestante catarinense baleada em tentativa de assalto em Maraú


Andreza Maestri estava gestante e morreu em tentativa de assalto no sul da Bahia — Foto: Reprodução/Instagram.

 

A mulher grávida que foi baleada em durante uma tentativa de assalto na cidade de Maraú, na Bahia, morreu nesta terça-feira (29), em um hospital de Ilhéus, no sul do estado. A catarinense Andreza Maestri, de 44 anos, estava internada no Hospital Regional do Cacau, em Ilhéus.

A vítima estava no quinto mês de gestação. A bebê, que se chamaria Antonella, também não resistiu.

Andreza foi atingida por um tiro no olho esquerdo, na madrugada de 23 de dezembro.O crime aconteceu quando ela seguia para uma casa, de carro, com o marido. O veículo em que o casal estava foi interceptado por quatro homens, em uma estrada de terra batida, e eles dispararam contra o carro.

Com Andreza baleada, o marido dela, Luciano Cunha, dirigiu o veículo por cerca de 20 km até a cidade de Itacaré. De lá, ela foi levada transferida para Ilhéus.

Andreza era enfermeira e morava em Florianópolis. No dia em que o crime aconteceu, ela havia chegado de viagem para passar os festejos de fim de ano com o marido, que estava no distrito de Taipu de Fora, em Maraú, há pouco mais de um mês. No local, ele estava trabalhando na construção da nova moradia do casal.

O caso é investigado na Delegacia de Maraú.

Informações do G1/Bahia.

Governador anuncia projeto para criação de 26 mil vagas remuneradas de monitores escolares na rede estadual


Governador Rui Costa durante a live. Foto arquivo.

 

O Governador Rui Costa anunciou, nesta terça-feira (29), que enviará à Assembleia Legislativa um projeto de lei criando 26 mil vagas de monitores escolares remunerados, que serão escolhidos entre os próprios alunos, um para cada uma das 26 mil salas de aula do Estado. O projeto ainda está em elaboração. O anúncio foi feito durante visita ao município de Conceição de Coité para entrega de obras.

Segundo o governador, ao visitar as escolas do Estado, ele percebeu que alguns alunos ensinavam os colegas voluntariamente. “Então, há cerca de um ano, nós criamos o programa Mais Estudo, estimulando que alguns estudantes sejam monitores escolares, recebendo uma bolsa de até R$ 600 por mês. Com isso os alunos não precisam trabalhar e podem se dedicar ao estudo e ensinar os colegas”. Rui destacou que, mesmo com a pandemia e com as escolas fechadas, o benefício foi pago.

O governador afirmou que, com o projeto de lei, o programa torna-se uma ação de Estado e não de governo, permanecendo para as futuras gestões. “Eu quero com isso acelerar a retomada de indicadores educacionais da Bahia, para que a gente coloque a Bahia no lugar que o povo baiano merece, um lugar de destaque tanto para a profissionalização quanto para o resultado de uma melhoria dos indicadores educacionais”.

Rui explicou ainda que o programa experimental, com 10 mil alunos, foi um sucesso. “As notas melhoraram, a aprendizagem melhorou, houve uma redução do número de desistência de alunos nas escolas. Quando o aluno não entende o assunto, tira nota baixa, ele fica com vontade de largar aquilo. Quando ele começa a entender, a aprender, ele tem vontade de ficar na escola”.

Repórter: Raul Rodrigues/Secom

Prefeitura de Itacaré proíbe excursões para day use


Foto aérea de Itacaré. Imagem de Cesar Dias.

 

A Prefeitura de Itacaré publicou um decreto nesta terça-feira (29) que visa combater o avanço do coronavírus e aglomerações no município.

Itacaré é um dos mais lindos destinos entre as praias da Bahia, e na alta estação recebe grande quantidade de turistas de todo o Brasil.

Segundo o decreto nº 675 da Prefeitura, fica proibida a entrada de ônibus, vans de excursão, sem o prévio cadastro do grupo perante a Secretaria Municipal de Turismo. Os turistas terão que comprovar a reserva da sua hospedagem através de voucher ou qualquer documento hábil impresso ou digital, perante a barreira sanitária.

Ainda segundo o decreto, fica proibida a realização de eventos que gerem aglomeração, como por exemplo churrascos, festas, utilização de paredões de som; realização de esportes coletivos com mais de 4 pessoas, aglomeração em estabelecimentos, ruas e praias.

Confira o decreto na íntegra clicando aqui.

Bahia registra 3.206 novos casos da Covid-19 nas últimas 24 horas


Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.206 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,7%) e 3.134 recuperados (+0,7%). Dos 487.691 casos confirmados desde o início da pandemia, 472.868 já são considerados recuperados, 5.751 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,59%) Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (10.272,99), Muniz Ferreira (8.407,44), Conceição do Coité (8.291,30), Pintadas (8.000,38), Jucuruçu (7.900,50).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 879.989 casos descartados e 122.973 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (29).

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 31 óbitos que ocorreram em diversas datas.O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.072, representando uma letalidade de 1,86%. Dentre os óbitos, 56,58% ocorreram no sexo masculino e 43,42% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,84% corresponderam a parda, seguidos por branca com 18,86%, preta com 14,62%, amarela com 0,67%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,88% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,89%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,52%).

Na Bahia, 36.346 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Gasolina sobe 5% a partir de hoje para as distribuidoras


Imagem ilustrativa.

 

A Petrobrás reajustou em 5% o valor da gasolina e em 4% o óleo diesel S10 e S500. O anúncio foi feito ontem pela estatal, com vigência a partir de hoje (29).

Com a medida, o preço médio da gasolina da Petrobras vendida para as distribuidoras aumentou R$ 0,09 e passou a R$ 1,84 por litro. No acumulado do ano, houve redução de 4,1% no preço da gasolina. Segundo a estatal, em 2020 foram feitos 41 reajustes nesse combustível, sendo 20 aumentos e 21 reduções no valor.

Para o óleo diesel, o valor para as distribuidoras aumentou R$ 0,08, chegando a R$ 2,02 por litro. O diesel acumula queda de 13,2 % no ano, em um total de 32 reajustes, com 17 aumentos e 15 reduções no valor.

Podemos declara apoio ao prefeito Mário Alexandre para eleger novo presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus


O partido Podemos que tem como presidente municipal, Rubenilton Silva e o vice-presidente, Mozart Aragão declararam apoio total ao Partido Social Democrático (PSD) para eleger o novo presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus.

“Temos um compromisso fiel e irrevogável com a eleição e a governabilidade do prefeito Mário Alexandre, desta forma vamos apoiar quem Marão indicar para a nova presidência da Câmara Municipal de Ilhéus para o biênio 2021-2022”, afirma o presidente do Podemos, Rubenilton Silva.

Rubenilton destaca a importância de eleger para presidente um vereador que seja aliado político do governo. “Mário vai indicar a melhor pessoa para ser o novo presidente, com certeza será um vereador que tem alta capacidade política de articulação e bons projetos para Ilhéus. Que tenha pensamentos de crescimento e desenvolvimento para o município, assim a nossa cidade só ganha com essa aliança”, finaliza.

Alto-falantes em viaturas da PM voltam a alertar sobre a covid-19


Foto divulgação SSP/Bahia.

 

Com o objetivo de conter a segunda onda de covid-19 na Bahia, as viaturas da Polícia Militar voltaram a transmitir, na noite de segunda-feira (28), mensagens educativas sobre a pandemia. Até o dia 3 de janeiro de 2021, baianos e turistas serão alertados sobre como evitar a disseminação do vírus.

Usar máscara e respeitar o distanciamento social, impedindo aglomerações, são as principais recomendações. Além dos alto-falantes nos veículos, os policiais militares continuarão conversando com aqueles que insistem em desobedecer as medidas sanitárias.

“Não podemos baixar a guarda. Continuaremos com as unidades de Salvador, RMS e interior dando total apoio às determinações estaduais”, declarou o comandante-geral da PM, coronel Anselmo Brandão.

Músicos protestam contra decreto que proíbe apresentações em bares e restaurantes


Músicos protestaram nas escadarias do Palácio Paranaguá.

 

O Sindicato dos Músicos Profissionais de Ilhéus realizou, de frente ao Palácio Paranaguá, sede da Prefeitura Municipal de Ilhéus, uma manifestação na luta pelo direito fundamental de exercer seu trabalho, garantido pela Constituição da República de 1988.

Os motivos da reivindicação são os decretos publicados pelo Governador do Estado da Bahia e pelo prefeito que proibiram completamente a atividade profissional em qualquer lugar da cidade.

O principal questionamento por parte da classe é que se os bares, restaurantes e hotéis da cidade continuam a funcionar normalmente com música mecânica, recebendo clientes e respeitando as normas de segurança, por que o músico não pode trabalhar, apresentando-se no palco desses estabelecimentos, mantendo o distanciamento, como todos os demais trabalhadores de outras atividades laborais estão fazendo? Música mecânica pode, mas o músico tocando não?

Para a classe os decretos violam o art. 5º, XIII da Constituição da República — que garante o direito ao livre exercício do trabalho, ofício ou profissão, — bem como ao princípio da dignidade da pessoa humana e ao fundamento de que o Estado deve promover o bem de todos sem qualquer tipo de discriminação.

Neste aspecto, a ilegalidade do ato salta aos olhos quando se observa que todos os trabalhadores das demais áreas estão exercendo sua atividade, mas apenas os músicos sofreram proibição total, sob pena inclusive de repressão policial.

Desta forma, o SindMupi pede ao Poder Executivo Municipal que o mesmo exerça sua autonomia política e administrativa para revogar o decreto que proíbe o músico de trabalhar e libere para que a atividade seja exercida cumprindo com as normas de distanciamento e prevenção ao contágio da Covid-19, como todos os demais trabalhadores estão exercendo.

Informativo do Sindicato dos Músicos Profissionais de Ilhéus.

Vídeo: